Início » Sergipe » São Cristóvão » Notícias


Últimas Notícias da cidade de São Cristóvão - SE nas Redes Sociais

As Notícias são atualizadas em tempo real.




  • Marceli Rodrigues dos Santos compartilhou uma atualização de status de Flu da Depressão.
    Flu da Depressão.
    AVALIAÇÃO F.D.P. (FLU DA DEPRESSÃO) ATLÉTICO PARANAENSE 0, BAYERN DE FLUNIQUE 3 Vi um comentário no Twitter que falou sozinho: os caras jogaram tanta bola hoje que parece que eles têm vergonha de jogar em público! A boa é lançar um insulfilm nas Laranjeiras e ver como eles reagem nos treinos. Sei que hoje deu gosto de ver. Mais gosto de ver ainda foi meu primo flamenguista babando com as triangulações-relâmpago de Jean, Conca, Cícero e Sobis. Tadinho, tá meio deturpado de conceito de futebol. Mas a gente ensina. Peço desculpas também pelo longo tempo longe do F.D.P.. Agora que arrumei um emprego de verdade tá foda de arranjar tempo pra fazer todas as coisas que eu tenho que fazer, mas sempre que eu tiver um tempo e esse time agradar eu venho fazer uma graça aqui. Agora chega de nhem nhem nhem e vamos às notas: DIEGO CAVALIERI – Nota: 12 Disseram que o jogo não teve torcida, mas o Cavalieri foi mero espectador durante 89 minutos. Aquela defesa no final serviu para nos relembrar que o Iceman é simplesmente pica das galáxias: com 3 a 0 no placar, estádio vazio, já em clima de final de feira, ele teve a concentração, o reflexo e a disposição de voltar do contrapé e ir buscar a bola lá no cantinho. BRUNO – Nota: 6 Bruno deve ser um cara muito feliz. E ele me inspira. Dá pra escrever um livro de auto-ajuda com lições tiradas do futebol do Bruno: Às vezes você tem que encarar a vida como uma grande pelada, e quando um problema surgir, apenas dê um chapéu nele e saia jogando. Você pode até errar o passe, mas não tenha medo de errar e, na dúvida, dê chapéus. Acostume-se com as bolas nas costas que a vida dá, e deixe os seus amigos consertarem isso pra você. E mais importante: seja milionário sem fazer nada que o justifique. O Evangelho Segundo Bruno, breve na quina da grande área mais próxima de você. GUM – Nota: 6 Aquele mesmo futebol nota 6 que ele sempre pratica quando não joga um futebol nota -30, naqueles dias em que erra tudo e é expulso, ou quando não joga aquele futebol nota 300 em que ele é capaz de marcar Romário, Ronaldo e Bebeto SOZINHO. HENRIQUE – Nota: 8 Os boatos dão conta de que os dinossauros foram extintos após acompanharem uma partida de Quem Ri Primeiro entre Henrique e Diego Cavalieri. Nem mesmo o dentista do Henrique sabe como são os dentes do cara; sorrir deve ser contra sua religião. O que importa é que depois da desastrosa estreia ele vem melhorando bastante de jogo pra jogo; joga com seriedade e o mais importante, CALMA, evitando dar chutões e saindo pro jogo. CARLINHOS – Nota: 5 Via o Carlinhos e só conseguia pensar em uma coisa: caralho, 200 jogos aturando essa praga. 200 jogos de vou-pra-linha-de-fundo-perai-não-vou-mais-não. 200 jogos de cruzamentos olhando pro chão. 200 jogos de isoladas com a direita. 200 jogos de sonolência. 200 jogos de bolas nas costas. 200 jogos de amor encubado. Entre tapas e beijos, é ódio é desejo, é sonho, é ternura. A torcida te ama, e quando você vai à linha de fundo e acerta o cruzamento, vai à loucura. Mas há quanto tempo cê não faz isso? Desde o jogo 120, por aí né VALENCIA – Nota: TEARS Meu coração bateu mais forte quando vi que o Ex-Mito Sagrado dos Meiões Arriados estava prestes a retornar. Ex-Mito, sim; a essa altura do campeonato eu já o via como o pai que saiu pra comprar cigarros e só voltou cinco anos depois. MAS VOLTOU. E quando o pai volta, a emoção é a mesma. Você pode sentir um pouco de raiva no início, porque sua mãe ficou desamparada, mas ei, ele voltou! E voltou consertando a porta, a lâmpada, a torneira que tava pingando e, mais importante, A SUA CABEÇA-DE-ÁREA. Ele não é Aragorn, mas o Retorno do Rei foi bom em vários sentidos: devolveu o Jean pra sua posição de origem e o Cícero pra posição onde ele TEM QUE FICAR, CRISTÓVÃO e ainda deu mais segurança à dupla de zaga. Quem falar que não tava com saudades dos carrinhos espalhafatosos que parecem que vão render cartão vermelho na intermediária TÁ MENTINDO. E os passes errados na saída de jogo também. E aquela multiplicidade de pernas voando pra lá e pra cá também. CARAMBA, VALENÇA, QUE SAUDADE QUE EU TAVA DE VOCÊ. Fica pra sempre, mito. A gente compra um esqueleto de adamantium pra você não se machucar nunca mais JEAN – Nota: 9.5 Será que o Jãniesta, assim como o pai que saiu pra comprar cigarro, voltou? Acho que não. Já acostumei com esses surtos dele e acho que tá mais pro tio que mora longe e vez ou outra vem visitar a irmã, trazendo várias comidas e presentes. A grande parada é que o Jean jogou pra caralho, marcou pra cacete e não foi aquela aberração no apoio como vinha ocasionalmente sendo. Se conseguir manter esse nível, o que pela nossa experiência recente eu acho difícil, vai ficar bunito. CONCA – Nota: 11 Conca tem cara de santinho e bom-moço, mas se você der mole ele vai cair no chão e te driblar mesmo assim. O que falta de altura sobra de CRUELDADE FUTEBOLÍSTICA. Eu sinceramente não sei nem se tenho gabarito, currículo ou pedigree pra tecer qualquer comentário sobre esse Deus do Futebol. WAGNER – Nota: 4 A minha teoria é de que nós jogamos tão bem justamente porque o Wagner não tocou tanto na bola, porque o Wagner é um caso sério, seríssimo, e enche meu coração de tristeza. No meu mundo perfeito ele volta pro banco. Banco de reservas? NÃO! Banco do Brasil, onde ele seria um ótimo caixa. Considere, Wagner. CÍCERO – Nota: 5 + 8 + 10 + 11 + 9 = sei lá quanto dá isso O cara brinca. O cara faz tudo!!! Nunca fui graaaande fã, mas fiquei feliz quando o contratamos de volta porque ele tava brincando no Santos. E vai brincar aqui também. Gastou demais a bola hoje. Pra onde eu olhava, lá estava o Cícero. Quanta técnica. Quanta elegância. Quem ganha do cara no alto? Simplesmente o melhor jogo aéreo do futebol brasileiro. Ele deve jogar com aquele tênis de mola e uma adaptação com um Pogobol embaixo. E o melhor de tudo: usa a camisa 5 e apaga da minha mente o fato de o EDINHO ter envergado esse emblemático número num passado não muito distante mas que eu adoraria esquecer. É um raro exemplo de cara que faz tudo e faz tudo BEM: marca, apoia, passa, chute, cabeceia e enche nossos corações de amor, paz e felicidade. Bem-vindo de volta pra casa. RAFAEL SOBIS – Nota: 5 Ah como eu odeio ser bipolar, é tão bom! O cara passou a semana toda ‘comemorando’ que ia jogar de centroavante pra poder ficar mais próximo do gol, aí ficou o jogo inteiro no círculo central. Quem me acompanhou no twitter viu que eu tava na maior implicância com isso, mas analisando com calma, ele não deixou espaço lá na frente não; recompunha bem rápido (tão rápido quanto ser o Rafael Sobis lhe permite), mesmo quando ia marcar na nossa intermediária (!!!). Vira um cara importante porque ajuda na marcação e quando recuperamos a bola ele já se manda pra frente. Verdade seja dita, errou mais passes do que aquele saudoso meio-campo formado por Diogo, Diguinho e Carlos Eduardo, lá naquele saudoso porém só um pouco ano de 2009. WALTER – Nota: MUUUU Waltinho meu filho, assim ce vai explodir. Ce ta parecendo um BOI! O lado bom é que se todo mundo desistir de você por causa da sua ROLICIDADE, você pode estrelar o próximo comercial da Friboi – ou, num marketing reverso, da Herbalife. Mas ninguém vai desistir de você porque ce joga muita bola. Vai ver ce trata a bola bem desse jeito porque ce trata bem seus semelhantes, né? A graça de tudo é que mesmo com seus 698 quilos ce ainda consegue atingir a mesma velocidade máxima do Sobis. Um caso a ser estudado. ELIVELTON – Nota: 5 Entrou em campo e a zaga abriu, os caras começaram a entrar pela meiuca e a terem seus ossos fraturados. A grande verdade é que eu nunca soube como pudemos conseguir aturá-lo como titular por tanto tempo sem termos vários microinfartos. E pensar que eu defendi COM UNHAS E DENTES a titularidade do Caveirinha, que nunca será um Blackenbauer, apenas um projeto de Digão. CHIQUINHO – Nota: hue Tomou a banda mais engraçada dos últimos tempos. Você sabe que tá com a moral baixa quando entra em campo “pra ajudar o Carlinhos” PEPSTRÓVÃO GUARDIORGES – Nota: +QD+ O que dizer desse time que mal conheço mas já considero pakas? Toques curtos, rápidos, ao melhor estilo futsal, ao melhor estilo Barcelona, ao melhor estilo Bayern, ao melhor estilo Cristóvão. Quando um cara do CAP se virava pra marcar, a bola já tava em outro cara. Tudo bem que o material humano favorece, mas a entrada do Valencia deu uma segurança maior não apenas ao meio-campo, mas ao mundo todo em geral, e ainda deslocou Jean e Cícero pras suas devidas posições. Conseguiu a tão sonhada “compactação” do time e, bem, porra, vou dizer o quê? Jogamos fácil, de encher os olhos, e se mantivermos esse nível o Cruzeiro que se cuide, porque a freguesia fala por si só. Ah, uma coisa: Seremos campeões. STs



  • Mateus TaxiDog compartilhou a foto de David Araujo.
    alguem sabe de alguma ong em SALVADOR que resgata animais das ruas ?( são Cristóvão perto ao aeroporto) pois aqui ha um animal que precisa de ajuda urgente. ele foi atrpelado , se arrasta pelas ruas urina e defeca sem sentir e tem dificuldade ate para se sustentar sentado para comer . nao tenho como ajuda-lo pois ja resgatei nove. Por favor se alguem conhece alguma ONG que cuida de Animais aqui em Salvador bahia , me informe> precisamos ajudar esse cachorro!
    Arquivos de dispositivos móveis.
  • josue soares

    em 01/06/2014 Via Youtube
    Rotem 2005 partindo de São Cristóvão

    Unidade 2005 016 saindo de São Cristóvão com destino a Deodoro · · · · · · SE INSCREVA NO CANAL.




  • Leandro Schuks compartilhou a foto de Ação Social Bad Company Rock Club.
    O projeto “Turma do Asilo” (aceitamos sugestões melhores de nomes haha) é outra vertente do grupo Bad Company e tem por objetivo levar um dia de distração e passatempo para os vôzinhos do Abrigo Frei Manoel, localizado em São Cristóvão, perto do cemitério. Esse grupo foi criado para que possamos organizar as datas das visitas, as atividades que serão desenvolvidas e para recebermos suas sugestões. Hoje fizemos uma visita, conhecemos o local, os administradores e os moradores do abrigo e em consenso decidimos que as visitas serão feitas nos sábados à tarde, por ser mais viável para os funcionários. Se conhecem algum amigo que queira participar, não se acanhem em coloca-lo no grupo! Toda ajuda é válida! Lembrando que é um trabalho voluntário e não recebemos nada além da experiência de levar um pouco de alegria pros vôzinhos Qualquer dúvida falem com o Vilton! haha. Beijos.Obg
    Fotos da linha do tempo.
  • Edimary Prado

    em 09/09/2013 Via Google+

    Sao Cristovao-SE Tem Histórias...

    silvanalosekann



  • Valdivino Costa compartilhou uma atualização de status de Paróq Santo Antônio.
    Paróq Santo Antônio.
    Liturgia Diária DIA 25 – SEXTA-FEIRA SÃO TIAGO MAIOR APÓSTOLO (vermelho, glória, pref. dos apóstolos [??] – ofício da festa) Tiago (Palestina, séc. 1º), filho de Zebedeu e irmão de João, foi chamado por Jesus para fazer parte do grupo dos doze. Foi testemunha privilegiada de acontecimentos importantes da vida do Senhor e o primeiro apóstolo a conhecer o martírio. É considerado o primeiro evangelizador da Espanha. Primeira Leitura: 2 Coríntios 4,7-15 Leitura da segunda carta de são Paulo aos Coríntios – Irmãos, 7trazemos esse tesouro em vasos de barro, para que todos reconheçam que esse poder extraordinário vem de Deus e não de nós. 8Somos afligidos de todos os lados, mas não vencidos pela angústia; postos entre os maiores apuros, mas sem perder a esperança; 9perseguidos, mas não desamparados; derrubados, mas não aniquilados; 10por toda parte e sempre levamos em nós mesmos os sofrimentos mortais de Jesus, para que também a vida de Jesus seja manifestada em nossos corpos. 11De fato, nós, os vivos, somos continuamente entregues à morte por causa de Jesus, para que também a vida de Jesus seja manifestada em nossa natureza mortal. 12Assim, a morte age em nós, enquanto a vida age em vós. 13Mas, sustentados pelo mesmo espírito de fé, conforme o que está escrito: “Eu creio e, por isso, falei”, nós também cremos e, por isso, falamos, 14certos de que aquele que ressuscitou o Senhor Jesus nos ressuscitará também com Jesus e nos colocará ao seu lado, juntamente convosco. 15E tudo isso é por causa de vós, para que a abundância da graça em um número maior de pessoas faça crescer a ação de graças para a glória de Deus. – Palavra do Senhor. Salmo Responsorial: 125(126) Os que lançam as sementes entre lágrimas / ceifarão com alegria. 1. Quando o Senhor reconduziu nossos cativos, / parecíamos sonhar; / encheu-se de sorriso nossa boca, / nossos lábios, de canções. – R. 2. Entre os gentios se dizia: “Maravilhas / fez com eles o Senhor!” / Sim, maravilhas fez conosco o Senhor, / exultemos de alegria! – R. 3. Mudai a nossa sorte, ó Senhor, / como torrentes no deserto. / Os que lançam as sementes entre lágrimas / ceifarão com alegria. – R. 4. Chorando de tristeza, sairão, / espalhando suas sementes; / cantando de alegria, voltarão, / carregando os seus feixes! – R. Evangelho: Mateus 20,20-28 Aleluia, aleluia, aleluia. Eu vos designei para que vades e deis frutos, e o vosso fruto permaneça, assim disse o Senhor (Jo 15,16). – R. Proclamação do evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus – Naquele tempo, 20a mãe dos filhos de Zebedeu aproximou-se de Jesus com seus filhos e ajoelhou-se com a intenção de fazer um pedido. 21Jesus perguntou: “O que tu queres?” Ela respondeu: “Manda que estes meus dois filhos se sentem, no teu reino, um à tua direita e outro à tua esquerda”. 22Jesus, então, respondeu-lhes: “Não sabeis o que estais pedindo. Por acaso podeis beber o cálice que eu vou beber?” Eles responderam: “Podemos”. 23Então Jesus lhes disse: “De fato, vós bebereis do meu cálice, mas não depende de mim conceder o lugar à minha direita ou à minha esquerda. Meu Pai é quem dará esses lugares àqueles para os quais ele os preparou”. 24Quando os outros dez discípulos ouviram isso, ficaram irritados contra os dois irmãos. 25Jesus, porém, chamou-os e disse: “Vós sabeis que os chefes das nações têm poder sobre elas e os grandes as oprimem. 26Entre vós não deverá ser assim. Quem quiser tornar-se grande torne-se vosso servidor; 27quem quiser ser o primeiro seja vosso servo. 28Pois o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida como resgate em favor de muitos”. – Palavra da salvação. SANTO DO DIA - 25/07 São Tiago e São Cristóvão São Tiago foi um dos apóstolos de Cristo, que o seguiu fielmente pregando a crença em Deus. Foi martirizado na Espanha. São Cristóvão, padroeiro dos motoristas, foi um mártir romano do século III. Com grande estatura, diz a lenda que certa vez atravessou uma criança, carregando-a em seus ombros por um rio caudaloso e perigoso. Conforme atravessava, a criança ficava pesada e São Cristóvão brincou que parecia estar carregando o mundo nas costas. Neste momento, Cristo lhe revelou sua identidade, convertendo-o. Cristóvão, inclusive, significa “aquele que carregou Cristo”. No local em que ele colocou a criança e seu bastão, nasceu uma palmeira e virou local de peregrinação. São Cristóvão então foi perseguido e decapitado a mando do imperador Décio. Peça sua proteção sempre que for guiar.
  • iris barbosa

    em 05/02/2013 Via Google+
    Igrejas e Casarios de São Cristovão-SE  feitos com reaproveitamento de MDF que antes eram descartados nas ruas e calçadas da Cidade.

    Arte e Restauração
    Depois de algumas restaurações, ele voltou ao trabalho de fabricação de imagens em madeira de lei. Mas com a vontade de ajudar o meio ambiente de alguma forma, ele voltou seu olhar para o MDF, que era...
  • O Mito voltou! Não consigo imaginar de onde sai tanta criatividade. Obrigado mais uma vez. Fiquei até menos triste que as férias acabaram. Hahaha. Que as avaliações voltem a serem rotineiras. Para o bem da saúde mental futebolística humana. Parabéns pelo talento, sou seu fã! haha


    Flu da Depressão.
    AVALIAÇÃO F.D.P. (FLU DA DEPRESSÃO) ATLÉTICO PARANAENSE 0, BAYERN DE FLUNIQUE 3 Vi um comentário no Twitter que falou sozinho: os caras jogaram tanta bola hoje que parece que eles têm vergonha de jogar em público! A boa é lançar um insulfilm nas Laranjeiras e ver como eles reagem nos treinos. Sei que hoje deu gosto de ver. Mais gosto de ver ainda foi meu primo flamenguista babando com as triangulações-relâmpago de Jean, Conca, Cícero e Sobis. Tadinho, tá meio deturpado de conceito de futebol. Mas a gente ensina. Peço desculpas também pelo longo tempo longe do F.D.P.. Agora que arrumei um emprego de verdade tá foda de arranjar tempo pra fazer todas as coisas que eu tenho que fazer, mas sempre que eu tiver um tempo e esse time agradar eu venho fazer uma graça aqui. Agora chega de nhem nhem nhem e vamos às notas: DIEGO CAVALIERI – Nota: 12 Disseram que o jogo não teve torcida, mas o Cavalieri foi mero espectador durante 89 minutos. Aquela defesa no final serviu para nos relembrar que o Iceman é simplesmente pica das galáxias: com 3 a 0 no placar, estádio vazio, já em clima de final de feira, ele teve a concentração, o reflexo e a disposição de voltar do contrapé e ir buscar a bola lá no cantinho. BRUNO – Nota: 6 Bruno deve ser um cara muito feliz. E ele me inspira. Dá pra escrever um livro de auto-ajuda com lições tiradas do futebol do Bruno: Às vezes você tem que encarar a vida como uma grande pelada, e quando um problema surgir, apenas dê um chapéu nele e saia jogando. Você pode até errar o passe, mas não tenha medo de errar e, na dúvida, dê chapéus. Acostume-se com as bolas nas costas que a vida dá, e deixe os seus amigos consertarem isso pra você. E mais importante: seja milionário sem fazer nada que o justifique. O Evangelho Segundo Bruno, breve na quina da grande área mais próxima de você. GUM – Nota: 6 Aquele mesmo futebol nota 6 que ele sempre pratica quando não joga um futebol nota -30, naqueles dias em que erra tudo e é expulso, ou quando não joga aquele futebol nota 300 em que ele é capaz de marcar Romário, Ronaldo e Bebeto SOZINHO. HENRIQUE – Nota: 8 Os boatos dão conta de que os dinossauros foram extintos após acompanharem uma partida de Quem Ri Primeiro entre Henrique e Diego Cavalieri. Nem mesmo o dentista do Henrique sabe como são os dentes do cara; sorrir deve ser contra sua religião. O que importa é que depois da desastrosa estreia ele vem melhorando bastante de jogo pra jogo; joga com seriedade e o mais importante, CALMA, evitando dar chutões e saindo pro jogo. CARLINHOS – Nota: 5 Via o Carlinhos e só conseguia pensar em uma coisa: caralho, 200 jogos aturando essa praga. 200 jogos de vou-pra-linha-de-fundo-perai-não-vou-mais-não. 200 jogos de cruzamentos olhando pro chão. 200 jogos de isoladas com a direita. 200 jogos de sonolência. 200 jogos de bolas nas costas. 200 jogos de amor encubado. Entre tapas e beijos, é ódio é desejo, é sonho, é ternura. A torcida te ama, e quando você vai à linha de fundo e acerta o cruzamento, vai à loucura. Mas há quanto tempo cê não faz isso? Desde o jogo 120, por aí né VALENCIA – Nota: TEARS Meu coração bateu mais forte quando vi que o Ex-Mito Sagrado dos Meiões Arriados estava prestes a retornar. Ex-Mito, sim; a essa altura do campeonato eu já o via como o pai que saiu pra comprar cigarros e só voltou cinco anos depois. MAS VOLTOU. E quando o pai volta, a emoção é a mesma. Você pode sentir um pouco de raiva no início, porque sua mãe ficou desamparada, mas ei, ele voltou! E voltou consertando a porta, a lâmpada, a torneira que tava pingando e, mais importante, A SUA CABEÇA-DE-ÁREA. Ele não é Aragorn, mas o Retorno do Rei foi bom em vários sentidos: devolveu o Jean pra sua posição de origem e o Cícero pra posição onde ele TEM QUE FICAR, CRISTÓVÃO e ainda deu mais segurança à dupla de zaga. Quem falar que não tava com saudades dos carrinhos espalhafatosos que parecem que vão render cartão vermelho na intermediária TÁ MENTINDO. E os passes errados na saída de jogo também. E aquela multiplicidade de pernas voando pra lá e pra cá também. CARAMBA, VALENÇA, QUE SAUDADE QUE EU TAVA DE VOCÊ. Fica pra sempre, mito. A gente compra um esqueleto de adamantium pra você não se machucar nunca mais JEAN – Nota: 9.5 Será que o Jãniesta, assim como o pai que saiu pra comprar cigarro, voltou? Acho que não. Já acostumei com esses surtos dele e acho que tá mais pro tio que mora longe e vez ou outra vem visitar a irmã, trazendo várias comidas e presentes. A grande parada é que o Jean jogou pra caralho, marcou pra cacete e não foi aquela aberração no apoio como vinha ocasionalmente sendo. Se conseguir manter esse nível, o que pela nossa experiência recente eu acho difícil, vai ficar bunito. CONCA – Nota: 11 Conca tem cara de santinho e bom-moço, mas se você der mole ele vai cair no chão e te driblar mesmo assim. O que falta de altura sobra de CRUELDADE FUTEBOLÍSTICA. Eu sinceramente não sei nem se tenho gabarito, currículo ou pedigree pra tecer qualquer comentário sobre esse Deus do Futebol. WAGNER – Nota: 4 A minha teoria é de que nós jogamos tão bem justamente porque o Wagner não tocou tanto na bola, porque o Wagner é um caso sério, seríssimo, e enche meu coração de tristeza. No meu mundo perfeito ele volta pro banco. Banco de reservas? NÃO! Banco do Brasil, onde ele seria um ótimo caixa. Considere, Wagner. CÍCERO – Nota: 5 + 8 + 10 + 11 + 9 = sei lá quanto dá isso O cara brinca. O cara faz tudo!!! Nunca fui graaaande fã, mas fiquei feliz quando o contratamos de volta porque ele tava brincando no Santos. E vai brincar aqui também. Gastou demais a bola hoje. Pra onde eu olhava, lá estava o Cícero. Quanta técnica. Quanta elegância. Quem ganha do cara no alto? Simplesmente o melhor jogo aéreo do futebol brasileiro. Ele deve jogar com aquele tênis de mola e uma adaptação com um Pogobol embaixo. E o melhor de tudo: usa a camisa 5 e apaga da minha mente o fato de o EDINHO ter envergado esse emblemático número num passado não muito distante mas que eu adoraria esquecer. É um raro exemplo de cara que faz tudo e faz tudo BEM: marca, apoia, passa, chute, cabeceia e enche nossos corações de amor, paz e felicidade. Bem-vindo de volta pra casa. RAFAEL SOBIS – Nota: 5 Ah como eu odeio ser bipolar, é tão bom! O cara passou a semana toda ‘comemorando’ que ia jogar de centroavante pra poder ficar mais próximo do gol, aí ficou o jogo inteiro no círculo central. Quem me acompanhou no twitter viu que eu tava na maior implicância com isso, mas analisando com calma, ele não deixou espaço lá na frente não; recompunha bem rápido (tão rápido quanto ser o Rafael Sobis lhe permite), mesmo quando ia marcar na nossa intermediária (!!!). Vira um cara importante porque ajuda na marcação e quando recuperamos a bola ele já se manda pra frente. Verdade seja dita, errou mais passes do que aquele saudoso meio-campo formado por Diogo, Diguinho e Carlos Eduardo, lá naquele saudoso porém só um pouco ano de 2009. WALTER – Nota: MUUUU Waltinho meu filho, assim ce vai explodir. Ce ta parecendo um BOI! O lado bom é que se todo mundo desistir de você por causa da sua ROLICIDADE, você pode estrelar o próximo comercial da Friboi – ou, num marketing reverso, da Herbalife. Mas ninguém vai desistir de você porque ce joga muita bola. Vai ver ce trata a bola bem desse jeito porque ce trata bem seus semelhantes, né? A graça de tudo é que mesmo com seus 698 quilos ce ainda consegue atingir a mesma velocidade máxima do Sobis. Um caso a ser estudado. ELIVELTON – Nota: 5 Entrou em campo e a zaga abriu, os caras começaram a entrar pela meiuca e a terem seus ossos fraturados. A grande verdade é que eu nunca soube como pudemos conseguir aturá-lo como titular por tanto tempo sem termos vários microinfartos. E pensar que eu defendi COM UNHAS E DENTES a titularidade do Caveirinha, que nunca será um Blackenbauer, apenas um projeto de Digão. CHIQUINHO – Nota: hue Tomou a banda mais engraçada dos últimos tempos. Você sabe que tá com a moral baixa quando entra em campo “pra ajudar o Carlinhos” PEPSTRÓVÃO GUARDIORGES – Nota: +QD+ O que dizer desse time que mal conheço mas já considero pakas? Toques curtos, rápidos, ao melhor estilo futsal, ao melhor estilo Barcelona, ao melhor estilo Bayern, ao melhor estilo Cristóvão. Quando um cara do CAP se virava pra marcar, a bola já tava em outro cara. Tudo bem que o material humano favorece, mas a entrada do Valencia deu uma segurança maior não apenas ao meio-campo, mas ao mundo todo em geral, e ainda deslocou Jean e Cícero pras suas devidas posições. Conseguiu a tão sonhada “compactação” do time e, bem, porra, vou dizer o quê? Jogamos fácil, de encher os olhos, e se mantivermos esse nível o Cruzeiro que se cuide, porque a freguesia fala por si só. Ah, uma coisa: Seremos campeões. STs



  • Bad Company Rock Club compartilhou a foto de Ação Social Bad Company Rock Club.
    O projeto “Turma do Asilo” (aceitamos sugestões melhores de nomes haha) é outra vertente do grupo Bad Company e tem por objetivo levar um dia de distração e passatempo para os vôzinhos do Abrigo Frei Manoel, localizado em São Cristóvão, perto do cemitério. Esse grupo foi criado para que possamos organizar as datas das visitas, as atividades que serão desenvolvidas e para recebermos suas sugestões. Hoje fizemos uma visita, conhecemos o local, os administradores e os moradores do abrigo e em consenso decidimos que as visitas serão feitas nos sábados à tarde, por ser mais viável para os funcionários. Se conhecem algum amigo que queira participar, não se acanhem em coloca-lo no grupo! Toda ajuda é válida! Lembrando que é um trabalho voluntário e não recebemos nada além da experiência de levar um pouco de alegria pros vôzinhos Qualquer dúvida falem com o Vilton! haha. Beijos.Obg
    Fotos da linha do tempo.
  • PSOL: apoio aos professores de São Cristóvão/Se

    Batepaposobrepolítica
    PSOL: apoio aos professores de São Cristóvão/Se O Partido Socialismo e Liberdade do Município de São Cristóvão (PSOL/SC),vem a público declarar apoio total e irrestrito à luta dos professores e professoras da r...


  • Pintura feita na mesa digitalizadora Bamboo, São Cristovão - SE | Desenho DG
    Veja uma pintura digital, feita na mesa digitalizadora Bamboo, de São Cristovão (SE).
  • 17º Semana Comum 28 JULHO DE 2014 Com a palavra... Confiando na Providência Divina No dia 25 de julho comemoramos o Dia do Colono e o Dia do Motorista. Já no dia 26, sábado, comemoramos o Dia dos Avós, numa homenagem a São Joaquim e Santa Ana. As comemorações relativas ao Dia do Colono e do Motorista costumam reunir multidões de pessoas em vários municípios da Diocese de Santa Cruz do Sul. Em alguns, o destaque são os agricultores. Em outros a ênfase recai nos motoristas. As comemorações relativas ao Dia do Colono fazem memória da imigração européia, principalmente da imigração de alemães e italianos. Vale lembrar que o vinte e cinco de julho marca a chegada dos primeiros imigrantes alemães ao Rio Grande do Sul em 1824, ou seja, há 190 anos. Nas comemorações, as comunidades fazem memória das peripécias vividas por estes imigrantes, onde se destaca a esperança de uma vida melhor para si e suas famílias. Cientes de que sem a proteção divina não conseguiriam prosperar, as comunidades originárias da imigração alemã, italiana e polonesa, tiveram a preocupação de edificar espaços próprios para o cultivo da fé. Algumas vezes eram escolas/capela, outras vezes capitéis ou mesmo uma simples cruz plantada na beira da estrada. Cada comunidade era confiada à proteção de um santo, que em muitos lugares, passou a dar nome e identidade à localidade. Nos anos subseqüentes, edificaram bonitas igrejas que orgulham as comunidades até os dias atuais. Além dos lugares para os encontros da comunidade, os imigrantes também vieram marcados por uma profunda tradição religiosa na família, sendo comuns os relatos de pessoas onde a oração do terço fazia parte da rotina diária. Em praticamente todas as famílias, a oração na hora das refeições nunca era omitida. O caráter religioso e comunitário continua a marcar a vida das comunidades na região. Por isso, no Dia do Colono, organizam-se grandes e bonitas celebrações para reafirmar a consciência de que "sem Deus o trabalho humano não prospera". As comemorações do Dia do Motorista são mais recentes e tem como marca a bênção dos carros em grandes desfiles organizados nas cidades. Várias empresas participam destas procissões e não deixam de pedir a benção aos padres ou ministros. São comuns os motoristas que nunca colocam o carro na estrada sem levarem consigo a imagem de São Cristóvão e sem pedirem a proteção ao anjo da guarda. Tudo isto comprova a presença da fé na vida dos motoristas, apesar de a vida comunitária nem sempre merecer a mesma atenção. Aproveitando a oportunidade de tantas comemorações, saúdo, com gratidão, os colonos que dedicam sua vida ao cultivo da terra. Com a mesma gratidão, saúdo os milhares de motoristas que transportam pessoas, alimentos e bens de consumo. Junto com eles, saúdo também, com carinho, as vovós e os vovôs que comemoram o seu dia no sábado, 26 de julho. Que o Deus providente a todos acompanhe e proteja. Dom Canísio Klaus Bispo de Santa Cruz do Sul (RS)
  • Vale a pena até os não tricolores lerem!


    Flu da Depressão.
    AVALIAÇÃO F.D.P. (FLU DA DEPRESSÃO) ATLÉTICO PARANAENSE 0, BAYERN DE FLUNIQUE 3 Vi um comentário no Twitter que falou sozinho: os caras jogaram tanta bola hoje que parece que eles têm vergonha de jogar em público! A boa é lançar um insulfilm nas Laranjeiras e ver como eles reagem nos treinos. Sei que hoje deu gosto de ver. Mais gosto de ver ainda foi meu primo flamenguista babando com as triangulações-relâmpago de Jean, Conca, Cícero e Sobis. Tadinho, tá meio deturpado de conceito de futebol. Mas a gente ensina. Peço desculpas também pelo longo tempo longe do F.D.P.. Agora que arrumei um emprego de verdade tá foda de arranjar tempo pra fazer todas as coisas que eu tenho que fazer, mas sempre que eu tiver um tempo e esse time agradar eu venho fazer uma graça aqui. Agora chega de nhem nhem nhem e vamos às notas: DIEGO CAVALIERI – Nota: 12 Disseram que o jogo não teve torcida, mas o Cavalieri foi mero espectador durante 89 minutos. Aquela defesa no final serviu para nos relembrar que o Iceman é simplesmente pica das galáxias: com 3 a 0 no placar, estádio vazio, já em clima de final de feira, ele teve a concentração, o reflexo e a disposição de voltar do contrapé e ir buscar a bola lá no cantinho. BRUNO – Nota: 6 Bruno deve ser um cara muito feliz. E ele me inspira. Dá pra escrever um livro de auto-ajuda com lições tiradas do futebol do Bruno: Às vezes você tem que encarar a vida como uma grande pelada, e quando um problema surgir, apenas dê um chapéu nele e saia jogando. Você pode até errar o passe, mas não tenha medo de errar e, na dúvida, dê chapéus. Acostume-se com as bolas nas costas que a vida dá, e deixe os seus amigos consertarem isso pra você. E mais importante: seja milionário sem fazer nada que o justifique. O Evangelho Segundo Bruno, breve na quina da grande área mais próxima de você. GUM – Nota: 6 Aquele mesmo futebol nota 6 que ele sempre pratica quando não joga um futebol nota -30, naqueles dias em que erra tudo e é expulso, ou quando não joga aquele futebol nota 300 em que ele é capaz de marcar Romário, Ronaldo e Bebeto SOZINHO. HENRIQUE – Nota: 8 Os boatos dão conta de que os dinossauros foram extintos após acompanharem uma partida de Quem Ri Primeiro entre Henrique e Diego Cavalieri. Nem mesmo o dentista do Henrique sabe como são os dentes do cara; sorrir deve ser contra sua religião. O que importa é que depois da desastrosa estreia ele vem melhorando bastante de jogo pra jogo; joga com seriedade e o mais importante, CALMA, evitando dar chutões e saindo pro jogo. CARLINHOS – Nota: 5 Via o Carlinhos e só conseguia pensar em uma coisa: caralho, 200 jogos aturando essa praga. 200 jogos de vou-pra-linha-de-fundo-perai-não-vou-mais-não. 200 jogos de cruzamentos olhando pro chão. 200 jogos de isoladas com a direita. 200 jogos de sonolência. 200 jogos de bolas nas costas. 200 jogos de amor encubado. Entre tapas e beijos, é ódio é desejo, é sonho, é ternura. A torcida te ama, e quando você vai à linha de fundo e acerta o cruzamento, vai à loucura. Mas há quanto tempo cê não faz isso? Desde o jogo 120, por aí né VALENCIA – Nota: TEARS Meu coração bateu mais forte quando vi que o Ex-Mito Sagrado dos Meiões Arriados estava prestes a retornar. Ex-Mito, sim; a essa altura do campeonato eu já o via como o pai que saiu pra comprar cigarros e só voltou cinco anos depois. MAS VOLTOU. E quando o pai volta, a emoção é a mesma. Você pode sentir um pouco de raiva no início, porque sua mãe ficou desamparada, mas ei, ele voltou! E voltou consertando a porta, a lâmpada, a torneira que tava pingando e, mais importante, A SUA CABEÇA-DE-ÁREA. Ele não é Aragorn, mas o Retorno do Rei foi bom em vários sentidos: devolveu o Jean pra sua posição de origem e o Cícero pra posição onde ele TEM QUE FICAR, CRISTÓVÃO e ainda deu mais segurança à dupla de zaga. Quem falar que não tava com saudades dos carrinhos espalhafatosos que parecem que vão render cartão vermelho na intermediária TÁ MENTINDO. E os passes errados na saída de jogo também. E aquela multiplicidade de pernas voando pra lá e pra cá também. CARAMBA, VALENÇA, QUE SAUDADE QUE EU TAVA DE VOCÊ. Fica pra sempre, mito. A gente compra um esqueleto de adamantium pra você não se machucar nunca mais JEAN – Nota: 9.5 Será que o Jãniesta, assim como o pai que saiu pra comprar cigarro, voltou? Acho que não. Já acostumei com esses surtos dele e acho que tá mais pro tio que mora longe e vez ou outra vem visitar a irmã, trazendo várias comidas e presentes. A grande parada é que o Jean jogou pra caralho, marcou pra cacete e não foi aquela aberração no apoio como vinha ocasionalmente sendo. Se conseguir manter esse nível, o que pela nossa experiência recente eu acho difícil, vai ficar bunito. CONCA – Nota: 11 Conca tem cara de santinho e bom-moço, mas se você der mole ele vai cair no chão e te driblar mesmo assim. O que falta de altura sobra de CRUELDADE FUTEBOLÍSTICA. Eu sinceramente não sei nem se tenho gabarito, currículo ou pedigree pra tecer qualquer comentário sobre esse Deus do Futebol. WAGNER – Nota: 4 A minha teoria é de que nós jogamos tão bem justamente porque o Wagner não tocou tanto na bola, porque o Wagner é um caso sério, seríssimo, e enche meu coração de tristeza. No meu mundo perfeito ele volta pro banco. Banco de reservas? NÃO! Banco do Brasil, onde ele seria um ótimo caixa. Considere, Wagner. CÍCERO – Nota: 5 + 8 + 10 + 11 + 9 = sei lá quanto dá isso O cara brinca. O cara faz tudo!!! Nunca fui graaaande fã, mas fiquei feliz quando o contratamos de volta porque ele tava brincando no Santos. E vai brincar aqui também. Gastou demais a bola hoje. Pra onde eu olhava, lá estava o Cícero. Quanta técnica. Quanta elegância. Quem ganha do cara no alto? Simplesmente o melhor jogo aéreo do futebol brasileiro. Ele deve jogar com aquele tênis de mola e uma adaptação com um Pogobol embaixo. E o melhor de tudo: usa a camisa 5 e apaga da minha mente o fato de o EDINHO ter envergado esse emblemático número num passado não muito distante mas que eu adoraria esquecer. É um raro exemplo de cara que faz tudo e faz tudo BEM: marca, apoia, passa, chute, cabeceia e enche nossos corações de amor, paz e felicidade. Bem-vindo de volta pra casa. RAFAEL SOBIS – Nota: 5 Ah como eu odeio ser bipolar, é tão bom! O cara passou a semana toda ‘comemorando’ que ia jogar de centroavante pra poder ficar mais próximo do gol, aí ficou o jogo inteiro no círculo central. Quem me acompanhou no twitter viu que eu tava na maior implicância com isso, mas analisando com calma, ele não deixou espaço lá na frente não; recompunha bem rápido (tão rápido quanto ser o Rafael Sobis lhe permite), mesmo quando ia marcar na nossa intermediária (!!!). Vira um cara importante porque ajuda na marcação e quando recuperamos a bola ele já se manda pra frente. Verdade seja dita, errou mais passes do que aquele saudoso meio-campo formado por Diogo, Diguinho e Carlos Eduardo, lá naquele saudoso porém só um pouco ano de 2009. WALTER – Nota: MUUUU Waltinho meu filho, assim ce vai explodir. Ce ta parecendo um BOI! O lado bom é que se todo mundo desistir de você por causa da sua ROLICIDADE, você pode estrelar o próximo comercial da Friboi – ou, num marketing reverso, da Herbalife. Mas ninguém vai desistir de você porque ce joga muita bola. Vai ver ce trata a bola bem desse jeito porque ce trata bem seus semelhantes, né? A graça de tudo é que mesmo com seus 698 quilos ce ainda consegue atingir a mesma velocidade máxima do Sobis. Um caso a ser estudado. ELIVELTON – Nota: 5 Entrou em campo e a zaga abriu, os caras começaram a entrar pela meiuca e a terem seus ossos fraturados. A grande verdade é que eu nunca soube como pudemos conseguir aturá-lo como titular por tanto tempo sem termos vários microinfartos. E pensar que eu defendi COM UNHAS E DENTES a titularidade do Caveirinha, que nunca será um Blackenbauer, apenas um projeto de Digão. CHIQUINHO – Nota: hue Tomou a banda mais engraçada dos últimos tempos. Você sabe que tá com a moral baixa quando entra em campo “pra ajudar o Carlinhos” PEPSTRÓVÃO GUARDIORGES – Nota: +QD+ O que dizer desse time que mal conheço mas já considero pakas? Toques curtos, rápidos, ao melhor estilo futsal, ao melhor estilo Barcelona, ao melhor estilo Bayern, ao melhor estilo Cristóvão. Quando um cara do CAP se virava pra marcar, a bola já tava em outro cara. Tudo bem que o material humano favorece, mas a entrada do Valencia deu uma segurança maior não apenas ao meio-campo, mas ao mundo todo em geral, e ainda deslocou Jean e Cícero pras suas devidas posições. Conseguiu a tão sonhada “compactação” do time e, bem, porra, vou dizer o quê? Jogamos fácil, de encher os olhos, e se mantivermos esse nível o Cruzeiro que se cuide, porque a freguesia fala por si só. Ah, uma coisa: Seremos campeões. STs
  • Jo Sc

    em 03/07/2014 Via Youtube
    Jomario Táxi São Cristovao-SE

  • nelio miguel

    em 24/02/2014 Via Google+
    Vigilantes têm armas roubadas por criminosos em São Cristóvão, SE
    Vigilantes têm armas roubadas por criminosos em São Cristóvão, SE Eles foram rendidos na guarita da Escola Agrotécnica do IFS no sábado. Suspeitos chegaram ao local em uma motocicleta. Do G1 SE Comente agora Vigilantes foram rendidos por criminosos armados ...

    Vigilantes têm armas roubadas por criminosos em São Cristóvão, SE
    Vigilantes têm armas roubadas por criminosos em São Cristóvão, SE Eles foram rendidos na guarita da Escola Agrotécnica do IFS no sábado. Suspeitos chegaram ao local em uma motocicleta. Do G1 SE Comente...
  • São Cristóvão – SE
    São Cristóvão foi a primeira
    capital de Sergipe, ela perdeu o titulo para Aracaju em março de 1855. Foi
    tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em 1967 e
    guarda em suas ruas monumentos históricos de grande valor e beleza.  Dentre...

    São Cristóvão – SE
    São Cristóvão foi a primeira capital de Sergipe, ela perdeu o titulo para Aracaju em março de 1855. Foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em 1967 e guarda em suas ruas monumentos históricos d...
  • Vale a pena mesmo

    São Cristóvão - SE
    São Cristóvão - SE, BRASIL Ref.: 19 monumentos de Patrimônio da Humanidade UNESCO · 100 destaques do Guia 4 Rodas · Cidades históricas e exóticas. Cidade fundada em 1590, considerada 4-a cidade mais a...
  • Alan Nunes

    em 27/07/2014



    Alan Nunes compartilhou uma atualização de status de Flu da Depressão.
    Flu da Depressão.
    AVALIAÇÃO F.D.P. (FLU DA DEPRESSÃO) ATLÉTICO PARANAENSE 0, BAYERN DE FLUNIQUE 3 Vi um comentário no Twitter que falou sozinho: os caras jogaram tanta bola hoje que parece que eles têm vergonha de jogar em público! A boa é lançar um insulfilm nas Laranjeiras e ver como eles reagem nos treinos. Sei que hoje deu gosto de ver. Mais gosto de ver ainda foi meu primo flamenguista babando com as triangulações-relâmpago de Jean, Conca, Cícero e Sobis. Tadinho, tá meio deturpado de conceito de futebol. Mas a gente ensina. Peço desculpas também pelo longo tempo longe do F.D.P.. Agora que arrumei um emprego de verdade tá foda de arranjar tempo pra fazer todas as coisas que eu tenho que fazer, mas sempre que eu tiver um tempo e esse time agradar eu venho fazer uma graça aqui. Agora chega de nhem nhem nhem e vamos às notas: DIEGO CAVALIERI – Nota: 12 Disseram que o jogo não teve torcida, mas o Cavalieri foi mero espectador durante 89 minutos. Aquela defesa no final serviu para nos relembrar que o Iceman é simplesmente pica das galáxias: com 3 a 0 no placar, estádio vazio, já em clima de final de feira, ele teve a concentração, o reflexo e a disposição de voltar do contrapé e ir buscar a bola lá no cantinho. BRUNO – Nota: 6 Bruno deve ser um cara muito feliz. E ele me inspira. Dá pra escrever um livro de auto-ajuda com lições tiradas do futebol do Bruno: Às vezes você tem que encarar a vida como uma grande pelada, e quando um problema surgir, apenas dê um chapéu nele e saia jogando. Você pode até errar o passe, mas não tenha medo de errar e, na dúvida, dê chapéus. Acostume-se com as bolas nas costas que a vida dá, e deixe os seus amigos consertarem isso pra você. E mais importante: seja milionário sem fazer nada que o justifique. O Evangelho Segundo Bruno, breve na quina da grande área mais próxima de você. GUM – Nota: 6 Aquele mesmo futebol nota 6 que ele sempre pratica quando não joga um futebol nota -30, naqueles dias em que erra tudo e é expulso, ou quando não joga aquele futebol nota 300 em que ele é capaz de marcar Romário, Ronaldo e Bebeto SOZINHO. HENRIQUE – Nota: 8 Os boatos dão conta de que os dinossauros foram extintos após acompanharem uma partida de Quem Ri Primeiro entre Henrique e Diego Cavalieri. Nem mesmo o dentista do Henrique sabe como são os dentes do cara; sorrir deve ser contra sua religião. O que importa é que depois da desastrosa estreia ele vem melhorando bastante de jogo pra jogo; joga com seriedade e o mais importante, CALMA, evitando dar chutões e saindo pro jogo. CARLINHOS – Nota: 5 Via o Carlinhos e só conseguia pensar em uma coisa: caralho, 200 jogos aturando essa praga. 200 jogos de vou-pra-linha-de-fundo-perai-não-vou-mais-não. 200 jogos de cruzamentos olhando pro chão. 200 jogos de isoladas com a direita. 200 jogos de sonolência. 200 jogos de bolas nas costas. 200 jogos de amor encubado. Entre tapas e beijos, é ódio é desejo, é sonho, é ternura. A torcida te ama, e quando você vai à linha de fundo e acerta o cruzamento, vai à loucura. Mas há quanto tempo cê não faz isso? Desde o jogo 120, por aí né VALENCIA – Nota: TEARS Meu coração bateu mais forte quando vi que o Ex-Mito Sagrado dos Meiões Arriados estava prestes a retornar. Ex-Mito, sim; a essa altura do campeonato eu já o via como o pai que saiu pra comprar cigarros e só voltou cinco anos depois. MAS VOLTOU. E quando o pai volta, a emoção é a mesma. Você pode sentir um pouco de raiva no início, porque sua mãe ficou desamparada, mas ei, ele voltou! E voltou consertando a porta, a lâmpada, a torneira que tava pingando e, mais importante, A SUA CABEÇA-DE-ÁREA. Ele não é Aragorn, mas o Retorno do Rei foi bom em vários sentidos: devolveu o Jean pra sua posição de origem e o Cícero pra posição onde ele TEM QUE FICAR, CRISTÓVÃO e ainda deu mais segurança à dupla de zaga. Quem falar que não tava com saudades dos carrinhos espalhafatosos que parecem que vão render cartão vermelho na intermediária TÁ MENTINDO. E os passes errados na saída de jogo também. E aquela multiplicidade de pernas voando pra lá e pra cá também. CARAMBA, VALENÇA, QUE SAUDADE QUE EU TAVA DE VOCÊ. Fica pra sempre, mito. A gente compra um esqueleto de adamantium pra você não se machucar nunca mais JEAN – Nota: 9.5 Será que o Jãniesta, assim como o pai que saiu pra comprar cigarro, voltou? Acho que não. Já acostumei com esses surtos dele e acho que tá mais pro tio que mora longe e vez ou outra vem visitar a irmã, trazendo várias comidas e presentes. A grande parada é que o Jean jogou pra caralho, marcou pra cacete e não foi aquela aberração no apoio como vinha ocasionalmente sendo. Se conseguir manter esse nível, o que pela nossa experiência recente eu acho difícil, vai ficar bunito. CONCA – Nota: 11 Conca tem cara de santinho e bom-moço, mas se você der mole ele vai cair no chão e te driblar mesmo assim. O que falta de altura sobra de CRUELDADE FUTEBOLÍSTICA. Eu sinceramente não sei nem se tenho gabarito, currículo ou pedigree pra tecer qualquer comentário sobre esse Deus do Futebol. WAGNER – Nota: 4 A minha teoria é de que nós jogamos tão bem justamente porque o Wagner não tocou tanto na bola, porque o Wagner é um caso sério, seríssimo, e enche meu coração de tristeza. No meu mundo perfeito ele volta pro banco. Banco de reservas? NÃO! Banco do Brasil, onde ele seria um ótimo caixa. Considere, Wagner. CÍCERO – Nota: 5 + 8 + 10 + 11 + 9 = sei lá quanto dá isso O cara brinca. O cara faz tudo!!! Nunca fui graaaande fã, mas fiquei feliz quando o contratamos de volta porque ele tava brincando no Santos. E vai brincar aqui também. Gastou demais a bola hoje. Pra onde eu olhava, lá estava o Cícero. Quanta técnica. Quanta elegância. Quem ganha do cara no alto? Simplesmente o melhor jogo aéreo do futebol brasileiro. Ele deve jogar com aquele tênis de mola e uma adaptação com um Pogobol embaixo. E o melhor de tudo: usa a camisa 5 e apaga da minha mente o fato de o EDINHO ter envergado esse emblemático número num passado não muito distante mas que eu adoraria esquecer. É um raro exemplo de cara que faz tudo e faz tudo BEM: marca, apoia, passa, chute, cabeceia e enche nossos corações de amor, paz e felicidade. Bem-vindo de volta pra casa. RAFAEL SOBIS – Nota: 5 Ah como eu odeio ser bipolar, é tão bom! O cara passou a semana toda ‘comemorando’ que ia jogar de centroavante pra poder ficar mais próximo do gol, aí ficou o jogo inteiro no círculo central. Quem me acompanhou no twitter viu que eu tava na maior implicância com isso, mas analisando com calma, ele não deixou espaço lá na frente não; recompunha bem rápido (tão rápido quanto ser o Rafael Sobis lhe permite), mesmo quando ia marcar na nossa intermediária (!!!). Vira um cara importante porque ajuda na marcação e quando recuperamos a bola ele já se manda pra frente. Verdade seja dita, errou mais passes do que aquele saudoso meio-campo formado por Diogo, Diguinho e Carlos Eduardo, lá naquele saudoso porém só um pouco ano de 2009. WALTER – Nota: MUUUU Waltinho meu filho, assim ce vai explodir. Ce ta parecendo um BOI! O lado bom é que se todo mundo desistir de você por causa da sua ROLICIDADE, você pode estrelar o próximo comercial da Friboi – ou, num marketing reverso, da Herbalife. Mas ninguém vai desistir de você porque ce joga muita bola. Vai ver ce trata a bola bem desse jeito porque ce trata bem seus semelhantes, né? A graça de tudo é que mesmo com seus 698 quilos ce ainda consegue atingir a mesma velocidade máxima do Sobis. Um caso a ser estudado. ELIVELTON – Nota: 5 Entrou em campo e a zaga abriu, os caras começaram a entrar pela meiuca e a terem seus ossos fraturados. A grande verdade é que eu nunca soube como pudemos conseguir aturá-lo como titular por tanto tempo sem termos vários microinfartos. E pensar que eu defendi COM UNHAS E DENTES a titularidade do Caveirinha, que nunca será um Blackenbauer, apenas um projeto de Digão. CHIQUINHO – Nota: hue Tomou a banda mais engraçada dos últimos tempos. Você sabe que tá com a moral baixa quando entra em campo “pra ajudar o Carlinhos” PEPSTRÓVÃO GUARDIORGES – Nota: +QD+ O que dizer desse time que mal conheço mas já considero pakas? Toques curtos, rápidos, ao melhor estilo futsal, ao melhor estilo Barcelona, ao melhor estilo Bayern, ao melhor estilo Cristóvão. Quando um cara do CAP se virava pra marcar, a bola já tava em outro cara. Tudo bem que o material humano favorece, mas a entrada do Valencia deu uma segurança maior não apenas ao meio-campo, mas ao mundo todo em geral, e ainda deslocou Jean e Cícero pras suas devidas posições. Conseguiu a tão sonhada “compactação” do time e, bem, porra, vou dizer o quê? Jogamos fácil, de encher os olhos, e se mantivermos esse nível o Cruzeiro que se cuide, porque a freguesia fala por si só. Ah, uma coisa: Seremos campeões. STs
  • Se Tite desembarcar no Salgado Filho, eu elogio o Coffee.


    esporte.uol.com.br
    Direção do Grêmio fala em 'longo prazo' e corre para anunciar Tite.
    O Grêmio quer anunciar Tite como técnico o mais breve possível. A ideia é que contra o Vitória, no próximo final de semana, o comandante já possa estrear. ...
  • Dia 25 de julho- Dia de São Cristóvão, protetor dos motorista, condutores e viajantes.
    Seu verdadeiro nome era Réprobo e nasceu na Palestina. Como um verdadeiro gigante Golias, não havia quem lhe fizesse frente em termos de força física. Assim, só podia ter a profissão que tinha: guerreiro. Aliás, era um guerreiro indomável e invencível. A sua simples presença era garantia de vitória para o exército do qual participasse. 
    Conta-se que, estando cansado de servir aos caprichos de um e outro rei, apenas porque fora contratado para lutar em seu favor, foi procurar o maior e mais poderoso de todos, para servir somente a este. Então, ele se decidiu colocar a serviço de satanás, pois não havia quem não se curvasse de medo ao ouvir seu nome.
    Mas também se decepcionou. Notou que toda vez que seu chefe tinha de passar diante da cruz, mudava de caminho, evitando o encontro com o símbolo de Jesus. Abandonou o anjo do mal e passou, então, a procurar o Senhor. Um eremita o orientou a praticar a caridade para servir ao Todo Poderoso como desejava, então ele abandonou as armas imediatamente. Integrou-se a uma instituição de caridade e passou a ajudar os viajantes. De dia ou de noite, ficava às margens de um rio onde não havia pontes e onde várias pessoas se afogaram por causa da profundidade, transportando os viajantes de uma margem à outra.
    Certo dia, fez o mesmo com um menino. Mas conforme atravessava o rio, a criança ia ficando mais pesada e só com muito custo e sofrimento ele conseguiu depositar com segurança o menino na outra margem. Então perguntou: "Como pode ser isso? Parece que carreguei o mundo nas costas". O menino respondeu: "Não carregou o mundo, mas sim seu Criador". Assim Jesus se revelou a ele e o convidou a ser seu apóstolo.
    O gigante mudou seu nome para Cristóvão, que significa algo próximo de "carregador de Cristo", e passou a peregrinar levando a palavra de Cristo.

    Dia 25 de julho- Dia de São Cristóvão, protetor dos motorista, condutores e viajantes. Seu verdadeiro nome era Réprobo e nasceu na Palestina. Como um verdadeiro gigante Golias, não havia quem lhe fizesse frente em termos de força física. Assim, só podia ter a profissão que tinha: guerreiro. Aliás, era um guerreiro indomável e invencível. A sua simples presença era garantia de vitória para o exército do qual participasse. Conta-se que, estando cansado de servir aos caprichos de um e outro rei, apenas porque fora contratado para lutar em seu favor, foi procurar o maior e mais poderoso de todos, para servir somente a este. Então, ele se decidiu colocar a serviço de satanás, pois não havia quem não se curvasse de medo ao ouvir seu nome. Mas também se decepcionou. Notou que toda vez que seu chefe tinha de passar diante da cruz, mudava de caminho, evitando o encontro com o símbolo de Jesus. Abandonou o anjo do mal e passou, então, a procurar o Senhor. Um eremita o orientou a praticar a caridade para servir ao Todo Poderoso como desejava, então ele abandonou as armas imediatamente. Integrou-se a uma instituição de caridade e passou a ajudar os viajantes. De dia ou de noite, ficava às margens de um rio onde não havia pontes e onde várias pessoas se afogaram por causa da profundidade, transportando os viajantes de uma margem à outra. Certo dia, fez o mesmo com um menino. Mas conforme atravessava o rio, a criança ia ficando mais pesada e só com muito custo e sofrimento ele conseguiu depositar com segurança o menino na outra margem. Então perguntou: "Como pode ser isso? Parece que carreguei o mundo nas costas". O menino respondeu: "Não carregou o mundo, mas sim seu Criador". Assim Jesus se revelou a ele e o convidou a ser seu apóstolo. O gigante mudou seu nome para Cristóvão, que significa algo próximo de "carregador de Cristo", e passou a peregrinar levando a palavra de Cristo.
    00017.gif



  • Fernando L Aguiar compartilhou a foto de Rádio Catedral FM.
    Hoje é dia de São Cristóvão, mártir no ano 250. Seu nome Significa "portador de Cristo". Sua vida é envolta em lendas edificantes: a figura de um homem, de porte gigantesco, que morava às margens de um rio, carregando as pessoas necessitadas de atravessarem para o outro lado. Certa vez, pôs ao colo uma criança que deseja atravessar. Aos poucos, seu peso perdeu a leveza, tornando-se impossível carregá-lo. O gigante se curva como se fosse afundar ao levar o Menino Jesus. A narrativa tem uma rica mensagem de vida: o cristão que leva as pessoas, vê nelas a presença de Jesus, e é por Ele conduzido. Por isso, São Cristóvão é invocado como modelo e padroeiro dos motoristas. São Cristóvão, rogai por nós! — com Arlene Sorriso Costa.
    Fotos da linha do tempo.



  • Matheus Forny compartilhou uma atualização de status de Flu da Depressão.
    Flu da Depressão.
    AVALIAÇÃO F.D.P. (FLU DA DEPRESSÃO) ATLÉTICO PARANAENSE 0, BAYERN DE FLUNIQUE 3 Vi um comentário no Twitter que falou sozinho: os caras jogaram tanta bola hoje que parece que eles têm vergonha de jogar em público! A boa é lançar um insulfilm nas Laranjeiras e ver como eles reagem nos treinos. Sei que hoje deu gosto de ver. Mais gosto de ver ainda foi meu primo flamenguista babando com as triangulações-relâmpago de Jean, Conca, Cícero e Sobis. Tadinho, tá meio deturpado de conceito de futebol. Mas a gente ensina. Peço desculpas também pelo longo tempo longe do F.D.P.. Agora que arrumei um emprego de verdade tá foda de arranjar tempo pra fazer todas as coisas que eu tenho que fazer, mas sempre que eu tiver um tempo e esse time agradar eu venho fazer uma graça aqui. Agora chega de nhem nhem nhem e vamos às notas: DIEGO CAVALIERI – Nota: 12 Disseram que o jogo não teve torcida, mas o Cavalieri foi mero espectador durante 89 minutos. Aquela defesa no final serviu para nos relembrar que o Iceman é simplesmente pica das galáxias: com 3 a 0 no placar, estádio vazio, já em clima de final de feira, ele teve a concentração, o reflexo e a disposição de voltar do contrapé e ir buscar a bola lá no cantinho. BRUNO – Nota: 6 Bruno deve ser um cara muito feliz. E ele me inspira. Dá pra escrever um livro de auto-ajuda com lições tiradas do futebol do Bruno: Às vezes você tem que encarar a vida como uma grande pelada, e quando um problema surgir, apenas dê um chapéu nele e saia jogando. Você pode até errar o passe, mas não tenha medo de errar e, na dúvida, dê chapéus. Acostume-se com as bolas nas costas que a vida dá, e deixe os seus amigos consertarem isso pra você. E mais importante: seja milionário sem fazer nada que o justifique. O Evangelho Segundo Bruno, breve na quina da grande área mais próxima de você. GUM – Nota: 6 Aquele mesmo futebol nota 6 que ele sempre pratica quando não joga um futebol nota -30, naqueles dias em que erra tudo e é expulso, ou quando não joga aquele futebol nota 300 em que ele é capaz de marcar Romário, Ronaldo e Bebeto SOZINHO. HENRIQUE – Nota: 8 Os boatos dão conta de que os dinossauros foram extintos após acompanharem uma partida de Quem Ri Primeiro entre Henrique e Diego Cavalieri. Nem mesmo o dentista do Henrique sabe como são os dentes do cara; sorrir deve ser contra sua religião. O que importa é que depois da desastrosa estreia ele vem melhorando bastante de jogo pra jogo; joga com seriedade e o mais importante, CALMA, evitando dar chutões e saindo pro jogo. CARLINHOS – Nota: 5 Via o Carlinhos e só conseguia pensar em uma coisa: caralho, 200 jogos aturando essa praga. 200 jogos de vou-pra-linha-de-fundo-perai-não-vou-mais-não. 200 jogos de cruzamentos olhando pro chão. 200 jogos de isoladas com a direita. 200 jogos de sonolência. 200 jogos de bolas nas costas. 200 jogos de amor encubado. Entre tapas e beijos, é ódio é desejo, é sonho, é ternura. A torcida te ama, e quando você vai à linha de fundo e acerta o cruzamento, vai à loucura. Mas há quanto tempo cê não faz isso? Desde o jogo 120, por aí né VALENCIA – Nota: TEARS Meu coração bateu mais forte quando vi que o Ex-Mito Sagrado dos Meiões Arriados estava prestes a retornar. Ex-Mito, sim; a essa altura do campeonato eu já o via como o pai que saiu pra comprar cigarros e só voltou cinco anos depois. MAS VOLTOU. E quando o pai volta, a emoção é a mesma. Você pode sentir um pouco de raiva no início, porque sua mãe ficou desamparada, mas ei, ele voltou! E voltou consertando a porta, a lâmpada, a torneira que tava pingando e, mais importante, A SUA CABEÇA-DE-ÁREA. Ele não é Aragorn, mas o Retorno do Rei foi bom em vários sentidos: devolveu o Jean pra sua posição de origem e o Cícero pra posição onde ele TEM QUE FICAR, CRISTÓVÃO e ainda deu mais segurança à dupla de zaga. Quem falar que não tava com saudades dos carrinhos espalhafatosos que parecem que vão render cartão vermelho na intermediária TÁ MENTINDO. E os passes errados na saída de jogo também. E aquela multiplicidade de pernas voando pra lá e pra cá também. CARAMBA, VALENÇA, QUE SAUDADE QUE EU TAVA DE VOCÊ. Fica pra sempre, mito. A gente compra um esqueleto de adamantium pra você não se machucar nunca mais JEAN – Nota: 9.5 Será que o Jãniesta, assim como o pai que saiu pra comprar cigarro, voltou? Acho que não. Já acostumei com esses surtos dele e acho que tá mais pro tio que mora longe e vez ou outra vem visitar a irmã, trazendo várias comidas e presentes. A grande parada é que o Jean jogou pra caralho, marcou pra cacete e não foi aquela aberração no apoio como vinha ocasionalmente sendo. Se conseguir manter esse nível, o que pela nossa experiência recente eu acho difícil, vai ficar bunito. CONCA – Nota: 11 Conca tem cara de santinho e bom-moço, mas se você der mole ele vai cair no chão e te driblar mesmo assim. O que falta de altura sobra de CRUELDADE FUTEBOLÍSTICA. Eu sinceramente não sei nem se tenho gabarito, currículo ou pedigree pra tecer qualquer comentário sobre esse Deus do Futebol. WAGNER – Nota: 4 A minha teoria é de que nós jogamos tão bem justamente porque o Wagner não tocou tanto na bola, porque o Wagner é um caso sério, seríssimo, e enche meu coração de tristeza. No meu mundo perfeito ele volta pro banco. Banco de reservas? NÃO! Banco do Brasil, onde ele seria um ótimo caixa. Considere, Wagner. CÍCERO – Nota: 5 + 8 + 10 + 11 + 9 = sei lá quanto dá isso O cara brinca. O cara faz tudo!!! Nunca fui graaaande fã, mas fiquei feliz quando o contratamos de volta porque ele tava brincando no Santos. E vai brincar aqui também. Gastou demais a bola hoje. Pra onde eu olhava, lá estava o Cícero. Quanta técnica. Quanta elegância. Quem ganha do cara no alto? Simplesmente o melhor jogo aéreo do futebol brasileiro. Ele deve jogar com aquele tênis de mola e uma adaptação com um Pogobol embaixo. E o melhor de tudo: usa a camisa 5 e apaga da minha mente o fato de o EDINHO ter envergado esse emblemático número num passado não muito distante mas que eu adoraria esquecer. É um raro exemplo de cara que faz tudo e faz tudo BEM: marca, apoia, passa, chute, cabeceia e enche nossos corações de amor, paz e felicidade. Bem-vindo de volta pra casa. RAFAEL SOBIS – Nota: 5 Ah como eu odeio ser bipolar, é tão bom! O cara passou a semana toda ‘comemorando’ que ia jogar de centroavante pra poder ficar mais próximo do gol, aí ficou o jogo inteiro no círculo central. Quem me acompanhou no twitter viu que eu tava na maior implicância com isso, mas analisando com calma, ele não deixou espaço lá na frente não; recompunha bem rápido (tão rápido quanto ser o Rafael Sobis lhe permite), mesmo quando ia marcar na nossa intermediária (!!!). Vira um cara importante porque ajuda na marcação e quando recuperamos a bola ele já se manda pra frente. Verdade seja dita, errou mais passes do que aquele saudoso meio-campo formado por Diogo, Diguinho e Carlos Eduardo, lá naquele saudoso porém só um pouco ano de 2009. WALTER – Nota: MUUUU Waltinho meu filho, assim ce vai explodir. Ce ta parecendo um BOI! O lado bom é que se todo mundo desistir de você por causa da sua ROLICIDADE, você pode estrelar o próximo comercial da Friboi – ou, num marketing reverso, da Herbalife. Mas ninguém vai desistir de você porque ce joga muita bola. Vai ver ce trata a bola bem desse jeito porque ce trata bem seus semelhantes, né? A graça de tudo é que mesmo com seus 698 quilos ce ainda consegue atingir a mesma velocidade máxima do Sobis. Um caso a ser estudado. ELIVELTON – Nota: 5 Entrou em campo e a zaga abriu, os caras começaram a entrar pela meiuca e a terem seus ossos fraturados. A grande verdade é que eu nunca soube como pudemos conseguir aturá-lo como titular por tanto tempo sem termos vários microinfartos. E pensar que eu defendi COM UNHAS E DENTES a titularidade do Caveirinha, que nunca será um Blackenbauer, apenas um projeto de Digão. CHIQUINHO – Nota: hue Tomou a banda mais engraçada dos últimos tempos. Você sabe que tá com a moral baixa quando entra em campo “pra ajudar o Carlinhos” PEPSTRÓVÃO GUARDIORGES – Nota: +QD+ O que dizer desse time que mal conheço mas já considero pakas? Toques curtos, rápidos, ao melhor estilo futsal, ao melhor estilo Barcelona, ao melhor estilo Bayern, ao melhor estilo Cristóvão. Quando um cara do CAP se virava pra marcar, a bola já tava em outro cara. Tudo bem que o material humano favorece, mas a entrada do Valencia deu uma segurança maior não apenas ao meio-campo, mas ao mundo todo em geral, e ainda deslocou Jean e Cícero pras suas devidas posições. Conseguiu a tão sonhada “compactação” do time e, bem, porra, vou dizer o quê? Jogamos fácil, de encher os olhos, e se mantivermos esse nível o Cruzeiro que se cuide, porque a freguesia fala por si só. Ah, uma coisa: Seremos campeões. STs
  • Hino de São Cristóvão - Protetor dos motoristas e viajantes-25/07/2014

    Hino de São Cristóvão - Protetor dos motoristas e viajantes-25/07/2014- São Cristóvão (em grego: Άγιος Χριστόφορος, em latim: Christophorus) é um santo vener...

  • JornalF7

    em 15/04/2014 Via Youtube
    Melhores momentos de São Cristovão 0 x 2 Corinthians nas quartas de final da Copa Rio

    As eliminatórias de Copa Rio de Futebol 7 começaram à mil. Corinthians/Tio Sam e São Cristóvão se enfrentaram no primeiro jogo das quartas de final, na Arena...

  • creio nessa visao em minha nação Sao cristovao-se


    EM PREVE.png



  • Leandro Thomé Bragança compartilhou a foto de Santo do Dia.
    São Cristóvão (25 de Julho) A devoção a são Cristóvão é uma das mais antigas e populares da Igreja, tanto do Oriente como do Ocidente. São centenas de igrejas dedicadas a ele em todos os países do mundo. Também não faltam irmandades, patronatos, conventos e instituições que tomaram o seu nome, para homenageá-lo. Ele consta da relação dos "quatorze santos auxiliadores" invocados para interceder pelo povo nos momentos de aflições e dificuldades. Assim, o vigor desta veneração percorreu os tempos com igual intensidade e alcançou os nossos dias da mesma maneira. Entretanto são poucos os dados precisos sobre sua vida. Só se tem conhecimento comprovado de que Cristóvão era um homem alto e musculoso, extremamente forte. Alguns escritos antigos o descrevem como portador de "uma força hercúlea". Pregou na Lícia e foi martirizado, a mando do imperador Décio, no ano 250. Depois disso, as informações fazem parte da tradição oral cristã, propagada pela fé dos devotos ao longo dos tempos, e que a Igreja respeita. Ela nos conta que seu nome era Réprobo e que nasceu na Palestina. Como um verdadeiro gigante Golias, não havia quem lhe fizesse frente em termos de força física. Assim, só podia ter a profissão que tinha: guerreiro. Aliás, era um guerreiro indomável e invencível. A sua simples presença era garantia de vitória para o exército do qual participasse. Conta-se que, estando cansado de servir aos caprichos de um e outro rei, apenas porque fora contratado para lutar em seu favor, foi procurar o maior e mais poderoso de todos, para servir somente a este. Então, ele se decidiu colocar a serviço de satanás, pois não havia quem não se curvasse de medo ao ouvir seu nome. Mas também se decepcionou. Notou que toda vez que seu chefe tinha de passar diante da cruz, mudava de caminho, evitando o encontro com o símbolo de Jesus. Abandonou o anjo do mal e passou, então, a procurar o Senhor. Um eremita o orientou a praticar a caridade para servir ao Todo Poderoso como desejava, então ele abandonou as armas imediatamente. Integrou-se a uma instituição de caridade e passou a ajudar os viajantes. De dia ou de noite, ficava às margens de um rio onde não havia pontes e onde várias pessoas se afogaram por causa da profundidade, transportando os viajantes de uma margem à outra. Certo dia, fez o mesmo com um menino. Mas conforme atravessava o rio, a criança ia ficando mais pesada e só com muito custo e sofrimento ele conseguiu depositar com segurança o menino na outra margem. Então perguntou: "Como pode ser isso? Parece que carreguei o mundo nas costas". O menino respondeu: "Não carregou o mundo, mas sim seu Criador". Assim Jesus se revelou a ele e o convidou a ser seu apóstolo. O gigante mudou seu nome para Cristóvão, que significa algo próximo de "carregador de Cristo", e passou a peregrinar levando a palavra de Cristo. Foi à Síria, onde sua figura espetacular e nada normal chamava a atenção e atraía quem o ouvisse. Ele, então, falava do cristianismo e convertia mais e mais pessoas. Por esse seu apostolado foi denunciado ao imperador Décio, que o mandou prender. Mas não foi nada fácil, não por causa de sua força física, mas pelo poder de sua pregação. Os primeiros quarenta soldados que tentaram prendê-lo converteram-se e por isso foram todos martirizados. Depois, quando já estava no cárcere, mandaram duas mulheres, Nicete e Aquilina, à sua cela para testar suas virtudes. Elas também abandonaram o pecado e batizaram-se, sendo igualmente mortas. Foi quando o tirano, muito irado, mandou que ele fosse submetido a suplícios e em seguida o matassem. Cristóvão foi, então, flagelado, golpeado com flechas, jogado no fogo e por fim decapitado. São Cristóvão é popularmente conhecido como o protetor dos viajantes, assim como dos motoristas e dos condutores.
    Julho.



  • Maria Tereza Mendes compartilhou a foto de Michele Maria da Silva.
    Resgate URGENTE - esse gato está vivendo em situação crítica no canteiro do prédio do HSBC de São Cristóvão, rua senador Alencar. Esta muito machucado, comendo lixo. Infelizmente não tenho como resgatar pois não tenho como transportar, e nem como tomar conta ele precisa de atendimento e cuidados veterinários. Se alguém puder ajudar.
    Fotos de Árvore de Noé.



  • Matheus Forny compartilhou uma atualização de status de Flu da Depressão.
    Flu da Depressão.
    AVALIAÇÃO F.D.P. (FLU DA DEPRESSÃO) ATLÉTICO PARANAENSE 0, BAYERN DE FLUNIQUE 3 Vi um comentário no Twitter que falou sozinho: os caras jogaram tanta bola hoje que parece que eles têm vergonha de jogar em público! A boa é lançar um insulfilm nas Laranjeiras e ver como eles reagem nos treinos. Sei que hoje deu gosto de ver. Mais gosto de ver ainda foi meu primo flamenguista babando com as triangulações-relâmpago de Jean, Conca, Cícero e Sobis. Tadinho, tá meio deturpado de conceito de futebol. Mas a gente ensina. Peço desculpas também pelo longo tempo longe do F.D.P.. Agora que arrumei um emprego de verdade tá foda de arranjar tempo pra fazer todas as coisas que eu tenho que fazer, mas sempre que eu tiver um tempo e esse time agradar eu venho fazer uma graça aqui. Agora chega de nhem nhem nhem e vamos às notas: DIEGO CAVALIERI – Nota: 12 Disseram que o jogo não teve torcida, mas o Cavalieri foi mero espectador durante 89 minutos. Aquela defesa no final serviu para nos relembrar que o Iceman é simplesmente pica das galáxias: com 3 a 0 no placar, estádio vazio, já em clima de final de feira, ele teve a concentração, o reflexo e a disposição de voltar do contrapé e ir buscar a bola lá no cantinho. BRUNO – Nota: 6 Bruno deve ser um cara muito feliz. E ele me inspira. Dá pra escrever um livro de auto-ajuda com lições tiradas do futebol do Bruno: Às vezes você tem que encarar a vida como uma grande pelada, e quando um problema surgir, apenas dê um chapéu nele e saia jogando. Você pode até errar o passe, mas não tenha medo de errar e, na dúvida, dê chapéus. Acostume-se com as bolas nas costas que a vida dá, e deixe os seus amigos consertarem isso pra você. E mais importante: seja milionário sem fazer nada que o justifique. O Evangelho Segundo Bruno, breve na quina da grande área mais próxima de você. GUM – Nota: 6 Aquele mesmo futebol nota 6 que ele sempre pratica quando não joga um futebol nota -30, naqueles dias em que erra tudo e é expulso, ou quando não joga aquele futebol nota 300 em que ele é capaz de marcar Romário, Ronaldo e Bebeto SOZINHO. HENRIQUE – Nota: 8 Os boatos dão conta de que os dinossauros foram extintos após acompanharem uma partida de Quem Ri Primeiro entre Henrique e Diego Cavalieri. Nem mesmo o dentista do Henrique sabe como são os dentes do cara; sorrir deve ser contra sua religião. O que importa é que depois da desastrosa estreia ele vem melhorando bastante de jogo pra jogo; joga com seriedade e o mais importante, CALMA, evitando dar chutões e saindo pro jogo. CARLINHOS – Nota: 5 Via o Carlinhos e só conseguia pensar em uma coisa: caralho, 200 jogos aturando essa praga. 200 jogos de vou-pra-linha-de-fundo-perai-não-vou-mais-não. 200 jogos de cruzamentos olhando pro chão. 200 jogos de isoladas com a direita. 200 jogos de sonolência. 200 jogos de bolas nas costas. 200 jogos de amor encubado. Entre tapas e beijos, é ódio é desejo, é sonho, é ternura. A torcida te ama, e quando você vai à linha de fundo e acerta o cruzamento, vai à loucura. Mas há quanto tempo cê não faz isso? Desde o jogo 120, por aí né VALENCIA – Nota: TEARS Meu coração bateu mais forte quando vi que o Ex-Mito Sagrado dos Meiões Arriados estava prestes a retornar. Ex-Mito, sim; a essa altura do campeonato eu já o via como o pai que saiu pra comprar cigarros e só voltou cinco anos depois. MAS VOLTOU. E quando o pai volta, a emoção é a mesma. Você pode sentir um pouco de raiva no início, porque sua mãe ficou desamparada, mas ei, ele voltou! E voltou consertando a porta, a lâmpada, a torneira que tava pingando e, mais importante, A SUA CABEÇA-DE-ÁREA. Ele não é Aragorn, mas o Retorno do Rei foi bom em vários sentidos: devolveu o Jean pra sua posição de origem e o Cícero pra posição onde ele TEM QUE FICAR, CRISTÓVÃO e ainda deu mais segurança à dupla de zaga. Quem falar que não tava com saudades dos carrinhos espalhafatosos que parecem que vão render cartão vermelho na intermediária TÁ MENTINDO. E os passes errados na saída de jogo também. E aquela multiplicidade de pernas voando pra lá e pra cá também. CARAMBA, VALENÇA, QUE SAUDADE QUE EU TAVA DE VOCÊ. Fica pra sempre, mito. A gente compra um esqueleto de adamantium pra você não se machucar nunca mais JEAN – Nota: 9.5 Será que o Jãniesta, assim como o pai que saiu pra comprar cigarro, voltou? Acho que não. Já acostumei com esses surtos dele e acho que tá mais pro tio que mora longe e vez ou outra vem visitar a irmã, trazendo várias comidas e presentes. A grande parada é que o Jean jogou pra caralho, marcou pra cacete e não foi aquela aberração no apoio como vinha ocasionalmente sendo. Se conseguir manter esse nível, o que pela nossa experiência recente eu acho difícil, vai ficar bunito. CONCA – Nota: 11 Conca tem cara de santinho e bom-moço, mas se você der mole ele vai cair no chão e te driblar mesmo assim. O que falta de altura sobra de CRUELDADE FUTEBOLÍSTICA. Eu sinceramente não sei nem se tenho gabarito, currículo ou pedigree pra tecer qualquer comentário sobre esse Deus do Futebol. WAGNER – Nota: 4 A minha teoria é de que nós jogamos tão bem justamente porque o Wagner não tocou tanto na bola, porque o Wagner é um caso sério, seríssimo, e enche meu coração de tristeza. No meu mundo perfeito ele volta pro banco. Banco de reservas? NÃO! Banco do Brasil, onde ele seria um ótimo caixa. Considere, Wagner. CÍCERO – Nota: 5 + 8 + 10 + 11 + 9 = sei lá quanto dá isso O cara brinca. O cara faz tudo!!! Nunca fui graaaande fã, mas fiquei feliz quando o contratamos de volta porque ele tava brincando no Santos. E vai brincar aqui também. Gastou demais a bola hoje. Pra onde eu olhava, lá estava o Cícero. Quanta técnica. Quanta elegância. Quem ganha do cara no alto? Simplesmente o melhor jogo aéreo do futebol brasileiro. Ele deve jogar com aquele tênis de mola e uma adaptação com um Pogobol embaixo. E o melhor de tudo: usa a camisa 5 e apaga da minha mente o fato de o EDINHO ter envergado esse emblemático número num passado não muito distante mas que eu adoraria esquecer. É um raro exemplo de cara que faz tudo e faz tudo BEM: marca, apoia, passa, chute, cabeceia e enche nossos corações de amor, paz e felicidade. Bem-vindo de volta pra casa. RAFAEL SOBIS – Nota: 5 Ah como eu odeio ser bipolar, é tão bom! O cara passou a semana toda ‘comemorando’ que ia jogar de centroavante pra poder ficar mais próximo do gol, aí ficou o jogo inteiro no círculo central. Quem me acompanhou no twitter viu que eu tava na maior implicância com isso, mas analisando com calma, ele não deixou espaço lá na frente não; recompunha bem rápido (tão rápido quanto ser o Rafael Sobis lhe permite), mesmo quando ia marcar na nossa intermediária (!!!). Vira um cara importante porque ajuda na marcação e quando recuperamos a bola ele já se manda pra frente. Verdade seja dita, errou mais passes do que aquele saudoso meio-campo formado por Diogo, Diguinho e Carlos Eduardo, lá naquele saudoso porém só um pouco ano de 2009. WALTER – Nota: MUUUU Waltinho meu filho, assim ce vai explodir. Ce ta parecendo um BOI! O lado bom é que se todo mundo desistir de você por causa da sua ROLICIDADE, você pode estrelar o próximo comercial da Friboi – ou, num marketing reverso, da Herbalife. Mas ninguém vai desistir de você porque ce joga muita bola. Vai ver ce trata a bola bem desse jeito porque ce trata bem seus semelhantes, né? A graça de tudo é que mesmo com seus 698 quilos ce ainda consegue atingir a mesma velocidade máxima do Sobis. Um caso a ser estudado. ELIVELTON – Nota: 5 Entrou em campo e a zaga abriu, os caras começaram a entrar pela meiuca e a terem seus ossos fraturados. A grande verdade é que eu nunca soube como pudemos conseguir aturá-lo como titular por tanto tempo sem termos vários microinfartos. E pensar que eu defendi COM UNHAS E DENTES a titularidade do Caveirinha, que nunca será um Blackenbauer, apenas um projeto de Digão. CHIQUINHO – Nota: hue Tomou a banda mais engraçada dos últimos tempos. Você sabe que tá com a moral baixa quando entra em campo “pra ajudar o Carlinhos” PEPSTRÓVÃO GUARDIORGES – Nota: +QD+ O que dizer desse time que mal conheço mas já considero pakas? Toques curtos, rápidos, ao melhor estilo futsal, ao melhor estilo Barcelona, ao melhor estilo Bayern, ao melhor estilo Cristóvão. Quando um cara do CAP se virava pra marcar, a bola já tava em outro cara. Tudo bem que o material humano favorece, mas a entrada do Valencia deu uma segurança maior não apenas ao meio-campo, mas ao mundo todo em geral, e ainda deslocou Jean e Cícero pras suas devidas posições. Conseguiu a tão sonhada “compactação” do time e, bem, porra, vou dizer o quê? Jogamos fácil, de encher os olhos, e se mantivermos esse nível o Cruzeiro que se cuide, porque a freguesia fala por si só. Ah, uma coisa: Seremos campeões. STs
  • Glauco6060

    em 19/06/2014 Via Youtube
    Glauco Brasil - E.M. São Cristóvão Confecção dos tapetes de sal - Cabo Frio RJ

    A tradição reúne escolas municipais, empresas privadas, além de movimentos e pastorais católicas que se reúnem todos os anos para criar verdadeiras obras de ...

  • Jandira Feghali 6565 - Abertura da Campanha na Feira de São Cristóvão

    Frente Popular se reúne na Feira de São Cristóvão para abertura da campanha eleitoral 2014. O público foi receptivo e os candidatos foram homenageados pelo r...




  • Ketlin Peters compartilhou o vídeo de Emerson Schultz Mano.
    .
    Pronto pra partir ruma a festa são Cristóvão... que a bênção ilumine e traga cada vez mais sucesso pra empresa maravilhosa pra se trabalhar.( translu)
  • Russos na Feira de São Cristóvão

    Esses russos são muito engraçados. Divertiram- se como crianças. Dançaram, cantaram e tocaram guitarra. Dançaram quadrilha e viveram uma noite de celebridade.

  • bielly se acabando no forro na feira de são cristovão kkkkk

    BIELLY DANÇANDO FORRO NA FEIRA DE SÃO CRISTOVÃO !!

  • Tradicional Festa de São Cristóvão será neste domingo em Amambai
    Programação começa com missa na Igreja Matriz às 8h da manhã se segue com a carreata até a Capela de São Cristóvão, na região do “Bila”. curso para a conclusão da nova Igreja, que está quase pronta. (Fofos: Vilson Nascimento) Acontece neste domingo, dia 27 ...

    : Tradicional Festa de São Cristóvão será neste domingo em Amambai
    As atividades em torno da festa que conta com torneio de futebol suíço, leilões, e música ao vivo entre outras atrações, terão início pela manhã com a missa na Igreja Matriz Nossa Senhora Auxiliadora, na cidade e a “Procissão de São Cristóvão”, considerado pela comunidade católica como o santo ...



  • Marcus Oliveira compartilhou uma atualização de status de Flu da Depressão.
    Flu da Depressão.
    AVALIAÇÃO F.D.P. (FLU DA DEPRESSÃO) ATLÉTICO PARANAENSE 0, BAYERN DE FLUNIQUE 3 Vi um comentário no Twitter que falou sozinho: os caras jogaram tanta bola hoje que parece que eles têm vergonha de jogar em público! A boa é lançar um insulfilm nas Laranjeiras e ver como eles reagem nos treinos. Sei que hoje deu gosto de ver. Mais gosto de ver ainda foi meu primo flamenguista babando com as triangulações-relâmpago de Jean, Conca, Cícero e Sobis. Tadinho, tá meio deturpado de conceito de futebol. Mas a gente ensina. Peço desculpas também pelo longo tempo longe do F.D.P.. Agora que arrumei um emprego de verdade tá foda de arranjar tempo pra fazer todas as coisas que eu tenho que fazer, mas sempre que eu tiver um tempo e esse time agradar eu venho fazer uma graça aqui. Agora chega de nhem nhem nhem e vamos às notas: DIEGO CAVALIERI – Nota: 12 Disseram que o jogo não teve torcida, mas o Cavalieri foi mero espectador durante 89 minutos. Aquela defesa no final serviu para nos relembrar que o Iceman é simplesmente pica das galáxias: com 3 a 0 no placar, estádio vazio, já em clima de final de feira, ele teve a concentração, o reflexo e a disposição de voltar do contrapé e ir buscar a bola lá no cantinho. BRUNO – Nota: 6 Bruno deve ser um cara muito feliz. E ele me inspira. Dá pra escrever um livro de auto-ajuda com lições tiradas do futebol do Bruno: Às vezes você tem que encarar a vida como uma grande pelada, e quando um problema surgir, apenas dê um chapéu nele e saia jogando. Você pode até errar o passe, mas não tenha medo de errar e, na dúvida, dê chapéus. Acostume-se com as bolas nas costas que a vida dá, e deixe os seus amigos consertarem isso pra você. E mais importante: seja milionário sem fazer nada que o justifique. O Evangelho Segundo Bruno, breve na quina da grande área mais próxima de você. GUM – Nota: 6 Aquele mesmo futebol nota 6 que ele sempre pratica quando não joga um futebol nota -30, naqueles dias em que erra tudo e é expulso, ou quando não joga aquele futebol nota 300 em que ele é capaz de marcar Romário, Ronaldo e Bebeto SOZINHO. HENRIQUE – Nota: 8 Os boatos dão conta de que os dinossauros foram extintos após acompanharem uma partida de Quem Ri Primeiro entre Henrique e Diego Cavalieri. Nem mesmo o dentista do Henrique sabe como são os dentes do cara; sorrir deve ser contra sua religião. O que importa é que depois da desastrosa estreia ele vem melhorando bastante de jogo pra jogo; joga com seriedade e o mais importante, CALMA, evitando dar chutões e saindo pro jogo. CARLINHOS – Nota: 5 Via o Carlinhos e só conseguia pensar em uma coisa: caralho, 200 jogos aturando essa praga. 200 jogos de vou-pra-linha-de-fundo-perai-não-vou-mais-não. 200 jogos de cruzamentos olhando pro chão. 200 jogos de isoladas com a direita. 200 jogos de sonolência. 200 jogos de bolas nas costas. 200 jogos de amor encubado. Entre tapas e beijos, é ódio é desejo, é sonho, é ternura. A torcida te ama, e quando você vai à linha de fundo e acerta o cruzamento, vai à loucura. Mas há quanto tempo cê não faz isso? Desde o jogo 120, por aí né VALENCIA – Nota: TEARS Meu coração bateu mais forte quando vi que o Ex-Mito Sagrado dos Meiões Arriados estava prestes a retornar. Ex-Mito, sim; a essa altura do campeonato eu já o via como o pai que saiu pra comprar cigarros e só voltou cinco anos depois. MAS VOLTOU. E quando o pai volta, a emoção é a mesma. Você pode sentir um pouco de raiva no início, porque sua mãe ficou desamparada, mas ei, ele voltou! E voltou consertando a porta, a lâmpada, a torneira que tava pingando e, mais importante, A SUA CABEÇA-DE-ÁREA. Ele não é Aragorn, mas o Retorno do Rei foi bom em vários sentidos: devolveu o Jean pra sua posição de origem e o Cícero pra posição onde ele TEM QUE FICAR, CRISTÓVÃO e ainda deu mais segurança à dupla de zaga. Quem falar que não tava com saudades dos carrinhos espalhafatosos que parecem que vão render cartão vermelho na intermediária TÁ MENTINDO. E os passes errados na saída de jogo também. E aquela multiplicidade de pernas voando pra lá e pra cá também. CARAMBA, VALENÇA, QUE SAUDADE QUE EU TAVA DE VOCÊ. Fica pra sempre, mito. A gente compra um esqueleto de adamantium pra você não se machucar nunca mais JEAN – Nota: 9.5 Será que o Jãniesta, assim como o pai que saiu pra comprar cigarro, voltou? Acho que não. Já acostumei com esses surtos dele e acho que tá mais pro tio que mora longe e vez ou outra vem visitar a irmã, trazendo várias comidas e presentes. A grande parada é que o Jean jogou pra caralho, marcou pra cacete e não foi aquela aberração no apoio como vinha ocasionalmente sendo. Se conseguir manter esse nível, o que pela nossa experiência recente eu acho difícil, vai ficar bunito. CONCA – Nota: 11 Conca tem cara de santinho e bom-moço, mas se você der mole ele vai cair no chão e te driblar mesmo assim. O que falta de altura sobra de CRUELDADE FUTEBOLÍSTICA. Eu sinceramente não sei nem se tenho gabarito, currículo ou pedigree pra tecer qualquer comentário sobre esse Deus do Futebol. WAGNER – Nota: 4 A minha teoria é de que nós jogamos tão bem justamente porque o Wagner não tocou tanto na bola, porque o Wagner é um caso sério, seríssimo, e enche meu coração de tristeza. No meu mundo perfeito ele volta pro banco. Banco de reservas? NÃO! Banco do Brasil, onde ele seria um ótimo caixa. Considere, Wagner. CÍCERO – Nota: 5 + 8 + 10 + 11 + 9 = sei lá quanto dá isso O cara brinca. O cara faz tudo!!! Nunca fui graaaande fã, mas fiquei feliz quando o contratamos de volta porque ele tava brincando no Santos. E vai brincar aqui também. Gastou demais a bola hoje. Pra onde eu olhava, lá estava o Cícero. Quanta técnica. Quanta elegância. Quem ganha do cara no alto? Simplesmente o melhor jogo aéreo do futebol brasileiro. Ele deve jogar com aquele tênis de mola e uma adaptação com um Pogobol embaixo. E o melhor de tudo: usa a camisa 5 e apaga da minha mente o fato de o EDINHO ter envergado esse emblemático número num passado não muito distante mas que eu adoraria esquecer. É um raro exemplo de cara que faz tudo e faz tudo BEM: marca, apoia, passa, chute, cabeceia e enche nossos corações de amor, paz e felicidade. Bem-vindo de volta pra casa. RAFAEL SOBIS – Nota: 5 Ah como eu odeio ser bipolar, é tão bom! O cara passou a semana toda ‘comemorando’ que ia jogar de centroavante pra poder ficar mais próximo do gol, aí ficou o jogo inteiro no círculo central. Quem me acompanhou no twitter viu que eu tava na maior implicância com isso, mas analisando com calma, ele não deixou espaço lá na frente não; recompunha bem rápido (tão rápido quanto ser o Rafael Sobis lhe permite), mesmo quando ia marcar na nossa intermediária (!!!). Vira um cara importante porque ajuda na marcação e quando recuperamos a bola ele já se manda pra frente. Verdade seja dita, errou mais passes do que aquele saudoso meio-campo formado por Diogo, Diguinho e Carlos Eduardo, lá naquele saudoso porém só um pouco ano de 2009. WALTER – Nota: MUUUU Waltinho meu filho, assim ce vai explodir. Ce ta parecendo um BOI! O lado bom é que se todo mundo desistir de você por causa da sua ROLICIDADE, você pode estrelar o próximo comercial da Friboi – ou, num marketing reverso, da Herbalife. Mas ninguém vai desistir de você porque ce joga muita bola. Vai ver ce trata a bola bem desse jeito porque ce trata bem seus semelhantes, né? A graça de tudo é que mesmo com seus 698 quilos ce ainda consegue atingir a mesma velocidade máxima do Sobis. Um caso a ser estudado. ELIVELTON – Nota: 5 Entrou em campo e a zaga abriu, os caras começaram a entrar pela meiuca e a terem seus ossos fraturados. A grande verdade é que eu nunca soube como pudemos conseguir aturá-lo como titular por tanto tempo sem termos vários microinfartos. E pensar que eu defendi COM UNHAS E DENTES a titularidade do Caveirinha, que nunca será um Blackenbauer, apenas um projeto de Digão. CHIQUINHO – Nota: hue Tomou a banda mais engraçada dos últimos tempos. Você sabe que tá com a moral baixa quando entra em campo “pra ajudar o Carlinhos” PEPSTRÓVÃO GUARDIORGES – Nota: +QD+ O que dizer desse time que mal conheço mas já considero pakas? Toques curtos, rápidos, ao melhor estilo futsal, ao melhor estilo Barcelona, ao melhor estilo Bayern, ao melhor estilo Cristóvão. Quando um cara do CAP se virava pra marcar, a bola já tava em outro cara. Tudo bem que o material humano favorece, mas a entrada do Valencia deu uma segurança maior não apenas ao meio-campo, mas ao mundo todo em geral, e ainda deslocou Jean e Cícero pras suas devidas posições. Conseguiu a tão sonhada “compactação” do time e, bem, porra, vou dizer o quê? Jogamos fácil, de encher os olhos, e se mantivermos esse nível o Cruzeiro que se cuide, porque a freguesia fala por si só. Ah, uma coisa: Seremos campeões. STs
  • Ilha Grande-São Cristóvão-SE(retornando)

    Ilha Grande- São Cristóvão-Sergipe(retornando)

  • É e assim que eu sei que vamos ser campeões Aleflu x CAP , com o meio campo com JÃniesta , God of valencia , ÔôôÔ cicêrooo , concala conca e Xaviner com o Pepstrovão Guardiorges no comando não tem pra ninguém !


    Flu da Depressão.
    AVALIAÇÃO F.D.P. (FLU DA DEPRESSÃO) ATLÉTICO PARANAENSE 0, BAYERN DE FLUNIQUE 3 Vi um comentário no Twitter que falou sozinho: os caras jogaram tanta bola hoje que parece que eles têm vergonha de jogar em público! A boa é lançar um insulfilm nas Laranjeiras e ver como eles reagem nos treinos. Sei que hoje deu gosto de ver. Mais gosto de ver ainda foi meu primo flamenguista babando com as triangulações-relâmpago de Jean, Conca, Cícero e Sobis. Tadinho, tá meio deturpado de conceito de futebol. Mas a gente ensina. Peço desculpas também pelo longo tempo longe do F.D.P.. Agora que arrumei um emprego de verdade tá foda de arranjar tempo pra fazer todas as coisas que eu tenho que fazer, mas sempre que eu tiver um tempo e esse time agradar eu venho fazer uma graça aqui. Agora chega de nhem nhem nhem e vamos às notas: DIEGO CAVALIERI – Nota: 12 Disseram que o jogo não teve torcida, mas o Cavalieri foi mero espectador durante 89 minutos. Aquela defesa no final serviu para nos relembrar que o Iceman é simplesmente pica das galáxias: com 3 a 0 no placar, estádio vazio, já em clima de final de feira, ele teve a concentração, o reflexo e a disposição de voltar do contrapé e ir buscar a bola lá no cantinho. BRUNO – Nota: 6 Bruno deve ser um cara muito feliz. E ele me inspira. Dá pra escrever um livro de auto-ajuda com lições tiradas do futebol do Bruno: Às vezes você tem que encarar a vida como uma grande pelada, e quando um problema surgir, apenas dê um chapéu nele e saia jogando. Você pode até errar o passe, mas não tenha medo de errar e, na dúvida, dê chapéus. Acostume-se com as bolas nas costas que a vida dá, e deixe os seus amigos consertarem isso pra você. E mais importante: seja milionário sem fazer nada que o justifique. O Evangelho Segundo Bruno, breve na quina da grande área mais próxima de você. GUM – Nota: 6 Aquele mesmo futebol nota 6 que ele sempre pratica quando não joga um futebol nota -30, naqueles dias em que erra tudo e é expulso, ou quando não joga aquele futebol nota 300 em que ele é capaz de marcar Romário, Ronaldo e Bebeto SOZINHO. HENRIQUE – Nota: 8 Os boatos dão conta de que os dinossauros foram extintos após acompanharem uma partida de Quem Ri Primeiro entre Henrique e Diego Cavalieri. Nem mesmo o dentista do Henrique sabe como são os dentes do cara; sorrir deve ser contra sua religião. O que importa é que depois da desastrosa estreia ele vem melhorando bastante de jogo pra jogo; joga com seriedade e o mais importante, CALMA, evitando dar chutões e saindo pro jogo. CARLINHOS – Nota: 5 Via o Carlinhos e só conseguia pensar em uma coisa: caralho, 200 jogos aturando essa praga. 200 jogos de vou-pra-linha-de-fundo-perai-não-vou-mais-não. 200 jogos de cruzamentos olhando pro chão. 200 jogos de isoladas com a direita. 200 jogos de sonolência. 200 jogos de bolas nas costas. 200 jogos de amor encubado. Entre tapas e beijos, é ódio é desejo, é sonho, é ternura. A torcida te ama, e quando você vai à linha de fundo e acerta o cruzamento, vai à loucura. Mas há quanto tempo cê não faz isso? Desde o jogo 120, por aí né VALENCIA – Nota: TEARS Meu coração bateu mais forte quando vi que o Ex-Mito Sagrado dos Meiões Arriados estava prestes a retornar. Ex-Mito, sim; a essa altura do campeonato eu já o via como o pai que saiu pra comprar cigarros e só voltou cinco anos depois. MAS VOLTOU. E quando o pai volta, a emoção é a mesma. Você pode sentir um pouco de raiva no início, porque sua mãe ficou desamparada, mas ei, ele voltou! E voltou consertando a porta, a lâmpada, a torneira que tava pingando e, mais importante, A SUA CABEÇA-DE-ÁREA. Ele não é Aragorn, mas o Retorno do Rei foi bom em vários sentidos: devolveu o Jean pra sua posição de origem e o Cícero pra posição onde ele TEM QUE FICAR, CRISTÓVÃO e ainda deu mais segurança à dupla de zaga. Quem falar que não tava com saudades dos carrinhos espalhafatosos que parecem que vão render cartão vermelho na intermediária TÁ MENTINDO. E os passes errados na saída de jogo também. E aquela multiplicidade de pernas voando pra lá e pra cá também. CARAMBA, VALENÇA, QUE SAUDADE QUE EU TAVA DE VOCÊ. Fica pra sempre, mito. A gente compra um esqueleto de adamantium pra você não se machucar nunca mais JEAN – Nota: 9.5 Será que o Jãniesta, assim como o pai que saiu pra comprar cigarro, voltou? Acho que não. Já acostumei com esses surtos dele e acho que tá mais pro tio que mora longe e vez ou outra vem visitar a irmã, trazendo várias comidas e presentes. A grande parada é que o Jean jogou pra caralho, marcou pra cacete e não foi aquela aberração no apoio como vinha ocasionalmente sendo. Se conseguir manter esse nível, o que pela nossa experiência recente eu acho difícil, vai ficar bunito. CONCA – Nota: 11 Conca tem cara de santinho e bom-moço, mas se você der mole ele vai cair no chão e te driblar mesmo assim. O que falta de altura sobra de CRUELDADE FUTEBOLÍSTICA. Eu sinceramente não sei nem se tenho gabarito, currículo ou pedigree pra tecer qualquer comentário sobre esse Deus do Futebol. WAGNER – Nota: 4 A minha teoria é de que nós jogamos tão bem justamente porque o Wagner não tocou tanto na bola, porque o Wagner é um caso sério, seríssimo, e enche meu coração de tristeza. No meu mundo perfeito ele volta pro banco. Banco de reservas? NÃO! Banco do Brasil, onde ele seria um ótimo caixa. Considere, Wagner. CÍCERO – Nota: 5 + 8 + 10 + 11 + 9 = sei lá quanto dá isso O cara brinca. O cara faz tudo!!! Nunca fui graaaande fã, mas fiquei feliz quando o contratamos de volta porque ele tava brincando no Santos. E vai brincar aqui também. Gastou demais a bola hoje. Pra onde eu olhava, lá estava o Cícero. Quanta técnica. Quanta elegância. Quem ganha do cara no alto? Simplesmente o melhor jogo aéreo do futebol brasileiro. Ele deve jogar com aquele tênis de mola e uma adaptação com um Pogobol embaixo. E o melhor de tudo: usa a camisa 5 e apaga da minha mente o fato de o EDINHO ter envergado esse emblemático número num passado não muito distante mas que eu adoraria esquecer. É um raro exemplo de cara que faz tudo e faz tudo BEM: marca, apoia, passa, chute, cabeceia e enche nossos corações de amor, paz e felicidade. Bem-vindo de volta pra casa. RAFAEL SOBIS – Nota: 5 Ah como eu odeio ser bipolar, é tão bom! O cara passou a semana toda ‘comemorando’ que ia jogar de centroavante pra poder ficar mais próximo do gol, aí ficou o jogo inteiro no círculo central. Quem me acompanhou no twitter viu que eu tava na maior implicância com isso, mas analisando com calma, ele não deixou espaço lá na frente não; recompunha bem rápido (tão rápido quanto ser o Rafael Sobis lhe permite), mesmo quando ia marcar na nossa intermediária (!!!). Vira um cara importante porque ajuda na marcação e quando recuperamos a bola ele já se manda pra frente. Verdade seja dita, errou mais passes do que aquele saudoso meio-campo formado por Diogo, Diguinho e Carlos Eduardo, lá naquele saudoso porém só um pouco ano de 2009. WALTER – Nota: MUUUU Waltinho meu filho, assim ce vai explodir. Ce ta parecendo um BOI! O lado bom é que se todo mundo desistir de você por causa da sua ROLICIDADE, você pode estrelar o próximo comercial da Friboi – ou, num marketing reverso, da Herbalife. Mas ninguém vai desistir de você porque ce joga muita bola. Vai ver ce trata a bola bem desse jeito porque ce trata bem seus semelhantes, né? A graça de tudo é que mesmo com seus 698 quilos ce ainda consegue atingir a mesma velocidade máxima do Sobis. Um caso a ser estudado. ELIVELTON – Nota: 5 Entrou em campo e a zaga abriu, os caras começaram a entrar pela meiuca e a terem seus ossos fraturados. A grande verdade é que eu nunca soube como pudemos conseguir aturá-lo como titular por tanto tempo sem termos vários microinfartos. E pensar que eu defendi COM UNHAS E DENTES a titularidade do Caveirinha, que nunca será um Blackenbauer, apenas um projeto de Digão. CHIQUINHO – Nota: hue Tomou a banda mais engraçada dos últimos tempos. Você sabe que tá com a moral baixa quando entra em campo “pra ajudar o Carlinhos” PEPSTRÓVÃO GUARDIORGES – Nota: +QD+ O que dizer desse time que mal conheço mas já considero pakas? Toques curtos, rápidos, ao melhor estilo futsal, ao melhor estilo Barcelona, ao melhor estilo Bayern, ao melhor estilo Cristóvão. Quando um cara do CAP se virava pra marcar, a bola já tava em outro cara. Tudo bem que o material humano favorece, mas a entrada do Valencia deu uma segurança maior não apenas ao meio-campo, mas ao mundo todo em geral, e ainda deslocou Jean e Cícero pras suas devidas posições. Conseguiu a tão sonhada “compactação” do time e, bem, porra, vou dizer o quê? Jogamos fácil, de encher os olhos, e se mantivermos esse nível o Cruzeiro que se cuide, porque a freguesia fala por si só. Ah, uma coisa: Seremos campeões. STs
  • Meus amigos chegou a hora da mudança, hora de darmos a chance a pessoas como o dro Ruy, que faz uma política limpa, que entende as verdadeiras necessidades, como saúde e educação, sua proposta é séria, ele tem verdadeiro comprometimento com a saúde, profissional competente e referenciado. Vamos dar oportunidade a pessoas como ele, conto com vocês.


    www.doutorruy.com.br
    Doutor Ruy Wirtz - Site oficial.
    A CLÍNICA WIRTZ oferece suas instalações para juntos referenciarmos atendimento médico padrão de qualidade e humanizado.
  • Veículos se chocam no bairro São Cristovão

    Reportagem: Gislaine Lima Imagens: Isaac Valiente Edição: Studio Max.

  • Odete Silva

    em 27/07/2014
    concordo plenamente partilhado


    Odete Silva compartilhou a foto de Animais de Rua.
    Hoje é um dia histórico para o movimento de protecção animal em Portugal: foi aprovada a lei que criminaliza os maus tratos e o abandono de animais de companhia, apesar da abstenção do PCP e das abstenções e votos contra do CDS-PP. É um dia que enche de alegria e esperança todos aqueles que diariamente se batem pela melhoria das condições de vida dos animais em Portugal. A Animais de Rua está muito grata aos deputados Cristóvão Norte e Pedro Delgado Alves, que se bateram bravamente ao longo de largos meses por esta vitória, e a todas as organizações de protecção animal e pessoas individuais que se uniram em prol deste objectivo comum, demonstrando à Assembleia que o reforço da protecção dos animais é uma prioridade para a sociedade portuguesa. Mais uma vez se comprova que, unindo os nossos esforços, não há vitórias impossíveis. É certo que, por ora, apenas os animais de companhia foram contemplados. Mas esta alteração legislativa marca um ponto de viragem na forma como os animais são considerados no nosso ordenamento jurídico, e estamos certos de que muitas outras no mesmo sentido se lhe irão seguir. Pelos animais, sempre!
    Fotos da linha do tempo.
  • Simplesmente foda!


    Flu da Depressão.
    AVALIAÇÃO F.D.P. (FLU DA DEPRESSÃO) ATLÉTICO PARANAENSE 0, BAYERN DE FLUNIQUE 3 Vi um comentário no Twitter que falou sozinho: os caras jogaram tanta bola hoje que parece que eles têm vergonha de jogar em público! A boa é lançar um insulfilm nas Laranjeiras e ver como eles reagem nos treinos. Sei que hoje deu gosto de ver. Mais gosto de ver ainda foi meu primo flamenguista babando com as triangulações-relâmpago de Jean, Conca, Cícero e Sobis. Tadinho, tá meio deturpado de conceito de futebol. Mas a gente ensina. Peço desculpas também pelo longo tempo longe do F.D.P.. Agora que arrumei um emprego de verdade tá foda de arranjar tempo pra fazer todas as coisas que eu tenho que fazer, mas sempre que eu tiver um tempo e esse time agradar eu venho fazer uma graça aqui. Agora chega de nhem nhem nhem e vamos às notas: DIEGO CAVALIERI – Nota: 12 Disseram que o jogo não teve torcida, mas o Cavalieri foi mero espectador durante 89 minutos. Aquela defesa no final serviu para nos relembrar que o Iceman é simplesmente pica das galáxias: com 3 a 0 no placar, estádio vazio, já em clima de final de feira, ele teve a concentração, o reflexo e a disposição de voltar do contrapé e ir buscar a bola lá no cantinho. BRUNO – Nota: 6 Bruno deve ser um cara muito feliz. E ele me inspira. Dá pra escrever um livro de auto-ajuda com lições tiradas do futebol do Bruno: Às vezes você tem que encarar a vida como uma grande pelada, e quando um problema surgir, apenas dê um chapéu nele e saia jogando. Você pode até errar o passe, mas não tenha medo de errar e, na dúvida, dê chapéus. Acostume-se com as bolas nas costas que a vida dá, e deixe os seus amigos consertarem isso pra você. E mais importante: seja milionário sem fazer nada que o justifique. O Evangelho Segundo Bruno, breve na quina da grande área mais próxima de você. GUM – Nota: 6 Aquele mesmo futebol nota 6 que ele sempre pratica quando não joga um futebol nota -30, naqueles dias em que erra tudo e é expulso, ou quando não joga aquele futebol nota 300 em que ele é capaz de marcar Romário, Ronaldo e Bebeto SOZINHO. HENRIQUE – Nota: 8 Os boatos dão conta de que os dinossauros foram extintos após acompanharem uma partida de Quem Ri Primeiro entre Henrique e Diego Cavalieri. Nem mesmo o dentista do Henrique sabe como são os dentes do cara; sorrir deve ser contra sua religião. O que importa é que depois da desastrosa estreia ele vem melhorando bastante de jogo pra jogo; joga com seriedade e o mais importante, CALMA, evitando dar chutões e saindo pro jogo. CARLINHOS – Nota: 5 Via o Carlinhos e só conseguia pensar em uma coisa: caralho, 200 jogos aturando essa praga. 200 jogos de vou-pra-linha-de-fundo-perai-não-vou-mais-não. 200 jogos de cruzamentos olhando pro chão. 200 jogos de isoladas com a direita. 200 jogos de sonolência. 200 jogos de bolas nas costas. 200 jogos de amor encubado. Entre tapas e beijos, é ódio é desejo, é sonho, é ternura. A torcida te ama, e quando você vai à linha de fundo e acerta o cruzamento, vai à loucura. Mas há quanto tempo cê não faz isso? Desde o jogo 120, por aí né VALENCIA – Nota: TEARS Meu coração bateu mais forte quando vi que o Ex-Mito Sagrado dos Meiões Arriados estava prestes a retornar. Ex-Mito, sim; a essa altura do campeonato eu já o via como o pai que saiu pra comprar cigarros e só voltou cinco anos depois. MAS VOLTOU. E quando o pai volta, a emoção é a mesma. Você pode sentir um pouco de raiva no início, porque sua mãe ficou desamparada, mas ei, ele voltou! E voltou consertando a porta, a lâmpada, a torneira que tava pingando e, mais importante, A SUA CABEÇA-DE-ÁREA. Ele não é Aragorn, mas o Retorno do Rei foi bom em vários sentidos: devolveu o Jean pra sua posição de origem e o Cícero pra posição onde ele TEM QUE FICAR, CRISTÓVÃO e ainda deu mais segurança à dupla de zaga. Quem falar que não tava com saudades dos carrinhos espalhafatosos que parecem que vão render cartão vermelho na intermediária TÁ MENTINDO. E os passes errados na saída de jogo também. E aquela multiplicidade de pernas voando pra lá e pra cá também. CARAMBA, VALENÇA, QUE SAUDADE QUE EU TAVA DE VOCÊ. Fica pra sempre, mito. A gente compra um esqueleto de adamantium pra você não se machucar nunca mais JEAN – Nota: 9.5 Será que o Jãniesta, assim como o pai que saiu pra comprar cigarro, voltou? Acho que não. Já acostumei com esses surtos dele e acho que tá mais pro tio que mora longe e vez ou outra vem visitar a irmã, trazendo várias comidas e presentes. A grande parada é que o Jean jogou pra caralho, marcou pra cacete e não foi aquela aberração no apoio como vinha ocasionalmente sendo. Se conseguir manter esse nível, o que pela nossa experiência recente eu acho difícil, vai ficar bunito. CONCA – Nota: 11 Conca tem cara de santinho e bom-moço, mas se você der mole ele vai cair no chão e te driblar mesmo assim. O que falta de altura sobra de CRUELDADE FUTEBOLÍSTICA. Eu sinceramente não sei nem se tenho gabarito, currículo ou pedigree pra tecer qualquer comentário sobre esse Deus do Futebol. WAGNER – Nota: 4 A minha teoria é de que nós jogamos tão bem justamente porque o Wagner não tocou tanto na bola, porque o Wagner é um caso sério, seríssimo, e enche meu coração de tristeza. No meu mundo perfeito ele volta pro banco. Banco de reservas? NÃO! Banco do Brasil, onde ele seria um ótimo caixa. Considere, Wagner. CÍCERO – Nota: 5 + 8 + 10 + 11 + 9 = sei lá quanto dá isso O cara brinca. O cara faz tudo!!! Nunca fui graaaande fã, mas fiquei feliz quando o contratamos de volta porque ele tava brincando no Santos. E vai brincar aqui também. Gastou demais a bola hoje. Pra onde eu olhava, lá estava o Cícero. Quanta técnica. Quanta elegância. Quem ganha do cara no alto? Simplesmente o melhor jogo aéreo do futebol brasileiro. Ele deve jogar com aquele tênis de mola e uma adaptação com um Pogobol embaixo. E o melhor de tudo: usa a camisa 5 e apaga da minha mente o fato de o EDINHO ter envergado esse emblemático número num passado não muito distante mas que eu adoraria esquecer. É um raro exemplo de cara que faz tudo e faz tudo BEM: marca, apoia, passa, chute, cabeceia e enche nossos corações de amor, paz e felicidade. Bem-vindo de volta pra casa. RAFAEL SOBIS – Nota: 5 Ah como eu odeio ser bipolar, é tão bom! O cara passou a semana toda ‘comemorando’ que ia jogar de centroavante pra poder ficar mais próximo do gol, aí ficou o jogo inteiro no círculo central. Quem me acompanhou no twitter viu que eu tava na maior implicância com isso, mas analisando com calma, ele não deixou espaço lá na frente não; recompunha bem rápido (tão rápido quanto ser o Rafael Sobis lhe permite), mesmo quando ia marcar na nossa intermediária (!!!). Vira um cara importante porque ajuda na marcação e quando recuperamos a bola ele já se manda pra frente. Verdade seja dita, errou mais passes do que aquele saudoso meio-campo formado por Diogo, Diguinho e Carlos Eduardo, lá naquele saudoso porém só um pouco ano de 2009. WALTER – Nota: MUUUU Waltinho meu filho, assim ce vai explodir. Ce ta parecendo um BOI! O lado bom é que se todo mundo desistir de você por causa da sua ROLICIDADE, você pode estrelar o próximo comercial da Friboi – ou, num marketing reverso, da Herbalife. Mas ninguém vai desistir de você porque ce joga muita bola. Vai ver ce trata a bola bem desse jeito porque ce trata bem seus semelhantes, né? A graça de tudo é que mesmo com seus 698 quilos ce ainda consegue atingir a mesma velocidade máxima do Sobis. Um caso a ser estudado. ELIVELTON – Nota: 5 Entrou em campo e a zaga abriu, os caras começaram a entrar pela meiuca e a terem seus ossos fraturados. A grande verdade é que eu nunca soube como pudemos conseguir aturá-lo como titular por tanto tempo sem termos vários microinfartos. E pensar que eu defendi COM UNHAS E DENTES a titularidade do Caveirinha, que nunca será um Blackenbauer, apenas um projeto de Digão. CHIQUINHO – Nota: hue Tomou a banda mais engraçada dos últimos tempos. Você sabe que tá com a moral baixa quando entra em campo “pra ajudar o Carlinhos” PEPSTRÓVÃO GUARDIORGES – Nota: +QD+ O que dizer desse time que mal conheço mas já considero pakas? Toques curtos, rápidos, ao melhor estilo futsal, ao melhor estilo Barcelona, ao melhor estilo Bayern, ao melhor estilo Cristóvão. Quando um cara do CAP se virava pra marcar, a bola já tava em outro cara. Tudo bem que o material humano favorece, mas a entrada do Valencia deu uma segurança maior não apenas ao meio-campo, mas ao mundo todo em geral, e ainda deslocou Jean e Cícero pras suas devidas posições. Conseguiu a tão sonhada “compactação” do time e, bem, porra, vou dizer o quê? Jogamos fácil, de encher os olhos, e se mantivermos esse nível o Cruzeiro que se cuide, porque a freguesia fala por si só. Ah, uma coisa: Seremos campeões. STs

AVISO: O conteúdo de cada postagem é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Previsão do tempo na Região


Participe e comente sobre a cidade de São Cristóvão


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)