Início » Sergipe » Nossa Senhora da Glória » Notícias


Últimas Notícias da cidade de Nossa Senhora da Glória - SE nas Redes Sociais

As Notícias são atualizadas em tempo real.

  • Nossa Senhora da Glória 2014 - coleta para Guajará-Mirim

    Dom Anuar Battisti faz o convite para a festa da padroeira Nossa Senhora da Glória 2014 e fala sobre a coleta para a igreja irmã de Guajará Mirim.

  • SoFeLaLe

    em 11/06/2014 Via Youtube
    Festa junina Marista Nossa Senhora da Glória - 3os anos - 7 de junho 2014 (0363)




  • Antonio Francisco Lunardi compartilhou a foto de Causa Imperial.
    IN MEMORIAM Há exatos setenta e sete anos, era celebrado o casamento de Sua Alteza Imperial e Real Príncipe Dom Pedro Henrique (1909-1981), Chefe da Casa Imperial do Brasil de 1921 até o seu falecimento, e da Princesa Maria da Baviera (1914-2011), que passou a ser Sua Alteza Imperial e Real a Princesa Consorte do Brasil, os pais, avós e compassos éticos e morais das atuais gerações de Príncipes e Princesas do Brasil. O Príncipe Dom Pedro Henrique Afonso Philippe Maria Gastão Miguel Gabriel Raphael Gonzaga do Brasil, Príncipe de Orleans e Bragança, nasceu em 13 de setembro de 1909, sendo o primogênito dos três filhos do Príncipe Dom Luiz (1878-1920) e de sua augusta esposa, nascida Princesa Maria Pia das Duas Sicílias (1878-1973). Como primogênito do Príncipe Imperial do Brasil, o Príncipe Dom Pedro Henrique foi intitulado, no ato de seu nascimento, como Sua Alteza Imperial e Real o Príncipe do Grão-Pará. Nascido na França, durante o Exílio da Família Imperial (1889-1945), Sua Alteza Imperial e Real foi registrado como cidadão brasileiro, no Consulado-Geral do Brasil em Paris. O Príncipe do Grão-Pará foi educado por seu pai, avó – a Princesa Dona Isabel (1846-1921), a Redentora e então Chefe da Casa Imperial do Brasil – e por preceptores, todos imbuídos de prepará-lo para, um dia, tornar-se Imperador do Brasil. Em 1920, seu pai faleceu prematuramente, e o Príncipe Dom Pedro Henrique passou a ser o Príncipe Imperial do Brasil. Com o falecimento da Redentora, em 14 de novembro de 1921, Sua Alteza Imperial e Real se tornou, aos doze anos de idade, o Chefe da Casa Imperial e legítimo Imperador Constitucional e Defensor Perpétuo do Brasil. Sua Alteza Imperial e Real conheceu sua Pátria em 1922, quando a Família Imperial veio ao Brasil para participar das comemorações do Centenário da Independência. Em 1925, aos dezesseis anos de idade, o Chefe da Casa Imperial teve negado o seu pedido de servir às Forças Armadas Brasileiras, pois o Governo temia que sua presença pudesse estimular um contragolpe monarquista. Em 1932, Sua Alteza Imperial e Real concluiu os cursos de Ciências Políticas e Sociais da renomada Universidade de Sorbonne, em Paris, sempre buscando ter o melhor preparo para servir ao Brasil e ao povo brasileiro. Nascida em 9 de setembro de 1914, no Castelo de Nymphenburg, em Munique, capital do antigo Reino da Baviera, e intitulada como Sua Alteza Real Princesa Maria Elisabeth Franziska Josepha Therese da Baviera, a futura Princesa Consorte do Brasil foi a segunda filha e primeira varoa do Príncipe Franz da Baviera (1875-1957) e de sua augusta esposa, nascida Princesa Isabelle de Croÿ (1890-1982). Seu avô paterno foi o Rei Ludwig III da Baviera (1845-1921), o último Monarca Bávaro. Nascida no início da Primeira Guerra Mundial – onde seu pai e outros familiares combateram –, a Princesa Consorte teve uma infância e adolescência turbulentas, devido aos regimes ilegítimos e totalitários que se apoderaram da Alemanha no pós-Guerra. Com a deposição do Rei Ludwig III, em 1918, a Família Real da Baviera partiu para o exílio na Áustria, retornando ao lar apenas na década de 1930. Sua Alteza Imperial e Real recebeu esmerada educação, sendo fluente em alemão, francês e inglês – após o casamento, dominou rapidamente o português. Em 1936, o Chefe da Casa Imperial do Brasil e a então Princesa Maria da Baviera – primos de quarto grau através da Casa de Habsburgo – se conheceram. Os valores monárquicos, cristãos e familiares em comum os aproximou e os jovens Príncipe e Princesa ficaram noivos em 28 de junho de 1937, tendo o Chefe da Casa Imperial dado um lindo anel de safira à sua noiva. O casamento civil foi celebrado na Prefeitura de Munique, em 17 de agosto daquele mesmo ano – inicialmente, seria celebrado no Castelo de Nymphenburg, mas, para que isso ocorresse, teria que ser levada uma fotografia de Adolf Hitler (1889-1945), para que o casamento se fizesse diante da figura do Führer, mas a Família Real Bávara não permitiu que isso acontecesse. Sob as bênçãos do Papa Pio XI (1857-1939), a cerimônia religiosa de casamento foi celebrada dois dias depois, na Capela do Castelo de Nymphenburg, pelo Cardeal Michael von Faulhaber (1869-1952) – que ordenou aquele que veio a se tornar o Papa Bento XVI –, diante do tio da noiva, o Príncipe Rupprecht (1869-1955), Príncipe Herdeiro e Chefe da Casa Real da Baviera, do Rei Afonso XIII da Espanha (1886-1941), da Grã-Duquesa Charlotte de Luxemburgo (1896-1985), do Príncipe Henri (1908-1999), Conde de Paris e, mais tarde, Chefe da Casa Real da França, que era casado com a prima-irmã do noivo, nascida Princesa Dona Isabel de Orleans e Bragança (1911-2003). Também estavam presentes inúmeros representantes das mais diversas Casas Régias e Nobres da Europa, mas nenhum oficial do Governo Alemão foi convidado, o que enfureceu o Partido Nazista. Após o casamento, a noiva passou a ser intitulada como Sua Alteza Imperial e Real a Princesa Consorte – legítima Imperatriz – do Brasil. Depois de visitarem o Papa no Vaticano, onde receberam honras de Chefes de Estado, o Chefe da Casa Imperial e a Princesa Consorte fixaram residência no Mas-Saint-Louis, casa da Princesa Dona Maria Pia, Princesa Imperial Viúva do Brasil, em Cannes, na França. Logo, a Princesa engravidou e, em 6 de junho de 1938, nasceu seu primogênito, o Príncipe Dom Luiz, nomeado em homenagem ao avô paterno e intitulado como Sua Alteza Imperial e Real o Príncipe Imperial do Brasil. Seguiram-se os nascimentos dos Príncipes Dom Eudes (8 de junho de 1939) e Dom Bertrand (2 de fevereiro de 1941) e da Princesa Dona Isabel (5 de maio de 1944), todos registrados como cidadãos brasileiros, na Embaixada-Geral do Brasil em Paris. Desde o seu casamento, o Chefe da Casa Imperial pretendia se mudar para o Brasil, mas a rápida sequência de gravidezes de sua augusta esposa e a eclosão da Segunda Guerra Mundial, em 1939, acabaram por retardar seus planos. Por diversas vezes, a Família Imperial escapou, por pouco, de bombardeios alemães, e chegou a ter sua casa invadida e tomada pelos nazistas. Apenas com o fim da Guerra, em 1945, o Chefe da Casa Imperial, a Princesa Consorte (grávida) e seus quatro filhos embarcaram para o Brasil, a bordo do navio português Serpa Pinto. Ao chegarem à Praça Mauá, logo após o desembarque no Porto do Rio de Janeiro, a Família Imperial foi recebida por uma multidão de pessoas que, jubilosa pelo retorno definitivo de seus Príncipes e Princesas, os carregou nos braços. Ao chegar ao Brasil, o Chefe da Casa Imperial ficou sabendo que seu primo-irmão, o Príncipe Dom Pedro Gastão (1913-2007), 2º Príncipe e Chefe da Casa Principesca de Orleans e Bragança, havia se apoderado de todos os bens no Brasil que pertenciam aos descendentes do Imperador Dom Pedro II (1825-1891). Com recursos limitados, a Família Imperial residiu, inicialmente, no Palácio do Grão-Pará, em Petrópolis, indo depois viver em uma casa no bairro do Retiro, ainda na Cidade Imperial, onde nasceu, em 1º de dezembro de 1945, o Príncipe Dom Pedro de Alcantara – primeiro Príncipe do Brasil a nascer em solo brasileiro desde o seu avô paterno, em 1878. Em 2 de fevereiro de 1948, nasceu o sexto filho do Casal Imperial, o Príncipe Dom Fernando. A Família ainda se mudou para o Rio de Janeiro, onde residiu em casas nos bairros de Santa Teresa e da Urca. Na Cidade Maravilhosa, nasceu o Príncipe Dom Antonio, em 24 de junho de 1950. No ano seguinte, o Chefe da Casa Imperial adquiriu a Fazenda Santa Maria, no norte do Paraná, para onde se mudou com sua esposa e sete filhos. Toda a Família trabalhava, junto aos colonos, nas plantações de café e na criação de animais. Na Fazenda, onde não havia luz elétrica, nasceram os cinco filhos mais novos do Casal Imperial, a Princesa Dona Eleonora (20 de maio de 1953), os Príncipes Dom Francisco (6 de abril de 1955) e Dom Alberto (23 de junho de 1957) e as gêmeas Princesas Dona Maria Thereza e Dona Maria Gabriela (14 de julho de 1959). A Princesa Consorte também se dedicava a catequizar os filhos dos colonos, chegando a compor uma catequese popular, “Miche de Pain” – do francês, “Pedaço de Pão”. Em 1965, sentindo que, como Chefe da Casa Imperial, deveria estar mais próximo aos grandes centros urbanos, onde poderia auxiliar melhor ao povo brasileiro, sobretudo em meios aos tempos turbulentos do Governo Militar (1964-1985), e onde poderia dar uma educação de melhor qualidade aos filhos, o Príncipe Dom Pedro Henrique se mudou, com sua Família, para o Sítio Santa Maria, em Vassouras. Nesta época, o Príncipe Imperial e a Princesa Dona Isabel estavam em Munique, estudando Química e Antropologia, respectivamente; o Príncipe Dom Eudes vivia no Rio de Janeiro, onde servia à Marinha; e o Príncipe Dom Bertrand em São Paulo, onde estudava Direito. O Chefe da Casa Imperial e a Princesa Consorte fizeram questão de transmitir aos seus doze filhos os preciosos valores monárquicos e cristãos que construíram e sustentam o Brasil, ao mesmo tempo em que lhes incutiram a ideia de que “um Monarca não se pertence, pertence à Nação”. O Chefe da Casa Imperial era exímio aquarelista, enquanto a Princesa Consorte era muito versada na arte bávara de pintura em porcelana. Suas Altezas Imperiais e Reais gostavam de pintar juntos e, nos momentos de maior aperto financeiro, vendiam algumas de suas obras de arte. Em 23 de junho de 1966, o Príncipe Dom Eudes renunciou aos seus direitos dinásticos e sucessórios. Em 8 de maio de 1967, Sua Alteza Real desposou a Senhorita Ana Maria Cerqueira César de Moraes e Barros (n. 1945), proveniente de destacada família aristocrática e quatrocentona de São Paulo. Cinco anos mais tarde, em 28 de dezembro de 1972, o Príncipe Dom Pedro de Alcantara também renunciou aos seus direitos, antes de desposar, em 4 de julho de 1974, a Senhorita Maria de Fátima Andrada Baptista de Oliveira Rocha (n. 1952), também descendente da Aristocracia do Império e de José Bonifácio de Andrada e Silva (1763-1838), o Patriarca da Independência. O Príncipe Dom Fernando renunciou em 24 de fevereiro de 1975, para desposar, em 19 de março do mesmo ano, a Senhorita Maria da Graça de Siqueira Carvalho e Baère de Araújo (n. 1952), descendente de nobres cearenses, portugueses e belgas. Em 11 de dezembro de 1980, foi a vez do Príncipe Dom Francisco renunciar aos seus direitos dinásticos e sucessórios, para desposar, dezessete dias depois, a Senhorita Claudia Regina Lisboa Martins Godinho (n. 1954), também descendente de Aristocratas do Império Brasileiro. Enquanto pai, o Príncipe Dom Pedro Henrique lamentava ter de pedir a renúncia de seus filhos, mas, como Chefe da Casa Imperial do Brasil, deveria honrar e preservar as tradições de sua Família. No dia 10 de março de 1981,na Igreja de Nossa Senhora da Glória do Outeiro, no Rio de Janeiro, o Chefe da Casa Imperial e a Princesa Consorte tiveram a alegria de ver sua filha, a Princesa Dona Eleonora, ser desposada pelo Príncipe Michel de Ligne (n. 1951) – atualmente 14º Príncipe e Chefe da Casa Principesca de Ligne. Infelizmente, o Príncipe Dom Pedro Henrique veio a falecer em 5 de julho daquele ano, em Vassouras, vítima de uma doença pulmonar, sendo sucedido, na Chefia da Casa Imperial do Brasil, por seu primogênito, o Príncipe Dom Luiz. Ao longo de sessenta anos, o Príncipe Dom Pedro Henrique havia encarnado e representado, com maestria, os valores e tradições da Monarquia Brasileira. Ao seu funeral, compareceram centenas de monarquistas e diversas autoridades. Sua Alteza Imperial e Real foi sepultado no Jazigo da Família Imperial no Cemitério da Irmandade de Nossa Senhora da Conceição, em Vassouras. Ainda em 1981, a Família Imperial se dirigiu para a Bélgica, onde, em 26 de setembro, o Príncipe Dom Antonio desposou a Princesa Christine de Ligne, com quem veio viver no Brasil. Viúva, a Princesa Dona Maria – agora intitulada como Sua Alteza Imperial e Real a Princesa Mãe do Brasil – passou a viver, com seus filhos mais novos, no Rio de Janeiro, em um apartamento na Rua Custódio Serrão. Sua Alteza Imperial e Real, sempre muito dedicada à caridade, era voluntária na ONG O Sol, onde dava aulas de pintura para moradores de comunidades carentes, para onde ia pegando ônibus. A Princesa Mãe continuou a ser imensamente respeitada pelos monarquistas brasileiros, que a chamavam, afetuosamente, de Imperatriz Mãe. Em 1991, durante Sessão Solene da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro, Sua Alteza Imperial e Real recebeu o título de Cidadã Honorária da cidade. Em 23 de dezembro de 1982, o Príncipe Dom Alberto renunciou aos seus direitos dinásticos e sucessórios, antes de desposar, em 11 de janeiro do ano seguinte, a Senhorita Maritza Ribas Bokel (n. 1961), descendente do Visconde de Torre de Garcia d’Ávila (1785-1852), a primeira pessoa a receber um título de nobreza do Império do Brasil. No dia 30 de outubro de 1995, a Princesa Dona Maria Thereza renunciou antes de ser desposada, cinco dias depois, em 4 de novembro, pelo Senhor Johannes Hessel de Jong (n. 1954), proveniente de uma longa linhagem de nobres não-titulados do Reino dos Países Baixos. Por fim, em 18 de dezembro de 2003, renunciou a Princesa Dona Maria Gabriela, que foi desposada, dois dias depois, pelo Senhor Theodoro Hungria de Silva Machado (n. 1952), também descendente de nobres do Império. A Princesa Mãe pintou jogos de louça para presentear todos os seus filhos e filhas que se casaram. Na velhice, Sua Alteza Imperial e Real dividia seu tempo entre o Rio de Janeiro, o Sítio Santa Maria – onde era cercada pelo carinho de seus muitos netos (vinte e nove no total) – e a Europa – onde visitava suas filhas, a Princesa de Ligne e a Princesa Dona Maria Thereza, Senhora de Jong, e seus irmãos e irmãs. A Princesa Mãe também sempre participava de eventos oficias de grande relevo e de ocasiões ligadas ao Movimento Monarquista. Devido à fragilidade natural da idade e aos problemas de saúde, Sua Alteza Imperial e Real passou seus últimos cinco anos de meio de vida sem sair de casa. Sob os cuidados de enfermeiras, lia muito, tricotava e assistia a DVDs de ópera e balé. A Princesa Mãe do Brasil faleceu às 13h da tarde da sexta-feira, 13 de maio de 2011 – o 123º aniversário da assinatura da Lei Áurea pela avó de seu marido, a Princesa Dona Isabel, a Redentora – confortada em sua fé, tendo recebido a extrema unção e a bênção do Papa Bento XVI, o Papa bávaro. Ao seu redor, estavam seus onze filhos mais novos, além de muitos netos e demais parentes, todos rezando o terço. Sua Alteza Imperial e Real foi sepultada, no dia seguinte, ao lado de seu marido, no jazigo da Família Imperial, localizado no Cemitério da Irmandade de Nossa Senhora da Conceição, em Vassouras. Temos certeza de que o Príncipe Dom Pedro Henrique e a Princesa Dona Maria estão aos pés do Trono de Deus, entoando cânticos e olhando pelo Brasil e seu povo. Sua memória jamais será esquecida, pois Suas Altezas Imperiais e Reais foram um exemplo de postura cristã, além de terem sido senhores de dignidade e honradez que apenas verdadeiros Imperador e Imperatriz poderiam possuir. Foto: casamento do Príncipe Dom Pedro Henrique, Chefe da Casa Imperial do Brasil com a Princesa Maria da Baviera, em 19 de agosto de 1937, no Castelo de Nymphenburg, em Munique. (da esquerda para a direita), a Princesa Imperial Viúva do Brasil, o Príncipe Franz da Baviera, os noivos, o Rei da Espanha, a Princesa Franz da Baviera e a Grã-Duquesa de Luxemburgo. Atrás do Príncipe Franz estão o Conde e a Condessa de Paris.
    Fotos da linha do tempo.



  • Ana Rita Sousa compartilhou a foto de Luciana Ribeiro.
    Jacareí, 21 de Abril de 2007 MENSAGEM DE NOSSA SENHORA "- Filhos caríssimos, EU AMO a todos vós! E é por isso que Continuo vindo do CÉU constantemente para Dar-vos as MINHAS MENSAGENS... É o MEU AMOR que vos faz estar aqui na Minha presença, para ouvir hoje a Minha Voz! É o MEU AMOR que Me faz correr constantemente atrás de vós todos com as MINHAS MENSAGENS, para tentar convertê-los, transformá-los em verdadeiros ‘filhos da luz’ para maior GLÓRIA do SENHOR e do MEU CORAÇÃO... EU quero AMOR SINCERO, já estou farta da falsidade dos seres humanos! Já Estou exausta da falsidade de tantos que se dizem Meus filhos e Meus devotos... Mas em seus corações não é o AMOR VERDADEIRO que EU vejo e sim o amor de si mesmos o amor das criaturas, o amor do mundo e das coisas passageiras. É isso que EU vejo... O amor da própria vontade, o amor do próprio eu... o amor ao mal. Estou exausta de procurar o amor nos corações e não encontrar... Com isso EU apelo à vocês, que abram os seus corações e comecem a criar em vocês mesmos o VERDADEIRO AMOR e a cultivá-lo. De outra forma EU não poderei entrar e viver nas suas almas e nos seus corações. Aproximo-me de muitos corações, mas eles exalam um odor horrível! Por que estão cheios dos apegos de si mesmos e das criaturas e por isso EU me afasto deles. Procurai ter em vossos corações um odor agradável do MEU AMOR, do AMOR VERDADEIRO, do AMOR SINCERO, do AMOR PROFUNDO, LEAL e SANTO... Que os pântanos dos vossos corações apodrecidos pelo amor das criaturas e pelo amor de vós mesmos, se convertam em jardins perfumados cheios de flores belas e odoríferas para agradar a DEUS e para agradar ao MEU CORAÇÃO. Lançai mãos de todos os meios que EU Vos dei:- O ROSARIO MEDITADO, a HORA DA PAZ e TODAS AS DEMAIS ORAÇÕES, pedindo, para pedir a Graça de criar em vós o AMOR VERDADEIRO e PERFEITO. EU Vos digo Meus filhos:- Quem sair desta vida sem aprender e sem criar o VERDADEIRO AMOR em seu coração NÃO entrará no REINO DOS CÉUS... Não entrará... Por isso apressai-Vos, tomai a sério a grande tarefa, de criar em vós mesmos o VERDADEIRO AMOR e fazê-los produzir frutos de santificação, de perfeição para a GLÓRIA DE DEUS! EU Estou aqui para ajudá-los nesta grande tarefa e todos aqueles que acreditarem no MEU GRANDE PODER e que forem dóceis não resistindo à MINHA AÇÃO, todos eles conseguirão a GRANDE GRAÇA de alcançar o PERFEITO AMOR! A PAZ..." *** — com Patrícia Silveira e outras 47 pessoas.
    Álbum sem título.
  • TV Senado

    em 15/07/2014 Via Youtube
    Antônio Carlos Valadares comemora instalação de campus universitário em Nossa Senhora da Glória (SE)

    19/03/2014 - Plenário Discursos - Antônio Carlos Valadares comemora instalação de campus universitário em Nossa Senhora da Glória (SE) Publicado pela primeir...

  • APOLOGÉTICA SOBRE IMAGENS / Ab omni malo, libera nos, Domine - De todo o mal, livrai-nos Senhor "Naquele tempo, haverá um altar erguido ao Senhor, em pleno Egito, e, em suas fronteiras, um obelisco dedicado ao Senhor. E eles servirão de monumento ao Senhor na terra do Egito. Quando maltratados pelos opressores, invocarão o Senhor, e ele lhe enviará um salvador, um defensor que os libertará." (Isaías 19, 19-20) ///////////////// EU ME PERGUNTO? TERIA DEUS PROIBIDO TODA E QUALQUER IMAGEM? / CLARO QUE NÃO PRIMEIRO IMAGENS É UMA COISA! E ÍDOLOS OUTRA COISA TOTALMENTE DIFERENTE. / AGORA: VEJA UMAS DAS PRINCIPAIS PASSAGENS USADAS PELOS PROTESTANTES / ESTÁ EM... Êxodo 20-4,6 agora saiba como nós católicos explicamos esses versículos? / ______________________________________ NOTE QUE A RESPOSTA: - É muito Simples. Mais Muito simples mesmo! / VEJA: O que nos diz o texto original de Êxodo 20,4-6 e não somente este mas também Deuteronômio 5,8? Veja aqui Leonardo o texto original em hebraico, mas não se assuste com as letrinhas diferentes e sem vogais: "לא תעשׁה לך פסל וכל תמונה אשׂר בשׂמים ממעל ואשׂר בארץ מתחת ואשׂר במים מתחת לארץ" Conte a quarta palavra da direita para a esquerda (é assim que se escreve o hebraico) e encontrará a palavra" פסל", que se lê "FESEL" e se traduz no grego por "EIDOLON" e no português por "ÍDOLO". / Portanto, o que Deus realmente está proibindo são IMAGENS DE ÍDOLOS com as quais os hebreus estavam tão acostumados, e não toda e qualquer imagem. / AGORA: / veja o original hebraico de Isaías 42,8 que foi traduzido por "imagens de Escultura": "אני יהוה הוא שמי וכבודי לאחר לא אתן ותהלתי לפסילים" Que é "לפסילים"? Coloquemos este termo no tradutor Google Hebraico-Português e que obteremos de retorno? Isto: "Ídolos"; / Agora nos demais versículos, 45,20 e 51,18 a tradução já é mesmo "ídolo". / agora vamos ler em Atos 28 o que fez o Católico São Paulo quando embarcou em um Navio indo Para ROMA “Ao termo de três meses, embarcamos num navio de Alexandria, que havia passado o inverno na ilha. Este navio levava por INSÍGNIAS* os DIÓSCUROS*". (At 28,11) *INSÍGNIAS : EMBLEMAS, IMAGENS *DIÓSCUROS: A IMAGEM DE CASTOR E PÓLUX, ORNANDO A PROA DO NAVIO / Agora eu ti pergunto aos protestantes? Como pode São Paulo, embarcar num navio de idolatras? Pois o navio tinha imagens de estatuas? / Agora São Paulo não aproveitou a ocasião para condenar aquelas imagens, porque era Católico e não protestante. / QUE NEM EXISTIAM AINDA kkkkkkk) / E mais ele sabia muito bem distinguir Imagem de Ídolo. / AGORA VEJA ESSA PASSAGEM E NOTE QUE DEUS ABITAVA NOS TEMPLOS CHEIOS DE IMAGENS. / VEJA: Quando os sacerdotes saíram do lugar santo, a nuvem encheu o templo do Senhor, de modo tal que os sacerdotes não puderam ali ficar para exercer as funções de seu ministério; porque a glória do Senhor enchia o templo do Senhor" (1 Reis 8, 10-11) / AGORA: É MUITO SOFISMA E MUITA CONTRADIÇÃO PROTESTANTE QUE USA UMA BÍBLIA INCOMPLETA E ADULTERADA TENTAR DESCARADAMENTE CONTESTAR ALGO QUE NÃO É CONTESTADO. / VOU DA UM SÓ EXEMPLO: ALÉM DOS VÁRIOS VERSÍCULOS BÍBLICOS QUE COMPROVAM IMAGENS BIBLICAMENTE AINDA EXISTE TAMBÉM A ARQUEOLOGIA E A GEOGRAFIA QUE COMPROVAM AS IMAGENS USADAS PELAS IGREJAS CATÓLICAS DO PRIMEIRO SÉCULO. / E OUTRA: SEM CONTAR OS PADRES DA IGREJA OS PADRES APOSTÓLICOS OS ESCRITORES ECLESIÁSTICOS E OS HISTORIADORES E OS CRONISTAS DOS 4 PRIMEIROS SÉCULOS DA ERA CRISTÃ. / VEJA AS CONTRADIÇÕES PROTESTANTES QUE DIZEM QUE DEUS PROÍBE IMAGENS / NOTAS: MAIS ESSE MESMO DEUS QUE PROÍBE AS IMAGENS DIZ A MOISÉS QUE ESCOLHEU UM ESCULTOR ESSE MESMO ESCULTOR QUE CONSTRUIU A ARCA DA ALIANÇA. / VEJA Deus informa a Moisés o seguinte: Eu escolhi Bezalel, filho de Uri, filho de Hur, da tribo de Judá, e o enchi do Espírito de Deus, dando-lhe destreza, habilidade e plena capacidade artística para (desenhar) e executar trabalhos em ouro, prata e bronze, para talhar e esculpir pedras, para entalhar madeira e executar todo tipo de obra artesanal. /////////////////////////////////////////// AGORA PARA NÃO RESTAR DUVIDAS ENTRE NESSE SITE DO MEU AMIGO RAFAEL RODRIGUES E VOCÊ VAI VÊ QUE IMAGENS JÁ ERAM USADAS PELOS APÓSTOLOS E PELOS PADRES APOSTÓLICOS NAS IGREJAS DO PRIMEIRO SECULO DA ERA CRISTA! / ENTRE E VEJA: http://www.apologistascatolicos.com.br/index.php/apologetica/imagens/540-as-pinturas-mais-antigas-dos-apostolos-de-jesus ///////////////////////////// Longe da ignorância dos fanáticos freqüentadores de seitas tupiniquins, na Ilha de Malta, na Reunião Mundial das igrejas protestantes, foi assinado um acordo onde 92% das Igrejas Luteranas entre outras, já reconheceram que as imagens católicas não são e nunca foram ídolos. A esse respeito, sugiro a leitura do livro “História da Igreja”, vol. 3, de Martin N. Dreher, Ed. Sinodal, em especial as págs. 53 a 57, já que se trata de uma editora protestante e um autor protestante, que defendem o uso de imagens nas igrejas de Deus. Olha Leonardo foi descoberta a igreja católica mas antiga do mundo vou ti mandar o l site aí você entra nela ok ela é repleta de imagens / http://filhosprediletosdemaria.blogspot.com.br/2012/05/a-surpresa-de-megido-e-igreja-crista.html ////////////////////////////////////////////// As imagens são várias e varias vezes na Bíblia solicitadas por Deus, e já eram usadas pelos primeiros Cristãos: / Vem dos primeiros tempos do Cristianismo, envolvendo até o Apóstolo São Pedro, que teria chegado na Península Ibérica com uma imagem de Nossa Senhora Jerusalemitana, esculpida por São Lucas.” Diz o jornalista, pesquisador de História e escritor J. Muniz Jr. (Jornal A Tribuna de Santos, 9/9/97). / Também dizia o grande teólogo primitivo Santo Agostinho (354-430): “Não há, pois, superstição alguma nas peregrinações do povo cristãos a certos lugares em que Deus obra milagres pelas relíquias ou imagens dos santos.”(Biblioteca Patrística). Morre o embuste protestante. / Deus proíbe ídolo deus e não “imagens de esculturas”. EU ADORO DECIFRAR FARSAS PROTESTANTE PELA PATRÍSTICA PELA ARQUEOLOGIA E PELA BÍBLIA: Entenda protestantes que o falsário tradutor protestante, João Ferreira de Almeida, adulterou as já incompletas bíblias protestantes, colocando o termo “Imagens de Escultura” onde nos originais constam ÍDOLO, para fazer confusão. Se examinarmos o texto original hebraico, notaremos que em ambas as citações do Êxodo e do Deteuronônio falam claramente que aquilo que os protestantes e más traduções traduzem por “IMAGENS DE ESCULTURA”, na verdade, deveria ser traduzido por ÍDOLOS, pois a palavra hebraica utilizada é “PESEL” que se traduz no grego por “ÊIDOLON” e em português por ÍDOLO. / Esta é uma dentre as muitas querelas que, examinadas a fundo, a Igreja Católica está claramente com a razão. Como poderia Deus proibir “imagens de escultura” se mandou construir duas para colocar sobre a arca da aliança que guardavam as tábuas, que na verdade proíbem ÍDOLOS???? Exemplos das falsificações protestantes estão em (Isaías 44,9-10,15,17). O falsário protestante, além de enfiar “imagem de escultura” onde consta ÍDOLO, ainda enfiou criminosamente a palavra “procissão” em (Is 45,20). / Mas não conseguiu adulterar os versículos seguintes, que restauram o sentido verdadeiro dos originais, com o ídolo de Micas, que não era mais um deus, transformado em “imagem de escultura” para a casa de Deus. / VEJA: E os filhos de Dã levantaram para si aquela IMAGEM DE ESCULTURA, e Jônatas, filho de Gérson, o filho de Manassés, ele e seus filhos foram sacerdotes da tribo dos danitas, até ao dia do cativeiro da terra. Assim, pois, A IMAGEM DE ESCULTURA, que fizera Mica, estabeleceram para si, todos os dias que a casa de Deus esteve em Siló” (Jz 18,30-31). (conf. Bíblia J. Ferreira). / Deus só proibia figura de si, enquanto ninguém o viu naquele instante no monte Horebe (Dt 4,15-19), se o esculpissem estariam mentindo, se o comparassem com as figuras que Ele descreve, podendo incorrer na fabricação da imagem de um falso deus pagão. Mas logo, muitos viram Deus: Jacó viu Deus cara a cara (Gênesis 32,30); Moisés e os anciões de Israel viram Deus (Êxodo 24,9-11); Deus falou com Moisés cara a cara (Êxodo 33,11) (Deuteronômio 34,10); Ezequiel viu Deus em uma visão (Ezequiel 1,27-28). Com o passar do tempo, relata a bíblia: / Assim, pois, A IMAGEM DE ESCULTURA, que fizera Mica, estabeleceram para si, todos os dias que a casa de Deus esteve em Siló” (Jz 18,30-31). (conf. Bíblia J. Ferreira). E outra coisa não se pode esquecer jamais que todos utensílios para o altar e o altar ungidos(consagrados) se tornam coisas santas: VEJA: / Tomarás o óleo de unção e ungirás com ele o tabernáculo com tudo o que ele contém; consagrá-lo-ás com todo o seu mobiliário para que ele se torne uma coisa santa. / Ungirás o altar dos holocaustos e todos os seus utensílios; em virtude de tua consagração, o altar se tornará uma coisa santíssima.” (Ex 40, 9-10) / No templo no lugar santíssimo Deus manda oferecer sacrifícios para perdão dos pecados e que se derrame o sangue deste sacrifício onde esta duas IMAGENS DE ESCULTURA. // AGORA VEJA: Essa exaustiva concordância Strong (dicionário das línguas bíblicas, e protestante) traduz essa palavra como: 06459 pecel procedente de 6458; DITAT - 1788a; n. m. 1) ídolo, imagem ///////////////////////////////////////////////////////// Como vemos a palavra não diz respeito a qualquer imagem, e sim a ídolos esculpidos, ou seja imagens de ídolos. De fato pode ser traduzida como imagem, mas não diz respeito a qualquer imagem e sim especificamente ídolos esculpidos. Dessa forma vemos que a passagem é uma clara referência aos deuses do Egito, como constataremos a baixo: / “Não farás para ti ídolos ou coisas alguma que tenha a forma de algo que se encontre no alto do céu…”. (êxodo 20, 4) O que estava no céu, eram os deuses dos ares do Egito:Descrição: http://www.apologistascatolicos.com.br/images/ra.png RÁ (ou Rê), o criador dos deuses e da ordem divina egípcia. Foi retratado pela arte egípcia sob muitas formas e denominações e era também representado por um falcão, por um homem com cabeça de falcão ou ainda, mais raramente, por um homem. Quando representado por uma cabeça de falcão estabelecia-se uma identidade com Hórus, outro deus solar adorado em várias partes do país desde tempos remotos. / Descrição: http://www.apologistascatolicos.com.br/images/ibis.pngÍ BIS, uma ave pernalta de bico longo e recurvado. Existe uma espécie negra e outra de plumagem castanha com reflexos dourados, mas era o íbis branco, ou íbis sagrado,que era considerado pelos egípcios como encarnação do deus Thoth. Um homem com cabeça de íbis, era outra das representações daquele deus. / HÓRUS, filho de Isis e Osíris. Ele é representado como um homem com cabeça de falcão ou como um falcão, sempre usando as duas coroas do Alto e Baixo Egito. Na qualidade de deus do céu, Hórus é o falcão cujos olhos são o sol e a lua. / TOTH, era o deus-escriba e o deus letrado por excelência. Representado como um íbis ou um homem com cabeça de íbis, ou ainda um babuíno. / embaixo na terra…”. (Êxodo 20, 4) O que estava na terra eram os deuses e animais terrestres do Egito: ANÚBIS, filho de Seth e Néftis, é o mestre dos cemitérios e o patrono dos embalsamares. É na realidade o primeiro entre eles, a quem se deve o protótipo das múmias, a de Osíris. Todo egípcio esperava beneficiar-se em sua morte do mesmo tratamento e do mesmo renascimento desta primeira múmia. Anúbis também introduz os mortos no além e protege seus túmulos com a forma de um cão, vigilante. / ÁPIS, o boi sagrado que os antigos egípcios consideravam como a expressão mais completa da divindade sob a forma animal e que encarnava, ao mesmo tempo, os deuses Osíris e Ptah. O culto do boi Ápis, em Mênfis, existia desde a I dinastia pelo menos. Também em Heliópolis e Hermópolis este animal era venerado desde tempos remotos. Essa antiga divindade agrária, simbolizava a força vital da natureza e sua força geradora. / KHEPRA, (escaravelho, em egípcio) ou um homem com um escaravelho no lugar da cabeça também representavam o deus-Sol. Nesse caso o besouro simbolizava o deus Khepra e sua função era nada menos que a de mover o Sol, como movia a bolazinha de excremento que empurrava pelos caminhos. Associados à idéia mitológica de ressurreição, os escaravelhos eram motivo freqüente das peças de ourivesaria encontradas nos túmulos egípcios. / BABUINO ou cinocéfalo é um grande macaco africano, cuja cabeça oferece alguma semelhança com os cães. No antigo Egito este animal estava associado ao deus Thoth, considerado o deus da escrita, do cálculo e das atividades intelectuais. Era o deus local em Hermópolis, principal cidade do Médio Egito. Deuses particularmente numerosos parecem ter se fundido no deus Thoth: deuses-serpentes, deuses-rãs, um deus-íbis, um deus-lua e este deus-macaco. / APÓFIS, a serpente que habitava o além-túmulo, representava as tempestades e as trevas. As serpentes estavam entre os adversários mais perigosos e o demônio líder de todos eles era Apófis a grande serpente. / BASTET, uma gata ou uma mulher com cabeça de gata simbolizava a deusa Bastet e representava os poderes benéficos do Sol. Seu centro de culto era Bubástis, cujo nome em egípcio ( Per Bast ) significa a casa de Bastet. Em seu templo naquela cidade a deusa-gata era adorada desde o Antigo Império e suas efígies eram bastante numerosas, existindo, hoje, muitos exemplares delas pelo mundo. / GEB, o deus da Terra é irmão e marido de Nut. É o suporte físico do mundo material, sempre deitad o sob a curva do corpo de Nut. Ele é o responsável pela fertilidade e pelo sucesso nas colheitas. Ele estimula o mundo material dos indivíduos e lhes assegura enterro no solo após a morte. Geb umedece o corpo humano na terra e o sela para a eternidade. Nas pinturas é sempre representado com um ganso sobre a cabeça. / ou nas águas debaixo da terra.”. (Êxodo 20, 4) Por fim o que estava nas águas eram justamente os deuses animais que ficavam nas águas e que eram adorados no Egito: / SEBEK, um crocodilo ou um homem com cabeça de crocodilo representavam essa divindade aliada do implacável deus Seth. O deus-crocodilo, era venerado em cidades que dependiam da água, como Crocodilópolis. / TUÉRIS, (Taueret ) era a deusa-hipopótamo que protegia as mulheres grávidas e os nascimentos. Ela assegurava fertilidade e partos sem perigo. Adorada em Tebas, é representada em inúmeras estátuas e estatuetas sob os traços de um hipopótamo fêmea erguido, com patas de leão, de mamas pendente s e costas terminadas por uma espécie de cauda de crocodilo. / Será que é mera coincidência, Deus ter proibido as “imagens” justamente quando os judeus saíram do Egito? E por que esta proibição se assemelha tanto aos deuses do Egito? É apenas uma coincidência? / Para que não haja mesmo qualquer dúvida ou questionamento de que Deus se referia aos falsos deuses do Egito, ao pedir que o povo não praticasse idolatria, nem fizesse "imagens", leremos agora um trecho do livro de Josué, que foi quem substitui Moisés: / “Agora, pois, temei o Senhor e o servi-o com inteligência e fidelidade. Afastai os deuses aos quais vossos pais serviram do outro lado do rio e no Egito, e servi ao Senhor”. (Josué 24, 14). / E para termos ainda mais certeza de que Deus falava claramente dos falsos deuses do Egito, leiamos o que fala também, Ezequiel 8, 8-10: “Filho do homem, disse-me ele, fura a muralha, quando a furei, divisei uma porta. Aproxima-te, diz ele, e contempla as horríveis abominações a que se entregam aqui. Fui até ali para olhar: enxerguei aí toda espécie de imagens de répteis e animais imundos e, pinturas em volta da parede, todos os ídolos da casa de Israel”. //// Agora o que podemos perceber com essa passagem bíblica? Obviamente que os sacerdotes estavam adorando os falsos deuses em forma de répteis e animais, que Deus havia proibido que fossem adorados. / Saibas que o próprio Josué que condenou as imagens dos ídolos, se prostrou diante das imagens da Arca da Aliança e isso não foi caracterizado como idolatria: / VEJA "Josué rasgou suas vestes e prostrou-se com a face por terra até a tarde diante da arca do Senhor, tanto ele como os anciãos de Israel, e cobriram de pó as suas cabeças" (Josué 7, 6) ////////////// A serpente de Bronze: "E disse o Senhor a Moisés: Faze uma serpente ardente e põe-na sobre uma haste; e será que viverá todo mordido que olhar para ela. E Moisés fez uma serpente de metal e pô-la sobre uma haste; e era que, mordendo alguma serpente a alguém, olhava para a serpente de metal e ficava vivo." (Nm 21,8-9) ////////////////////// NOTAS: / A própria serpente de bronze foi uma prefiguração de Cristo e ele próprio confirma isto, ou seja a crucificação de Cristo foi representada com uma imagem de cobra: “Como Moisés levantou a serpente no deserto, assim deve ser levantado o Filho do Homem,” (João 3, 17) / Estaria Moisés cometendo idolatria? O templo de Salomão: E no oráculo fez dois querubins de madeira de oliveira, cada um da altura de dez côvados.” (I Reis 6, 23) / E revestiu de ouro os querubins. E todas as paredes da casa, em redor, lavrou de esculturas e entalhes de querubins, e de palmas, e de flores abertas, por dentro e por fora.” (I Reis, 6, 28-29) / “E sobre as cintas que estavam entre as molduras havia leões, bois, e querubins, e sobre as molduras uma base por cima; e debaixo dos leões e dos bois junturas de obra estendida.” (I Reis 7, 29). / Para o interior do Santo dos Santos, mandou esculpir dois querubins e os revestiu de ouro.” (II Crônicas 3,10) / E outra era neste mesmo templo que os apóstolos e Jesus iam para orar: VEJA: "Jesus passeava no templo, no pórtico de Salomão." (João 10,23) / "Enquanto isso, realizavam-se entre o povo pelas mãos dos apóstolos muitos milagres e prodígios. Reuniam-se eles todos unânimes no pórtico de Salomão."(Atos 5, 12) / Me diga protestantes?Estariam Jesus e os apóstolos sendo idólatras ao frequentar um templo repletos de imagens de escultura? / Olha só aqui fica mais do que provado , que Deus nunca proibiu a fabricação de imagens e sim de ídolos para a adoração, colocando-os no lugar do próprio Deus. / Existem milhares de referências bíblicas que apoiam as imagens / Saibas que todos os templos de Deus tinham milhares de milhares de imagens e eu provo pela geologia pela arqueologia pela bíblia e por mais de 50 historiadores dos primeiros séculos / Protestantes entenda que a idolatria é uma palavra formada por dois radicais, ido, que provém de ídolo e latria, que significa culto a uma divindade /////// VEJA: Outras passagens bíblicas que apoiam as imagens. E ainda: Me prostro voltado para o teu sagrado templo” (Sl 138(137),2 / E lá (no teu santuário), ó Senhor, possamos cantar com o Salmista: “Nós nos saciamos com os bens da tua casa, com as coisas sagradas do teu templo” (Sl 65(64),5). / PROTESTANTES CHAMEM ESSE VERSÍCULO DE IDOLATRIA POIS É ISSO QUE A IGREJA FAZ NOS SEUS TEMPLOS. / Por outro lado, eu teria – se possível fosse – um enorme prazer em visitar o Templo de Deus, que Salomão mandou edificar; e no qual a glória de Deus pousou. / Lugar Sacro em que abundavam inúmeras imagens de animais (touros e leões) – imagens que participavam do Verdadeiro Culto a Deus. Aliás, imagens sagradas e abençoadas e que, portanto, conjuntamente com todo o Templo do Altíssimo, eram reverenciadas. Está escrito: “Reverenciareis meu santuário” (Lv 19,30). / VEJA: Ezequiel 8 6 E ele me disse: Filho do homem, vês tu o que eles estão fazendo? As grandes abominações que a casa de Israel faz aqui, para que me afaste do meu santuário; Mas verás ainda outras grandes Abominações. E levou-me à porta do átrio; então olhei, e eis que havia um buraco na parede.8 Então ele me disse: Filho do homem, cava agora na parede. E quando eu tinha cavado na parede, eis que havia uma porta.9 Disse-me ainda: Entra, e vê as ímpias abominações que eles fazem aqui. Entrei, pois, e olhei: E eis que toda a forma de répteis, e de animais abomináveis, e todos os ídolos da casa de Israel, estavam pintados na parede em todo o redor. / Agora leia que no livro de Ezequiel, ídolos são figuras de répteis! Agora eu pergunto protestantes? O que as figuras de répteis tem a ver com o catolicismo??? Agora, veja que no mesmo livro de Ezequiel ele citando as imagens permitidas dentro do templo, e detalhe, / ELES POSSUEM ROSTO HUMANO! / VEJA: Ezequiel 41 1 ENTÃO me levou ao templo, e mediu os pilares, seis côvados de largura de um lado, e seis côvados de largura do outro, que era a largura da tenda.(…)17 No espaço em cima da porta, e até na casa, no seu interior e na parte de fora, e até toda a parede em redor, por dentro e por fora, tudo por medida. 18 E foi feito com querubins e palmeiras, de maneira que cada palmeira estava entre querubim e querubim, e cada querubim tinha dois rostos. / 19 A saber: um rosto de homem olhava para a palmeira de um lado, e um rosto de leãozinho para a palmeira do outro lado; assim foi feito por toda a casa em redor. / Agora vejam essas outras passagens bíblicas que vai contra ao analfabetismo bíblico e histórico do meio do protestantismo. / Salomão mandou colocar no Santo templo imagens de - 2 QUERUBINS no Oráculo (III Reis 6,23-28), / -mandou colocar no templo 12 BOIS na bacia de bronze! (III Reis 7,25); / Mandou colocar no templo BOIS e LEOES E QUERUBINS! (III Reis 7,28-29) e E ainda como que figuras de HOMENS EM PÉ”, e / MAIS QUERUBINS e LEÕES (III Reis 7,36); / Protestantes quando se estuda nas fontes as palavras os costumes e as línguas primitivas dos escritores das época dos fatos você não contradiz. / VEJA: Que as representações simbólicas dos querubins – muito provavelmente – possuíam pés e mãos, não é mesmo? Da vida acreditam que os “querubins da glória” (Hb 9,5) eram cotos ou aleijados? / As estátuas querubínicas da Arca da Aliança são representadas possuindo pés e mãos. OBS.: Que na Vulgata, inclusive, é citada que, no Templo de Jerusalém, a presença de uma imagem de homem: Apresentando como que a figura de um homem de pé” (III Reis 7,36)>> [BÍBLIA SAGRADA (Traduzida da Vulgata). 15a. Edição, Edições Paulinas, SP, 1998, p. 378].– [III Reis 7,36 equivale, nas demais traduções da Bíblia, a 1 Reis 7,36] / b)Ao citar o texto do Deuteronômio, você Maurício Pereira da Silva frisou: imagem de “homem e mulher “. Por que ele não frisou também a parte antecedente que diz: “Imagem esculpida em forma de ídolo” (Dt 4,16). / Assim, Deus haveria especificado a proibição da Lei como sendo só sobre as estátuas (isto é, “imagem esculpida”) e não com referência a qualquer tipo de imagem. / Essa proibição do Deuteronômio inclui: a pintura, o desenho, o mosaico, o vitral, os bordados, as tapeçaria, posters, etc? / Se dizes que sim; então, prove! Pois, pelo texto bíblico é dito especificadamente: “imagem esculpida em forma de ídolo”(cf. Dt 4). Repito, pelo texto do deuteronômio citado, NÃO é qualquer tipo de imagem; mas “ESTÁTUA” e ainda, esta estátua, tem que ser “em forma de ídolo”. / (Sugerindo, assim, que existem estátuas que não possuem a forma idolátrica e estas, por conseguinte, também não seriam proibidas). / Em suma, por tal inferência,então, poder-se-ia afirmar que: “Todo ídolo – obrigatoriamente – teria que ser uma estátua; mas nem toda estátua seria um ídolo” (assim como todo dólar é dinheiro; mas nem todo dinheiro é dólar); / Haja vista existirem estátuas aceitas no templo (querubins, leões, touros: 1Rs 7,29; além de escultura de guirlandas e palmas: 2 Cron 3,5),afora a estátua da serpente de bronze (cf. Nm 21,8-9) ou dos ratos e tumores (cf. 1Sm 6,11). / Há ainda a estátua que ficou – por um bom período de tempo – na Casa de Deus em Silo: “Eles instalaram para seu uso a imagem que Micas havia esculpido, e ela permaneceu lá todo o tempo em que subsistira a casa de Deus em Silo” (Jz 18,31). / E o Dicionário? No Dicionário Aurélio 3.0 – Século XXI” também é dito que honrar é venerar. E agora Maurício Pereira da Silva ? Tu não honrarás mais teus pais porquanto – no Aurélio – venerar significar honrar? / E como fica o santo mandamento que diz: “Honra teu pai e tua mãe” (Lc 18,20); bem como a seguinte sentença bíblica que diz: “Se alguém me serve, meu Pai o honrará” (Jo 12,26); ou ainda: “Honrai a todos” (1 Ped Aliás, no mesmo dicionário, “venerar” / Significa respeitar. Será que não mais respeitará nada e ninguém, exceto Deus?… Eu creio que não! Pois, certamente, continuará respeitando muitas coisas; bem como dando a honra a quem é devida a honra, não é mesmo?… Aí eu me pergunto: você honra os santos de Deus? Você os respeita? Sim ou não?… Você respeitaria as imagens do Templo de Jerusalém? / {Lembre-se –- segundo o Aurélio respeitar é venerar (e que, presumidamente, seria o mesmo que adorar).] Você as respeitaria ou não?… E como Adorar, segundo o citado dicionário, é igual a idolatrar; então, não te incomodarias de ser chamado de “idolatrador” de Deus? [Eu porém não idolatro Deus, eu o adoro!] Segundo o mesmo dicionário, adorar é amar extremamente. E me responda, então: “Deus amou o mundo: pouco, medianamente, ou em extremo? / Não foi em extremo,? A ponto de – conforme está escrito – entregar ao seu Filho amado para salvação do mesmo: “Deus amou tanto o mundo, que entregou o seu Filho único” (Jo 3,16). Por conseguinte, segundo aquele que vulgarmente é denominado de “Pai dos Burros”, Deus teria cometido o pecado da idolatria;? Esse é um cipoal em que se meteste, / (E com dicionário embaixo do braço!… Melhor seria fechá-lo, e rapidamente! Antes que, “com pés e mãos” Sejas, tu, laçado nos fogo do inferno – conforme asseverou Nosso Senhor Jesus Cristo.) / Eu, porém, digo: têm certos lugares (“as sinagogas de Satanás”) que peço a Deus não precisar nunca ir para não ter, quiçá, que me depara com os “cães” (Mt 7,6), “víboras” (Mt 23,33) e todo tipo de “bestas” – que por lá possa haver? Por outro lado, eu teria – se possível fosse – um enorme prazer em visitar o Templo de Deus, que Salomão mandou edificar; e no qual a glória de Deus pousou. Lugar Sacro em que abundavam inúmeras imagens de animais (touros e leões) – imagens que participavam do Verdadeiro Culto a Deus. Aliás, imagens sagradas e abençoadas e que, portanto, conjuntamente com todo o Templo do Altíssimo, eram reverenciadas. / Está escrito: “Reverenciareis meu santuário” (Lv 19,30). E ainda Me prostro voltado para o teu sagrado templo” (Sl 138(137),2). [O Santuário, como é bem sabido, estava cheio de imagens. / ]…E lá (no teu santuário), ó Senhor, possamos cantar com o Salmista: “Nós nos saciamos com os bens da tua casa, com as coisas sagradas do teu templo” (Sl 65(64),5). / AGORA UMA OUTRA OBS.: o Templo e tudo que havia nele eram sagrados! Portanto, cada objeto de lá, inclusive, as imagens, não podiam ser tidos com simples enfeites - eram ornamentos sacros com significados simbólicos-religiosos. Olha os que ignoram a Escritura é preciso deixar claro: o que é proibido é a prostração “adorativa” perante criaturas (sejam imagens ou não); e não a prostração SEM adoração. Vejamos, aluguns exemplos, lícitos, de prostrações sem a adoração: / - “Betsabéia se ajoelhou e se prostrou diante do rei” (1 Rs 1,16). / - “Quando chegou o profeta Natã… Ele veio perante o rei e se prostrou diante dele” (1 Rs 1,22s.) – “Esse terceiro chefe subiu, dobrou os joelhoes diante de Eliseu e suplicou-lhe assim: “Ó homem de Deus…” ” (2 Rs 1,13). - “Prostrai-vos perante o seu monte sagrado” (Sl 99(98),9). / Protestantes aprendam uma coisa que em primeiro lugar, que nenhum dicionário é tratado de epistemologia, de hermenêutica ou de exegese. E saiba que qualquer estudo mais sério de sinonímia lhe dirá que não há sinônimo que seja absolutamente equivalente. / Também aprenda, que se existem duas palavras distintas para designar algo ou uma ação, é porque cada uma delas dá um matiz diverso da coisa ou da ação designada. Se duas palavras são absolutamente idênticas, a língua tende a eliminar uma delas. / Assim eu ti provo biblicamente e por mais de 80 escritores e padres da igreja dos primeiros séculos da era cristã que, adorar não é venerar, nem, muito menos, idolatrar. Pois cada uma dessas palavras tem sentidos diferentes. / Agora se o seu “pai de burros” não faz essa distinção, é porque é um “Pai de burros” muito pouco sábio. E apesar de o mais famoso “pai de burros”, no Brasil, se chamar Aurélio, compará-lo com qualquer “Pai de Burros ” estrangeiros, verá logo uma diferença… uma diferença… digamos… gigantesca olha (hesitei na escolha do adjetivo, e coloquei um muito vulgar, só para manter o respeito). / Protestantes aprenda que adorar significa reconhecer como Deus, criador de todas as coisas. Já a palavra idolatrar, embora seu amigo Aurélio — que não mora aqui em casa — não explique isso, significa em certo sentido o oposto, pois designa a ação de adorar uma criatura em vez de adorar o Criador. / Materialmente, a ação de adorar e a ação de idolatrar são idênticas. Formalmente são opostas. / Compreenda protestantes que a diferença entre matéria e forma, na consideração de uma ação. Mas, para auxiliar suas contradições dou-lhe um exemplo didático, visto que um protestante é especialista em dicionário e em leitura enviezada da Bíblia que normalmente anda tão atarefado em decorar e citar a Escritura por “centímetros” e “milímetros”, que facilmente pode ter esquecido uma coisa tão primária. / Ademais, o “pai dos burros” nacionais, ou mesmo seus eqüivalentes estrangeiros, não trata disso. Agora muitos protestantes não querem ser protestante e outros por vergonha preferem ser chamados de cristão! MAIS EU TI DIGO E AFIRMO QUE OS PROTESTANTES SÃO CHAMADOS DE PROTESTANTES MESMO. Pois não existe a religião “evangélica”. Esse adjetivo é falsamente usado pelas seitas protestantes muito hoje em dia. / As seitas protestantes se esconde, por trás do adjetivo “evangélico”, que é vago demais. Pois nele cabem os luteranos que crêem que Cristo é Deus. / Nele se escondem também os Testemunhas de Jeová que não crêem na divindade de Cristo. Há milhares de seitas que se dizem evangélicas, cada uma acreditando ser a única verdadeira igreja. / Na verdade os protestantes, São filho de Lutero. E não é preciso ser alemão para ser protestante, isto é, para ser filho de Lutero. Há, infelizmente, brasileiros filhos dele (e do dicionário). Os protestantes não anda bem da lógica. Vou ti da uma prova? / Os protestantes costumam sempre citar o texto do II livro dos Reis (XVIII, 3-4) para provar que o Rei Ezequias destruiu a serpente de bronze feita por Moisés. Obrigado pela prova de que tenho razão. Pois o que prova esse texto que as seitas citam? / PROVA: 1) Que Moisés fizera de fato uma serpente de bronze; 2) que essa serpente fora conservada pelos judeus durante longo tempo; 3) que eles acabaram por adorá-la ou a prestar-lhe culto indevido; 4) que por isso, Ezequias a quebrou. /////////////// Agora eu digo? Teria agido mal Moisés ao fazer a serpente de bronze? É claro que não, pois foi o próprio Deus quem ordenou fazê-la e olhar para ela para que os judeus se curassem. / Erraram os judeus conservando-a? É evidente que não, porque mostravam gratidão e obediência a Deus. / E entre os que conservaram estavam Moisés, Josué, os Juízes, Daví, Salomão. Será que todos eles estavam errados? Será que nenhum deles tinha um “Aurélio” — um dicionário à mão para saber que adorar, venerar, reverenciar, amar extremamente é tudo a mesma coisa? E nenhum deles contou com um sábio protestante para aconselhá-lo? Por que, durante tantos séculos, Deus e seus enviados permitiram que se guardasse a serpente de bronze? / É evidente que permitiram porque ela não era adorada. Quando a transformaram abusivamente em ídolo, Ezequias a destruiu. / Mas fique sabendo, que abusus non tolit usum. E não pense que isso é lei da Igreja: é um princípio jurídico do Direito Romano. / O abuso não tolhe o uso. Por isso Leonardo que se alguém abusa do culto de dulia de um santo e de sua imagem, e passa da veneração a idolatria, isso é um abuso condenável que não proíbe nem invalida o culto de dulia — e não de latria — de um santo e de sua imagem. Erraram depois os judeus transformando-a em ídolo? Evidente que sim, e, por isso fez bem Ezequias em destruí-la. / Portanto, enquanto não se adora uma imagem como se fosse Deus, é lícito tê-la e mesmo “olhar para ela para ser curado” como Deus mandou. ///////////////////////////////////////////////////////////// Vendo-o, pois, os filhos dos profetas que estavam defronte em Jericó, disseram: O espírito de Elias repousa sobre Eliseu. E vieram-lhe ao encontro, e se prostraram diante dele em terra. (2Re 2:15 ACF) /// Desaprovação que muitos protestantes têm para com o costume católico de ter imagens religiosas e estátuas surge suspeita de que os católicos cometer o pecado de idolatria a adorá-los (o que é proibido em Êxodo e Deuteronômio 20,3-5 5.6. - 9). O que eu digo: Esse erro é muito mais amplo do que podemos imaginar. / Veja que advertências contra a idolatria aparecem por toda a Bíblia (por exemplo, 33,52 Números, Deuteronômio 7,5, 25, 9,12, 12,3, 2 Reis 17,9-18, 23,24, 2 Crônicas 23:17 ; 28,1-3, 22,18-25, 34,1-7). Em 1 Coríntios 10,14 Paulo escreveu: " Amados, Shun a adoração de ídolos "(Romanos 1,18-23). / Mais saibas que Deus condena o pecado da idolatria, seja na forma de estátuas, coisas materiais, sexo, poder, tudo o que se torna um ídolo. Mas Ele não proíbe imagens religiosas, desde que sejam usados corretamente. / Por exemplo, em Êxodo, capítulo 25, Deus ordena a Moisés a esculpir estátuas de anjos. " Senhor falou a Moisés dizendo ... Farás também dois querubins de ouro maciço, o que em ambas as extremidades do propiciatório: faça o querubim primeiro em uma extremidade e segundo na outra. A forma querubins um corpo com o propiciatório em suas duas extremidades. Eles vão estar com as asas estendidas acima, ofuscando o propiciatório com eles, frente a frente, com o rosto virado para a misericórdia ... Não vou encontrar contigo de cima do propiciatório, do meio dos dois querubins sobre a arca do Testemunho você se comunica tudo o que tenho para te ordenar para os israelitas. "(Êxodo 25,1.18-20.22, ver também 26,1) / Isto mostra claramente que há circunstâncias em que as imagens religiosas não são apenas permitidas, mas também muito agradável a Deus . / Outro exemplo é descrito em mais incidente 1 Samuel 6,1-18. Em Êxodo 28,31-34 o Senhor ordenou que vestes sacerdotais de Arão adornados com imagens de romãs. Em Números 21,8-9 Ele ordenou a Moisés, para esculpir a imagem de uma cobra milagrosamente curado picadas de cobras venenosas (uma estranha prenúncio da cruz de Cristo [cf João 3:14). E em 2 Reis 18,4, quando as pessoas começaram a adorar a serpente de bronze, o rei imediatamente destruído. O que antes era uma imagem legítima sagrado tornou-se um objeto de idolatria. (Um conto de advertência para qualquer um tentado a superstição ou idolatria). / Agora Observe o que Deus disse a Salomão, quando construiu o Templo: " "Para esta casa que você está construindo, se você andar nos meus estatutos, de acordo com trabalhos meus juízos e manter todos os meus mandamentos para andar de acordo com eles, eu mantenho a minha palavra contigo, o que eu disse a Davi, teu pai, habitar entre os filhos de Israel e não desampararei o meu povo de Israel "Salomão construiu a casa, e terminou "(1 Reis 6,12-14). / Entenda protestantes que esta declaração é muito importante porque o templo continha um grande número de estátuas e imagens, incluindo anjos, árvores, flores, bois e leões (cf. 1 Reis 6,23-35, 7,25.36).Decisão de Salomão para incluir estas imagens religiosas veio o dom da sabedoria que Deus havia abençoado com (cf. 1 Rs 3,1-28). / E longe de ser perturbado por estas imagens " Senhor disse: "Eu ouvi a oração e súplica de ter executado antes de mim. Eu consagrei esta casa que você construiu para colocar o meu nome para sempre, e os meus olhos e meu coração estarão nele para sempre " Y (1 Reis 9:3). / Obviamente, Deus não teria abençoado Salomão e "santificado" seu templo cheio de estátuas e imagens, se ele não concorda com eles - mais uma prova de que as imagens podem ser bom quando usado para dirigir nossos pensamentos a Deus e às coisas mais altas . / Lembre-se protestantes que São Paulo chama Cristo " imagem do Deus invisível "(Colossenses 1:15). A palavra grega para "imagem" é Eikonos , da qual deriva a palavra "ícone". Assim como manter imagens de nossa família e amigos para lembrá-los, temos também estátuas e imagens de nossas casas e igrejas para lembrar-nos de nosso Senhor, e da Virgem e dos Santos. / João 14:9 Colossenses 1,15 Hebreus 1,3 1 Evangelho de João 1:1-3
  • Ana Maria

    em 19/08/2014 Via Google+
    **
    NOSSA SENHORA DA GLÓRIA Ave Maria, cheia de
    graça, o Senhor é convosco, bendita sois Vós entre as mulheres e bendito é o
    fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, mãe de Deus, rogai por nós, pecadores,
    agora e na hora da nossa morte. Amém. “Maria conhece t...

    De mãos dadas com Maria
    NOSSA SENHORA DA GLÓRIA Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois Vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, mãe de Deus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora da...
  • Sinal DIGITAL-HD chega a Nossa Sra da Gloria SE

    Sinal digital chega a progressiva cidade de Nossa Sra.da Gloria, que retransmite pra mais seis municípios de Sergipe.

  • saó miguel arcanjo defendei .nos amém


    Josefa de Jesus compartilhou a foto de São Miguel Arcanjo.
    Amigos, a oração é bem longa. Façam até o final, por favor. Muito obrigada por estarem presentes nesta fortíssima corrente onde inúmeras graças e bênçãos cairão do céu sobre nós e os nossos <3! São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate, sede nosso refúgio contra a maldade e as ciladas do demônio! Ordene-lhe Deus, instantemente o pedimos; e vós Príncipe da Milícia Celeste, pela virtude Divina, precipitai ao inferno a satanás e a todos os espíritos malignos, que andam pelo mundo para perder as almas. Amém Sacratíssimo Coração de Jesus! Tende Piedade de nós. Repetir 3x. Acender a vela benta, fazer o sinal da Cruz com água benta (para aqueles que a tem). Faça o seu pedido(s) para São Miguel e a Corte Celeste. Que Nossa Senhora a Rainha dos Anjos, durante esta quaresma, seja coroada de glória por nossas orações. São Miguel Arcanjo, eleve nossas intenções à Sala do Trono do Pai, para que a Sagrada Família se compadeça das nossas dores físicas e espirituais, concedendo-nos a cura e as graças que tanto necessitamos. Amém Nestes primeiros 10 dias, a oração da Quaresma além do nosso pedido especial, será em intenção para cura e libertação de todos os vícios de dependência química (álcool, drogas, cigarros) e também vícios de jogos, compulsividade (compra e alimentar). Pode incluir o nome de pessoas da família ou amigo nesta intenção. «São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate, sede nosso refúgio contra a maldade e as ciladas do demônio! Ordene-lhe Deus, instantemente o pedimos; e vós Príncipe da Milícia Celeste, pela virtude Divina, precipitai ao inferno a satanás e a todos os espíritos malignos, que andam pelo mundo para perder as almas. Amém» Sacratíssimo Coração de Jesus! Tende Piedade de nós. (repetir 3x) Deus, todo poderoso e eterno, que por um prodígio de bondade e misericórdia para a salvação dos homens, escolhestes para príncipe de Vossa Igreja o gloriosíssimo Arcanjo São Miguel, tornai-nos dignos, nós vô-lo pedimos, de sermos preservados de todos os nossos inimigos, a fim de que na hora da nossa morte nenhum deles nos possa inquietar, mas que nos seja dado de sermos introduzidos por ele na presença da Vossa poderosa e augusta Majestade, pelos merecimentos de Jesus Cristo, Nosso Senhor. Amém. São Miguel Arcanjo, rogai por nós. Amém (3x) LADAINHA DE SÃO MIGUEL ARCANJO Senhor tende piedade de nós. Senhor, tende piedade de nós Jesus Cristo, tende piedade de nós Senhor, tende piedade de nós. Jesus Cristo, ouvi-nos. Jesus Cristo, atendei-nos Pai Celeste que sois Deus, tende piedade de nós. Filho Redentor do mundo que sois Deus, tende piedade de nós. Espírito Santo que sois Deus, tende piedade de nós. Santíssima Trindade que sois um só Deus, tende piedade de nós. Santa Maria Rainha dos Anjos rogai por nós. São Miguel, rogai por nós. São Miguel, cheio da graça de Deus, rogai por nós. São Miguel, perfeito adorador do verbo divino, rogai por nós. São Miguel, coroado de honra e de glória, rogai por nós.. São Miguel, poderosíssimo Príncipe dos exércitos do Senhor, rogai por nós. São Miguel, porta e estandarte da Santíssima Trindade, rogai por nós. São Miguel, guardião do Paraíso, rogai por nós. São Miguel, guia e consolador do povo Israelita, rogai por nós. São Miguel, esplendor e fortaleza da Igreja militante, rogai por nós. São Miguel, honra e alegria da Igreja triunfante, rogai por nós. São Miguel, luz dos Anjos, rogai por nós. São Miguel, baluarte da verdadeira fé, rogai por nós. São Miguel, força daqueles que combatem pelo estandarte da Cruz, rogai por nós. São Miguel, baluarte da verdadeira fé, rogai por nós. São Miguel, força daqueles que combatem pelo estandarte da Cruz, rogai por nós. São Miguel, luz e confiança das almas no último momento da vida, rogai por nós. São Miguel, socorro muito certo, rogai por nós. São Miguel, nosso auxílio em todas as adversidades, rogai por nós. São Miguel, mensageiro da sentença eterna, rogai por nós. São Miguel, consolador das almas do Purgatório, Vós a quem o Senhor incumbiu de receber as almas depois da morte. São Miguel, nosso Príncipe, rogai por nós. São Miguel, nosso Advogado, rogai por nós. Cordeiro de Deus que tirais o pecado do Mundo, perdoai-nos Senhor Cordeiro de Deus que tirais o pecado do Mundo, ouvi-nos Senhor Cordeiro de Deus que tirais o pecado do Mundo, tende piedade de nós, Senhor Jesus Cristo ouvi-nos. Jesus Cristo atendei-nos. Rogai por nós glorioso São Miguel, Príncipe da Igreja de Jesus Cristo. Para que sejamos dignos das Suas promessas. Amém Rezar 3 Pai Nosso. 01 para cada arcanjo: Rafael, Gabriel e Miguel CONSAGRAÇÃO A SÃO MIGUEL ARCANJO Oh! Príncipe nobilíssimo dos Anjos, valoroso guerreiro do Altíssimo, zeloso defensor da glória do Senhor, terror do espíritos rebeldes, amor e delícia de todos os Anjos justos, meu diletíssimo Arcanjo São Miguel, desejando eu fazer parte do número dos vossos devotos e servos, a vós hoje me consagro, me dou e me ofereço e ponho-me a mim próprio, a minha família e tudo o que me pertence, debaixo da vossa poderosíssima proteção. É pequena a oferta do meu serviço, sendo como sou um miserável pecador, mas vós engrandecereis o afeto do meu coração; Recordai-vos que de hoje em diante estou debaixo do vosso sustento e deveis assistir-me em toda a minha vida e obter-me o perdão dos meus muitos e graves pecados, a graça da amar a Deus de todo coração, ao meu querido Salvador Jesus Cristo e a minha Mãe Maria Santíssima, obtende-me aqueles auxílios que me são necessários para obter a coroa da eterna glória. Defendei-me dos inimigos da alma, especialmente na hora da morte. Vinde, oh! príncipe gloriosíssimo, assistir-me na última luta e com a vossa alma poderosa lançai para longe, precipitando nos abismos do inferno, aquele anjo quebrador de promessas e soberbo que um dia prostrastes no combate no céu. São Miguel Arcanjo defendei-nos no combate para que não pereçamos no supremo juízo. Amém. Consagração da Família Oh! grande Arcanjo São Miguel, Príncipe e Chefe das Legiões Angélicas, penetrados do sentimento de vossa bondade e vosso poder, em presença da adorável Santíssima Trindade, da Virgem Maria e toda a Corte Celeste, eu (nome) e minha família vimos hoje nos consagrar a vós. (ou renovar neste dia a nossa consagração a vós). Queremos vos honrar e invocar fielmente. Recebei-nos sob vossa especial proteção e dignai-vos desde então velar sobre os nossos interesses espirituais e temporais. Conservai entre nós a perfeita união do espírito, dos corações e do amor familiar. Defendei-nos contra o ataque inimigo, preservai-nos de todo mal e particularmente da desgraça de ofender a Deus gravemente. Que por nossos cuidados, devotados e vigilantes, cheguemos todos à felicidade eterna. Dignai-vos São Miguel, reunir todos os membros de nossa família. Gloriosíssimo São Miguel, chefe e Príncipe dos exércitos celestes, fiel guardião das almas, vencedor dos espíritos rebeldes, amado da casa de Deus, nosso admirável guia depois de Cristo; Vós, cuja excelência e virtudes são eminentíssimas, dignai-vos livrar-nos de todos os males, nós todos que recorremos a vós com confiança, e fazei pela vossa incomparável proteção, que adiantemos cada dia mais na fidelidade em servir a Deus. Amém. Rogai por nós, bem-aventurado São Miguel, Príncipe da Igreja de Cristo. Para que sejamos dignos de suas promessas. Amém.
    Fotos da linha do tempo.
  • Eb Engler

    em 20/08/2014



    Eb Engler compartilhou a foto de Causa Imperial.
    IN MEMORIAM Há exatos setenta e sete anos, era celebrado o casamento de Sua Alteza Imperial e Real Príncipe Dom Pedro Henrique (1909-1981), Chefe da Casa Imperial do Brasil de 1921 até o seu falecimento, e da Princesa Maria da Baviera (1914-2011), que passou a ser Sua Alteza Imperial e Real a Princesa Consorte do Brasil, os pais, avós e compassos éticos e morais das atuais gerações de Príncipes e Princesas do Brasil. O Príncipe Dom Pedro Henrique Afonso Philippe Maria Gastão Miguel Gabriel Raphael Gonzaga do Brasil, Príncipe de Orleans e Bragança, nasceu em 13 de setembro de 1909, sendo o primogênito dos três filhos do Príncipe Dom Luiz (1878-1920) e de sua augusta esposa, nascida Princesa Maria Pia das Duas Sicílias (1878-1973). Como primogênito do Príncipe Imperial do Brasil, o Príncipe Dom Pedro Henrique foi intitulado, no ato de seu nascimento, como Sua Alteza Imperial e Real o Príncipe do Grão-Pará. Nascido na França, durante o Exílio da Família Imperial (1889-1945), Sua Alteza Imperial e Real foi registrado como cidadão brasileiro, no Consulado-Geral do Brasil em Paris. O Príncipe do Grão-Pará foi educado por seu pai, avó – a Princesa Dona Isabel (1846-1921), a Redentora e então Chefe da Casa Imperial do Brasil – e por preceptores, todos imbuídos de prepará-lo para, um dia, tornar-se Imperador do Brasil. Em 1920, seu pai faleceu prematuramente, e o Príncipe Dom Pedro Henrique passou a ser o Príncipe Imperial do Brasil. Com o falecimento da Redentora, em 14 de novembro de 1921, Sua Alteza Imperial e Real se tornou, aos doze anos de idade, o Chefe da Casa Imperial e legítimo Imperador Constitucional e Defensor Perpétuo do Brasil. Sua Alteza Imperial e Real conheceu sua Pátria em 1922, quando a Família Imperial veio ao Brasil para participar das comemorações do Centenário da Independência. Em 1925, aos dezesseis anos de idade, o Chefe da Casa Imperial teve negado o seu pedido de servir às Forças Armadas Brasileiras, pois o Governo temia que sua presença pudesse estimular um contragolpe monarquista. Em 1932, Sua Alteza Imperial e Real concluiu os cursos de Ciências Políticas e Sociais da renomada Universidade de Sorbonne, em Paris, sempre buscando ter o melhor preparo para servir ao Brasil e ao povo brasileiro. Nascida em 9 de setembro de 1914, no Castelo de Nymphenburg, em Munique, capital do antigo Reino da Baviera, e intitulada como Sua Alteza Real Princesa Maria Elisabeth Franziska Josepha Therese da Baviera, a futura Princesa Consorte do Brasil foi a segunda filha e primeira varoa do Príncipe Franz da Baviera (1875-1957) e de sua augusta esposa, nascida Princesa Isabelle de Croÿ (1890-1982). Seu avô paterno foi o Rei Ludwig III da Baviera (1845-1921), o último Monarca Bávaro. Nascida no início da Primeira Guerra Mundial – onde seu pai e outros familiares combateram –, a Princesa Consorte teve uma infância e adolescência turbulentas, devido aos regimes ilegítimos e totalitários que se apoderaram da Alemanha no pós-Guerra. Com a deposição do Rei Ludwig III, em 1918, a Família Real da Baviera partiu para o exílio na Áustria, retornando ao lar apenas na década de 1930. Sua Alteza Imperial e Real recebeu esmerada educação, sendo fluente em alemão, francês e inglês – após o casamento, dominou rapidamente o português. Em 1936, o Chefe da Casa Imperial do Brasil e a então Princesa Maria da Baviera – primos de quarto grau através da Casa de Habsburgo – se conheceram. Os valores monárquicos, cristãos e familiares em comum os aproximou e os jovens Príncipe e Princesa ficaram noivos em 28 de junho de 1937, tendo o Chefe da Casa Imperial dado um lindo anel de safira à sua noiva. O casamento civil foi celebrado na Prefeitura de Munique, em 17 de agosto daquele mesmo ano – inicialmente, seria celebrado no Castelo de Nymphenburg, mas, para que isso ocorresse, teria que ser levada uma fotografia de Adolf Hitler (1889-1945), para que o casamento se fizesse diante da figura do Führer, mas a Família Real Bávara não permitiu que isso acontecesse. Sob as bênçãos do Papa Pio XI (1857-1939), a cerimônia religiosa de casamento foi celebrada dois dias depois, na Capela do Castelo de Nymphenburg, pelo Cardeal Michael von Faulhaber (1869-1952) – que ordenou aquele que veio a se tornar o Papa Bento XVI –, diante do tio da noiva, o Príncipe Rupprecht (1869-1955), Príncipe Herdeiro e Chefe da Casa Real da Baviera, do Rei Afonso XIII da Espanha (1886-1941), da Grã-Duquesa Charlotte de Luxemburgo (1896-1985), do Príncipe Henri (1908-1999), Conde de Paris e, mais tarde, Chefe da Casa Real da França, que era casado com a prima-irmã do noivo, nascida Princesa Dona Isabel de Orleans e Bragança (1911-2003). Também estavam presentes inúmeros representantes das mais diversas Casas Régias e Nobres da Europa, mas nenhum oficial do Governo Alemão foi convidado, o que enfureceu o Partido Nazista. Após o casamento, a noiva passou a ser intitulada como Sua Alteza Imperial e Real a Princesa Consorte – legítima Imperatriz – do Brasil. Depois de visitarem o Papa no Vaticano, onde receberam honras de Chefes de Estado, o Chefe da Casa Imperial e a Princesa Consorte fixaram residência no Mas-Saint-Louis, casa da Princesa Dona Maria Pia, Princesa Imperial Viúva do Brasil, em Cannes, na França. Logo, a Princesa engravidou e, em 6 de junho de 1938, nasceu seu primogênito, o Príncipe Dom Luiz, nomeado em homenagem ao avô paterno e intitulado como Sua Alteza Imperial e Real o Príncipe Imperial do Brasil. Seguiram-se os nascimentos dos Príncipes Dom Eudes (8 de junho de 1939) e Dom Bertrand (2 de fevereiro de 1941) e da Princesa Dona Isabel (5 de maio de 1944), todos registrados como cidadãos brasileiros, na Embaixada-Geral do Brasil em Paris. Desde o seu casamento, o Chefe da Casa Imperial pretendia se mudar para o Brasil, mas a rápida sequência de gravidezes de sua augusta esposa e a eclosão da Segunda Guerra Mundial, em 1939, acabaram por retardar seus planos. Por diversas vezes, a Família Imperial escapou, por pouco, de bombardeios alemães, e chegou a ter sua casa invadida e tomada pelos nazistas. Apenas com o fim da Guerra, em 1945, o Chefe da Casa Imperial, a Princesa Consorte (grávida) e seus quatro filhos embarcaram para o Brasil, a bordo do navio português Serpa Pinto. Ao chegarem à Praça Mauá, logo após o desembarque no Porto do Rio de Janeiro, a Família Imperial foi recebida por uma multidão de pessoas que, jubilosa pelo retorno definitivo de seus Príncipes e Princesas, os carregou nos braços. Ao chegar ao Brasil, o Chefe da Casa Imperial ficou sabendo que seu primo-irmão, o Príncipe Dom Pedro Gastão (1913-2007), 2º Príncipe e Chefe da Casa Principesca de Orleans e Bragança, havia se apoderado de todos os bens no Brasil que pertenciam aos descendentes do Imperador Dom Pedro II (1825-1891). Com recursos limitados, a Família Imperial residiu, inicialmente, no Palácio do Grão-Pará, em Petrópolis, indo depois viver em uma casa no bairro do Retiro, ainda na Cidade Imperial, onde nasceu, em 1º de dezembro de 1945, o Príncipe Dom Pedro de Alcantara – primeiro Príncipe do Brasil a nascer em solo brasileiro desde o seu avô paterno, em 1878. Em 2 de fevereiro de 1948, nasceu o sexto filho do Casal Imperial, o Príncipe Dom Fernando. A Família ainda se mudou para o Rio de Janeiro, onde residiu em casas nos bairros de Santa Teresa e da Urca. Na Cidade Maravilhosa, nasceu o Príncipe Dom Antonio, em 24 de junho de 1950. No ano seguinte, o Chefe da Casa Imperial adquiriu a Fazenda Santa Maria, no norte do Paraná, para onde se mudou com sua esposa e sete filhos. Toda a Família trabalhava, junto aos colonos, nas plantações de café e na criação de animais. Na Fazenda, onde não havia luz elétrica, nasceram os cinco filhos mais novos do Casal Imperial, a Princesa Dona Eleonora (20 de maio de 1953), os Príncipes Dom Francisco (6 de abril de 1955) e Dom Alberto (23 de junho de 1957) e as gêmeas Princesas Dona Maria Thereza e Dona Maria Gabriela (14 de julho de 1959). A Princesa Consorte também se dedicava a catequizar os filhos dos colonos, chegando a compor uma catequese popular, “Miche de Pain” – do francês, “Pedaço de Pão”. Em 1965, sentindo que, como Chefe da Casa Imperial, deveria estar mais próximo aos grandes centros urbanos, onde poderia auxiliar melhor ao povo brasileiro, sobretudo em meios aos tempos turbulentos do Governo Militar (1964-1985), e onde poderia dar uma educação de melhor qualidade aos filhos, o Príncipe Dom Pedro Henrique se mudou, com sua Família, para o Sítio Santa Maria, em Vassouras. Nesta época, o Príncipe Imperial e a Princesa Dona Isabel estavam em Munique, estudando Química e Antropologia, respectivamente; o Príncipe Dom Eudes vivia no Rio de Janeiro, onde servia à Marinha; e o Príncipe Dom Bertrand em São Paulo, onde estudava Direito. O Chefe da Casa Imperial e a Princesa Consorte fizeram questão de transmitir aos seus doze filhos os preciosos valores monárquicos e cristãos que construíram e sustentam o Brasil, ao mesmo tempo em que lhes incutiram a ideia de que “um Monarca não se pertence, pertence à Nação”. O Chefe da Casa Imperial era exímio aquarelista, enquanto a Princesa Consorte era muito versada na arte bávara de pintura em porcelana. Suas Altezas Imperiais e Reais gostavam de pintar juntos e, nos momentos de maior aperto financeiro, vendiam algumas de suas obras de arte. Em 23 de junho de 1966, o Príncipe Dom Eudes renunciou aos seus direitos dinásticos e sucessórios. Em 8 de maio de 1967, Sua Alteza Real desposou a Senhorita Ana Maria Cerqueira César de Moraes e Barros (n. 1945), proveniente de destacada família aristocrática e quatrocentona de São Paulo. Cinco anos mais tarde, em 28 de dezembro de 1972, o Príncipe Dom Pedro de Alcantara também renunciou aos seus direitos, antes de desposar, em 4 de julho de 1974, a Senhorita Maria de Fátima Andrada Baptista de Oliveira Rocha (n. 1952), também descendente da Aristocracia do Império e de José Bonifácio de Andrada e Silva (1763-1838), o Patriarca da Independência. O Príncipe Dom Fernando renunciou em 24 de fevereiro de 1975, para desposar, em 19 de março do mesmo ano, a Senhorita Maria da Graça de Siqueira Carvalho e Baère de Araújo (n. 1952), descendente de nobres cearenses, portugueses e belgas. Em 11 de dezembro de 1980, foi a vez do Príncipe Dom Francisco renunciar aos seus direitos dinásticos e sucessórios, para desposar, dezessete dias depois, a Senhorita Claudia Regina Lisboa Martins Godinho (n. 1954), também descendente de Aristocratas do Império Brasileiro. Enquanto pai, o Príncipe Dom Pedro Henrique lamentava ter de pedir a renúncia de seus filhos, mas, como Chefe da Casa Imperial do Brasil, deveria honrar e preservar as tradições de sua Família. No dia 10 de março de 1981,na Igreja de Nossa Senhora da Glória do Outeiro, no Rio de Janeiro, o Chefe da Casa Imperial e a Princesa Consorte tiveram a alegria de ver sua filha, a Princesa Dona Eleonora, ser desposada pelo Príncipe Michel de Ligne (n. 1951) – atualmente 14º Príncipe e Chefe da Casa Principesca de Ligne. Infelizmente, o Príncipe Dom Pedro Henrique veio a falecer em 5 de julho daquele ano, em Vassouras, vítima de uma doença pulmonar, sendo sucedido, na Chefia da Casa Imperial do Brasil, por seu primogênito, o Príncipe Dom Luiz. Ao longo de sessenta anos, o Príncipe Dom Pedro Henrique havia encarnado e representado, com maestria, os valores e tradições da Monarquia Brasileira. Ao seu funeral, compareceram centenas de monarquistas e diversas autoridades. Sua Alteza Imperial e Real foi sepultado no Jazigo da Família Imperial no Cemitério da Irmandade de Nossa Senhora da Conceição, em Vassouras. Ainda em 1981, a Família Imperial se dirigiu para a Bélgica, onde, em 26 de setembro, o Príncipe Dom Antonio desposou a Princesa Christine de Ligne, com quem veio viver no Brasil. Viúva, a Princesa Dona Maria – agora intitulada como Sua Alteza Imperial e Real a Princesa Mãe do Brasil – passou a viver, com seus filhos mais novos, no Rio de Janeiro, em um apartamento na Rua Custódio Serrão. Sua Alteza Imperial e Real, sempre muito dedicada à caridade, era voluntária na ONG O Sol, onde dava aulas de pintura para moradores de comunidades carentes, para onde ia pegando ônibus. A Princesa Mãe continuou a ser imensamente respeitada pelos monarquistas brasileiros, que a chamavam, afetuosamente, de Imperatriz Mãe. Em 1991, durante Sessão Solene da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro, Sua Alteza Imperial e Real recebeu o título de Cidadã Honorária da cidade. Em 23 de dezembro de 1982, o Príncipe Dom Alberto renunciou aos seus direitos dinásticos e sucessórios, antes de desposar, em 11 de janeiro do ano seguinte, a Senhorita Maritza Ribas Bokel (n. 1961), descendente do Visconde de Torre de Garcia d’Ávila (1785-1852), a primeira pessoa a receber um título de nobreza do Império do Brasil. No dia 30 de outubro de 1995, a Princesa Dona Maria Thereza renunciou antes de ser desposada, cinco dias depois, em 4 de novembro, pelo Senhor Johannes Hessel de Jong (n. 1954), proveniente de uma longa linhagem de nobres não-titulados do Reino dos Países Baixos. Por fim, em 18 de dezembro de 2003, renunciou a Princesa Dona Maria Gabriela, que foi desposada, dois dias depois, pelo Senhor Theodoro Hungria de Silva Machado (n. 1952), também descendente de nobres do Império. A Princesa Mãe pintou jogos de louça para presentear todos os seus filhos e filhas que se casaram. Na velhice, Sua Alteza Imperial e Real dividia seu tempo entre o Rio de Janeiro, o Sítio Santa Maria – onde era cercada pelo carinho de seus muitos netos (vinte e nove no total) – e a Europa – onde visitava suas filhas, a Princesa de Ligne e a Princesa Dona Maria Thereza, Senhora de Jong, e seus irmãos e irmãs. A Princesa Mãe também sempre participava de eventos oficias de grande relevo e de ocasiões ligadas ao Movimento Monarquista. Devido à fragilidade natural da idade e aos problemas de saúde, Sua Alteza Imperial e Real passou seus últimos cinco anos de meio de vida sem sair de casa. Sob os cuidados de enfermeiras, lia muito, tricotava e assistia a DVDs de ópera e balé. A Princesa Mãe do Brasil faleceu às 13h da tarde da sexta-feira, 13 de maio de 2011 – o 123º aniversário da assinatura da Lei Áurea pela avó de seu marido, a Princesa Dona Isabel, a Redentora – confortada em sua fé, tendo recebido a extrema unção e a bênção do Papa Bento XVI, o Papa bávaro. Ao seu redor, estavam seus onze filhos mais novos, além de muitos netos e demais parentes, todos rezando o terço. Sua Alteza Imperial e Real foi sepultada, no dia seguinte, ao lado de seu marido, no jazigo da Família Imperial, localizado no Cemitério da Irmandade de Nossa Senhora da Conceição, em Vassouras. Temos certeza de que o Príncipe Dom Pedro Henrique e a Princesa Dona Maria estão aos pés do Trono de Deus, entoando cânticos e olhando pelo Brasil e seu povo. Sua memória jamais será esquecida, pois Suas Altezas Imperiais e Reais foram um exemplo de postura cristã, além de terem sido senhores de dignidade e honradez que apenas verdadeiros Imperador e Imperatriz poderiam possuir. Foto: casamento do Príncipe Dom Pedro Henrique, Chefe da Casa Imperial do Brasil com a Princesa Maria da Baviera, em 19 de agosto de 1937, no Castelo de Nymphenburg, em Munique. (da esquerda para a direita), a Princesa Imperial Viúva do Brasil, o Príncipe Franz da Baviera, os noivos, o Rei da Espanha, a Princesa Franz da Baviera e a Grã-Duquesa de Luxemburgo. Atrás do Príncipe Franz estão o Conde e a Condessa de Paris.
    Fotos da linha do tempo.



  • Raphael Gravações compartilhou a foto de Flávio Produções.
    Vem aí grandes novidades, dia 12 de outubro Luau do Tôa Tôa em Nossa Senhora da Glória-Se — em Flávio Produções
    Arquivos de dispositivos móveis.
  • que sejamos pobres e umilde de coraçao


    Cidinha Mathias compartilhou a foto de Nossa Senhora Aparecida Padroeira do Brasil rogai por nós.
    ==> Nossa Senhora Aparecida Padroeira do Brasil rogai por nós. ==> Jesus Eu Te Amo Incondicionalmente LITURGIA DIÁRIA - 19 DE AGOSTO DE 2014 Evangelho (Mateus 19,23-30) Aleluia, aleluia, aleluia. Jesus Cristo, Senhor nosso, embora sendo rico, para nós se tornou pobre, a fim de enriquecer-nos mediante sua pobreza (2Cor 8,9). - O Senhor esteja convosco. - Ele está no meio de nós. - Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † 2º São Mateus. - Glória a vós, Senhor. Naquele tempo, 23Jesus disse aos discípulos: “Em verdade vos digo, dificilmente um rico entrará no reino dos Céus. 24E digo ainda: é mais fácil um camelo entrar pelo buraco de uma agulha, do que um rico entrar no Reino de Deus”. 25Ouvindo isso, os discípulos ficaram muito espantados, e perguntaram: “Então, quem pode ser salvo?” 26Jesus olhou para eles e disse: “Para os homens isso é impossível, mas para Deus tudo é possível”. 27Pedro tomou a palavra e disse a Jesus: “Vê! Nós deixamos tudo e te seguimos. Que haveremos de receber?” 28Jesus respondeu: “Em verdade vos digo, quando o mundo for renovado e o Filho do Homem se sentar no trono de sua glória, também vós, que me seguistes, havereis de sentar-vos em doze tronos para julgar as doze tribos de Israel. 29E todo aquele que tiver deixado casas, irmãos, irmãs, pai, mãe, filhos, campos, por causa do meu nome, receberá cem vezes mais e terá como herança a vida eterna. 30Muitos que agora são os primeiros, serão os últimos. E muitos que agora são os últimos, serão os primeiros. - Palavra da Salvação. - Glória a vós, Senhor. Mateus salienta: quem se engaja completamente no seguimento de Jesus, participará como juiz, quando a história for julgada. “Quem deixar tudo herdará a vida eterna” Jesus declara de antemão que “é difícil para um rico entrar no Reino dos Céus”. O que queria dizer Jesus? O termo ‘ser rico’ traz em si muitos significados. Pode ser aquela pessoa que possui muito dinheiro, aquele que possui muitos imóveis, aqueles que têm uma boa situação de vida, enfim muitos outros, mas pode ser aquele que mesmo não possuindo dinheiro, imóveis ou bens, possui a si mesmo de forma egoísta e egocêntrica. É a essa riqueza que Jesus vem nos alertar. “Quem não renunciar a si mesmo, tomar minha cruz e seguir-me não é digno de mim”. Tudo que colocamos como mais importante em nossa vida se torna riqueza, visto que nossa única riqueza é o reino do amor, o Reino de Deus, a mansidão e humildade de Cristo. Se não estamos centrados em seguir os passos de Jesus, tudo aquilo que nos impede de fazê-lo se torna riqueza e, portanto, empecilho para herdar o Reino de Deus e a vida eterna em Jesus. Irmãos e irmãs façamos um exame de consciência e busquemos elencar quais as prioridades de nossa vida e qual o espaço que estamos dando a Deus em nosso coração. Unidos em Cristo, rezemos uns pelos outros! Recadinho Quais são os principais perigos da riqueza? - Ela é um bem em si? - O que significam para você partilha e comunhão? - É possível ser dono de reinos deste mundo e querer também o reino dos céus? - Rico ou pobre neste mundo, qual é sua verdadeira riqueza?
    Fotos da linha do tempo.
  • reze o santo terço e terás a recompença no céu


    Cidinha Mathias compartilhou a foto de Nossa Senhora Aparecida Padroeira do Brasil rogai por nós.
    ==> Nossa Senhora Aparecida Padroeira do Brasil rogai por nós. ==> Jesus Eu Te Amo Incondicionalmente Como rezar o Terço Mariano O Terço Mariano é uma das devoções mais queridas de Nossa Senhora. Aparecendo Ela em Fátima, pediu aos pastorinhos: "Meus filhos, rezem o Terço todos os dias.” Oferecimento: Divino Jesus, nós Vos oferecemos este Terço que vamos rezar, meditando nos mistérios da nossa Redenção. Concedei-nos, por intercessão da Virgem Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe, as virtudes que nos são necessárias para bem rezá-lo e a graça de ganharmos as indulgências desta santa devoção. Oferecemos, particularmente, em desagravo dos pecados cometidos contra o Santíssimo Coração de Jesus e Imaculado Coração de Maria, pela paz do mundo, pela conversão dos pecadores, pelas almas do Purgatório, pelas intenções do Santo Padre, pelo aumento das vocações sacerdotais e religiosas, pela santificação do Clero, pelo nosso Vigário, pela santificação das Famílias, por aqueles que pediram nossas orações, por todas as nossas intenções particulares e pelo Brasil. Em seguida, segurando a cruzinha do Terço para atestar nossa fé em TODAS as verdades ensinadas por Cristo reza-se o Creio. Em seguida reza-se um Pai-Nosso, três Ave-Marias e Glória ao Pai, em honra da Santíssima Trindade. Em cada Mistério se reza um PAI - NOSSO, dez AVE - MARIAS, um GLÓRIA AO PAI e a jaculatória: "Ó meu Jesus, perdoai-nos, livrai-nos do fogo do inferno, levai as almas todas para o Céu e socorrei principalmente as que mais precisarem". MISTÉRIOS DOLOROSOS (Terças e Sextas-Feiras): 1º - A Agonia mortal de Jesus no Horto das Oliveiras. 2º - A Flagelação de Jesus atado à coluna. 3º - A Coroação de Espinhos de Jesus por seus algozes. 4º - A Subida dolorosa do Calvário. 5º - A Crucificação e Morte de Jesus. AGRADECIMENTO (no final): Infinitas graças vos damos, Soberana Rainha, pelos benefícios que todos os dias recebemos de vossas mãos liberais. Dignai-vos agora e para sempre tomar-nos debaixo do vosso poderoso amparo e para mais vos obrigar vos saudamos com uma Salve Rainha. Salve Rainha, Mãe da Misericórdia, vida, doçura, esperança, nossa salve. A Vós bradamos, os degradados filhos de Eva; a Vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas. Eia, pois, advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro mostrai-nos a Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó Clemente, ó Piedosa, ó Doce, sempre Virgem Maria. Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém. — com Socorro Guemaque e outras 14 pessoas.
    Fotos da linha do tempo.
  • SoFeLaLe

    em 10/06/2014 Via Youtube
    Festa junina Marista Nossa Senhora da Glória - 4os anos - 7 de junho 2014 (0520)

  • italo cds

    em 09/01/2013 Via Google+
    Baixar - Parangolé - Nossa Senhora da Glória - SE - 06.01.2013 

    paceria nossos banner Promocionais CDs DVDs Mais Ajuda Como Baixar ...
    Mais. ► Ajuda · ► Como Baixar · ► Notícias · ► Política de Privacidade · ► Termos de Uso. Categorias. ► Cds De Forró E Vaquejada. ► Pagode. ► Reggae. ► Sertanejo. ► Arrocha. ► Djs. ► Axe. ► Pagode Rom...
  • APOLOGÉTICA SOBRE IMAGENS / Ab omni malo, libera nos, Domine - De todo o mal, livrai-nos Senhor "Naquele tempo, haverá um altar erguido ao Senhor, em pleno Egito, e, em suas fronteiras, um obelisco dedicado ao Senhor. E eles servirão de monumento ao Senhor na terra do Egito. Quando maltratados pelos opressores, invocarão o Senhor, e ele lhe enviará um salvador, um defensor que os libertará." (Isaías 19, 19-20) ///////////////// EU ME PERGUNTO? TERIA DEUS PROIBIDO TODA E QUALQUER IMAGEM? / CLARO QUE NÃO PRIMEIRO IMAGENS É UMA COISA! E ÍDOLOS OUTRA COISA TOTALMENTE DIFERENTE. / AGORA: VEJA UMAS DAS PRINCIPAIS PASSAGENS USADAS PELOS PROTESTANTES / ESTÁ EM... Êxodo 20-4,6 agora saiba como nós católicos explicamos esses versículos? / ______________________________________ NOTE QUE A RESPOSTA: - É muito Simples. Mais Muito simples mesmo! / VEJA: O que nos diz o texto original de Êxodo 20,4-6 e não somente este mas também Deuteronômio 5,8? Veja aqui Leonardo o texto original em hebraico, mas não se assuste com as letrinhas diferentes e sem vogais: "לא תעשׁה לך פסל וכל תמונה אשׂר בשׂמים ממעל ואשׂר בארץ מתחת ואשׂר במים מתחת לארץ" Conte a quarta palavra da direita para a esquerda (é assim que se escreve o hebraico) e encontrará a palavra" פסל", que se lê "FESEL" e se traduz no grego por "EIDOLON" e no português por "ÍDOLO". / Portanto, o que Deus realmente está proibindo são IMAGENS DE ÍDOLOS com as quais os hebreus estavam tão acostumados, e não toda e qualquer imagem. / AGORA: / veja o original hebraico de Isaías 42,8 que foi traduzido por "imagens de Escultura": "אני יהוה הוא שמי וכבודי לאחר לא אתן ותהלתי לפסילים" Que é "לפסילים"? Coloquemos este termo no tradutor Google Hebraico-Português e que obteremos de retorno? Isto: "Ídolos"; / Agora nos demais versículos, 45,20 e 51,18 a tradução já é mesmo "ídolo". / agora vamos ler em Atos 28 o que fez o Católico São Paulo quando embarcou em um Navio indo Para ROMA “Ao termo de três meses, embarcamos num navio de Alexandria, que havia passado o inverno na ilha. Este navio levava por INSÍGNIAS* os DIÓSCUROS*". (At 28,11) *INSÍGNIAS : EMBLEMAS, IMAGENS *DIÓSCUROS: A IMAGEM DE CASTOR E PÓLUX, ORNANDO A PROA DO NAVIO / Agora eu ti pergunto aos protestantes? Como pode São Paulo, embarcar num navio de idolatras? Pois o navio tinha imagens de estatuas? / Agora São Paulo não aproveitou a ocasião para condenar aquelas imagens, porque era Católico e não protestante. / QUE NEM EXISTIAM AINDA kkkkkkk) / E mais ele sabia muito bem distinguir Imagem de Ídolo. / AGORA VEJA ESSA PASSAGEM E NOTE QUE DEUS ABITAVA NOS TEMPLOS CHEIOS DE IMAGENS. / VEJA: Quando os sacerdotes saíram do lugar santo, a nuvem encheu o templo do Senhor, de modo tal que os sacerdotes não puderam ali ficar para exercer as funções de seu ministério; porque a glória do Senhor enchia o templo do Senhor" (1 Reis 8, 10-11) / AGORA: É MUITO SOFISMA E MUITA CONTRADIÇÃO PROTESTANTE QUE USA UMA BÍBLIA INCOMPLETA E ADULTERADA TENTAR DESCARADAMENTE CONTESTAR ALGO QUE NÃO É CONTESTADO. / VOU DA UM SÓ EXEMPLO: ALÉM DOS VÁRIOS VERSÍCULOS BÍBLICOS QUE COMPROVAM IMAGENS BIBLICAMENTE AINDA EXISTE TAMBÉM A ARQUEOLOGIA E A GEOGRAFIA QUE COMPROVAM AS IMAGENS USADAS PELAS IGREJAS CATÓLICAS DO PRIMEIRO SÉCULO. / E OUTRA: SEM CONTAR OS PADRES DA IGREJA OS PADRES APOSTÓLICOS OS ESCRITORES ECLESIÁSTICOS E OS HISTORIADORES E OS CRONISTAS DOS 4 PRIMEIROS SÉCULOS DA ERA CRISTÃ. / VEJA AS CONTRADIÇÕES PROTESTANTES QUE DIZEM QUE DEUS PROÍBE IMAGENS / NOTAS: MAIS ESSE MESMO DEUS QUE PROÍBE AS IMAGENS DIZ A MOISÉS QUE ESCOLHEU UM ESCULTOR ESSE MESMO ESCULTOR QUE CONSTRUIU A ARCA DA ALIANÇA. / VEJA Deus informa a Moisés o seguinte: Eu escolhi Bezalel, filho de Uri, filho de Hur, da tribo de Judá, e o enchi do Espírito de Deus, dando-lhe destreza, habilidade e plena capacidade artística para (desenhar) e executar trabalhos em ouro, prata e bronze, para talhar e esculpir pedras, para entalhar madeira e executar todo tipo de obra artesanal. /////////////////////////////////////////// AGORA PARA NÃO RESTAR DUVIDAS ENTRE NESSE SITE DO MEU AMIGO RAFAEL RODRIGUES E VOCÊ VAI VÊ QUE IMAGENS JÁ ERAM USADAS PELOS APÓSTOLOS E PELOS PADRES APOSTÓLICOS NAS IGREJAS DO PRIMEIRO SECULO DA ERA CRISTA! / ENTRE E VEJA: http://www.apologistascatolicos.com.br/index.php/apologetica/imagens/540-as-pinturas-mais-antigas-dos-apostolos-de-jesus ///////////////////////////// Longe da ignorância dos fanáticos freqüentadores de seitas tupiniquins, na Ilha de Malta, na Reunião Mundial das igrejas protestantes, foi assinado um acordo onde 92% das Igrejas Luteranas entre outras, já reconheceram que as imagens católicas não são e nunca foram ídolos. A esse respeito, sugiro a leitura do livro “História da Igreja”, vol. 3, de Martin N. Dreher, Ed. Sinodal, em especial as págs. 53 a 57, já que se trata de uma editora protestante e um autor protestante, que defendem o uso de imagens nas igrejas de Deus. Olha Leonardo foi descoberta a igreja católica mas antiga do mundo vou ti mandar o l site aí você entra nela ok ela é repleta de imagens / http://filhosprediletosdemaria.blogspot.com.br/2012/05/a-surpresa-de-megido-e-igreja-crista.html ////////////////////////////////////////////// As imagens são várias e varias vezes na Bíblia solicitadas por Deus, e já eram usadas pelos primeiros Cristãos: / Vem dos primeiros tempos do Cristianismo, envolvendo até o Apóstolo São Pedro, que teria chegado na Península Ibérica com uma imagem de Nossa Senhora Jerusalemitana, esculpida por São Lucas.” Diz o jornalista, pesquisador de História e escritor J. Muniz Jr. (Jornal A Tribuna de Santos, 9/9/97). / Também dizia o grande teólogo primitivo Santo Agostinho (354-430): “Não há, pois, superstição alguma nas peregrinações do povo cristãos a certos lugares em que Deus obra milagres pelas relíquias ou imagens dos santos.”(Biblioteca Patrística). Morre o embuste protestante. / Deus proíbe ídolo deus e não “imagens de esculturas”. EU ADORO DECIFRAR FARSAS PROTESTANTE PELA PATRÍSTICA PELA ARQUEOLOGIA E PELA BÍBLIA: Entenda protestantes que o falsário tradutor protestante, João Ferreira de Almeida, adulterou as já incompletas bíblias protestantes, colocando o termo “Imagens de Escultura” onde nos originais constam ÍDOLO, para fazer confusão. Se examinarmos o texto original hebraico, notaremos que em ambas as citações do Êxodo e do Deteuronônio falam claramente que aquilo que os protestantes e más traduções traduzem por “IMAGENS DE ESCULTURA”, na verdade, deveria ser traduzido por ÍDOLOS, pois a palavra hebraica utilizada é “PESEL” que se traduz no grego por “ÊIDOLON” e em português por ÍDOLO. / Esta é uma dentre as muitas querelas que, examinadas a fundo, a Igreja Católica está claramente com a razão. Como poderia Deus proibir “imagens de escultura” se mandou construir duas para colocar sobre a arca da aliança que guardavam as tábuas, que na verdade proíbem ÍDOLOS???? Exemplos das falsificações protestantes estão em (Isaías 44,9-10,15,17). O falsário protestante, além de enfiar “imagem de escultura” onde consta ÍDOLO, ainda enfiou criminosamente a palavra “procissão” em (Is 45,20). / Mas não conseguiu adulterar os versículos seguintes, que restauram o sentido verdadeiro dos originais, com o ídolo de Micas, que não era mais um deus, transformado em “imagem de escultura” para a casa de Deus. / VEJA: E os filhos de Dã levantaram para si aquela IMAGEM DE ESCULTURA, e Jônatas, filho de Gérson, o filho de Manassés, ele e seus filhos foram sacerdotes da tribo dos danitas, até ao dia do cativeiro da terra. Assim, pois, A IMAGEM DE ESCULTURA, que fizera Mica, estabeleceram para si, todos os dias que a casa de Deus esteve em Siló” (Jz 18,30-31). (conf. Bíblia J. Ferreira). / Deus só proibia figura de si, enquanto ninguém o viu naquele instante no monte Horebe (Dt 4,15-19), se o esculpissem estariam mentindo, se o comparassem com as figuras que Ele descreve, podendo incorrer na fabricação da imagem de um falso deus pagão. Mas logo, muitos viram Deus: Jacó viu Deus cara a cara (Gênesis 32,30); Moisés e os anciões de Israel viram Deus (Êxodo 24,9-11); Deus falou com Moisés cara a cara (Êxodo 33,11) (Deuteronômio 34,10); Ezequiel viu Deus em uma visão (Ezequiel 1,27-28). Com o passar do tempo, relata a bíblia: / Assim, pois, A IMAGEM DE ESCULTURA, que fizera Mica, estabeleceram para si, todos os dias que a casa de Deus esteve em Siló” (Jz 18,30-31). (conf. Bíblia J. Ferreira). E outra coisa não se pode esquecer jamais que todos utensílios para o altar e o altar ungidos(consagrados) se tornam coisas santas: VEJA: / Tomarás o óleo de unção e ungirás com ele o tabernáculo com tudo o que ele contém; consagrá-lo-ás com todo o seu mobiliário para que ele se torne uma coisa santa. / Ungirás o altar dos holocaustos e todos os seus utensílios; em virtude de tua consagração, o altar se tornará uma coisa santíssima.” (Ex 40, 9-10) / No templo no lugar santíssimo Deus manda oferecer sacrifícios para perdão dos pecados e que se derrame o sangue deste sacrifício onde esta duas IMAGENS DE ESCULTURA. // AGORA VEJA: Essa exaustiva concordância Strong (dicionário das línguas bíblicas, e protestante) traduz essa palavra como: 06459 pecel procedente de 6458; DITAT - 1788a; n. m. 1) ídolo, imagem ///////////////////////////////////////////////////////// Como vemos a palavra não diz respeito a qualquer imagem, e sim a ídolos esculpidos, ou seja imagens de ídolos. De fato pode ser traduzida como imagem, mas não diz respeito a qualquer imagem e sim especificamente ídolos esculpidos. Dessa forma vemos que a passagem é uma clara referência aos deuses do Egito, como constataremos a baixo: / “Não farás para ti ídolos ou coisas alguma que tenha a forma de algo que se encontre no alto do céu…”. (êxodo 20, 4) O que estava no céu, eram os deuses dos ares do Egito:Descrição: http://www.apologistascatolicos.com.br/images/ra.png RÁ (ou Rê), o criador dos deuses e da ordem divina egípcia. Foi retratado pela arte egípcia sob muitas formas e denominações e era também representado por um falcão, por um homem com cabeça de falcão ou ainda, mais raramente, por um homem. Quando representado por uma cabeça de falcão estabelecia-se uma identidade com Hórus, outro deus solar adorado em várias partes do país desde tempos remotos. / Descrição: http://www.apologistascatolicos.com.br/images/ibis.pngÍ BIS, uma ave pernalta de bico longo e recurvado. Existe uma espécie negra e outra de plumagem castanha com reflexos dourados, mas era o íbis branco, ou íbis sagrado,que era considerado pelos egípcios como encarnação do deus Thoth. Um homem com cabeça de íbis, era outra das representações daquele deus. / HÓRUS, filho de Isis e Osíris. Ele é representado como um homem com cabeça de falcão ou como um falcão, sempre usando as duas coroas do Alto e Baixo Egito. Na qualidade de deus do céu, Hórus é o falcão cujos olhos são o sol e a lua. / TOTH, era o deus-escriba e o deus letrado por excelência. Representado como um íbis ou um homem com cabeça de íbis, ou ainda um babuíno. / embaixo na terra…”. (Êxodo 20, 4) O que estava na terra eram os deuses e animais terrestres do Egito: ANÚBIS, filho de Seth e Néftis, é o mestre dos cemitérios e o patrono dos embalsamares. É na realidade o primeiro entre eles, a quem se deve o protótipo das múmias, a de Osíris. Todo egípcio esperava beneficiar-se em sua morte do mesmo tratamento e do mesmo renascimento desta primeira múmia. Anúbis também introduz os mortos no além e protege seus túmulos com a forma de um cão, vigilante. / ÁPIS, o boi sagrado que os antigos egípcios consideravam como a expressão mais completa da divindade sob a forma animal e que encarnava, ao mesmo tempo, os deuses Osíris e Ptah. O culto do boi Ápis, em Mênfis, existia desde a I dinastia pelo menos. Também em Heliópolis e Hermópolis este animal era venerado desde tempos remotos. Essa antiga divindade agrária, simbolizava a força vital da natureza e sua força geradora. / KHEPRA, (escaravelho, em egípcio) ou um homem com um escaravelho no lugar da cabeça também representavam o deus-Sol. Nesse caso o besouro simbolizava o deus Khepra e sua função era nada menos que a de mover o Sol, como movia a bolazinha de excremento que empurrava pelos caminhos. Associados à idéia mitológica de ressurreição, os escaravelhos eram motivo freqüente das peças de ourivesaria encontradas nos túmulos egípcios. / BABUINO ou cinocéfalo é um grande macaco africano, cuja cabeça oferece alguma semelhança com os cães. No antigo Egito este animal estava associado ao deus Thoth, considerado o deus da escrita, do cálculo e das atividades intelectuais. Era o deus local em Hermópolis, principal cidade do Médio Egito. Deuses particularmente numerosos parecem ter se fundido no deus Thoth: deuses-serpentes, deuses-rãs, um deus-íbis, um deus-lua e este deus-macaco. / APÓFIS, a serpente que habitava o além-túmulo, representava as tempestades e as trevas. As serpentes estavam entre os adversários mais perigosos e o demônio líder de todos eles era Apófis a grande serpente. / BASTET, uma gata ou uma mulher com cabeça de gata simbolizava a deusa Bastet e representava os poderes benéficos do Sol. Seu centro de culto era Bubástis, cujo nome em egípcio ( Per Bast ) significa a casa de Bastet. Em seu templo naquela cidade a deusa-gata era adorada desde o Antigo Império e suas efígies eram bastante numerosas, existindo, hoje, muitos exemplares delas pelo mundo. / GEB, o deus da Terra é irmão e marido de Nut. É o suporte físico do mundo material, sempre deitad o sob a curva do corpo de Nut. Ele é o responsável pela fertilidade e pelo sucesso nas colheitas. Ele estimula o mundo material dos indivíduos e lhes assegura enterro no solo após a morte. Geb umedece o corpo humano na terra e o sela para a eternidade. Nas pinturas é sempre representado com um ganso sobre a cabeça. / ou nas águas debaixo da terra.”. (Êxodo 20, 4) Por fim o que estava nas águas eram justamente os deuses animais que ficavam nas águas e que eram adorados no Egito: / SEBEK, um crocodilo ou um homem com cabeça de crocodilo representavam essa divindade aliada do implacável deus Seth. O deus-crocodilo, era venerado em cidades que dependiam da água, como Crocodilópolis. / TUÉRIS, (Taueret ) era a deusa-hipopótamo que protegia as mulheres grávidas e os nascimentos. Ela assegurava fertilidade e partos sem perigo. Adorada em Tebas, é representada em inúmeras estátuas e estatuetas sob os traços de um hipopótamo fêmea erguido, com patas de leão, de mamas pendente s e costas terminadas por uma espécie de cauda de crocodilo. / Será que é mera coincidência, Deus ter proibido as “imagens” justamente quando os judeus saíram do Egito? E por que esta proibição se assemelha tanto aos deuses do Egito? É apenas uma coincidência? / Para que não haja mesmo qualquer dúvida ou questionamento de que Deus se referia aos falsos deuses do Egito, ao pedir que o povo não praticasse idolatria, nem fizesse "imagens", leremos agora um trecho do livro de Josué, que foi quem substitui Moisés: / “Agora, pois, temei o Senhor e o servi-o com inteligência e fidelidade. Afastai os deuses aos quais vossos pais serviram do outro lado do rio e no Egito, e servi ao Senhor”. (Josué 24, 14). / E para termos ainda mais certeza de que Deus falava claramente dos falsos deuses do Egito, leiamos o que fala também, Ezequiel 8, 8-10: “Filho do homem, disse-me ele, fura a muralha, quando a furei, divisei uma porta. Aproxima-te, diz ele, e contempla as horríveis abominações a que se entregam aqui. Fui até ali para olhar: enxerguei aí toda espécie de imagens de répteis e animais imundos e, pinturas em volta da parede, todos os ídolos da casa de Israel”. //// Agora o que podemos perceber com essa passagem bíblica? Obviamente que os sacerdotes estavam adorando os falsos deuses em forma de répteis e animais, que Deus havia proibido que fossem adorados. / Saibas que o próprio Josué que condenou as imagens dos ídolos, se prostrou diante das imagens da Arca da Aliança e isso não foi caracterizado como idolatria: / VEJA "Josué rasgou suas vestes e prostrou-se com a face por terra até a tarde diante da arca do Senhor, tanto ele como os anciãos de Israel, e cobriram de pó as suas cabeças" (Josué 7, 6) ////////////// A serpente de Bronze: "E disse o Senhor a Moisés: Faze uma serpente ardente e põe-na sobre uma haste; e será que viverá todo mordido que olhar para ela. E Moisés fez uma serpente de metal e pô-la sobre uma haste; e era que, mordendo alguma serpente a alguém, olhava para a serpente de metal e ficava vivo." (Nm 21,8-9) ////////////////////// NOTAS: / A própria serpente de bronze foi uma prefiguração de Cristo e ele próprio confirma isto, ou seja a crucificação de Cristo foi representada com uma imagem de cobra: “Como Moisés levantou a serpente no deserto, assim deve ser levantado o Filho do Homem,” (João 3, 17) / Estaria Moisés cometendo idolatria? O templo de Salomão: E no oráculo fez dois querubins de madeira de oliveira, cada um da altura de dez côvados.” (I Reis 6, 23) / E revestiu de ouro os querubins. E todas as paredes da casa, em redor, lavrou de esculturas e entalhes de querubins, e de palmas, e de flores abertas, por dentro e por fora.” (I Reis, 6, 28-29) / “E sobre as cintas que estavam entre as molduras havia leões, bois, e querubins, e sobre as molduras uma base por cima; e debaixo dos leões e dos bois junturas de obra estendida.” (I Reis 7, 29). / Para o interior do Santo dos Santos, mandou esculpir dois querubins e os revestiu de ouro.” (II Crônicas 3,10) / E outra era neste mesmo templo que os apóstolos e Jesus iam para orar: VEJA: "Jesus passeava no templo, no pórtico de Salomão." (João 10,23) / "Enquanto isso, realizavam-se entre o povo pelas mãos dos apóstolos muitos milagres e prodígios. Reuniam-se eles todos unânimes no pórtico de Salomão."(Atos 5, 12) / Me diga protestantes?Estariam Jesus e os apóstolos sendo idólatras ao frequentar um templo repletos de imagens de escultura? / Olha só aqui fica mais do que provado , que Deus nunca proibiu a fabricação de imagens e sim de ídolos para a adoração, colocando-os no lugar do próprio Deus. / Existem milhares de referências bíblicas que apoiam as imagens / Saibas que todos os templos de Deus tinham milhares de milhares de imagens e eu provo pela geologia pela arqueologia pela bíblia e por mais de 50 historiadores dos primeiros séculos / Protestantes entenda que a idolatria é uma palavra formada por dois radicais, ido, que provém de ídolo e latria, que significa culto a uma divindade /////// VEJA: Outras passagens bíblicas que apoiam as imagens. E ainda: Me prostro voltado para o teu sagrado templo” (Sl 138(137),2 / E lá (no teu santuário), ó Senhor, possamos cantar com o Salmista: “Nós nos saciamos com os bens da tua casa, com as coisas sagradas do teu templo” (Sl 65(64),5). / PROTESTANTES CHAMEM ESSE VERSÍCULO DE IDOLATRIA POIS É ISSO QUE A IGREJA FAZ NOS SEUS TEMPLOS. / Por outro lado, eu teria – se possível fosse – um enorme prazer em visitar o Templo de Deus, que Salomão mandou edificar; e no qual a glória de Deus pousou. / Lugar Sacro em que abundavam inúmeras imagens de animais (touros e leões) – imagens que participavam do Verdadeiro Culto a Deus. Aliás, imagens sagradas e abençoadas e que, portanto, conjuntamente com todo o Templo do Altíssimo, eram reverenciadas. Está escrito: “Reverenciareis meu santuário” (Lv 19,30). / VEJA: Ezequiel 8 6 E ele me disse: Filho do homem, vês tu o que eles estão fazendo? As grandes abominações que a casa de Israel faz aqui, para que me afaste do meu santuário; Mas verás ainda outras grandes Abominações. E levou-me à porta do átrio; então olhei, e eis que havia um buraco na parede.8 Então ele me disse: Filho do homem, cava agora na parede. E quando eu tinha cavado na parede, eis que havia uma porta.9 Disse-me ainda: Entra, e vê as ímpias abominações que eles fazem aqui. Entrei, pois, e olhei: E eis que toda a forma de répteis, e de animais abomináveis, e todos os ídolos da casa de Israel, estavam pintados na parede em todo o redor. / Agora leia que no livro de Ezequiel, ídolos são figuras de répteis! Agora eu pergunto protestantes? O que as figuras de répteis tem a ver com o catolicismo??? Agora, veja que no mesmo livro de Ezequiel ele citando as imagens permitidas dentro do templo, e detalhe, / ELES POSSUEM ROSTO HUMANO! / VEJA: Ezequiel 41 1 ENTÃO me levou ao templo, e mediu os pilares, seis côvados de largura de um lado, e seis côvados de largura do outro, que era a largura da tenda.(…)17 No espaço em cima da porta, e até na casa, no seu interior e na parte de fora, e até toda a parede em redor, por dentro e por fora, tudo por medida. 18 E foi feito com querubins e palmeiras, de maneira que cada palmeira estava entre querubim e querubim, e cada querubim tinha dois rostos. / 19 A saber: um rosto de homem olhava para a palmeira de um lado, e um rosto de leãozinho para a palmeira do outro lado; assim foi feito por toda a casa em redor. / Agora vejam essas outras passagens bíblicas que vai contra ao analfabetismo bíblico e histórico do meio do protestantismo. / Salomão mandou colocar no Santo templo imagens de - 2 QUERUBINS no Oráculo (III Reis 6,23-28), / -mandou colocar no templo 12 BOIS na bacia de bronze! (III Reis 7,25); / Mandou colocar no templo BOIS e LEOES E QUERUBINS! (III Reis 7,28-29) e E ainda como que figuras de HOMENS EM PÉ”, e / MAIS QUERUBINS e LEÕES (III Reis 7,36); / Protestantes quando se estuda nas fontes as palavras os costumes e as línguas primitivas dos escritores das época dos fatos você não contradiz. / VEJA: Que as representações simbólicas dos querubins – muito provavelmente – possuíam pés e mãos, não é mesmo? Da vida acreditam que os “querubins da glória” (Hb 9,5) eram cotos ou aleijados? / As estátuas querubínicas da Arca da Aliança são representadas possuindo pés e mãos. OBS.: Que na Vulgata, inclusive, é citada que, no Templo de Jerusalém, a presença de uma imagem de homem: Apresentando como que a figura de um homem de pé” (III Reis 7,36)>> [BÍBLIA SAGRADA (Traduzida da Vulgata). 15a. Edição, Edições Paulinas, SP, 1998, p. 378].– [III Reis 7,36 equivale, nas demais traduções da Bíblia, a 1 Reis 7,36] / b)Ao citar o texto do Deuteronômio, você Maurício Pereira da Silva frisou: imagem de “homem e mulher “. Por que ele não frisou também a parte antecedente que diz: “Imagem esculpida em forma de ídolo” (Dt 4,16). / Assim, Deus haveria especificado a proibição da Lei como sendo só sobre as estátuas (isto é, “imagem esculpida”) e não com referência a qualquer tipo de imagem. / Essa proibição do Deuteronômio inclui: a pintura, o desenho, o mosaico, o vitral, os bordados, as tapeçaria, posters, etc? / Se dizes que sim; então, prove! Pois, pelo texto bíblico é dito especificadamente: “imagem esculpida em forma de ídolo”(cf. Dt 4). Repito, pelo texto do deuteronômio citado, NÃO é qualquer tipo de imagem; mas “ESTÁTUA” e ainda, esta estátua, tem que ser “em forma de ídolo”. / (Sugerindo, assim, que existem estátuas que não possuem a forma idolátrica e estas, por conseguinte, também não seriam proibidas). / Em suma, por tal inferência,então, poder-se-ia afirmar que: “Todo ídolo – obrigatoriamente – teria que ser uma estátua; mas nem toda estátua seria um ídolo” (assim como todo dólar é dinheiro; mas nem todo dinheiro é dólar); / Haja vista existirem estátuas aceitas no templo (querubins, leões, touros: 1Rs 7,29; além de escultura de guirlandas e palmas: 2 Cron 3,5),afora a estátua da serpente de bronze (cf. Nm 21,8-9) ou dos ratos e tumores (cf. 1Sm 6,11). / Há ainda a estátua que ficou – por um bom período de tempo – na Casa de Deus em Silo: “Eles instalaram para seu uso a imagem que Micas havia esculpido, e ela permaneceu lá todo o tempo em que subsistira a casa de Deus em Silo” (Jz 18,31). / E o Dicionário? No Dicionário Aurélio 3.0 – Século XXI” também é dito que honrar é venerar. E agora Maurício Pereira da Silva ? Tu não honrarás mais teus pais porquanto – no Aurélio – venerar significar honrar? / E como fica o santo mandamento que diz: “Honra teu pai e tua mãe” (Lc 18,20); bem como a seguinte sentença bíblica que diz: “Se alguém me serve, meu Pai o honrará” (Jo 12,26); ou ainda: “Honrai a todos” (1 Ped Aliás, no mesmo dicionário, “venerar” / Significa respeitar. Será que não mais respeitará nada e ninguém, exceto Deus?… Eu creio que não! Pois, certamente, continuará respeitando muitas coisas; bem como dando a honra a quem é devida a honra, não é mesmo?… Aí eu me pergunto: você honra os santos de Deus? Você os respeita? Sim ou não?… Você respeitaria as imagens do Templo de Jerusalém? / {Lembre-se –- segundo o Aurélio respeitar é venerar (e que, presumidamente, seria o mesmo que adorar).] Você as respeitaria ou não?… E como Adorar, segundo o citado dicionário, é igual a idolatrar; então, não te incomodarias de ser chamado de “idolatrador” de Deus? [Eu porém não idolatro Deus, eu o adoro!] Segundo o mesmo dicionário, adorar é amar extremamente. E me responda, então: “Deus amou o mundo: pouco, medianamente, ou em extremo? / Não foi em extremo,? A ponto de – conforme está escrito – entregar ao seu Filho amado para salvação do mesmo: “Deus amou tanto o mundo, que entregou o seu Filho único” (Jo 3,16). Por conseguinte, segundo aquele que vulgarmente é denominado de “Pai dos Burros”, Deus teria cometido o pecado da idolatria;? Esse é um cipoal em que se meteste, / (E com dicionário embaixo do braço!… Melhor seria fechá-lo, e rapidamente! Antes que, “com pés e mãos” Sejas, tu, laçado nos fogo do inferno – conforme asseverou Nosso Senhor Jesus Cristo.) / Eu, porém, digo: têm certos lugares (“as sinagogas de Satanás”) que peço a Deus não precisar nunca ir para não ter, quiçá, que me depara com os “cães” (Mt 7,6), “víboras” (Mt 23,33) e todo tipo de “bestas” – que por lá possa haver? Por outro lado, eu teria – se possível fosse – um enorme prazer em visitar o Templo de Deus, que Salomão mandou edificar; e no qual a glória de Deus pousou. Lugar Sacro em que abundavam inúmeras imagens de animais (touros e leões) – imagens que participavam do Verdadeiro Culto a Deus. Aliás, imagens sagradas e abençoadas e que, portanto, conjuntamente com todo o Templo do Altíssimo, eram reverenciadas. / Está escrito: “Reverenciareis meu santuário” (Lv 19,30). E ainda Me prostro voltado para o teu sagrado templo” (Sl 138(137),2). [O Santuário, como é bem sabido, estava cheio de imagens. / ]…E lá (no teu santuário), ó Senhor, possamos cantar com o Salmista: “Nós nos saciamos com os bens da tua casa, com as coisas sagradas do teu templo” (Sl 65(64),5). / AGORA UMA OUTRA OBS.: o Templo e tudo que havia nele eram sagrados! Portanto, cada objeto de lá, inclusive, as imagens, não podiam ser tidos com simples enfeites - eram ornamentos sacros com significados simbólicos-religiosos. Olha os que ignoram a Escritura é preciso deixar claro: o que é proibido é a prostração “adorativa” perante criaturas (sejam imagens ou não); e não a prostração SEM adoração. Vejamos, aluguns exemplos, lícitos, de prostrações sem a adoração: / - “Betsabéia se ajoelhou e se prostrou diante do rei” (1 Rs 1,16). / - “Quando chegou o profeta Natã… Ele veio perante o rei e se prostrou diante dele” (1 Rs 1,22s.) – “Esse terceiro chefe subiu, dobrou os joelhoes diante de Eliseu e suplicou-lhe assim: “Ó homem de Deus…” ” (2 Rs 1,13). - “Prostrai-vos perante o seu monte sagrado” (Sl 99(98),9). / Protestantes aprendam uma coisa que em primeiro lugar, que nenhum dicionário é tratado de epistemologia, de hermenêutica ou de exegese. E saiba que qualquer estudo mais sério de sinonímia lhe dirá que não há sinônimo que seja absolutamente equivalente. / Também aprenda, que se existem duas palavras distintas para designar algo ou uma ação, é porque cada uma delas dá um matiz diverso da coisa ou da ação designada. Se duas palavras são absolutamente idênticas, a língua tende a eliminar uma delas. / Assim eu ti provo biblicamente e por mais de 80 escritores e padres da igreja dos primeiros séculos da era cristã que, adorar não é venerar, nem, muito menos, idolatrar. Pois cada uma dessas palavras tem sentidos diferentes. / Agora se o seu “pai de burros” não faz essa distinção, é porque é um “Pai de burros” muito pouco sábio. E apesar de o mais famoso “pai de burros”, no Brasil, se chamar Aurélio, compará-lo com qualquer “Pai de Burros ” estrangeiros, verá logo uma diferença… uma diferença… digamos… gigantesca olha (hesitei na escolha do adjetivo, e coloquei um muito vulgar, só para manter o respeito). / Protestantes aprenda que adorar significa reconhecer como Deus, criador de todas as coisas. Já a palavra idolatrar, embora seu amigo Aurélio — que não mora aqui em casa — não explique isso, significa em certo sentido o oposto, pois designa a ação de adorar uma criatura em vez de adorar o Criador. / Materialmente, a ação de adorar e a ação de idolatrar são idênticas. Formalmente são opostas. / Compreenda protestantes que a diferença entre matéria e forma, na consideração de uma ação. Mas, para auxiliar suas contradições dou-lhe um exemplo didático, visto que um protestante é especialista em dicionário e em leitura enviezada da Bíblia que normalmente anda tão atarefado em decorar e citar a Escritura por “centímetros” e “milímetros”, que facilmente pode ter esquecido uma coisa tão primária. / Ademais, o “pai dos burros” nacionais, ou mesmo seus eqüivalentes estrangeiros, não trata disso. Agora muitos protestantes não querem ser protestante e outros por vergonha preferem ser chamados de cristão! MAIS EU TI DIGO E AFIRMO QUE OS PROTESTANTES SÃO CHAMADOS DE PROTESTANTES MESMO. Pois não existe a religião “evangélica”. Esse adjetivo é falsamente usado pelas seitas protestantes muito hoje em dia. / As seitas protestantes se esconde, por trás do adjetivo “evangélico”, que é vago demais. Pois nele cabem os luteranos que crêem que Cristo é Deus. / Nele se escondem também os Testemunhas de Jeová que não crêem na divindade de Cristo. Há milhares de seitas que se dizem evangélicas, cada uma acreditando ser a única verdadeira igreja. / Na verdade os protestantes, São filho de Lutero. E não é preciso ser alemão para ser protestante, isto é, para ser filho de Lutero. Há, infelizmente, brasileiros filhos dele (e do dicionário). Os protestantes não anda bem da lógica. Vou ti da uma prova? / Os protestantes costumam sempre citar o texto do II livro dos Reis (XVIII, 3-4) para provar que o Rei Ezequias destruiu a serpente de bronze feita por Moisés. Obrigado pela prova de que tenho razão. Pois o que prova esse texto que as seitas citam? / PROVA: 1) Que Moisés fizera de fato uma serpente de bronze; 2) que essa serpente fora conservada pelos judeus durante longo tempo; 3) que eles acabaram por adorá-la ou a prestar-lhe culto indevido; 4) que por isso, Ezequias a quebrou. /////////////// Agora eu digo? Teria agido mal Moisés ao fazer a serpente de bronze? É claro que não, pois foi o próprio Deus quem ordenou fazê-la e olhar para ela para que os judeus se curassem. / Erraram os judeus conservando-a? É evidente que não, porque mostravam gratidão e obediência a Deus. / E entre os que conservaram estavam Moisés, Josué, os Juízes, Daví, Salomão. Será que todos eles estavam errados? Será que nenhum deles tinha um “Aurélio” — um dicionário à mão para saber que adorar, venerar, reverenciar, amar extremamente é tudo a mesma coisa? E nenhum deles contou com um sábio protestante para aconselhá-lo? Por que, durante tantos séculos, Deus e seus enviados permitiram que se guardasse a serpente de bronze? / É evidente que permitiram porque ela não era adorada. Quando a transformaram abusivamente em ídolo, Ezequias a destruiu. / Mas fique sabendo, que abusus non tolit usum. E não pense que isso é lei da Igreja: é um princípio jurídico do Direito Romano. / O abuso não tolhe o uso. Por isso Leonardo que se alguém abusa do culto de dulia de um santo e de sua imagem, e passa da veneração a idolatria, isso é um abuso condenável que não proíbe nem invalida o culto de dulia — e não de latria — de um santo e de sua imagem. Erraram depois os judeus transformando-a em ídolo? Evidente que sim, e, por isso fez bem Ezequias em destruí-la. / Portanto, enquanto não se adora uma imagem como se fosse Deus, é lícito tê-la e mesmo “olhar para ela para ser curado” como Deus mandou. ///////////////////////////////////////////////////////////// Vendo-o, pois, os filhos dos profetas que estavam defronte em Jericó, disseram: O espírito de Elias repousa sobre Eliseu. E vieram-lhe ao encontro, e se prostraram diante dele em terra. (2Re 2:15 ACF) /// Desaprovação que muitos protestantes têm para com o costume católico de ter imagens religiosas e estátuas surge suspeita de que os católicos cometer o pecado de idolatria a adorá-los (o que é proibido em Êxodo e Deuteronômio 20,3-5 5.6. - 9). O que eu digo: Esse erro é muito mais amplo do que podemos imaginar. / Veja que advertências contra a idolatria aparecem por toda a Bíblia (por exemplo, 33,52 Números, Deuteronômio 7,5, 25, 9,12, 12,3, 2 Reis 17,9-18, 23,24, 2 Crônicas 23:17 ; 28,1-3, 22,18-25, 34,1-7). Em 1 Coríntios 10,14 Paulo escreveu: " Amados, Shun a adoração de ídolos "(Romanos 1,18-23). / Mais saibas que Deus condena o pecado da idolatria, seja na forma de estátuas, coisas materiais, sexo, poder, tudo o que se torna um ídolo. Mas Ele não proíbe imagens religiosas, desde que sejam usados corretamente. / Por exemplo, em Êxodo, capítulo 25, Deus ordena a Moisés a esculpir estátuas de anjos. " Senhor falou a Moisés dizendo ... Farás também dois querubins de ouro maciço, o que em ambas as extremidades do propiciatório: faça o querubim primeiro em uma extremidade e segundo na outra. A forma querubins um corpo com o propiciatório em suas duas extremidades. Eles vão estar com as asas estendidas acima, ofuscando o propiciatório com eles, frente a frente, com o rosto virado para a misericórdia ... Não vou encontrar contigo de cima do propiciatório, do meio dos dois querubins sobre a arca do Testemunho você se comunica tudo o que tenho para te ordenar para os israelitas. "(Êxodo 25,1.18-20.22, ver também 26,1) / Isto mostra claramente que há circunstâncias em que as imagens religiosas não são apenas permitidas, mas também muito agradável a Deus . / Outro exemplo é descrito em mais incidente 1 Samuel 6,1-18. Em Êxodo 28,31-34 o Senhor ordenou que vestes sacerdotais de Arão adornados com imagens de romãs. Em Números 21,8-9 Ele ordenou a Moisés, para esculpir a imagem de uma cobra milagrosamente curado picadas de cobras venenosas (uma estranha prenúncio da cruz de Cristo [cf João 3:14). E em 2 Reis 18,4, quando as pessoas começaram a adorar a serpente de bronze, o rei imediatamente destruído. O que antes era uma imagem legítima sagrado tornou-se um objeto de idolatria. (Um conto de advertência para qualquer um tentado a superstição ou idolatria). / Agora Observe o que Deus disse a Salomão, quando construiu o Templo: " "Para esta casa que você está construindo, se você andar nos meus estatutos, de acordo com trabalhos meus juízos e manter todos os meus mandamentos para andar de acordo com eles, eu mantenho a minha palavra contigo, o que eu disse a Davi, teu pai, habitar entre os filhos de Israel e não desampararei o meu povo de Israel "Salomão construiu a casa, e terminou "(1 Reis 6,12-14). / Entenda protestantes que esta declaração é muito importante porque o templo continha um grande número de estátuas e imagens, incluindo anjos, árvores, flores, bois e leões (cf. 1 Reis 6,23-35, 7,25.36).Decisão de Salomão para incluir estas imagens religiosas veio o dom da sabedoria que Deus havia abençoado com (cf. 1 Rs 3,1-28). / E longe de ser perturbado por estas imagens " Senhor disse: "Eu ouvi a oração e súplica de ter executado antes de mim. Eu consagrei esta casa que você construiu para colocar o meu nome para sempre, e os meus olhos e meu coração estarão nele para sempre " Y (1 Reis 9:3). / Obviamente, Deus não teria abençoado Salomão e "santificado" seu templo cheio de estátuas e imagens, se ele não concorda com eles - mais uma prova de que as imagens podem ser bom quando usado para dirigir nossos pensamentos a Deus e às coisas mais altas . / Lembre-se protestantes que São Paulo chama Cristo " imagem do Deus invisível "(Colossenses 1:15). A palavra grega para "imagem" é Eikonos , da qual deriva a palavra "ícone". Assim como manter imagens de nossa família e amigos para lembrá-los, temos também estátuas e imagens de nossas casas e igrejas para lembrar-nos de nosso Senhor, e da Virgem e dos Santos. / João 14:9 Colossenses 1,15 Hebreus 1,3 1 Evangelho de João 1:1-3
  • Sandro Ander

    em 09/01/2013 Via Google+
    PARANGOLÉ - NOSSA SENHORA DA GLORIA - SE - 06/01/2013

    PARANGOLÉ - NOSSA SENHORA DA GLORIA - SE - 06/01/2013
    TAMANHO: 93 MB DWONLOAD AQUI - CD COMPLETO



  • Cleibe Bezerra compartilhou a foto de Tania Marafiotti.
    Oração à Nossa Senhora Desatadora dos Nós Virgem Maria, mãe de Jesus, que nunca deixa de me amparar e vir em meu socorro, e a quem Deus encarregou de desatar os nós da vida dos seus filhos aflitos, em suas mãos não há nó que não poderá ser desfeito. A senhora bem conhece o meu desespero, a minha dor, volta o seu olhar sobre mim, e vê o emaranhado de nós que há em minha vida, e o quanto estou amarrado por causa destes nós. Mãe poderosa, por sua graça e seu poder intercessor junto a seu filho Jesus, ninguém, nem mesmo o maligno poderá me tirar do seu precioso amparo, portanto eu confio à senhora a fita da minha vida. Recebe em suas mãos este nó que está amarrando minha vida, e eu humildemente te peço para desatá-lo para a glória de Deus, e para todo o sempre. (fazer o pedido aqui) Que todas as dificuldades sejam superadas, que todas as barreiras sejam derrubadas, que todos os caminhos se abram e que surjam todas as oportunidades de bem, a mim reservadas por Deus. E humildemente peço que ninguém tenha a força e o poder de me prejudicar, que nada tenha a força e o poder de interferir em minha vida, em meu trabalho e minha saúde. A senhora que é minha esperança, a minha consolação, a minha força, ouve minha súplica, me guarda, me guia e me proteje, seguro refúgio! E à senhora serei profundamente grato(a) para sempre. Assim seja.
    Fotos da publicação de Tania Marafiotti em Reavivados em Cristo Tania Marafiotti..
  • CORRE LOUKO

    em 12/05/2014 Via Google+
    BANDA ALMA GÊMEA CD - AO VIVO EM NOSSA SENHORA DA GLÓRIA - SE 11/05/2014
    Informações: Nome do Álbum: Nossa Senhora Da Glória - SE 11/05/2014 Repertório: atualizado  Tamanho Do CD 100 MB Postado Por : Maicon Overcaus Ano de Lançamento: 2014 Baixar CD - Lançamento

    BANDA ALMA GÊMEA CD - AO VIVO EM NOSSA SENHORA DA GLÓRIA - SE 11/05/2014
    Informações: Nome do Álbum: Nossa Senhora Da Glória - SE 11/05/2014 Repertório: atualizado  Tamanho Do CD 100 MB Postado Por : Maicon Overcaus Ano de Lançamento: 2014 Baixar CD - Lançamento
  • Guia Scapes

    em 13/08/2014 Via Google+
    A Catedral de Maringá, dedicada a Nossa Senhora da Glória, foi construída no período de julho de 1959 a maio de 1972. Sua obras em concreto foram concluídas quase quatorze anos depois, em 10 de maio de 1972. 
    Calcula-se que foram usados 30.000 sacos de cimento, 270 toneladas de ferro, 3,6 mil metros cúbicos de areia, 4,1 mil metros cúbicos de pedra britada quase 2 mil metros cúbicos de granito para o piso.A antiga catedral, em madeira, foi desmontada e teve as tábuas destinadas à construção de casas popular

    Na imagem Antiga Catedral de Maringá, com a atual em construção, ao fundo |Fonte: Gerência de Patrimônio Histórico, Prefeitura Municipal de Maringá. Foto de Kenji Ueta

    #Maringá #CatedraldeMaringá

    A Catedral de Maringá, dedicada a Nossa Senhora da Glória, foi construída no período de julho de 1959 a maio de 1972. Sua obras em concreto foram concluídas quase quatorze anos depois, em 10 de maio de 1972. Calcula-se que foram usados 30.000 sacos de cimento, 270 toneladas de ferro, 3,6 mil metros cúbicos de areia, 4,1 mil metros cúbicos de pedra britada quase 2 mil metros cúbicos de granito para o piso.A antiga catedral, em madeira, foi desmontada e teve as tábuas destinadas à construção de casas popular Na imagem Antiga Catedral de Maringá, com a atual em construção, ao fundo |Fonte: Gerência de Patrimônio Histórico, Prefeitura Municipal de Maringá. Foto de Kenji Ueta #Maringá #CatedraldeMaringá
    catedralantiga.png
  • Motocross em Nossa Senhora da Glória/Sergipe 2014 - Drone DJI Phantom 2 Vision - Montagem

    3ª Etapa do Campeonato Sergipano de Motocross em Nossa Senhora da Glória/Sergipe 2014. Imagens Aéreas Drone DJI Phantom 2 Vision.

  • Denner Cabral

    em 20/02/2013 Via Google+


    Baixar CD Parangolé - Nossa Senhora da Glória - SE - 06.01.2013 - ao vivo-Trollando Notícias
    Informações: Nome do Álbum: Nossa Senhora da Glória - SE - 06.01.2013. Banda: Parangolé Tamanho: 93 Mb Ano de Lançamento: 2013. Servidor Para o Download CD – Mediafire Faixa Teste – Mediafire CD Com 2...
  • eu quero sempre seguir seus passos, me mostre o caminho Senhor!


    Leila De Fátima compartilhou a foto de Nei Lima Jr.
    FELIZ 3ª- FEIRA (19/08/2014), NA PAZ DE DEUS!! Liturgia/Palavra (1ª Leit. Ez 28,1-10 / Resp. Dt 32 / Ev. Mt 19,23-30) São João Eudes — 20ª Semana do Tempo Comum * 1ª Leitura - Profecia de Eze­quiel (Ez 28,1-10): 1 A palavra do Senhor foi-me dirigida nestes termos: 2 “Filho do homem, dize ao príncipe da cidade de Tiro: Assim fala o Senhor Deus: Porque o teu coração se tornou orgulhoso, tu disseste: ‘Eu sou um deus e ocupo o trono divino no coração dos mares’. Tu, porém, és homem e não um deus, mas pensaste ter a mente igual à de um deus. 3 Sim, tu és mais sábio do que Daniel! Segredo algum te é obscuro. 4 Com talento e habilidade adquiriste uma fortuna, acumulaste ouro e prata em teus tesouros. 5 Com grande tino comercial aumentaste tua fortuna, e com ela teu coração se tornou soberbo. 6 Por isso, assim diz o Senhor Deus: Por teres igualado tua mente à de um deus, 7 vou trazer contra ti os povos mais violentos dos estrangeiros. Eles puxarão suas espadas contra a tua bela sabedoria e profanarão o teu esplendor. 8 Eles te farão baixar à cova, e morrerás de morte violenta no coração dos mares. 9 Porventura, ousarás dizer: ‘Sou um deus!’ na presença de teus algozes, tu que és um homem e não deus, nas mãos dos que te apunhalam? 10 Morrerás da morte dos incir­cuncisos, pela mão de estrangeiros, pois fui eu que falei —oráculo do Senhor Deus”. (- Palavra do Senhor - GRAÇAS A DEUS!) * Responsório (Dt 32): — Sou eu que tiro a vida, sou eu quem faz viver! — Sou eu que tiro a vida, sou eu quem faz viver! — Pensei: “Vou espalhá-los pela terra, farei cessar sua memória inteiramente”. Mas receava a reação dos inimigos, a má interpretação dos adversários. — Eles diriam: Nossa mão prevaleceu, não foi o Senhor Deus que isto fez. Porque meu povo é gente sem juízo, é gente que não tem discernimento. — Como pode um homem só perseguir mil, como dois podem fazer fugir dez mil? Não é porque sua Rocha os vendeu, não é porque o Senhor os entregou? — Já vem o dia em que serão arruinados e o seu destino se apressa em chegar. Porque o Senhor fará justiça ao seu povo e salvará todos aqueles que o servem. * Evangelho (Mt 19,23-30): Naquele tempo, 23 Jesus disse aos discípulos: “Em verdade vos digo, dificilmente um rico entrará no reino dos Céus. 24 E digo ainda: é mais fácil um camelo entrar pelo buraco de uma agulha, do que um rico entrar no Reino de Deus”. 25 Ouvindo isso, os discípulos ficaram muito espantados, e perguntaram: “Então, quem pode ser salvo?” 26 Jesus olhou para eles e disse: “Para os homens isso é impossível, mas para Deus tudo é possível”. 27 Pedro tomou a palavra e disse a Jesus: “Vê! Nós deixamos tudo e te seguimos. Que haveremos de receber?” 28 Jesus respondeu: “Em verdade vos digo, quando o mundo for renovado e o Filho do Homem se sentar no trono de sua glória, também vós, que me seguistes, havereis de sentar-vos em doze tronos para julgar as doze tribos de Israel. 29 E todo aquele que tiver deixado casas, irmãos, irmãs, pai, mãe, filhos, campos, por causa do meu nome, receberá cem vezes mais e terá como herança a vida eterna. 30 Muitos que agora são os primeiros, serão os últimos. E muitos que agora são os últimos, serão os primeiros. (— Palavra da Salvação — GLÓRIA A VÓS, SENHOR!) * Data Comemorativa - 19 de Agosto: Dia do Artista de Teatro. * A Igreja celebra hoje (Santos do Dia - 19 de Agosto): ~ SÃO JOÃO EUDES; (*...) (São João Eudes, 1601-1680: — Fundou a Congregação de Jesus e Maria e a Congregação de Nossa Senhora da Caridade do Bom Pastor "Irmãs do Bom Pastor"— Nasceu, em 14 de novembro de 1601, na pequena vila de Ri, próxima de Argentan, no norte da França. Era o primogênito de Isaac e Marta, que tiveram sete filhos. Cresceu num clima familiar profundamente religioso. Inicialmente, estudou no Colégio Real de "Dumont", em Caen, dos padres jesuítas. Nos intervalos das aulas, costumava ir à capela rezar, deixando as brincadeiras para o segundo plano. Na adolescência, por sua grande devoção a Maria, secretamente consagrou-se a ela. Depois, sentindo sua vocação religiosa, foi aconselhado a terminar os estudos antes de ordenar-se sacerdote. Em 1623, com o consentimento dos pais, foi para Paris, onde ingressou na Congregação do Oratório, sendo recebido pelo próprio fundador, o cardeal Pedro de Bérulle. Dois anos depois, recebeu sua ordenação, dedicando-se integralmente à pregação entre o povo. Pleno do carisma dos oratorianos, centrados no amor a Cristo, e de sua especial devoção a Maria, passou ao ministério de pregação entre o povo. Visitou vilas e cidades de Ile de França, Bolonha, Bretanha e da sua própria região de origem, a Normandia. Nessa última, quando, em 1627, ocorreu a epidemia da peste, João percorreu quase todas, principalmente as vilas mais distantes e esquecidas. Como sensível pregador, levou a Palavra de Cristo, dando assistência aos doentes e suas famílias. Nunca temeu o contágio. Costumava dizer, em tom de brincadeira, que de sua pele até a peste tinha medo. Mas temia pela integridade daqueles que viviam à sua volta, que, ao seu contato, poderiam ser contagiados. Por isso não entrava em casa e à noite dormia dentro de um velho barril abandonado ao lado do paiol. Inconformado com o contexto social que evoluía perigosamente, no qual as elites dos intelectuais valorizavam a razão e desprezavam a fé, João Eudes, sabendo interpretar esses sinais dos tempos, fundou, em 1643, a Congregação de Jesus e Maria com um grupo de sacerdotes de Caen que se uniram a ele. A missão dos eudianos é a formação espiritual e doutrinal dos padres e seminaristas e a pregação evangélica inserida nas necessidades espirituais e materiais do povo. Além de difundir, por meio dessas missões, a devoção aos sagrados corações de Jesus e Maria. Seguindo esse pensamento, também fundou a Congregação Nossa Senhora da Caridade do Refúgio, para atender às jovens que de desviavam pelos caminhos da vida e às crianças abandonadas. A Ordem deu origem, no século XIX, à Congregação de Nossa Senhora da Caridade do Bom Pastor, conhecida como as Irmãs do Bom Pastor. Com os seus missionários, João dedicou-se à pregação de missões populares, num ritmo de trabalho simplesmente espantoso. As regiões atingidas pelo esforço dos seus missionários foram aquelas que mais resistiram ao vendaval anti-religioso da Revolução Francesa. Coube a João Eudes a glória de ter sido o precursor do culto da devoção dos sagrados corações de Jesus e de Maria. Para isso, ele próprio compôs missas e ofícios, festejando, pela primeira vez, com um culto litúrgico do Coração de Maria em 1648, e do Coração de Jesus em 1672. Hoje, essas venerações fazem parte do calendário da Igreja. Morreu em Caen, norte da França, no dia 19 de agosto de 1680, deixando uma obra escrita de grande valor teológico pela clareza e profundidade. Foi canonizado pelo papa Pio XII em 1925. A festa de são João Eudes comemora-se no dia de sua morte. (*...) Outros Santos de hoje: 1- Bernardo Talomei (Bem-aventurado, 1272-1348): religioso e fundador. 2- Santo Ezequiel Moreno y Diaz (1848-1906): Tomou o nome de frei Ezequiel de Nossa Senhora do Rosário quando emitiu os votos solenes em 1866. Três anos depois, foi enviado para as Ilhas Filipinas, onde permaneceu por quinze anos, ganhando notoriedade pela integridade do seu apostolado missionário. Ezequiel Moreno foi consagrado bispo de Pinara e vigário apostólico de Casanare em 1894. Pretendia acabar ali os seus dias, porém Deus o tinha destinado para uma tarefa mais árdua e delicada. Um ano depois, foi nomeado bispo de Pasto. O novo ministério foi seu verdadeiro calvário, sendo submetido à humilhações, menosprezo, calúnias, perseguições. Chegou, em algumas circunstâncias, a experimentar momentos de abandono por parte dos seus irmãos do clero. A fama de sua santidade difundiu-se entre os cristãos, sobretudo nos da Colômbia. Muitas curas, especialmente de câncer, foram atribuídas à sua intercessão, sendo beatificado em 1975. 3- Júlio. 4- São Ludovico ou "Luiz de Anjou" (1274-1297): Ludovico de Anjou, embora de descendência francesa, nasceu na Itália, provavelmente na Sardenha, em 1274. Seu pai era Carlos II de Anjou, rei de Nápoles, Sicília, Jerusalém e Hungria, e filho do papa Inocêncio II. Ludovico também era sobrinho-neto de são Luiz IX, rei da França. Tratado com aspereza e crueldade, pagando pelo rancor que o rei de Aragão nutria pela política do papa e do rei de Anjou, aceitou a longa prisão de sete anos com abnegação e paciência. Mas já estava acostumado com a vida de penitência. Desde pequeno, ele não dormia na sua cama real, preferindo o chão duro e frio. Assim, aquele período no cárcere só cristalizou a santidade do jovem príncipe. Era tratado cruelmente e deixado junto com os leprosos, os quais cuidava com zelo e carinho. Não temia o contágio, que seria motivo de felicidade, pois poderia sofrer um pouco e imitar o sofrimento de Cristo. Esse seu período de cativeiro foi acompanhado pelos frades da Ordem de São Francisco, principalmente pelo frei Jacques Deuze, depois eleito papa. Foi ele que presenciou e registrou as curas prodigiosas feitas por intercessão de Ludovico. Também acompanhou o jovem príncipe quando ele adoeceu gravemente, testemunhando a sua milagrosa cura e a decisão de tornar-se um simples frade franciscano. 5- Mariano. - São João Eudes e todos os Santos, rogai por nós!)~ — com Cecilia Aparecida Castro e outras 143 pessoas.
    Fotos da linha do tempo.
  • show show

    em 22/05/2014 Via Youtube
    BANDA SOMOS LOUCOS POR FORRÓ EM NOSSA SENHORA DA GLORIA-SE 18.05.2014 CAVALGADA GRUPO MANDA BOI




  • Comunidade Nossa Senhora da Conceição Aparecida - Cachoeira de Emas - SP compartilhou a foto de Nossa Senhora Aparecida.
    ORAÇÃO À SANTÍSSIMA TRINDADE Nós Vos damos graças, Ó Santíssima e Adorabilíssima Trindade, Sabedoria Eterna, por terdes fornecido ao mundo inteiro, por um inefável abismo de generosidade, o Vosso Cântico de Esperança e de Amor, escrito, a fim de que conduza muitos à salvação eterna. Por uma graça excepcional, dispusestes um caminho perfumado com o doce aroma do Vosso perfume e semeado de safiras, a fim de que cada um o siga e encontre o seu belo repouso na eternidade. E na Vossa divina bondade, Vós encontrastes o remédio para curar esta geração. Ó Primavera do universo, Trindade Amabilíssima, Esposo absolutamente adorável, Vós visitastes de novo a terra, para falardes, coração a coração, a Vossos filhos, derramando sobre eles uma corrente de graça com um ungido e luminoso conhecimento de Vós. Vós, Luminosa Divindade, muito tempo antes da Vossa criação, antecipastes esta festa, num dia em que, favorecendo os Vossos bem-amados, chamaríeis a Vossa criação, do mais baixo ao mais elevado, a um dia de esponsais com a Vossa Divindade em que, nesses dias de festividade, partilharíeis com eles uma união mais íntima, encrustada em Vós como uma preciosa pedra real e em que conversaríeis com eles, no íntimo do seu coração. Pela ternura do Vosso Coração, Vós Mesmo tínheis previsto que esta união divina seria só doçura porque passaríeis todo o Vosso tempo com eles, partilhando a sua vida - enquanto eles estariam sempre na terra - como partilhais o Vosso esplendor com os Vossos anjos. Que louvores e graças sejam dadas à Adorável Trindade por ter irrigado as Suas platibandas e por ter enviado a Sua Luz a toda a parte. Nós Vos damos graças, ó Deus, enquanto narramos as Vossas maravilhas. A fim de atingir o abismo da fragilidade humana, Vós deixastes o Vosso Trono e pusestes de lado a Vossa coroa real para ornamentar a Vossa criação com uma efusão do Vosso Amor divino. Então, ébrio do Vosso Amor por eles, destes o Vosso Espírito Santo que os iria atrair ao Vosso aposento nupcial e ao Vosso leito matrimonial, para que se unissem espontaneamente a Vós. Ó Santíssima Trindade, Tesouro dos santos e dos anjos, uma vez que a Vossa criação seria exaltada pelo amor divino, eles mesmos iriam gritar-vos: "Kyrie eleison, Kyrie eleison" (Senhor, tende piedade de nós, Senhor tende piedade de nós) enquanto Vós ciciaríeis aos seus ouvidos: "porque abraçastes a impassibilidade, encontrastes uma vivificação espiritual no Meu abraço". Doador de Vida e Dispensador dos Dons inestimáveis, Vós, pela Vossa ternura, chamastes tanto os pobres como os ricos a reunir-se ao redor da Vossa Mesa Real, oferecendo-lhes um Banquete imperial. Glória ao Altíssimo, Fonte de inefáveis delícias, Fonte que faz os jardins férteis, verdadeiro Poço de Água Viva, Torrente de amor fiel que corre do Vosso Coração. Amante da humanidade, Esposo da Vossa criação, nós Vos adoramos e louvamos o Vosso Santo Nome Três Vezes Santo. Amém. — com Brigida Fernandes.
    Fotos da linha do tempo.
  • Relembrando a ROMARIA 2012... Orações e pedidos de proteção se multiplicaram na manhã de ontem. Na 11ª Romaria da Santa Cruz, cerca de 4 mil pessoas aproveitaram para renovar seus votos de fé. Mesmo sem a procissão, cancelada por causa do tempo instável, o pavilhão e a Igreja Matriz de Linha Santa Cruz ficou lotado. Entre os participantes, diferentes manifestações reforçavam a devoção. Foi o caso da agricultora Moni Wagner Martins. Representando a paróquia Nossa Senhora da Glória, de Sinimbu, ela carregou uma cruz com os nomes dos enfermos que residem no município. Segundo ela, durante a semana a igreja coletou o nome de fiéis e acamados que por algum problema não puderam participar da manifestação religiosa. “Venho há dez anos na romaria, mas este é especial por essa bênção”, disse ao lado da filha Luana Martins. Além de ter a missão de representar os enfermos, Moni rezou pela saúde dos familiares. “Faço promessas e sempre venho renovar minha fé. Vale a pena”, garantiu. Após a missa, o bispo diocesano dom Canísio Klaus abençoou os doentes de todas as paróquias. Aqueles que cuidam dos acamados também foram lembrados. Nesta edição o tema da Romaria foi Vai, tua fé te curou, que é baseado no tema da Campanha da Fraternidade, Fraternidade e Saúde Pública. Segundo o padre Zeno Rech, estavam presentes representantes de 51 paróquias de 41 municípios. (GAZETA DO SUL 10/09/2012)


    .
  • CONHEÇO O SR AURELIO GRANDE HOMEM


    Nerci Costa Santos compartilhou a foto de Gazeta Popular.
    Entrevista com farmacêutico e pioneiro claudiense Aurélio Teixeira O farmacêutico Aurélio Lino Teixeira (72 anos-Foto), uma das mais ilustres e conceituadas personalidade da sociedade claudiense, me recebeu dias atrás em seu escritório para uma conversa descontraída sobre o início do povoamento da cidade Cláudia, da qual é cidadão desde o ano de 1979 quando se estabeleceu no município com a família. Confira abaixo a entrevista com este pioneiro, cuja contribuição foi de suma importância para o processo de crescimento e desenvolvimento do município daquela data até o momento atual. Gazeta Regional. O senhor é natural de que cidade e como se deu a vinda para Cláudia? Sou de Nova Aurora, estado do Paraná. Vim pela primeira vez a convite de um amigo que tinha estado aqui e gostou do local. No dia 5 de Março de 1979 quando cheguei aqui para visitar conhecer o local a região da cidade era praticamente tudo mato. Havia apenas uma casa na esquina, o restaurante do André Schineider, onde se encontra atualmente a loja de veículos (Aliança Veículos) próximo da praça central, e uma serraria com umas 5 casas na entrada da cidade, a serraria do Raul Banana (atual propriedade do Carolo). Conscientemente nesta mesma data dava início as atividades da escola Manuel Soares Campos com a professor Roseli Maldonado, que tinha 8 alunos da 1ª a 4ª séries. Gazeta Popular. E quando veio em definitivo? No dia 03 de Setembro de 1979 vim com a mudança, minha esposa Jacy Andrade Teixeira e nossas duas filhas, Maria Lucélia Teixiera Betteti e Maria Lucilia Andrade Teixeira. Aqui onde está minha casa era tudo mato, tinhas as duas avenidas principais da cidade, sendo que a avenida Tancredo Neves estava aberta até a metade apenas e o local da praça era um bosque de mata. Gazeta Popular. Qual atividade o senhor desenvolvia na época? Desde o início atuei com a venda de medicamentos. Quando me mudei trouxe algumas caixas de remédio. No início comprava os remédios na cidade de Cascavel e depois passei a comprar em Cuiabá. O primeiro médico só chegou em novembro de 1979, um japonês, o Hithossi Noguchi. Só que ele não ficou muito tempo. Meses depois veio o segundo médico, o Shiguero Osaka, o irmão do Sérgio Osaka, o qual ficou por cerca de dois anos. Gazeta Popular. Como era feito o abastecimento da cidade naquela época? Os primeiros que aqui chegaram vinham prevenidos e traziam alguns mantimentos não perecíveis enlatados, sardinha, farinha de trigo, arroz, macarrão, óleo e iam se mantendo. Carne de boi não existia. A carne de caça acaba sendo um recurso já que era muito abundante. Quando abriram as duas avenidas alguém teve a idéia de plantar abóbora nos barrancos e produzia muito. E devido a escassez de alimentos as pessoas acabavam se valendo disso. Era abobora no cafá da manhã, no almoço e no jantar e desse jeito as pessoas iam se virando. Farinha de trigo era um produto muito escasso e era o primeiro que acabava. Teve uma vez um cidadão me procurou e pediu que lhe arrumasse um pouco de trigo, pois um filho peque estava doente com vontade de comer pão. Arrumei a ele um pouco do que eu tinha só que acabou espalhando na vila que eu tinha trigo. Rapidamente várias pessoas vieram me pedir e acabei ficando sem também. A mercadoria que abastecia Cláudia no início era trazida até Sinop em aviões búfalo, da Força Aérea, e a distribuição era feito pela Cobal. Os aviões traziam mantimentos e voltava transportando pessoas que quisessem deixar a região. O único meio de comunicação que tínhamos era o rádio amador da Colonizadora. Uma viagem de Cláudia a Sinop chegava durar 4 horas. Chovia muito naquela época e por vezes a estrada ficava interditada pelos atoleiros. Uma vez se formou um atoleiro com 10 km, na altura da atual Iracema Madeiras, e outro aqui mais próximo da entrada da cidade, e ficou 90 dias sem ninguém poder passar pelo local. Um trator esteira que foi prestar socorro acabou ficando atolado. Um outro esteira foi levado para lá e para conseguir desatolar o primeiro teve que ser amarrado com cabos de aço em uma castanheira próxima e guinchar. Gazeta Popular. Como foi a história da primeira festa da padroeira? A escolha de Nossa Senhora da Gloria como padroeira foi ideia do Ênio Pipino com o Padre João Cererine de quem era muito amigo. A primeira missa foi rezada um pouco antes, em 1978, no local onde fica a praça central hoje que na época era um bosque de mata. Em 1980 foi realizado a primeira festa da padroeira. Ali onde fica hoje o salão de festas era mato ainda então roçamos embaixo das árvores para servir de local da festa. Para fazer o churrasco foi cavado um buraco no chão. Matamos três bois que foram doados. O primeiro foi no sábado e acabou em poucas horas. Daí mataram outro para o churrasco de domingo e quando deu 9 horas já tinha acabado também. Por fim tinha outro de reserva e também foi abatido no local mesmo da festa. Do jeito que ia sendo cortado já espetavam e ia direto para a churrasqueira. A partir de então todos os anos a festa é realizada e todos ajudam com doações e fazem uma grande festa que já é tradição da cidade. Gazeta Popular. Como se deu a passagem da agricultura para extração da madeiras? Inicialmente o povo foi incentivado a plantar café. Mais alguns problemas, principalmente os preços muito baixo do produto e o custo alto e dificuldades no escoamento da produção inviabilizou a cultura e os produtores acabaram sendo desistmulados. Depois veio a faze da mandioca onde os produtores foram incentivados a plantar mandioca para produção de álcool pela usina Sinop Agroquímica. A produção de mandioca de Cláudia era muito boa e ajudou sustentar a usina com matéria-prima por mais de 6 meses. Ocorre que a usina teve problemas e plantio foi desestimulado. Devido a auto custo do transporte da mandioca, que era feito em caminhões Dodge movidos a álcool que gastava muito, o preço pago aos produtores era muito baixo o que levou os produtores a ir desistindo do plantio. A atividade madeireira no início também teve muito dificuldade com o transporte da produção devido aos problemas nas estradas. Mais com a oferta abundante de toras e a melhoria das estradas passou a ser a principal atividade econômica de Cláudia durante muitos anos. Antes da agricultura com a cultura da soja, havia uma crença de que as terras daqui não eram boas. Outro problema era a grande quantidade de castanheiras, que acabava inviabilizando a abertura de áreas devido custo da operação da destocagem com o arranque dos tocos das árvores. Foi o produtor Favoreto que abriu as portar para agricultura. Ele comprou uma área de 600 hectares às margens da rodovia e fez a destocam por meio de correntão e tratores esteira no arrasto. Depois queimou o mato e fez o arranque dos tocos restante com um sistema bem mais barato e rápido do que com trator estira como faziam antes. A partir daí vários outros proprietários de terras passaram a investir na agricultura que vem ganhando cada vez mais importância na economia de Cláudia. Gazeta Popular. O senhor que acompanhou todo esse processo de abertura e crescimento do município está otimista quanto ao futuro de Cláudia? A população de Cláudia cresceu muito rápido. Nos anos 80 e 90 a todo o momento se via chegar uma mudança. As madeireiras empregavam muita gente mais com a diminuição da madeiras muita gente foi embora da cidade que de uns anos para cá mantém uma média de moradores. Cláudia tem grande potencial, sobretudo na agricultura, e tem plenas condições de voltar a crescer e se desenvolver. Temos energia abundante, umas das poucas cidades abastecidas com linha de transmissão de energia com carga de 136 MW, a exemplo de Sinop e Alta Floresta. Hoje temos estradas asfaltadas para escoar a produção. Então, desde que haja incentivos para as empresas se instalarem e políticas favoráveis a isto, estou certo que o município pode deslanchar e voltar a crescer e se desenvolver.
    Fotos da linha do tempo.
  • Parabens Dr. Paulo Mendonça Jr


    Paulo Mendonça Jr.
    #primeirahipertermoquimioterapianoAmazonas Com a graća de Deus, a partir da dedicação e empenho de todos os profissionais da FCECON, de todos os pacientes representandos por esta guerreira, a Kimberly, que luta bravamente por sua vida, e valoriza cada segundo da forma mais bela e admirável aos olhos de nosso Deus, dos seus amigos e familiares; e desta forma, realizamos em sua nona cirurgia contra um Câncer de Ovário avançado, a primeira Hipertermoquimioterapia intraperitoneal do Amazonas, e da Amazônia, oferecendo assim, mais uma alternativa de tratamento contra as neoplasias malignas avançadas, cuja quimioterapia tradicional perde efetividade. Neste dia 15 de Agosto, fizemos mais um capítulo da história da Oncologia Amazonense, onde muitos personagens, já tiveram sua participação, buscando uma maior qualidade de tratamento e aperfeiçoamento interdisciplinar, em oferecer sempre o melhor aos nossos enfermos. Esta foto da Kimberly, no quarto pós operatório de uma ressecção multiorgânica, associada a hipertermoquimioterapia intraperitoneal, representa a alegria de todos nós que planejamos, e lutamos para que se efetivasse o melhor a esta senhora, a esta cidadã do universo; essa é a realização de um projeto em oferecer a melhor saúde no tratamento do câncer, representa a luta desta paciente, que representa milhões que lutam, representa os que morreram lutando pela cura, ou pelo alivio, ou por uma qualidade de vida diante desta doença tão cruel e agressiva, contra a qual temos que sermos profissionais, assertivos e disciplinados em oferecer o melhor tratamento dentro da luz cientifica, e de humanidade. Depois de 6 anos tentando oferecer o melhor a nossa paciente, conseguimos!!! e que seja a primeira de muitas cirurgias, e que seja o melhor do melhor aos nossos pacientes, aos nossos semelhantes, e que saibamos oferecer o melhor a quem precisa de nosso cuidado e amor. Agradeço a todos que lutamos por este dia emblemático na luta contra o câncer, dia 15 de Agosto de 2014, assim como outros tivemos, e precisamos relembrar e comemorar, na reflexão de pensarmos sempre grande e humana, quando cuidamos dos nossos semelhantes. Agradeço esta glória e vitória da saúde e de Deus em nossas vidas, aos amigos e bravos guerreiros da Fcecon, representados pelo Dr Edson Andrade; aos amigos da UTI, e colegas anestesitas, representados pelo Dr Eliaquim, aos meus amigos Residentes, sem esta estrutura organizada e qualificada profiasionalmente, seria impossível realizar o procedimento; agradeço aos meus familiares, aos meus amigos que me ouviram reclamar por nao conseguir, mas que nao desistiria; agradeço a minha maior inspiração, motivação e saudade...que sabe o quanto sonho e luto por uma Oncologia de qualidade em nossa região, aqui relembro a luta pela implantação da Oncologia em.Roraima, projeto realizado há quase 8 anos, e assim continuaeemos lutando e perseverando pelo melhor aos nossos pacientes oncológicos; agradeço e louvo ao meu bom e misericordioso Deus, que sempre nos acompanha, cuida, nos inspira, e nos ilumina e abençoa a continuar oferecendo o melhor de nós, o melhor dos nossos dons, e o melhor do nosso amor, para quem passar por nossas vidas. Fiquemos todos com Deus, e se quisermos progredir , nos desenvolver como seres humanos, além do amor, da compaixão, devemos oferecer sempre o melhor, e realizarmos novas e belas todas as coisas, deixando um pouco de nós, para o progresso de contentamento e harmonia da humanidade. ( estas fotos e texto foram autorizadas, sua publicação, pela Sra Kimberlly Alves ) Tenham um bom dia !
  • Jam Maury

    em 15/08/2014 Via Google+
    15/08, dia de Nossa Senhora da Glória, sincretizada no Rio de Janeiro como Iemanjá.
    Aqui em Portugal dia feriado dedicado à Senhora da Assunção.

    15/08 day of Nossa Senhora da Gloria, in Rio de Janeiro syncretized as Yemanja.
    Here in Portugal a holiday dedicated to the Assumption.

    15/08 jour de Nossa Senhora da Gloria, à Rio de Janeiro syncrétique comme Yemanja.
    Ici au Portugal un jour férié consacré à l'Assomption.

    15/08, dia de Nossa Senhora da Glória, sincretizada no Rio de Janeiro como Iemanjá. Aqui em Portugal dia feriado dedicado à Senhora da Assunção. 15/08 day of Nossa Senhora da Gloria, in Rio de Janeiro syncretized as Yemanja. Here in Portugal a holiday dedicated to the Assumption. 15/08 jour de Nossa Senhora da Gloria, à Rio de Janeiro syncrétique comme Yemanja. Ici au Portugal un jour férié consacré à l'Assomption.
    15 agosto sra da gloria.gif
  • Wcr Commerce

    em 20/08/2014
    Que Nossa Senhora nos abençoe hoje e sempre. Amém.


    Wcr Commerce compartilhou a foto de Alberto Gambarini.
    Rezemos o Ângelus V. O Anjo do Senhor anunciou a Maria. R. E Ela concebeu do Espírito Santo. Ave Maria… V. Eis a escrava do Senhor. R. Faça-se em mim segundo a Vossa Palavra. Ave Maria… V. E o Verbo divino encarnou. R. E habitou no meio de nós. Ave Maria… V. Rogai por nós Santa Mãe de Deus. R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Oremos: Infundi, Senhor, como Vos pedimos, a Vossa graça nas nossas almas, para que nós, que pela Anunciação do Anjo conhecemos a Encarnação de Cristo, Vosso Filho, pela sua Paixão e Morte na Cruz, sejamos conduzidos à glória da ressurreição. Por Nosso Senhor Jesus Cristo Vosso Filho que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.
    Fotos da linha do tempo.
    Neste Programa estarei tirando a dúvida sobre milagres!
  • David Luiz

    em 20/08/2014



    David Luiz compartilhou a foto de Verdades Ignoradas.
    Como e quando surgiu o “Santo Rosário”, e com qual objetivo? Quando um crente escuta a palavra “hérege”, soa aos seus ouvidos como se fosse palavrão, pessoa imunda, suja, sem alma, o próprio diabo a ser extinto da face da Terra. As igrejas ensinam e inculcan nos fiéis que todas as pessoas classificadas por ela mesma como héreges devem ser mortos e assim foi feito por séculos com a aprovação e participação de todos os fiéis destas igrejas. Por exemplo, os protestantes se dizem cristãos assim como os católicos se dizem “cristãos”, e ambos torturaram e mataram incentivados por seu deus. O Papa Lucio III decretou uma bula, escrita em Verona, em Novembro de 1184, bula Ad abolendam, prescrevendo medidas para erradicar os heréticos, abolindo completamente toda e qualquer heresia cristã. O Papa também obrigava todos os patriarcas, arcebispos e bispos a anunciar a excomunhão dos héreges em festas e feriados e, se não o fizessem seriam afastados do seus cargos eclesiásticos, assim como teriam também que encontrar (caçar) os hereges. Esta mesma bula foi incorporada como cânon do IV Concílio de Latrão de 1215, sendo a mesma usada posteriormente pelo Papa Inocêncio III. O papa Gregório IX em 1231 aceitou para toda a Igreja a constituição de Frederico II (1224) pela que se impunha a pena de morte aos hereges e formou o tribunal da Inquisição que ficou a cargo da ordem dos dominicanos. E em1252, o Papa Inocêncio IV na bula Ad extirpanda autorizou o uso de tortura para extrair confissões de prisioneiros. Aqueles que se recusavam a abjurar, os hereges seriam entregues ao braço secular para a execução da pena de morte. **** Versão da Igreja Romana sobre o surgimento do Rosário Corria o ano da graça de 1214. Havia bastante tempo que o Languedoc, região meridional da França, vinha sendo assolado por uma infame e terrível heresia: a dos albigenses. [...] Convocada uma Cruzada para estancar o mal [...] apesar de tanto sangue derramado, a heresia continuava a devastar as almas. Nesse estado de tribulação extrema da Cristandade, São Domingos, movido por inspiração divina, entra numa grande e densa floresta próxima de Toulouse (capital do Languedoc). Ali passa três dias e três noites em contínua oração e penitência, não cessando de gemer, de chorar e de se flagelar, implorando a Deus que tivesse pena de sua própria glória calcada aos pés pela heresia albigense [...] Em conseqüência de tamanho ardor e esforço, acaba por cair semi-morto. E eis que então, Maria Santíssima, resplandecente de glória, lhe aparece [...] ACOMPANHADA DE TRÊS PRINCESAS DO CÉU, lhe disse: [...] se queres ganhar para Deus esses corações endurecidos, reza meu Saltério'. O Santo levantou-se muito consolado e, abrasado de zelo pelo bem desses povos, entrou na catedral. No mesmo momento os sinos tocaram, pela intervenção dos Anjos, para reunir os habitantes. No início da pregação caiu uma espantosa tempestade. A terra tremeu, o sol se nublou, os trovões e relâmpagos redobrados fizeram estremecer e empalidecer todos os ouvintes. Seu terror aumentou ao verem UMA IMAGEM DA SANTÍSSIMA VIRGEM, EXPOSTA NUM LUGAR EMINENTE, LEVANTAR TRÊS VEZES OS BRAÇOS PARA O CÉU, PARA PEDIR AO SENHOR VINGANÇA CONTRA ELES SE NÃO SE CONVERTESSEM E NÃO RECORRESSEM À PROTEÇÃO DA SANTA MÃE DE DEUS. [...] a devoção do Rosário continua estreitamente vinculada a São Domingos, sem dúvida o seu primeiro grande propagador [...] todas as vezes que alguém reza, de modo conveniente, seu Rosário, deposita sobre a cabeça de Jesus e de Maria uma coroa formada de 153 rosas brancas e 16 rosas vermelhas do Paraíso, as quais nunca perderão sua beleza ou seu brilho [...] O Irmão Afonso Rodrigues, da Companhia de Jesus, recitava seu Rosário com tanto fervor que se via, com freqüência, a cada Pai-Nosso, sair de sua boca uma rosa vermelha, e a cada Ave-Maria uma branca, igual em beleza e em bom odor. Disponível em: Acesso em 23/05/2013. *** Carta Encíclica Magnae Dei Matris de Sua Santidade Papa Leão XIII sobre o Rosário de Nossa Senhora [...] Além do valor que o Rosário tira da própria natureza da oração, ELE CONTÉM UMA MANEIRA FÁCIL PARA FAZER PENETRAR E INCULCAR NAS ALMAS OS DOGMAS PRINCIPAIS DA FÉ CRISTÃ [...] O ROSÁRIO EM HONRA DE MARIA NÃO É, CERTAMENTE, O ÚLTIMO QUE ELA EMPREGA PARA SUSTENTAR A FÉ. COM EFEITO, COM A SUA MARAVILHOSA E EFICAZ ORAÇÃO, ORDENADAMENTE REPETIDA, ELE NOS LEVA À RECORDAÇÃO E À CONTEMPLAÇÃO DOS PRINCIPAIS MISTÉRIOS DA NOSSA RELIGIÃO: em primeiro lugar, daqueles pelos quais "o Verbo se fez carne" e Maria, Virgem intacta e Mãe, lhe prestou com santa alegria os seus maternais ofícios. Vêm depois as amarguras, os tormentos, a morte de Cristo, preço da salvação do gênero humano [...] são os mistérios gloriosos: o triunfo sobre a morte, a ascensão ao céu, a descida do Espírito Santo; o esplendor radiante de Maria assunta ao céu, e, por último, com a glória da Mãe e do Filho, a glória eterna de todos os Santos. E ESTA A ORDENADA SUCESSÃO DE INEFÁVEIS MISTÉRIOS NO ROSÁRIO É FREQÜENTE E INSISTENTEMENTE EVOCADA À MEMÓRIA DOS FIÉIS [...] Mas o Senhor está com ela, e cumula-a e a faz bem-aventurada da sua graça. E é justamente ela que o celeste mensageiro designa como a mulher da qual, por virtude do Espírito Santo, deverá vir para entre nós homens o esperado Salvador das gentes [...] Eis, portanto, que a bondade e a Providência divina nos deu em Maria um modelo de todas as virtudes, todo feito para nós especialmente com os mistérios gozosos, que se encerram justamente quando Jesus, depois de mostrar a sua sabedoria no Templo, "veio", com Maria e José, "para Nazaré, e lhes era sujeito" LEÃO PP. XIII. Disponível em: Acesso em 22/05/2013
    Fotos da linha do tempo.



  • Maria Regina Jesus compartilhou um link.
    Festa da Padroeira de Ceilândia.
    Como Nossa Senhora da Glória é a Padroeira de Ceilândia, a cidade com mais nordestinos, fizemos uma pequena homenagem em forma de Cordel às Paróquias que rec...


  • Chica Égua - Nossa Senhora da Glória - SE - 21/10/2012
    Chica Égua - Nossa Senhora da Glória - SE - 21/10/2012. Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no FacebookCompartilhar no Orkut. Reações: Nenhum comentário: Postar um comentário...
  • Assunção de Nossa Senhora - Tu és a Glória de Jerusalém

    Assunção de Nossa Senhora - Canto de Entrada Tu és a Glória de Jerusalém Tu és a glória de Jerusalém! Ave, Maria! És a alegria do Povo de Deus! Ave, Maria! T...




  • Arcebispo Makarios Mikhael compartilhou a foto de Escola de Santidade Mundial das Aparições de Jacareí SP Brasil.
    JACAREÍ, 17 DE AGOSTO DE 2014 FESTA DA ASSUNÇÃO DE NOSSA SENHORA AO CÉU E CORPO E ALMA 313ª AULA DA ESCOLA DE SANTIDADE E AMOR DE NOSSA SENHORA TRANSMISSÃO DAS APARIÇÕES DIÁRIAS AO VIVO VIA INTERNET NA WEBTV MUNDIAL: WWW.APPARITIONSTV.COM MENSAGEM DE NOSSA SENHORA (Maria Santíssima) “Amados filhos Meus, hoje estais celebrando Aqui a Festa da Minha Assunção ao Céu em Corpo e Alma. Sou a Virgem Assunta ao Céu, brilhante como o Sol, terrível como um exército em ordem de batalha, belíssima, branca como a Lua. Que com a Sua Luz ilumina o mundo inteiro com o esplendor da Santíssima Trindade. Sou a Mulher revestida de Sol assunta ao Céu e por isso ilumino o mundo inteiro com a luz da graça, do amor de Deus, da santidade, da salvação e da paz. A Mãe do Céu subiu ao Céu em corpo e alma para deixar para vós uma esteira luminosa, que vós todos podeis ver e seguir para também chegardes à glória do Paraíso onde estou, onde podereis ser felizes Comigo por toda a eternidade. Nessa esteira de luz deveis todos vós caminhar para alcançardes a bem aventurança eterna seguindo-Me todos os dias pela estrada da oração, da penitência, do sacrifício, do amor, da fé e da graça. Segui-Me pela esteira luminosa que vos deixo vivendo todos os dias numa grande união de vida, de coração, de alma e de vontade, com o amor e a vontade do Senhor, para que a vossa vontade, seja a mesma Dele. E assim, vós possais caminhar todos os dias sobre a Terra cumprindo sempre mais o plano que o Altíssimo traçou e fez para vós. Segui-Me pela esteira luminosa que vos deixo, caminhando sempre mais: na confiança e na esperança, no amor e na doação total de vós mesmos ao Senhor e também ao trabalho da salvação das almas. Para que vós possais verdadeiramente salvar muitas almas com o vosso exemplo, vossa palavra, vossas orações e vosso testemunho. E assim, o mundo todo encontre o caminho da sua salvação e da sua paz definitiva. Segui-Me pela esteira luminosa que vos deixo, seguindo o suave perfume que o Meu corpo Imaculado assunto ao Céu desprende para vós. Para que assim, possais encontrar sempre mais o caminho da perfeição espiritual e da santidade, à qual Eu chamei todos vós Aqui Meus filhos. A Festa de hoje da Minha Assunção ao Céu em Corpo e Alma, é uma Festa de grande esperança para vós, porque a Mãe Celeste elevada e entronizada à direita do Altíssimo. Hoje mostra toda a potência de Sua Glória, do Poder e da Autoridade que Lhe foi dada pela Santíssima Trindade. E esta vossa Mãe assunta ao Céu, tão gloriosa e poderosa, assentada sobre os Querubins e os Serafins, sobre o mundo e todo o universo é a mesma que está Aqui e que vos diz solenemente: ‘Por fim, o Meu Coração Imaculado Triunfará.’ Por isso, avante! Aqueles que trabalharem por Mim não perecerão e terão como pagamento a vida eterna. Aqueles que Me amam, amam a vida, aqueles que agem e que vivem por Mim viverão eternamente. Enquanto que aqueles que se aborrecem em Mim terão como pagamento a morte eterna. Porque o Meu filho ama os que Me amam e aborrece aqueles que Me aborrecem. Por isso, caminhai pela estrada que Eu vos apontei servindo-Me com amor e constância todos os dias da vossa vida. E Eu vos prometo, que o Meu Coração, que a Minha vida será a vossa vida e a vossa vida será a Minha, vosso caminho será o Meu e o Meu será o vosso. E então, Meus filhos, unidos assim, num perfeito Amor tão grande e tão profundo Eu vos conduzirei sempre mais para dentro do conhecimento do Amor de Deus, do Mistério deste Amor da Trindade que Me criou Imaculada, que Me dotou de tantos privilégios, que Me fez ser Mãe de Deus e vossa Mãe. E que hoje Me elevou à Sua direita, para lá junto do Rei Eterno alcançar para vós Meus filhos todo o bem e toda a graça do Senhor. Continuai a rezar o Santo Rosário todos os dias, pois quem Me servir pelo Santo Rosário não perecerá. Continuai a fazer todas as Orações que vos dei Aqui. E anunciai sem medo a todos os Meus filhos: Que a Mãe do Céu desceu do Seu Trono no Céu, porque o Seu Amor pelos Seus Filhos que é tão grande, não podia deixa-la inerte vendo os seus filhos se perdendo no pecado, caindo nas mãos de satanás. E por isso, Eu, a vossa Mãe do Céu, desci pressurosa para alcançar a salvação para vós, para chamar os Meus filhos de volta ao Meu Coração Imaculado e ao Coração do Senhor. E assim, obter para todos o mesmo que a Rainha Ester obteve do Rei Assuero: a salvação. Todos os dias peço ao Senhor o mesmo que Ester que era uma figura da Minha pessoa pediu ao Rei: Concede-Me a vida, salva o Meu povo! A Mãe do Céu intercede por vós noite e dia. A Mãe do Céu desce do Céu todos os dias para vos mostrar o que deveis fazer para serdes salvos. Avante Meus filhos! Confiança! Lançai as sementes de Minhas Mensagens e vereis como no meio de tantos espinhos, de tantas almas embrutecidas pelo pecado, colhereis muitos lírios viçosos para que Eu possa oferecer ao Senhor como um Dom mais precioso do Meu Coração Imaculado. A todos vós neste dia, abençoo com Amor: de Montichiari, de Pellevoisin e de Jacareí. A Paz Meus filhos amados, derramo sobre vós agora a Minha benção especial e materna que continuará convosco até o fim das vossas vidas.”
    Fotos da linha do tempo.
  • Não é impossível, mas se temos forças e fé podemos acompanhar os passos do Pai.


    Cecilia Luiza Pedroni Batista compartilhou a foto de Nei Lima Jr.
    FELIZ 3ª- FEIRA (19/08/2014), NA PAZ DE DEUS!! Liturgia/Palavra (1ª Leit. Ez 28,1-10 / Resp. Dt 32 / Ev. Mt 19,23-30) São João Eudes — 20ª Semana do Tempo Comum * 1ª Leitura - Profecia de Eze­quiel (Ez 28,1-10): 1 A palavra do Senhor foi-me dirigida nestes termos: 2 “Filho do homem, dize ao príncipe da cidade de Tiro: Assim fala o Senhor Deus: Porque o teu coração se tornou orgulhoso, tu disseste: ‘Eu sou um deus e ocupo o trono divino no coração dos mares’. Tu, porém, és homem e não um deus, mas pensaste ter a mente igual à de um deus. 3 Sim, tu és mais sábio do que Daniel! Segredo algum te é obscuro. 4 Com talento e habilidade adquiriste uma fortuna, acumulaste ouro e prata em teus tesouros. 5 Com grande tino comercial aumentaste tua fortuna, e com ela teu coração se tornou soberbo. 6 Por isso, assim diz o Senhor Deus: Por teres igualado tua mente à de um deus, 7 vou trazer contra ti os povos mais violentos dos estrangeiros. Eles puxarão suas espadas contra a tua bela sabedoria e profanarão o teu esplendor. 8 Eles te farão baixar à cova, e morrerás de morte violenta no coração dos mares. 9 Porventura, ousarás dizer: ‘Sou um deus!’ na presença de teus algozes, tu que és um homem e não deus, nas mãos dos que te apunhalam? 10 Morrerás da morte dos incir­cuncisos, pela mão de estrangeiros, pois fui eu que falei —oráculo do Senhor Deus”. (- Palavra do Senhor - GRAÇAS A DEUS!) * Responsório (Dt 32): — Sou eu que tiro a vida, sou eu quem faz viver! — Sou eu que tiro a vida, sou eu quem faz viver! — Pensei: “Vou espalhá-los pela terra, farei cessar sua memória inteiramente”. Mas receava a reação dos inimigos, a má interpretação dos adversários. — Eles diriam: Nossa mão prevaleceu, não foi o Senhor Deus que isto fez. Porque meu povo é gente sem juízo, é gente que não tem discernimento. — Como pode um homem só perseguir mil, como dois podem fazer fugir dez mil? Não é porque sua Rocha os vendeu, não é porque o Senhor os entregou? — Já vem o dia em que serão arruinados e o seu destino se apressa em chegar. Porque o Senhor fará justiça ao seu povo e salvará todos aqueles que o servem. * Evangelho (Mt 19,23-30): Naquele tempo, 23 Jesus disse aos discípulos: “Em verdade vos digo, dificilmente um rico entrará no reino dos Céus. 24 E digo ainda: é mais fácil um camelo entrar pelo buraco de uma agulha, do que um rico entrar no Reino de Deus”. 25 Ouvindo isso, os discípulos ficaram muito espantados, e perguntaram: “Então, quem pode ser salvo?” 26 Jesus olhou para eles e disse: “Para os homens isso é impossível, mas para Deus tudo é possível”. 27 Pedro tomou a palavra e disse a Jesus: “Vê! Nós deixamos tudo e te seguimos. Que haveremos de receber?” 28 Jesus respondeu: “Em verdade vos digo, quando o mundo for renovado e o Filho do Homem se sentar no trono de sua glória, também vós, que me seguistes, havereis de sentar-vos em doze tronos para julgar as doze tribos de Israel. 29 E todo aquele que tiver deixado casas, irmãos, irmãs, pai, mãe, filhos, campos, por causa do meu nome, receberá cem vezes mais e terá como herança a vida eterna. 30 Muitos que agora são os primeiros, serão os últimos. E muitos que agora são os últimos, serão os primeiros. (— Palavra da Salvação — GLÓRIA A VÓS, SENHOR!) * Data Comemorativa - 19 de Agosto: Dia do Artista de Teatro. * A Igreja celebra hoje (Santos do Dia - 19 de Agosto): ~ SÃO JOÃO EUDES; (*...) (São João Eudes, 1601-1680: — Fundou a Congregação de Jesus e Maria e a Congregação de Nossa Senhora da Caridade do Bom Pastor "Irmãs do Bom Pastor"— Nasceu, em 14 de novembro de 1601, na pequena vila de Ri, próxima de Argentan, no norte da França. Era o primogênito de Isaac e Marta, que tiveram sete filhos. Cresceu num clima familiar profundamente religioso. Inicialmente, estudou no Colégio Real de "Dumont", em Caen, dos padres jesuítas. Nos intervalos das aulas, costumava ir à capela rezar, deixando as brincadeiras para o segundo plano. Na adolescência, por sua grande devoção a Maria, secretamente consagrou-se a ela. Depois, sentindo sua vocação religiosa, foi aconselhado a terminar os estudos antes de ordenar-se sacerdote. Em 1623, com o consentimento dos pais, foi para Paris, onde ingressou na Congregação do Oratório, sendo recebido pelo próprio fundador, o cardeal Pedro de Bérulle. Dois anos depois, recebeu sua ordenação, dedicando-se integralmente à pregação entre o povo. Pleno do carisma dos oratorianos, centrados no amor a Cristo, e de sua especial devoção a Maria, passou ao ministério de pregação entre o povo. Visitou vilas e cidades de Ile de França, Bolonha, Bretanha e da sua própria região de origem, a Normandia. Nessa última, quando, em 1627, ocorreu a epidemia da peste, João percorreu quase todas, principalmente as vilas mais distantes e esquecidas. Como sensível pregador, levou a Palavra de Cristo, dando assistência aos doentes e suas famílias. Nunca temeu o contágio. Costumava dizer, em tom de brincadeira, que de sua pele até a peste tinha medo. Mas temia pela integridade daqueles que viviam à sua volta, que, ao seu contato, poderiam ser contagiados. Por isso não entrava em casa e à noite dormia dentro de um velho barril abandonado ao lado do paiol. Inconformado com o contexto social que evoluía perigosamente, no qual as elites dos intelectuais valorizavam a razão e desprezavam a fé, João Eudes, sabendo interpretar esses sinais dos tempos, fundou, em 1643, a Congregação de Jesus e Maria com um grupo de sacerdotes de Caen que se uniram a ele. A missão dos eudianos é a formação espiritual e doutrinal dos padres e seminaristas e a pregação evangélica inserida nas necessidades espirituais e materiais do povo. Além de difundir, por meio dessas missões, a devoção aos sagrados corações de Jesus e Maria. Seguindo esse pensamento, também fundou a Congregação Nossa Senhora da Caridade do Refúgio, para atender às jovens que de desviavam pelos caminhos da vida e às crianças abandonadas. A Ordem deu origem, no século XIX, à Congregação de Nossa Senhora da Caridade do Bom Pastor, conhecida como as Irmãs do Bom Pastor. Com os seus missionários, João dedicou-se à pregação de missões populares, num ritmo de trabalho simplesmente espantoso. As regiões atingidas pelo esforço dos seus missionários foram aquelas que mais resistiram ao vendaval anti-religioso da Revolução Francesa. Coube a João Eudes a glória de ter sido o precursor do culto da devoção dos sagrados corações de Jesus e de Maria. Para isso, ele próprio compôs missas e ofícios, festejando, pela primeira vez, com um culto litúrgico do Coração de Maria em 1648, e do Coração de Jesus em 1672. Hoje, essas venerações fazem parte do calendário da Igreja. Morreu em Caen, norte da França, no dia 19 de agosto de 1680, deixando uma obra escrita de grande valor teológico pela clareza e profundidade. Foi canonizado pelo papa Pio XII em 1925. A festa de são João Eudes comemora-se no dia de sua morte. (*...) Outros Santos de hoje: 1- Bernardo Talomei (Bem-aventurado, 1272-1348): religioso e fundador. 2- Santo Ezequiel Moreno y Diaz (1848-1906): Tomou o nome de frei Ezequiel de Nossa Senhora do Rosário quando emitiu os votos solenes em 1866. Três anos depois, foi enviado para as Ilhas Filipinas, onde permaneceu por quinze anos, ganhando notoriedade pela integridade do seu apostolado missionário. Ezequiel Moreno foi consagrado bispo de Pinara e vigário apostólico de Casanare em 1894. Pretendia acabar ali os seus dias, porém Deus o tinha destinado para uma tarefa mais árdua e delicada. Um ano depois, foi nomeado bispo de Pasto. O novo ministério foi seu verdadeiro calvário, sendo submetido à humilhações, menosprezo, calúnias, perseguições. Chegou, em algumas circunstâncias, a experimentar momentos de abandono por parte dos seus irmãos do clero. A fama de sua santidade difundiu-se entre os cristãos, sobretudo nos da Colômbia. Muitas curas, especialmente de câncer, foram atribuídas à sua intercessão, sendo beatificado em 1975. 3- Júlio. 4- São Ludovico ou "Luiz de Anjou" (1274-1297): Ludovico de Anjou, embora de descendência francesa, nasceu na Itália, provavelmente na Sardenha, em 1274. Seu pai era Carlos II de Anjou, rei de Nápoles, Sicília, Jerusalém e Hungria, e filho do papa Inocêncio II. Ludovico também era sobrinho-neto de são Luiz IX, rei da França. Tratado com aspereza e crueldade, pagando pelo rancor que o rei de Aragão nutria pela política do papa e do rei de Anjou, aceitou a longa prisão de sete anos com abnegação e paciência. Mas já estava acostumado com a vida de penitência. Desde pequeno, ele não dormia na sua cama real, preferindo o chão duro e frio. Assim, aquele período no cárcere só cristalizou a santidade do jovem príncipe. Era tratado cruelmente e deixado junto com os leprosos, os quais cuidava com zelo e carinho. Não temia o contágio, que seria motivo de felicidade, pois poderia sofrer um pouco e imitar o sofrimento de Cristo. Esse seu período de cativeiro foi acompanhado pelos frades da Ordem de São Francisco, principalmente pelo frei Jacques Deuze, depois eleito papa. Foi ele que presenciou e registrou as curas prodigiosas feitas por intercessão de Ludovico. Também acompanhou o jovem príncipe quando ele adoeceu gravemente, testemunhando a sua milagrosa cura e a decisão de tornar-se um simples frade franciscano. 5- Mariano. - São João Eudes e todos os Santos, rogai por nós!)~ — com Cecilia Aparecida Castro e outras 143 pessoas.
    Fotos da linha do tempo.
  • QUADRILHA JUNINA FORRO KENTÃO 2014 DE NOSSA SENHORA DA GLORIA NO CENTRO DE CRIATIVIDADE

    QUADRILHA JUNINA FORRO KENTÃO ARREBENTANDO NO CENTRO DE CRIATIVIDADE.




  • Aparecida Neide Da Silva Vasques compartilhou a foto de Ministerio De Casais Boston.
    O Diabo não tem família, então a meta dele é roubar a sua! Vi a frase acima na Internet. Achei interessante e resolvi escrever sobre o assunto. Inegavelmente o nosso arqui-inimigo odeia a família e desde o início procura destruí-la. A partir do Éden as suas investidas são destruidoras. Visto que a família é a obra-prima do Criador, satanás investe pesado, a fim de frustrar o projeto divino. Incansavelmente, todas as hostes infernais estão alertas para provocar a bancarrota da família. Quem pensa que o diabo se dá por vencido está redondamente enganado. Ele não dorme e “anda em derredor bramando como leão, buscando a quem possa tragar”. Lamentavelmente, tem tragado milhares e milhares de incautos. Porém ele não é todo-poderoso porque o detentor de TODO O PODER é o Senhor Jesus Cristo. Por mais que achemos que ele está avançando na sua malignidade contra a família, podemos nos alegrar sabendo que Jesus Cristo, na Sua superioridade, sempre é o vencedor. Entre as suas artimanhas, está a de levar os cônjuges a se empenharem além do normal para angariar o máximo possível de bens materiais e se esquecerem da assistência aos filhos, à esposa ou esposo. Enquanto isso acontece à ação diabólica no seio da família. Alguém disse com muita propriedade: “nenhum sucesso no mundo justifica o fracasso no lar”. Há definitivamente uma correlação entre sucesso familiar e sucesso pessoal. Aí estão empresários, fazendeiros, artistas, políticos, muito bem sucedidos e famosos, cujas famílias são verdadeiros fracassos. Você já notou que os articuladores de Leis que destroem os valores morais da família são pessoas cujos lares são desfeitos ou de vidas morais duvidosas? Deus quer que a sua família seja ser saudável. É preciso muita vigilância. Alguns conselhos: 1. Procure expressar amor e apreciação pelo outro. Qual cônjuge não deseja ser apreciado pelo seu parceiro? Palavras de elogios, de afirmação, reconhecimento e apreciação contribuem para a solidificação do relacionamento conjugal. A melhor coisa que um pai pode fazer por seus filhos é amar a mãe deles. O mesmo se aplica à mãe. Todas as pessoas desejam ser apreciadas, do berço ao túmulo. Certa ocasião eu estava proferindo uma palestra para casais e uma senhora me disse: pastor fui casada 37 anos e meu marido morreu sem nunca me dizer: “eu te amo”. Imagine a frustração daquela esposa. Isto é o que o diabo quer. Tudo que é amor, ele odeia, pois ele é a essência do ódio. Deus é Amor. A Nova Versão Internacional da Bíblia Sagrada registra em 1 Pe 3. 7 “Do mesmo modo vocês, maridos, sejam sábios no convívio com suas mulheres e tratem-nas com honra, como parte mais frágil e co-herdeiras do dom da graça da vida, de forma que não sejam interrompidas as suas orações”. Além de ser saudável, é uma recomendação bíblica. 2. Separe um tempo de qualidade para estar juntos. Vivemos num mundo de compromissos. Nossas agendas são cheias desde o amanhecer ao por do sol. Temos que usar toda a nossa criatividade para planejar o tempo de estar juntos. Certo colega nos contou que foi convidado para um evento muito importante, todavia ele o declinou porque tinha outro compromisso importantíssimo. Sua esposa estava junto dele e perguntou: – “qual seu compromisso importantíssimo?” Ele respondeu: “meu compromisso importantíssimo é estar com você”. Pv 5.18 diz: “Seja bendita a sua fonte! Alegre-se com a esposa da sua juventude” (NVI) e Ec. 9.9 “ Desfrute a vida com a mulher a quem você ama, todos os dias desta vida sem sentido que Deus dá a você debaixo do sol; todos os seus dias sem sentido! Pois essa é a sua recompensa na vida pelo seu árduo trabalho debaixo do sol.”(NVI) 3. Procure agir de maneira positiva, diante de qualquer situação. Jamais poderemos nos esquecer de que Deus está conosco todo tempo e agindo em nosso favor para nos fazer vitoriosos nas nossas lutas. Quando surgirem os problemas temos que atacar os problemas e não as pessoas. O Apóstolo Paulo diz em Rm.8.28 “Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito” (NVI) Passamos por diversas crises em nossas vidas. Seja moral, física, espiritual, financeira, familiar, profissional ou ministerial, o importante é olharmos firmemente para o autor e consumador de nossa fé e permanecer firme como que vendo o invisível, crendo no incrível e realizando o impossível. A Deus toda glória! ATENÇÃO (compartilhe esta mensagem, pois tem muitas pessoas precisando desta palavra, seja um instrumento de DEUS, o seu LIKE ou CURTI de nada serve se esta mensagem não for compartilhada)z
    Arquivos de dispositivos móveis.



  • Celia Lafetá compartilhou a foto de Diácono Fernando Rodrigues Caldeira.
    Discurso de Agradecimento dos Diáconos Fernando Rodrigues Caldeira e Alex Reis Leite Alves Reverendíssimo D. Celso, Reverendos Padres, irmãos Diáconos, Religiosas e religiosos, colegas e irmãos seminaristas, queridos familiares, “Tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até o fim!” Ao escolher esse lema para nossa ordenação, afirmamos e experiênciamos que o Senhor nos ama, Ele cumpre sua Palavra e suas promessas, Ele não volta atrás e permanece fiel! Relembramos hoje toda a nossa caminhada vocacional e percebemos que o Senhor fez em nós e por nós maravilhas! Portanto a Deus em primeiro lugar, queremos agradecer infinitamente por suas misericórdias. Louvamos e bendizemos ao Senhor que nos escolheu, apesar de nossas insuficiências, apesar dos nossos pecados, apesar, finalmente, de nós mesmos! Deus assim confunde os fortes, os sábios, os poderosos escolhendo a nós que nada somos, que tão pouco temos de bom a oferecer. Sendo Deus, prova assim que a obra é Dele e é Ele quem faz e não nós. Chegado ao diaconato, sabemos muito claramente que não chegamos ao ponto de parada. Não é uma promoção, não “subimos de cargo!” O diaconato é um serviço e não é um status ou uma glória pessoal nem um fim em si mesmo, mas um ponto do longo caminho que com Deus somos chamados a percorrer de mãos dadas com o Senhor e com uma multidão de irmãos em busca do escopo final: A santidade, a salvação. Depois de agradecermos a Deus, damos graças também a Santíssima Virgem Maria! Mãe de Deus! Nossa Mãe! Como mãe, ela esteve e permanecerá sempre ao nosso lado, intercedendo e cuidando de nós, sendo educadora e companheira de caminhada, exemplo e modelo. Do fundo do nosso coração, cantamos hoje com o nosso povo querido: “Viva a Mãe de Deus e nossa, sem pecado concebida!” Agradecemos agora aos nossos pais. Aos meus pais: José Rodrigues Caldeira e Maria Aparecida Caldeira e aos pais do Alex: José Walter Alves e Maria Aparecida Leite Ferreira bem como ao seu padrasto........ que também soube com amor ser seu pai nesses muitos anos. Foi em casa que aprendemos a conhecer e amar a Deus e a Santa Igreja. Aos pés da cama, ajoelhados com vocês ou sentados no colo de vocês que aprendemos a rezar; vocês foram nossos primeiros e grandes catequistas. Vocês nos deram a vida, colaborando com Deus na obra da nossa criação. Nos alimentaram, nos deram todo o seu amor, nos vestiram, se doaram inteiramente. Muito obrigado é uma expressão que em vista do que vocês são para nós, soa fraco, insuficiente, pobre demais! Nos lembramos também e agradecemos aos nossos irmãos. O meu irmão Marcelo a quem muito amo e acredito firmemente que já está no Céu rogando por nós pois foi exemplo de santidade. As irmãs do Alex também agradecemos. Agradecemos aos nossos formadores e formadoras: Pais, Bispos, abades, priores, reitores, professores, padres, diretores espirituais, nossos párocos de pastoral atuais e das pastorais anteriores, irmãs, catequistas, familiares, psicóloga, colegas e amigos de caminhada... cada um e cada uma que talvez nem se deu conta do bem que nos fez. Anjos em nossas vidas a nos apontar e guiar nos caminhos de Deus. Que Ele mesmo seja a recompensa de todos vocês. Obrigado especialmente a D. Celso que hoje nos ordenou para o serviço de Deus e dos irmãos! Muito obrigado! Agradecemos aos nossos irmãos e irmãs de caminhada seminaristas, uns já padres, outros quase chegando lá! Perseverança! Vejam: Deus é fiel! Também aos amigos verdadeiros que temos: Gente boa, gente santa! Amigos de longa data, amigos que começam agora a caminhar conosco, amigos que vieram de tão longe e de tão perto para nos dar hoje a alegria do seu sorriso, do seu abraço... Agradecemos especialmente a esta paróquia que nos acolhe hoje para a ordenação com alegria, com festa, com tudo e mais um pouco! Na pessoa do padre Adriano abraço e agradeço a cada um e a cada uma que se empenhou e alguns que ainda estão se empenhando para que esse dia fosse assim tão bonito: Cantores que vieram da minha querida paróquia de Nossa Senhora de Guadalupe, o pessoal da cozinha, da arrumação da Igreja, da equipe de liturgia, o pessoal que registrou esse momento com fotos, filmagens... tanta gente, meu Deus! A cada um e cada uma, nosso abraço, nossa prece e que muito Deus lhes pague! Por fim, agradeço a algumas pessoas que durante todo o tempo de formação tivera uma fina delicadeza em nos ajudar materialmente. Nos alimentaram, nos abriram suas casas, nos deram poso, nos vestiram, nos calçaram e perceber que seminarista vive sim da graça de Deus, mas não possui fonte de renda; porém fica doente, vai no médico, precisa comprar remédio, vai no dentista, veste, calça sapatos, anda de ônibus (e como anda de ônibus!) corta cabelo, precisa comprar livros, material de higiene pessoal... às vezes tem vontade de comer um lanche, de tomar alguma coisa, de ver um filme, enfim, tem despesas e precisa de ajuda financeira sim! Sem citar nomes, agradecemos a Deus pela ajuda que tivemos de vocês e pela ajuda que dão a esses nossos irmãos de seminário. Deus abençoe a cada um e a cada uma e seja, Ele mesmo, a recompensa de vocês. Deus abençoe, por fim, a quem rezou e reza por nós. Não parem! Mais do que nunca precisamos das suas orações! A oração é a maior potência do Reino de Deus. Quem reza rege o mundo. Suas orações são o presente mais precioso que podem no dar. A todos, nosso muito obrigado!
    Fotos da linha do tempo.
  • Arma poderosa O Santo Rosário é arma poderosa. Emprega-a com confiança e maravilhar-te-ás do resultado. Caminho, 558 Deves ter uma intensa devoção à nossa Mãe. Ela sabe corresponder com finura aos obséquios que Lhe fizermos. Além disso, se rezares o Terço todos os dias com espírito de fé e de amor, Nossa Senhora encarregar-se-á de te levar muito longe pelo caminho do seu Filho. Sulco, 691 Aparente monotonia O Terço é eficacíssimo para os que empregam como arma a inteligência e o estudo. Porque essa aparente monotonia de crianças falando com a mãe, ao implorar graças a Nossa Senhora, vai destruindo todo o germe de vanglória e de orgulho. Sulco, 474 "Virgem Imaculada, bem sei que sou um pobre miserável, que não faço senão aumentar todos os dias o número dos meus pecados...". Disseste-me noutro dia que falavas assim com a nossa Mãe. E aconselhei-te, convicto, a rezar o Terço: bendita monotonia a das Ave-Marias que purifica a monotonia dos teus pecados! Sulco, 475 Uma coroa de louvores Santo Rosário. Os gozos, as dores e as glórias da vida de Nossa Senhora tecem uma coroa de louvores, que os Anjos e os Santos do Céu repetem ininterruptamente... e aqueles que amam a nossa Mãe aqui na terra. - Pratica diariamente esta devoção santa e difunde-a. Forja, 621 Neste entretecido, neste actuar da fé cristã, engastam-se, como jóias, as orações vocais. São fórmulas divinas: Pai Nosso...,Ave-Maria... Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. Há essa coroa de louvores a Deus e à Nossa Mãe que é o Santo Rosário e tantas e tantas outras aclamações, cheias de piedade, que os nossos irmãos cristãos recitaram desde o princípio. Amigos de Deus, 248 O que são a Ave-Maria e o Angelus, senão louvores calorosos à Maternidade divina? E no Santo Rosário - essa maravilhosa devoção, que nunca me cansarei de aconselhar a todos os cristãos - passam pela nossa cabeça e pelo nosso coração os mistérios da conduta admirável de Maria, que são os próprios mistérios fundamentais da fé.



  • Marlene Girotto compartilhou a foto de Nossa Senhora das Lágrimas.
    Como tudo Começou - As Aparições de Jacareí 21 Anos de Amor (um breve resumo para meditarmos um pouco destes 21 anos em que Nossa Senhora nos cumulou de tanto amor e tantas Graças nas Maravilhosas Aparições de Jacareí- SP - Brasil.) Desde o dia 7 de fevereiro de 1991, há 21 anos, Nosso Senhor Jesus Cristo, Maria Santíssima, São José , o Divino Espírito Santo, os Anjos e os Santos, vem aparecendo diariamente em Jacareí, São Paulo, Brasil, às 18:30hs (hora de Brasília). Ela se apresenta como Rainha e Mensageira da Paz e faz um último apelo à conversão, através de um jovem: Marcos Tadeu, que no início das Aparições tinha 13 anos apenas. São as mais intensas Aparições da história de nosso País, e Maria Santíssima diz que são as últimas Aparições para a Humanidade. MARIA ESCOLHE UM JOVEM Marcos Tadeu Teixeira - Vidente dos Sagrados Corações Marcos Tadeu Teixeira nasceu em Jacareí no dia 12 de fevereiro cie 1977, festa de Nossa Senhora da Escola, de uma família católica. É residente no bairro Campo Grande, próximo aos Montes onde, mais tarde, aconteceriam as Aparições de Nossa Senhora, quando Ela se apresentaria, a partir de fevereiro de 1991 como Rainha e Mensageira da Paz. É um menino simples, vivaz, calmo. O olhar de Nossa Senhora da Paz pousou sobre esta criança, sobre este vale de lágrimas, e o Coração de Maria, cheio de Misericórdia Se abriu, e desceu mais uma vez para chamar os Seus filhos para a conversão e à Paz. Disse Jesus: "Bem-Aventurados os que choram, pois serão consolados!" (Mt 5,5). Quando pequeno, tinha um problema de sopro no coração. A mãe sempre trabalhou fora para ajudar no sustento da casa, pois o pai, desde os quatro anos de Marcos, começou a beber, causando grande sofrimento para a família, e levando à perda de muitos, dos poucos bens que possuíam. Seu pai era um homem violento, e quando bebia, chegava a bater nele e em sua mãe, sendo preciso que os parentes e vizinhos os acudissem várias vezes para que não acontecesse o pior. Quando tinha de nove para dez anos, o pai o abandonou, com a mãe e o irmão, sozinhos. Para que não passassem necessidade, sua mãe trabalhou arduamente e, com o tempo, conseguiu construir algumas casas simples, de aluguel, que ainda hoje sustentam os três. Mesmo assim, nunca foi revoltado, nem teve dificuldades escolares, sendo um dos melhores alunos da escola em que estudou, e sempre tirando boas notas. Sempre foi muito reservado, caseiro e não gostava nunca de ficar andando pela rua. Quase não falava com estranhos, embora gostasse muito de estar com seus priminhos e com seu irmão mais novo, seus amiguinhos preferidos. Em 1986 teve sarampo, devido a um surto da doença na cidade, e quase morreu, ficando por quatro dias inconsciente. Uma mancha escura apareceu em um de seus olhos, e os médicos disseram que ficaria totalmente cego em pouco tempo. Porém, foi curado graças às preces de sua mãe a Nossa Senhora das Dores e Nosso Senhor dos Passos. Como se tratasse de gente simples e sem recursos, sua mãe dirigiu-se à Igreja, e diante destas Imagens que lá se encontravam, na dor da iminência de ter seu filho cego, elevou a DEUS com fervor suas preces, e fez uma promessa. A graça foi alcançada. Quando Nossa Senhora apareceu pela primeira vez para o ainda menino Marcos Tadeu, ele já havia feito a sua primeira comunhão, em 11 de dezembro de 1988. Preparava-se para receber o Sacramento do Crisma, que viria a se realizar em 22 de novembro de 1992. Entre 1992-93, fez o curso de operador de máquinas no SENAI, em São José dos Campos, que fica a apenas 8Km de Jacareí. Terminou o estudo secundário em 1994, e em 1997 fez o primeiro ano da Faculdade de Filosofia, deixan-do-o em dezembro de 1997, por falta de recursos para custear seus estudos. Depois que Nossa Senhora lhe apareceu as primeiras vezes, ainda sem ter a certeza de que era Ela a Personagem Celeste, resolveu fazer alguma coisa pela causa do Senhor e das almas, e tornou-se catequista até fins de 1993, quando teve de deixar tudo por causa das Aparições, em vista das perseguições e proibições do Bispo diocesano. Em 1994 houve um período de sacrifícios, pedidos a ele pela Santíssima Virgem, a fim de converter os pecadores. Então ele passou por vários problemas de garganta que o levavam a febres altíssimas, tendo que ser internado. Em 1997, houve outro período de sacrifícios pedido pela Virgem Santíssima. Apareceu então um tumor no joelho esquerdo, que devido à sua localização, impediu os movimentos da perna esquerda, e por causa disso, teve que faltar na escola por um período de quarenta dias, mas, não foi reprovado, porque fez as provas e trabalhos de reposição. Devido às dores lancinantes do joelho que lhe tiravam mesmo o sono, não podia subir nem ao Monte das Aparições, nem ir sozinho à Santa Missa. No dia 7 de setembro de 1997, foi ao Monte levado ao colo por amigos. Estava muito debilitado, porém, foi totalmente curado por Nossa Senhora no dia 9 de setembro de 1997, durante uma Aparição, quando Nossa Senhora lhe mostrou uma multidão de almas subindo ao Céu, consequência daquele sofrimento acei­to. Era a véspera de sua ida a Medjugorje, Lourdes e Fátima, seu sonho, pois sempre quisera visitar os locais onde Nossa Senhora já havia aparecido, o que é plenamente compreensível, porém, pelas condições financeiras da família, julga­va impossível, quando, para sua surpresa, a Bondade DIVINA lhe providenciava esta imensa alegria, contudo, não sem sofriemnto seu, pois as pessoas que o ajudariam na viagem, o tinham inscrito em uma excursão cuja saída estava marcada para aqueles dias, e o problema no joelho o impediria de ir. Mas. era a própria Nossa Senhora quem lhe obtivera de DEUS aquele favor, e era Sua Materna Vontade que ele fosse. Durante aquela Aparição, já na iminência da panida. eis o Amor de Nossa Senhora, que desde sempre já tudo previra e executava para a maior Glória de DEUS e bem do Seu filhinho. Qual não foi o espanto dos presentes quando o viram ajoelhar-se diante de Nossa Senhora na Aparição, e depois, sair andando como se nada lhe tivesse acontecido. Não sentiu mais nenhuma dor depois disso, nem ficaram sequelas. Também foi ajudante de pedreiro, e balconista de depósito de material de construção. Sabe escrever à máquina e também digitar no computador. (Atualmente tem demosntrado grande habilidade na criação de filmes sobre a vida dos Santos e diversas Aparições de Maria Santíssima no mundo inteiro como podemos verificar no seguinte link: http://pt.gloria.tv/?user=28228 ) É um jovem como os outros da sua idade, porém, tem umas características que o diferem dos outros, definindo-o como uma pessoa calma, serena e amável, desde que não se sinta explorado e enganado. De 10 à 25 de setembro de 1997 realizou seu grande sonho que era conhecer Fátima, Lourdes, Medjugorje e outros Santuários Marianos. De 1998 até 1999 parece que teve uma trégua nos sofrimentos físicos, embora os morais, através de perseguições, críticas e injustiças por parte das pessoas continuem sempre martirizando-o. http://apelodoceu.blogspot.com.br
    Fotos da linha do tempo.
  • Renan CDs

    em 10/01/2013 Via Google+


    Banda Parangolé - Nossa senhora da Glória - SE - 06/01/2013
    Baixar Banda Parangolé - Nossa senhora da Glória - SE - 06/01/2013 Informações: Nome do Álbum: Nossa senhora da Glória - SE - 06/01/2013 Banda: Parangolé Tamanho: 93Mb Ano de Lançamento:...



  • Jepeto Tartarugs compartilhou o vídeo "GUERREIRA - CLARA NUNES - INCRÍVEL" de DVDS De Orixás.
    GUERREIRA - CLARA NUNES - INCRÍVEL.
    SE VOCÊS QUEREM SABER QUEM EU SOU EU SOU A TAL MINEIRA FILHA DE ANGOLA, DE KETU E NAGÔ NÃO SOU DE BRINCADEIRA CANTO PELOS SETE CANTOS NÃO TEMO QUEBRANTOS PORQUE EU SOU GUERREIRA DENTRO DO SAMBA EU NASCI, ME CRIEI, ME CONVERTI E NINGUÉM VAI TOMBAR A MINHA BANDEIRA BOLE COM SAMBA QUE EU CAIO E BALANÇO O BALÁIO NO SOM DOS TANTÃS REBOLO, QUE DEITO E QUE ROLO, ME EMBALO E ME EMBOLO NOS BALANGANDÃS BAMBEIA DE LÁ QUE EU BAMBEIO NESSE BAMBOLEIO QUE EU SOU BAM-BAM-BAM E O SAMBA NÃO TEM CAMBALACHO, VAI DE CIMA EMBAIXO PRA QUEM É SEU FÃ EU SAMBO PELA NOITE INTEIRA, ATÉ AMANHÃ DE MANHÃ SOU A MINEIRA GUERREIRA, FILHA DE OGUM COM IANSÃ SALVE O NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, EPA BABÁ, OXALÁ! SALVE SÃO JORGE GUERREIRO, OGUM, OGUM IÊ, MEU PAI! SALVE SANTA BÁRBARA, EPARREI, MINHA MÃE IANSÃ! SALVE SÃO PEDRO, KAWÔ CABECILÊ, XANGÔ! SALVE SÃO SEBASTIÃO, OKÊ ARÔ, OXÓSSI! SALVE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO ODOFIABA, YEMANJÁ! SALVE NOSSA SENHORA DA GLÓRIA ORAIEIÊIO, OXUM! SALVE NOSSA SENHORA DE SANTANA NANÃ BURUKÊ, SALUBA, VOVÓ! SALVE SÃO LÁZARO ATOTÔ, OBALUAIÊ! SALVE SÃO BARTOLOMEU ARROBOBÓY, OXUMARÉ! SALVE O POVO DA RUA, SALVE AS CRIANÇAS, SALVE OS PRETO VÉLHO, PAI ANTÔNIO, PAI JOAQUIM DE ANGOLA, VOVÓ MARIA CONGA, SARAVÁ! E SALVE O REI NAGÔ! DVDS De Orixás
  • LAIRTON EM NOSSA SENHORA DA GLÓRIA - SE - 17-08-2014
    

    LAIRTON EM NOSSA SENHORA DA GLÓRIA - SE - 17-08-2014
  • show show

    em 22/05/2014 Via Youtube
    BANDA SOMOS LOUCOS POR FORRÓ EM NOSSA SENHORA DE APARECIDA-SE 18.05.2014 "APARECIFOLIA 2014


AVISO: O conteúdo de cada postagem é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Previsão do tempo na Região


Participe e comente sobre a cidade de Nossa Senhora da Glória


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)