Início » Sergipe » Estância


Estância - Sergipe



Estância faz parte do estado de Sergipe. A cidade, denominada por Dom Pedro II como o jardim de Sergipe, dos sobrados azulejados, das festas juninas e do barco de fogo, ainda possui um belo acervo arquitetônico, apesar das constantes perdas provocadas por destruições e mutilações de prédios históricos.

Pedro Homem da Costa e seu concunhado foram agraciados com as terras onde se encontra hoje o território de Estância. A doação foi feita pelo capitão-mor da Capitania de Sergipe, João Mendes, em 16 de setembro de 1621, porém, as ditas terras haviam sido adquiridas anteriormente por Diogo de Quadros e Antônio Guedes, os quais não a povoaram nem a colonizaram, razão pela qual perderam o direito da concessão. Tanto Pedro Homem da Costa, como Pedro Alves e João Dias Cardoso, este último sogro dos dois, já ocupava a gleba antes da concessão, com roças e criação de gados.

Quem primeiro desbravou as terras foi Pedro Homem da Costa e nelas edificou uma capela, dedicada a Nossa Senhora de Guadalupe, santa que nos consta, é, também, a Padroeira do México. Entre os mexicanos, Estância é uma propriedade de criação de gado e os seus ocupantes são chamados de estancieiros, daí o nome adotado por Pedro Homem da Costa: Estância.

História da cidade de Estância Sergipe - SE

Permanece ainda ignorada a data exata em que se verificou a primeira penetração no território que hoje constitui o município de Estância. Supõe-se que isto se haja verificado em fins do século XVI ou princípios do XVII.

A própria identidade de Pedro Homem da Costa, apontado como fundador da cidade, tem provocado controvérsias entre os historiadores. Enquanto uns o consideram cidadão de origem mexicana, vítima de naufrágio ocorrido nas proximidades da foz do rio Real, outros admitem ter ele sido parente de Garcia d′Avila, senhor da lendária Casa da Torre, em Tatuapora, na Bahia, que o teria incumbido de fundar uma estância.

Para alguns estudiosos, Pedro Homem da Costa, após longos anos de peregrinações pelo interior sergipano, chegou à região onde se radicou, fascinado pelas condições naturais do local. Mais tarde, teria erguido nessas terras uma capela, dedicada a Nossa Senhora de Guadalupe.

O que é indiscutível é que D. Marques Antônio de Souza, em livro editado em 1808, fez menção à "formosa povoação de Estância", dizendo que "em uma praça quadrilonga da sobredita povoação existe uma capela majestosa de Nossa Senhora de Guadalupe, onde se administram os sacramentos aos circunvizinhos da referida povoação".

Em 1831, a povoação de Estância, em vista de suas promissoras condições sócio-econômicas, obteve, por Decreto de 25 de outubro, sua emancipação, recebendo o nome de Vila Constitucional da Estancia.

O nível cultural alcançado pela localidade, já em 1832, evidencia-se pelo aparecimento do "Recopilador Sergipano" o primeiro jornal editado em Sergipe.

Em 1848, a Lei provincial n.° 209, de 4 de maio, concedeu foros de cidade à sua sede municipal.

Atualmente, Estância é dos principais municípios industriais de Sergipe - grande centro da indústria têxtil, sobretudo.

Segundo a divisão administrativa vigente em 31 de dezembro de 1956" o município de Estância é composto de apenas um distrito - o de mesmo nome.

Gentílico: estanciano

Formação Administrativa

Elevado à categoria de vila com a denominação de Vila Constitucional da Estância, pelo decreto de 25-10-1831. Sede na povoação de Vila Constitucional da Estância.

Elevado à condição de cidade com a denominação Vila Constitucional da Estância, pela lei provincial nº 209, de 04-05-1848.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município se denomina Estância é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alteração toponímica municipal

Vila constitucional da Estância para Estância alterado, em 1911.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2015: 644,487: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 34: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 11.514: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 2.713: matrículas
Número de unidades locais: 900: unidades
Pessoal ocupado total: 11.100: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2013: 25.281,47: reais
População residente : 64.409: pessoas
População residente - Homens: 31.365: pessoas
População residente - Mulheres: 33.044: pessoas
População residente alfabetizada: 47.914: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 22.751: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 48.774: pessoas
População residente, religião espírita: 341: pessoas
População residente, religião evangélicas: 8.285: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 739,61: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 1.535,21: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 182,50: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 300,00: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,647:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Estância: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Estância? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: