Início » Rio Grande do Sul » Marcelino Ramos


Marcelino Ramos - Rio Grande do Sul



Marcelino Ramos é um município do estado brasileiro do Rio Grande do Sul.

A história de Marcelino Ramos teve início com a construção da Estrada de Ferro São Paulo-Rio Grande, quando a cidade teve um forte crescimento, tornando-se o ponto de saída de grande parte da produção riograndense e atraindo muitos migrantes. Essa fase durou até a década de 1960, quando a construção de outras ferrovias e o declínio do uso de trens no Brasil, fez com que a economia da cidade não se mantivesse pujante, perdendo muitos investimentos em indústria, comércio e serviços.

Pertence à Mesorregião do Noroeste Rio-Grandense e à Microrregião de Erechim. Para os locais, a região é conhecida como Alto Uruguai.

História da cidade de Marcelino Ramos

Marcelino Ramos é um município de pequeno porte, e é assim denominado em homenagem a um dos construtores da ferrovia que atravessa seu território: Rio Grande do Sul - São Paulo.

Até 1893, a área em que se situa Marcelino Ramos permaneceu inexplorada, era coberta por mata virgem e apenas habitada pelos índios coroados. Pertencia então ao município de Passo Fundo e, durante a revolução de 1983, algumas famílias que se refugiavam deram início ao povoamento. Este se localizou defronte a foz do Rio do Peixe, sendo por isso denominado "Barra".

A construção da ferrovia São Paulo - Rio Grande, e da ponte sobre o Rio Uruguai veio incrementar grandemente o povoamento e o local passou a ser designado por "Estação do Alto Uruguai" ou apenas "Alto Uruguai".

Após a construção da ponte de ferro, em 1911, ocorreu uma violenta cheia que obrigou o povoado a transferir-se para o local onde hoje se situa a sede do município. Para ali afluíram elementos das "Colônias Velhas", os quais impulsionaram grandemente o progresso da localidade que em homenagem ao engenheiro responsável pelo traçado da ferrovia, passa a chamar-se Marcelino Ramos.

Gentílico:

Formação Administrativa

Em 1938 foi elevada à condição de Vila e, somente foi emancipado em 28.12.1944, abrangendo uma área de 843km, sendo instalado em 01.01.1945.

Fonte: Prefeitura Municipal de Marcelino Ramos

Autor do Histórico: LUIZ SéRGIO MELO PERIN

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2016: 229,759: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 5: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 525: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 158: matrículas
Número de unidades locais: 255: unidades
Pessoal ocupado total: 1.060: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 18.539,87: reais
População residente : 5.134: pessoas
População residente - Homens: 2.555: pessoas
População residente - Mulheres: 2.579: pessoas
População residente alfabetizada: 4.566: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 1.159: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 4.268: pessoas
População residente, religião espírita: 3: pessoas
População residente, religião evangélicas: 836: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 2.084,84: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 2.395,49: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 510,00: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 655,00: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,724:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística


Marcelino Ramos: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Marcelino Ramos? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: