Início » Rio Grande do Norte » Tibau


Tibau - Rio Grande do Norte



Nota:talvez você esteja procurando por Tibau do Sul, também no estado do Rio Grande do Norte.

Tibau, às vezes referido como Tibau do Norte, é uma cidade, localizado na extremidade setentrional do estado do Rio Grande do Norte. Pertencente ao Polo Costa Branca, à Mesorregião do Oeste Potiguar e à Microrregião de Mossoró,. encontra-se a noroeste de Natal, capital do estado, distando desta 328 quilômetros. Ocupa uma área de 162,402km², sendo que 0,3682km² estão em perímetro urbano, e sua população foi estimada no ano de 2011 em 3725 habitantes, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, sendo então o 138º mais populoso do estado e último de sua microrregião.

A sede tem uma temperatura média anual de 27,3°C e na vegetação do município há a predominância das florestas subcadacifólias, tabuleiros litorâneos e os manguezais. Sua taxa de urbanização é de 76,89%, classificando Tibau como o 43º município mais urbanizado do estado. Com apenas dois estabelecimentos de saúde (2009), o IDH do município é de 0,678 (2000), considerado médio pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), sendo o 26º maior do Rio Grande do Norte o 3344° do país.

História da cidade de Tibau Rio Grande do Norte - RN

Tibau foi descoberta pelo navegador holandês Gideon Morris de Jorge em fevereiro de 1641. Após constatar a existência de salinas do Rio IWIPANIM (hoje, rio Mossoró) e maravilhado com a variedade de areias, observadas através de uma luneta, chamou pela cor que predominava: Morro Vermelho.

Em 5 de julho de 1708, foi dado um importante passo para a exploração e povoação do território. Foi nesse dia que Gonçalo da Costa Faleiro recebeu das mãos do Capitão-Mor do Rio Grande do Norte, Sebastião Nunes Colares, uma sesmaria compreendendo vasta extensão de terra a partir do Morro do Tibau. Antes desse acontecimento, segundo o historiador Câmara Cascudo, Gonçalo Faleiro esteve em Portugal, a mandado da Câmara de Natal, onde fez um relato ao Rei sobre a difícil situação vivida pela Capitania do Rio Grande do Norte em consequência dos problemas criados pela famosa Guerra dos Bárbaros, ocorrida entre os anos de 1687 e 1700.

Mas a linda terra de Tibau passou a ser alvo de uma acirrada disputa de posse que se arrastou por muito tempo entre os Estados do Rio Grande do Norte e do Ceará. Após muitas controvérsias a Assembléia Legislativa do Ceará resolveu anexar ao seu Estado as terras de Grossos e Tibau, em 13 de julho de 1901. Depois de três anos da decisão cearense, o extraordinário jurista e Senador da República Rui Barbosa foi convidado para defender os direitos do Rio Grande do Norte. Com uma brilhante defesa Rui Barbosa garantiu a vitória para o Estado potiguar, definitivamente sacramentada no dia 17 de julho de 1920.

Com o final da batalha jurídica, Tibau pode experimentar maiores sinais de crescimento. No dia 5 de novembro de 1922 foi celebrado a primeira missa na comunidade, pelo Padre Manoel Gadelha.

Não se constitui tarefa fácil, se falar sobre a origem do topônimo Tibau. Isto em função da ausência de registro que possam levar os estudiosos a um esclarecimento definitivo. No entanto, homens ilustres da história do Rio Grande do Norte, como Vingt-Un Rosado e Hélio Galvão (membro da Academia de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico do RN), sempre batalharam muito, no sentido de entender a história do topônimo Tibau. O primeiro, pela afinidade com Tibau, o segundo, pelo amor que sente pela sua terra natal, Tibau do Sul. Conclusão a que chegaram, publicadas em notas quase históricas, detalha a curiosa circunstância: para se chegar tanto a Tibau do Sul, como a Tibau do Norte, passa-se por um pernambuquinho.

Já o Historiador Câmara Cascudo defende a tese que Tibau vem do Tupy - TI - PAUM, que traduzido, significa "entre dois rios". No caso, a localização de Tibau entre os rios Jaguaribe e Mossoró.

A povoação de Tibau foi alcançada de veranistas e do forte apelo turístico da região. Em 23 de dezembro de 1948, pela Lei número 146, o povoado chegou a condição de distrito. A partir daí não demorou para ter as características de uma cidade. Mas a autonomia política só chegou muito tempo depois: exatamente no dia 21 de dezembro de 1995, pela Lei número 6.840, Tibau foi desmembrado de Grossos, tornando-se um novo município do Rio Grande do Norte.

A cidade de forte presença turística tem também grande destaque no campo artesanal. O talento do povo transforma a extraordinária variedade natural de argila e areia existente na praia em matéria prima para um produto que marcou época e permanece famoso em todo o país: as garrafas de areias coloridas, formando os desenhos mais variados, que expressam bem a criatividade dos artesãos de Tibau. A festa da padroeira do município, Santa Terezinha, é comemorada no período de 26 de setembro a 5 de outubro, com muita animação popular e vários eventos religiosos.

Gentílico: tibauense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação Tibau, pelo decreto estadual nº 603, de 31-10-1938, subordinado ao município de Areia Branca.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o distrito de Tibau, figura no município de Areia Branca.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1950.

Pela lei estadual nº 1025, de 11-12-1953, o distrito de Tibau deixa de pertencer ao

município de Areia Branca para ser anexado ao município de Grossos.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o distrito de Tibau figura no município de

Grossos.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VI-1995.

Elevado à categoria de município com a denominação de Tibau, pela lei estadual nº 6840, de 21-12-1995, desmembrado de Grossos. Sede no antigo distrito de Tibau. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1997.

Em divisão territorial datada de 2003, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Transferência distrital

Pela lei estadual nº 1025, de 11-12-1953, transfere o distrito de Tibau do município de Areia Branca para o de Grossos.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2016: 169,237: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 2: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 797: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 163: matrículas
Número de unidades locais: 82: unidades
Pessoal ocupado total: 575: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 15.832,89: reais
População residente : 3.687: pessoas
População residente - Homens: 1.847: pessoas
População residente - Mulheres: 1.840: pessoas
População residente alfabetizada: 2.606: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 1.153: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 2.619: pessoas
População residente, religião espírita: 14: pessoas
População residente, religião evangélicas: 775: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 1.333,31: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 1.361,02: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 285,00: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 255,00: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,635:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Tibau: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Tibau? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: