Início » Paraná » São Miguel do Iguaçu » Notícias


Últimas Notícias da cidade de São Miguel do Iguaçu - PR nas Redes Sociais

As Notícias são atualizadas em tempo real.

  • CESAR BORGES

    em 11/02/2013 Via Google+


    São Miguel do Iguaçu/PR: Motorista embriagado atropela e mata criança de 4 anos, diz polícia
    11/02/2013 07h42 - Atualizado em 11/02/2013 07h42 Acidente aconteceu no domingo (10), em São Miguel do Iguaçu, no Paraná. Menino chegou a ser socorrido e levado ao hospital, mas não resistiu. ...
  • Wylli G.

    em 10/06/2014 Via Youtube
    10/06/2014 Helicoptero pousa em São Miguel do Iguaçu nesta tarde de hoje

  • Rodrigo Piva

    em 27/05/2013 Via Google+


    10 perguntas para Karina Romanha, Miss São Miguel do Iguaçu no Miss Paraná 2013
    Karina Romanha é alegre, realizada, batalhadora e que busca sempre fazer amizades. A bela Miss São Miguel do Iguaçu vai estar no Miss Paraná 2013.
  • Aurora do Iguaçu ganha calçamento

    Vídeo produzido pela Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de São Miguel do Iguaçu-Pr. 26/062014.

  • Mulher Morre Em Acidente Em São Miguel Do Iguaçu




  • Carlos Alberto Machado compartilhou a foto de Ines Scarlett.
    Ele nao merece isso, ser acorrentado no pescoco, judiacaooooooo, Sao Miguel Arcanjo meu anjo bom, envia adotante para essa menininha "Agora é a hora da verdade" depois do poste do mix do york com ilhasa, venho postar esse anjinhoooooo SRD (raca nao definida) que parece um ursinho acabado e de porte pequeno, está acorrentado e PRECISO de um adotanteeee que o abrace e o ame muito, a dona está para ser despejada, alguem dos Céus adotem essa crianca e e livre-o dessa corrente - Fóz do Iguacu - PR
    Fotos da linha do tempo.
  • Clair Vogel

    em 24/07/2014
    afff mto friooo ta pra vir nessa madrugada......acho que vamos congelar hehehe


    www.climatempo.com.br
    Previsão do tempo para São Miguel do Iguaçu - PR - Climatempo.
    São Miguel do Iguaçu agora tem 12º, com Muitas nuvens. Clique e veja a previsão completa
  • soacidentes

    em 09/11/2012 Via Google+


    Atropelamento Na Br 277 Em São Miguel Do Iguaçu - Pr
    Na noite desta quinta-feira (08/11), por volta das 22:00 horas, o Instituto Médico Legal de Foz do Iguaçu, foi acionado para deslocar até a Rodovia BR-277, Km 689+100, sentido Leste, na cidade de São ...
  • Cidade de São Miguel do Iguaçu - Paraná no euro truck simulator 2Mod mapa cidade de São Miguel do Iguaçu no euro truck 2
    download mod novo mapa para euro truck 2, veja aqui na discrição do vídeo o link para download do mod para todas as versões do euro truck 2 - By José Gonçalves dos Santos, assista a apresentação da ci...
  • VT - Show Cacio e Marcos São Miguel do Iguacu - Pr

    Skype: produtorabeat E-mail: [email protected]

  • Soka Trilha, trilha eucaliptos Aurora, subida dura. São Miguel do Iguaçu.

    Bi corrente, por Carminatti loko!

  • Gabriela Pivatto - FESMIG São Miguel do Iguaçu

  • Erick Prado

    em 09/08/2012 Via Google+


    Homem é assassinado no centro de São Miguel do Iguaçu-PR
    Na tarde desta Quarta-feira (08), por volta das 16:50 horas, no centro da cidade de São Miguel um rapaz de 29 anos foi brutalmente assinado com golpes de faca e com um taco de sinuca, em um bar locali...
  • Cidade de São Miguel do Iguaçu - Paraná para euro truck simulator 2Mod mapa cidade de São Miguel do Iguaçu no euro truck 2
    download mod novo mapa para euro truck 2, veja aqui na discrição do vídeo o link para download do mod para todas as versões do euro truck 2 - By José Gonçalves dos Santos, assista a apresentação da ci...
  • Os municípios de Marechal Cândido Rondon, Itaipulândia e São Miguel do Iguaçu recebem, neste final de semana, a primeira etapa do projeto Verão Paraná, que leva atividades esportivas, de recreação e de lazer à população. As atividades se estendem até o dia 02/03 na Costa Oeste. Saiba mais: http://goo.gl/SaqhRy

    Os municípios de Marechal Cândido Rondon, Itaipulândia e São Miguel do Iguaçu recebem, neste final de semana, a primeira etapa do projeto Verão Paraná, que leva atividades esportivas, de recreação e de lazer à população. As atividades se estendem até o dia 02/03 na Costa Oeste. Saiba mais: http://goo.gl/SaqhRy
    http://static.ow.ly/photos/normal/4sstt.jpg
  • 8º LUGAR CAMPEONATO MUNDIAL JÚNIOR - 2003 - FOZ DO IGUAÇU/SÃO MIGUEL DO IGUAÇU - PRHistória
  • Ederson Pies

    em 21/08/2012 Via Google+
    no minimo interressante....e pagamos altos impostos....

    Você sabe o que é nióbio? :: São Miguel do Iguaçu - PR
    Nióbio, o metal que só o Brasil fornece ao mundo. Uma riqueza que o povo brasileiro desconhece, e tudo fazem para que isso continue assim. Como é possível o fato do Brasil ser o único fornecedor mundi...
  • Tania Pacheco

    em 03/10/2012 Via Google+


    Combate ao Racismo Ambiental » PR – Tekoha Guarani de São Miguel do Iguaçu: por uma vida digna à todos os Guaranis
    Antonio Cabrera Tupã. A Aldeia Guarani de São Miguel do Iguaçu, localizada nas Terras das Cataratas do Iguaçu das 7 maravalhas, hoje se encontra desprotegida e desemparada e entregue a sua própria sor...
  • VAI LÁ BRASIL.. COMEMORAÇÃO..EM SÃO MIGUEL DO IGUAÇU PR

  • volta em são miguel do iguaçu de bike.

    fuji, gopro, asfalto, rua euclides da cunha.

  • Página 1 de 9 Excelentíssimo Desembargador Luiz Guilherme Gomes, Presidente do Egrégio Tribunal de Justiça do Estado do Paraná. Petição de urgência. Pedido liminar de transferência de presos definitivos da cadeia de Prudentópolis. Ayr Azevedo de Moura Cordeiro, brasileiro, casado, advogado inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil, Secção do Paraná, sob nº 12.164, membro do Conselho da Comunidade de Prudentópolis, PR , com escritório na Rua Marechal Deodoro, 1150, na cidade de Prudentópolis, deste Estado, com fulcro no artigo 5º, LXVIII, e 105, II, “a”, da Constituição Federal de 1988, combinados com os artigos 647, 648, I e IV, do CPP, e demais dispositivos legais aplicáveis à espécie, impetra habeas corpus com pedido liminar, em favor de Página 2 de 9 Sidnei Vasselik, brasileiro, solteiro, lavrador, RG nº 7612606-2, SSP-Pr; José Carlos Vasselik, brasileiro, solteiro, lavrador, RG nº 9526264-3, SSP-PR e Carlos Vasselik, brasileiro, solteiro, lavrador, RG nº 7357912-0, SSP-PR, residentes e domiciliados na localidade denominada “Perobas”, Município de Prudentópolis, deste Estado, apontando como autoridades coatoras: (A)- Dra. Vivian Hey Wescher, Juíza Substituta da 66a. Seção Judiciária (Prudentópolis, PR), designada para atuação na Única Vara Criminal da Comarca de Prudentópolis, deste Estado (Travessa Wilson João Copack, 144, Prudentópolis, PR, CEP 84400-000); (B)- Dra. Maria Tereza Uille Gomes (brasileira, Procuradora de Justiça), Secretária de Estado da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (Avenida Anita Garibaldi, 750, Juvevê, Curitiba, PR, CEP 80.540-18); (C) Carlos Alberto Richa (brasileiro, casado, engenheiro civil), Governador do Estado do Paraná (Praça Nossa Senhora da Salete, s/nº, Palácio Iguaçu, Curitiba, PR), o que faz pelas razões que, respeitosamente, passa a expor. Os pacientes Sidnei Vasselik; José Carlos Vasselik e Carlos Vasselik, foram condenados pelo Juízo de Direito da Única Vara Criminal da Comarca de Prudentópolis, deste Estado, ao cumprimento da pena de 15 (quinze) anos e 2 (dois) meses, em regime fechado. A decisão transitou em julgado no dia 31 de julho de 2013, ou seja, há quase 11 (onze) meses. Ocorre que os mesmos estão cumprindo pena definitiva em local completamente inapropriado: estão recolhidos à cadeia pública da cidade de Prudentópolis, juntamente com cinquenta (50) presos provisórios. Página 3 de 9 A nobre Juíza de Direito da Vara Criminal da Comarca de Prudentópolis, Dra. Ana Carolina Bartolamei Ramos, tentou solucionar o duro impasse. No dia 20 de setembro de 2013, enviou à Central de Vagas, expedientes (Ofícios nºs 2115/2013; 2116/2013 e 2117/2013, documentos inclusos), solicitando a implantação dos pacientes no sistema penitenciário. Supõe-se que os ofícios tenham sido arquivados por falta de vagas nas penitenciárias, o que não justifica. As autoridades coatoras, responsáveis pela administração do Sistema Penitenciário, devem, sob pena de configuração da prática de crime de responsabilidade, implantar imediatamente os pacientes no sistema, ou seja, levalos às penitenciárias. Os apenados não podem cumprir penas em cadeias públicas, ambiente próprio apenas para manutenção de presos provisórios. O constrangimento ilegal é manifesto. A Lei de Execução Penal em seu artigo 102: “A Cadeia Pública destina-se ao recolhimento de presos provisórios”. Segundo MIRABETE1, “a finalidade da prisão provisória é apenas a custódia daquele a quem se imputa a prática do crime a fim de que fique à disposição da autoridade judicial durante o inquérito ou a ação penal e não para o cumprimento da pena, que não foi imposta ou que não é definitiva.” 1 MIRABETE, Júlio Fabbrini. Execução Penal, Comentários à Lei 7.210, de 11-7-1984, 11ª edição, revista e atualizada até 31 de março de 2004, Editora Atlas S. A., São Paulo, 2004, pág. 285-286. Página 4 de 9 Ora, como já houve a condenação definitiva dos pacientes (cópias das cartas de guia e expedientes administrativos inclusos), atuam os dispositivos inerentes ao preso definitivo: Código Penal, art. 33: “A pena de reclusão deve ser cumprida em regime fechado ( . . . ) § 1º. Considera-se: a) regime fechado a execução da pena em es tabelecimento de segurança máxima ou média; Também o Estatuto Penitenciário do Estado do Paraná (Decreto nº 1276/95) em seu artigo 20, assim dispõe: “A Peni tenciária dest ina-se ao condenado ao cumprimento de pena de reclusão, em regime fechado.” Dessa forma, não sendo a Cadeia Pública lugar de para cumprimento de decisão condenatória, há a necessidade da transferência dos apenados para o local adequado que, no presente caso, é a Penitenciária Industrial de Guarapuava. Guilherme de Souza Nucci, escreve2: 236-A. Impropriedade para cumprimento de pena: “transitada em julgado a decisão condenatória, deve o sentenciado ser transferido para o estabelecimento penitenciário compatível com o regime fixado (fechado ou semiaberto). Cuidando-se de aberto, naturalmente, deve dirigir-se à Casa do Albergado. No entanto, a cadeia pública existente nas Comarcas é lugar inadequado para o cumprimento de penas. Pode-se configurar constrangimento ilegal a mantença de condenado nesses estabelecimentos. Nesse prisma: STF: “A Turma deferiu habeas corpus para garantir ao 2 Nucci. Guilherme de Souza. Leis Penais e Processuais Penais Comentadas. Vol. 2. Execução Penal. P. 104/5. Página 5 de 9 paciente o cumprimento da pena em estabelecimento prisional adequado ao regime fixado na sentença condenatória... Os Professores Luiz Regis Prado (membro do Ministério Público Estado do Paraná, aposentado); Denise Hannerschmidt, Juíza de Direito em 2º Grau do Estado do Paraná; Douglas Bonaldi Maranhão (advogado e membro do Conselho Penitenciário do Paraná) e Mario Coimbra (Promotor de Justiça do Estado de São Paulo), explicam3: “Cadeia Pública. De acordo com o artigo 102 da Lei de Execução Penal, “a cadeia pública destina-se ao recolhimento de presos provisórios”, sendo que, em cada comarca deve existir ao menos 1 (uma) cadeia pública, para que se possa resguardar o interesse da Administração Criminal, quando do desenrolar da prestação jurisdicional, bem como, para que o preso permaneça próximo ao meio social e familiar onde vive (art. 103, LEP). Não pode deixar de ser aventado, quando o tema tratado versa sobre estabelecimentos penais, que as cadeias públicas dos dias de hoje, em sua maioria esmagadora, representam de maneira gritante o descaso das autoridades para com o encarcerado. São nas cadeias públicas onde podem ser encontradas as piores situações quando à limpeza, salubridade, alimentação, condições dignas, etc. Essas unidades lembram os antigos porões onde os presos que aguardavam julgamento eram atirados, ficando na maioria das vezes ao alvedrio da própria sorte. E como não bastasse toda a estrutura degradante desses estabelecimentos penais, podem ser citados como presos, nela recolhidos, de maneira conjunta (o que é atualmente sabido por todos) os: provisórios e condenados; homens e mulheres; adultos e adolescentes; imputáveis, semi-imputáveis e inimputáveis.” E como não bastasse toda a estrutura degradante desses estabelecimentos penais, podem ser citados como presos, nela recolhidos, de maneira conjunta (o que é atualmente sabido por todos) os: provisórios e 3 Prado. Luiz Regis. Hannerschmidt. Denise. Maranhão. Douglas. Coimbra. Mario. Direito de Execução Penal. 3a. Edição. Thomson Reuters, Revista dos Tribunais, p. 145 Página 6 de 9 condenados; homens e mulheres; adultos e adolescentes; imputáveis, semiimputáveis e inimputáveis.” O Supremo Tribunal Federal já proclamou a injuridicidade do cumprimento de pena em cadeia pública: Cadeia Pública: “Não se presta ao cumprimento da pena de longa duração, em regime fechado, devendo, por isso, ser o preso recolhido a estabelecimento penal (STF, RHC 63.620, DJU 11.10.85, p. 17860). O Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, ao julgar o HC nº 3856339, de Maringá, em que foi relator o Des. Noeval de Quadros, decidiu no mesmo sentido: HABEAS CORPUS. PACIENTE CONDENADO A CUMPRIR PENA EM REGIME FECHADO. PERMANÊNCIA NA CADEIA PÚBLICA. AUSÊNCIA DE VAGAS NO SISTEMA PENITENCIÁRIO. CONSTRANGIMENTO ILEGAL CARACTERIZADO. ORDEM CONCEDIDA. Vistos, relatados e discutidos estes autos de habeas corpus nº 385.633-9, de Jandaia do Sul, em que figura como impetrante e paciente Paulo Sérgio Ferreira Malta, e impetrado o MM. Juiz de Direito da mesma Vara e Comarca. I - RELATÓRIO: O impetrante alega que o paciente acima nominado estaria sofrendo coação ilegal em razão de sua permanência na Cadeia Pública, não obstante o trânsito em julgado da sentença penal condenatória que o condenou a cumprir pena em regime fechado. Postula a imediata transferência para estabelecimento compatível com a pena aplicada. A liminar foi indeferida (fl. 09). A autoridade impetrada, às fs. 16/17, informou que o paciente foi condenado nos autos de processo-crime nº 031/04 à pena de 03 (três) anos de reclusão, em regime Página 7 de 9 fechado, e 20 (vinte) dias multa. A sentença condenatória transitou em julgado em 05.12.2004, quando foi expedida e remetida guia de recolhimento à Vara de Execuções Penais. Contudo, não houve ainda a implantação do paciente no sistema penitenciário por falta de vagas. Informou ainda que o paciente empreendeu fuga da Cadeia Pública por duas vezes desde a prisão em flagrante e apresenta condenações posteriores, além de responder a outro processo em razão da última fuga, o que tornaria inviável a concessão de qualquer benefício. A douta Procuradoria-Geral de Justiça opinou1 pela concessão da ordem, bem como para que se determine ao Juízo da Execução a nomeação de defensor ao paciente, garantindo-lhe assistência jurídica. Para melhor decidir, foram também solicitadas informações ao Juiz da Vara de Execuções Penais de Maringá, o qual comunicou já ter sido expedido mandado para implantação do paciente na Penitenciária Estadual de Maringá para cumprimento do restante da pena a que foi condenado nos autos nº 031/2004 (fl. 35). A assessoria do gabinete deste Relator, através de contato telefônico com a Serventia da Vara de Execuções Penais, foi informada que o paciente permanece preso na Cadeia Pública de Jandaia do Sul. É o relatório. II - VOTO: Inicialmente, há de ser corrigida a autuação, para que passe a constar como autoridade impetrada o Juiz da Vara de Execuções Penais de Maringá, de vez que este habeas corpus tem por objeto a remoção do paciente para estabelecimento penal compatível com o regime fechado a que foi condenado. Com bem ressaltou a Procuradoria-Geral de Justiça, está evidenciado o constrangimento ilegal em face da longa permanência do paciente em local inapropriado para o cumprimento definitivo de pena privativa de liberdade imposta, impedindo a concessão de benefícios aos quais porventura tenha direito. No mesmo sentido: "HABEAS CORPUS. Estabelecimento penal. Réu recolhido em Cadeia Pública, onde já cumpriu mais da metade da pena imposta por sentença definitiva. Remoção para estabelecimento penal adequado. Não sendo a Cadeia Pública - lugar de recolhimento de presos Página 8 de 9 provisórios - o estabelecimento penal adequado para se cumprir decisão condenatória, defere-se a ordem de "habeas corpus" para garantir a transferência do paciente para outro tipo de estabelecimento penal, onde devera ser aferida, pelo Juiz competente para execução da pena, sua situação pessoal e eventuais direitos dela decorrentes. "Habeas corpus" deferido, em parte." (STF, HC 68963/SP, Primeira Turma, Rel. Min. Ilmar Galvão, julg. 05.11.91, DJ 29.11.91). Ademais, as fugas empreendidas pelo paciente durante o tempo em que se encontra recolhido na Cadeia Pública de Jandaia do Sul são indicativos da inadequação deste local para a manutenção de presos definitivos. Em que pese a informação do Juízo impetrado, de que já foi expedido mandado de implantação do paciente na Penitenciária Estadual de Maringá, o fato é que até o presente momento o paciente não foi transferido por falta de vagas, segundo afirma o juiz encarregado da execução provisória, de acordo com a Resolução nº 13/95, art. 2º, do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná. No caso, a disponibilidade de vagas no sistema prisional está sujeita à autorização do juiz da Vara de Execuções Penais. Desse modo, impõe-se a concessão da ordem de habeas corpus para determinar ao Juízo da Vara de Execuções Penais a efetiva implantação do paciente no Sistema Penitenciário do Estado, com sua transferência para estabelecimento adequado ao cumprimento do restante da pena, no prazo máximo de 05 (cinco) dias e de ofício, ao Juízo da Execução, a nomeação de defensor ao paciente, assegurando-lhe assistência gratuita. Diante do exposto, ACORDAM os integrantes da Segunda Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade de votos, em conceder a ordem, nos termos do voto do Relator. Em Sessão de Julgamento presidida pelo Desembargador Waldomiro Namur, votaram com o Relator os Desembargadores João Kopytowski e Miguel Kfouri. Curitiba, 25 de janeiro de 2007. NOEVAL DE QUADROS – Relator. Página 9 de 9 1 Manifestação de fs. 26/29, da lavra da Promotora Substituta em 2º Grau Isabel Cláudia Guerreiro. REQUERIMENTOS. Pelo exposto, requer: (a) decisão liminar que determine a imediata implantação dos pacientes Sidnei Vasselik; José Carlos Vasselik e Carlos Vasselik, qualificados, no sistema prisional do Estado do Paraná, e (b) ao final acórdão que consolide a deliberação liminar e definitivamente determine essa providência, lamentavelmente descumprida pelas autoridades responsáveis pela administração penitenciária no Estado do Paraná. De Prudentópolis para Curitiba. Segunda-feira, 23 de junho de 2014. Ayr Azevedo de Moura Cordeiro4. 4 Advogado inscrito na OAB/PR com o número 12.164; ex-Presidente da Subseção de Prudentópolis da Ordem dos Advogados do Brasil; membro do Conselho da Comunidade (Portaria nº 01/2014, baixada pela Doutora Ana Carolina Bartolamei Ramos).
  • Soka Trilha, trilha eucaliptos Aurora, subida dura. São Miguel do Iguaçu.

  • mais uma garoa no alto laranjita ...sao miguel do iguaçu


AVISO: O conteúdo de cada postagem é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Previsão do tempo na Região


Participe e comente sobre a cidade de São Miguel do Iguaçu


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)