Início » Paraná » Palmas


Palmas - Paraná



Palmas faz parte do estado do Paraná.

Encontra-se a uma latitude 26º29′03" sul e a uma longitude 51º59′26" oeste, com altitudes variando entre 950 a 1356 m s.n.m.m (município) e a sede urbana, entre 1030 m (bairro do Rocio) e 1158 m (bairro Alto da Glória.A Altitude média da cidade é de 1115 m s. n.m.m . A população avaliada em 2010 é de 42.887 habitantes.

Com uma temperatura média anual em torno dos 16°C, Palmas é a cidade mais fria do Paraná, com as áreas habitáveis mais altas do estado. Situando-se no sudoeste do Paraná do mesmo, foi durante muito tempo o mais importante pólo de ensino superior para o sudoeste do estado. Ainda hoje concentra boa parte das vagas disponíveis para a região. Palmas é também uma das socialmente mais desiguais cidades do Paraná. Entre 1991 e 2000 o Índice Gini do município disparou de 0,610 para 0,660. De fato Palmas é o 15° município mais desigual do Sul do Brasil, e o 9° neste quesito no estado do Paraná. No ano 2000, a porção da renda abocanhada pelos 10% mais ricos da população era de 56,5% da renda total contra apenas 7,3% dos 40% mais pobres. Ou seja, o decil mais rico da população ganha cerca de 31 vezes o rendimento da parcela dos 40% mais pobres. Um índice muito superior a média do estado que é uma razão de 23,8 vezes.

História da cidade de Palmas Paraná - PR

Cabe a Pedro de Siqueira Côrtes, bandeirante curitibano, a primazia da conquista e povoamento da imensa região, onde hoje se localiza a cidade de Palmas, com o objetivo da exploração de ouro que diziam existir em grande quantidade no morro do Bituruna, onde as lendas da época situavam riquezas maravilhosas.

A 28 de abril de 1839, conforme depoimento de José Cleto da Silva, Pedro de Siqueira Côrtes firmou, com outros destemidos sertanistas, contrato para o povoamento dos Campos de Palmas, antiga região dos Campos dos Biturunas que, etmologicamente, significa terra alta.

A denominação de Campos de Palmas foi dada por Atanagildo Pinto Martins, em 1815, quando, pela primeira vez, atravessou a região na exploração do Rio Iguaçu, atendendo a determinações de Diogo Pinto de Azevedo Portugal.

O nome do município provém da sua localização nos chamados "Campos de Palmas".

Pela Lei nº 22, de 28 de fevereiro de 1855, a Assembléia Legislativa da Província do Paraná, tendo em vista as necessidades da região, criou a freguesia de Senhor Bom Jesus de Palmas, em Guarapuava.

Pela Lei Provincial nº 484, de 13 de abril de 1877, a Freguesia de Senhor Bom Jesus de Palmas foi elevada à categoria de vila, com o nome de Palmas.

A instalação do município foi realizada no ano de 1879.

Pela Lei Estadual nº 233, de 18 de dezembro de 1896, foi elevada à categoria de cidade.

Gentílico: palmense

Formação Administrativa

Freguesia criada com a denominação de Senhor Bom Jesus de Palmas, pela lei provincial n.º 22, de 28-02-1835 ou 1855, subordinado ao município de Guarapuava.

Elevado à categoria de vila com a denominação de Palmas, pela lei provincial n.º 484, de 13-04-1877, desmembrado de Guarapuava. Sede na povoação de Palmas. Constituído do distrito sede. Instalado em 14-04-1879.

Elevado à condição de cidade, pela lei estadual n.º 233, de 18-12-1896.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído do distrito sede.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído do distrito sede.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1936, o município figura com 4 distritos: Palmas, Colônia Chopim, Mangueirinha e Santa Bárbara.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1937, o município é constituído de 5 distritos: Palmas, Colônia Chopim, Mangueirinha, General Carneiro e Santa Bárbara.

Pelo decreto-lei estadual n.º 7573, de 20-10-1938, transfere o distrito de Santa Bárbara do município de Palmas para o de União da Vitória. Sob o mesmo decreto, o distrito de Colônia Chopim passou a denominar-se Chopim.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 4 distritos: Palmas, General Carneiro, Mangueirinha e Chopim (ex-Colônia Chopim).

Pelo decreto-lei federal n.º 5839, de 21-09-1943, o município de Palmas foi território federal de Iguassu.

Pelo decreto-lei estadual n.º 199, de 30-12-1943, desmembra do município de Palmas os distritos de Chopim e Mangueirinha para formar o território de Iguaçu. Sob o mesmo decreto adquiriu o distrito de Bituruna ex-Santa Bárbara e do município de União da Vitória e anexado ao município de Palmas.

No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município é constituído de 3 distritos: Palmas, Bituruna e General Carneiro.

Por ato das disposições constitucionais transitórias promulgada de 18-09-1946 (artigo 8 º), foi extinto o território de Iguaçu voltando seu território aos estados de ......... foi desmembrado (diário oficial do D.F, de 19-09-1946 seção I).

Pela lei estadual n.º 790, de 14-11-1951, é criado o distrito de Jangada do Sul (expovoado) criado com terras do distrito do General Carneiro.

Pela lei estadual n.º 253, de 26-11-1954, desmembra do município de Palmas o distrito de Bituruna. Elevado à categoria de município.

Pela lei estadual n.º 3758, de 02-08-1958, é criado o distrito de São José de Palmas (ex-povoado) é criado no distrito de General Carneiro. Subordinado ao município de Palmas.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 4 distritos: Palmas, General Carneiro, Jangada do Sul e São José de Palmas.

Pela lei estadual n.º 4338, de 25-01-1961, desmembra do município de Palmas os distritos de General Carneiro (ex-São José de Palmas), Colônia General Carneiro (ex-General Carneiro e Jangada do Sul, para formar o novo município de General Carneiro.

Pela lei municipal n.º 129, de 16-09-1963, são criado os distritos de Coronel Domingos Soares e Santo Antônio e anexados ao município de Palmas.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 3 distritos: Palmas, Coronel Domingos Soares e Santo Antônio.

Pela lei estadual n.º 5499, de 02-02-1967, é criado os distrito de Padre Ponciano e Ubaldino Taques e anexado ao município de Palmas. Sob a mesma lei é extinto o distrito de Santo Antônio, sendo seu território anexado ao distrito de Padre Ponciano.

Pela lei estadual n.º 5863, de 31-10-1968, é criado o distrito de Francisco Frederico Teixeira Guimarães e anexado ao município de Palmas.

Em divisão territorial datada de 01-01-1979, o município é constituído de 5 distritos: Palmas, Coronel Domingos Soares, Francisco Frederico Teixeira Guimarães, Padre Ponciano e Ubaldino Taques.

Pela lei estadual n.º 11265, de 21-12-1995, desmembra do município de Palmas o distrito de Coronel Domingos Soares, elevado à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 15-07-1999, o município é constituído de 4 distritos: Palmas, Francisco Frederico Teixeira Guimarães e Padre Ponciano.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 14-05-2001.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2016: 1.557,893: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 13: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 7.593: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 1.851: matrículas
Número de unidades locais: 1.137: unidades
Pessoal ocupado total: 11.052: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 18.398,84: reais
População residente : 42.888: pessoas
População residente - Homens: 21.183: pessoas
População residente - Mulheres: 21.705: pessoas
População residente alfabetizada: 34.831: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 15.168: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 33.073: pessoas
População residente, religião espírita: 293: pessoas
População residente, religião evangélicas: 8.397: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 902,69: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 2.157,61: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 186,67: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 420,00: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,660:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Palmas: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Palmas? Então deixe seu comentário!


Comentários (2)

  1. izaura silva's avatarizaura silva

    Pretendo prestar um concurso em Palmas do Parana.

    Moro em Campo Grande MS. Qual a linha de onibus que faz para chegar ai?

    #2 – 20/01/2017 - 12:02

  2. Rose franca silva's avatarRose franca silva

    Ainda não conheço,pretendo ir morar aí a partir de fevereiro.me diz qual a principal fonte de renda daí

    #1 – 19/12/2016 - 16:08

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: