Início » Pernambuco » Palmares


Palmares - Pernambuco



Palmares faz parte do estado de Pernambuco. Encontra-se na região Mata sul do estado de Pernambuco. É conhecida como Terra dos Poetas, ou Atenas Pernambucana por ter sido berço de renomados e importantes poetas Pernambucanos. Trata-se de uma cidade bastante tradicional e muito importante na história do estado de Pernambuco. Seu nome é também uma homenagem ao Quilombo dos Palmares, que se instalou na região durante muito tempo.

Palmares é uma das divisões geobotânicas do nordeste do Brasil. Os palmares constituem originalidade da vegetação nordestina. Altos, densos, geralmente puros e de uma só espécie de palmeiras de natureza xerófila ou higrófila. Outros existem com mistura de três ou quatro espécies de árvores de porte alto. Dentre as palmeiras que vegetam nessa região, sobrelevam-se a carnaúba (Copernica cerifica), a buriti (Mauritia vinifera), a buritana (Mauritia axulenta), a bacaba (Denocarpus distichus), o babaçu (Orbignia martiana), etc. Tais zonas se desenvolvem na Bahia, Piauí, Maranhão, Pernambuco, Ceará, Paraíba, Rio Grande do Norte, Alagoas e Sergipe.

A região era habitada primitivamente pelos índios Trombetas.

História da cidade de Palmares Pernambuco - PE

PALMARES é uma das cidades mais tradicionais de Pernambuco. Seu nome recorda a rebelião dos escravos africanos que, de 1630 a 1694 (ou 1697), constituíram um reino ou confederação de quilombos, que recebeu a denominação de Palmares.

Segundo a tradição local, na foz do rio Pirangi havia um reduto da famosa república dos negros, cujo centro - a "Tróia Negra" de Oliveira Martins - se localizava na serra da Barriga, onde hoje se encontra o Município de União dos Palmares, do Estado de Alagoas. Desse quilombo se teria originado a primitiva povoação, que viria a tomar o atual nome de Palmares.

Em princípios do século XIX existia na região um aldeamento de índios, conhecidos como Trombetas. Posteriormente, o Governo Imperial fez doação de terras que margeavam o rio Una a membros da família Montes, passando o local a ser chamado povoado dos Montes, nome mudado para Una, em virtude de sua localização às margens do rio de igual nome. Finalmente, Palmares. Seus proprietários construíram o engenho de Trombetas, cujas ruínas se encontram a leste da cidade, e uma capela, sob o orago de Nossa Senhora da Conceição dos Montes.

Em 1873, Frei Caetano de Messina Sobrinho lançou a pedra fundamental da atual Matriz, junto à capela primitiva.

Gentílico: palmarense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Palmares, pela lei provincial nº 844, de 25-05-1868,subordinado ao município de água Preta.Elevado à categoria de vila com a denominação de Palmares pela lei provincial nº 1093, de 24-05-1873. Sede na vila de Palmares.Pela lei nº 1405, de 12-05-1879, transfere a sede da vila de Palmares para a povoação de Montes.Elevado à categoria de cidade, com a denominação de panelas, pela lei provincial nº 1458, de 09-06-1879. Pela lei municipal nº 1, de 29-11-1892, são criados os distritos de Catende, Joaquim Nabuco e Maraial e anexados ao município de Palmares.Pela lei municipal nº 57, de 17-12-1904, é criado o distrito de Colônia Isabel e anexado ao município de Palmares.Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído de 5 distritos: Palmares, Catende, Colônia Isabel e Joaquim Nabuco e Maraial. Nos quadro do Recenseamento Geral de 1-IX-1920, o município é constituído de 5 distritos: Palmares, Catende, Jaqueira, ex-Colônia Isabel, Joaquim Nabuco e Maraial.

Pela lei estadual nº 1931, de 11-09-1928, desmembra do município de Palmares os distritos de Maraial e Jaqueira. Para formar o novo município de Maraial. Pela mesma lei acima citado desmembra do município de Palmares o distrito de Catende. Elevado à categoria de município.

Em divisão territorial administrativa referente ao ano de 1933, o município aparece constituído de 3 distritos: Palmares, Bentevi e Joaquim Nabuco.

Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.Pelo decreto-lei estadual nº 235, de 09-12-1938, transfere o distrito de Bentevi do município de Palmares para o de Bonito.Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 2 distritos: Palmares e Joaquim Nabuco.Pela lei municipal nº 170, de 05-08-1953, é criado o distrito de Santo Antônio dos Trempes ex-Povoado e anexado ao município de Palmares.Pela lei estadual nº 1818, de 29-12-1953, desmembra do município de Palmares o distrito de Joaquim Nabuco. Elevado à categoria de município.Em divisões territoriais datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 2 distritos: Palmares e Santo Antônio dos Trempes.Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960. Em divisão territorial datada de 31-XII-1968, o município é constituído de 2 distritos: Palmares e Santo Antônio dos Palmares ex-Santo Antônio dos Trempes.Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2015: 339,292: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 29: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 9.931: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 3.175: matrículas
Número de unidades locais: 1.023: unidades
Pessoal ocupado total: 8.969: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 13.035,08: reais
População residente : 59.526: pessoas
População residente - Homens: 28.803: pessoas
População residente - Mulheres: 30.723: pessoas
População residente alfabetizada: 42.721: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 20.650: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 35.088: pessoas
População residente, religião espírita: 377: pessoas
População residente, religião evangélicas: 15.612: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 741,16: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 1.335,94: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 157,33: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 255,00: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,622:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Palmares: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Palmares? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: