Início » Pernambuco » Cortês


Cortês - Pernambuco



Cortês faz parte do estado de Pernambuco.Distante a 86 km da capital pernambucana,Recife. o município é formado pelo distrito sede e pelos povoados Agrovila, Barra de Jangada e Usina Pedrosa.

O povoado surgiu a partir do sítio do Capitão Francisco Velozo da Silveira, denominado Cortês, adquirido em 1872. O sítio localizava-se às margens do Rio Sirinhaém, no então distrito de Ilha de Flores, comarca de Bonito. Em 17 de abril de 1875, o capitão doou uma propriedade a Francisco das Chagas, autorizando a construção mediante pagamento de foro. Pela localidade passaria a estrada de ferro de Ribeirão a Bonito, mas a construção foi interrompida, sendo em Cortês a estação terminal. Em 1892 instalou-se na região a Usina Pedrosa, a 7km do povoado. Estes dois fatores impulsionaram o desenvolvimento local. Em 5 de janeiro de 1911 foi criado o distrito, pertencente ao distrito de Amaraji e o povoado tornava-se vila. O município foi criado em 29 de dezembro de 1953.

Cortês é uma Paróquia da Diocese de Palmares, situada na Mata Sul do estado Pernambucano. Foi fundada no dia 05 de março de 1947 e era pertencente à Arquidiocese de Olinda e Recife. Seu primeiro vigário foi o Pe. João Eduardo Tavares de Lima; sua permanência na Paróquia durou 2 anos, 7 meses e 11 dias. Entre os párocos destacam-se: Pe. André Camarotti (PASSOU 3 ANOS, 8 MESES E 3 DIAS), Pe.Antônio Borges (TEVE TRÊS PASSAGENS NA PARÓQUIA, TOTALIZANDO 23 ANOS E 10 DIAS), Pe. Nortberto Penzkofer - ATUAL VIGÁRIO GERAL DA DIOCESE DE PALMARES - (PASSOU 2 ANOS, 9 MESES E 9 DIAS), Pe. Salvatore Borgh (FICOU ENTRE 1º DE DEZEMBRO DE 1991 E 21 DE JUNHO DE 1999), Pe. Paulo César Rodrigues Magalhães (PERMANECEU POR 1 ANO E NOVE MESES), Pe. Bonfim Jaime de Matos, Pe. Josenildo José da Silva (NA PRIMEIRA PASSAGEM FOI PÁROCO POR 10 MESES E 15 DIAS, E VOLTOU A SER PÁROCO NO ANO DE 2004, PERMANECENDO ATÉ OS DIAS ATUAIS).

História da cidade de Cortês Pernambuco - PE

Em 1872, o Capitão Francisco Velozo da Silveira, comprou um terreno no sitio chamado Cortês, região elevada, às margens do Rio Serinhaem, no distrito de Ilha de Flores, terceiro do termo e Comarca do Bonito. Velozo sonhou fazer do sitio uma cidade e logo começou a vender "chão de casas" a terceiros. Em 17 de abril de 1875, fez a doação de propriedade ao Senhor Francisco das Chagas, determinando que todos poderiam construir desde que pagassem foro, a quem procurassem e nome do Santo. Em 1890, um decreto Estadual desmembrou o povoado do município Bonito incorporando-o ao município de Amaraji. Dois grandes acontecimentos concorreriam definitivamente para sobreviver e prosperidade: A construção foi interrompida deixando o terminal em Cortês; a fundação da Usina Poderosa, pelos descendentes do Barão de Bonito, a 7 quilômetros de Cortês. A usina foi inaugurada em 1892 e trouxe melhoria econômica para região.

Gentílico: cortesense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Cortês. pela lei municipal nº 57, de 05-011911, subordinado ao município de Amaragí.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito de Cortês permanece ao município de Amaragí.

Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.

Pelo decreto-lei estadual nº 92, de 31-03-1938, o distrito de Cortês, teve sua grafia alterado para Cortêz. Sob o mesmo decreto município de Amaragi, teve sua grafia alterada para Amarají.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o distrito já denominado Cortês permanece no município de Amaraji ex-Amaragí.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1950.

Elevado à categoria de município com a denominação de Cortês, pela lei estadual nº 1818, de 20-12-1953, desmembrado de Amaraji. Sede no antigo distrito de Cortês. Constituído do distrito sede. Instalado em 06-06-1954.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Alteração da grafia

Cortez para Cortês teve sua grafia alterada, pelo decreto-lei estadual nº 92, de 31-03-1938.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2016: 101,316: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 8: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 2.341: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 492: matrículas
Número de unidades locais: 98: unidades
Pessoal ocupado total: 2.122: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 8.511,36: reais
População residente : 12.452: pessoas
População residente - Homens: 6.183: pessoas
População residente - Mulheres: 6.269: pessoas
População residente alfabetizada: 8.224: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 4.471: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 6.773: pessoas
População residente, religião espírita: -: pessoas
População residente, religião evangélicas: 3.274: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 687,85: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 1.004,85: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 150,00: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 217,20: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,568:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Cortês: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Cortês? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: