Início » Pernambuco » Amaraji


Amaraji - Pernambuco



Amaraji faz parte do estado de Pernambuco.Distante a 96 km da capital pernambucana,Recife.

O município de Amaraji surgiu em torno de uma feira, realizada aos domingos, no Engenho Garra, a partir de 23 de julho de 1868. A feira atraiu o comércio e novas habitações. Foi crescendo um povoado denominado São José da Boa Esperança. Foi construída uma capela, tendo este santo como padroeiro. Em 1889, a Lei Provincial nº 2137 de 9 de novembro, elevou o povoado à categoria de Vila, a Vila de São José da Boa Esperança, pertencente ao município de Escada. No ano seguinte, foi criado o município com a denominação de Amaracy, depois Amaragi e atualmente denominado Amaraji. Foi elevada à categoria de cidade pela Lei Estadual nº 991, de 1 de julho de 1909. O município é formado pelo distrito Sede e pelo povoado de Demarcação.

Amaraji tem uma distância de 96 km de Recife pela BR 101, e 110 km pela BR 232. Situada na Zona da Mata Sul, rodeada de águas por todos os lados. Sua maior fonte de renda ainda é a Cana-de-açucar, porém já desenvolve várias outras culturas. Uma outra cultura forte na região é o Chuchu, sendo considerada a maior produtora. Para se chegar aqui existem dois caminhos: pela PE 63 são 25 km passando pela Usina União e Indústria até a BR 101; e pela PE 71 com uma distância de 27 km até a BR 232, passando pela cidade de Chã Grande que divide com a cidade de Gravatá. A BR 232 liga Recife ao sertão.

História da cidade de Amaraji Pernambuco - PE

Em 1889, a Lei Provincial nº 2137 de 9 de novembro, deu-lhe a categoria de Vila, ainda com a denominação de São José da Boa Esperança. Posteriormente, o Decreto Estadual de 22 de novembro de 1890, considerou os povoados de Cortês e Pedra Branca, aquele de Bonito e este de Vitória de Santo Antão, como pertencentes ao novo Município.

Finalmente em 1909, a Lei Estadual nº 991 de 1 de julho, elevou-a à categoria de Cidade.

O Município de Amaraji marca o seu aparecimento em terras de Pernambuco, a partir de 23 de julho de 1868, quando os habitantes do então Distrito da Estrada se dirigiram em requerimento ao Presidente da Câmara daquele Município, pedindo a criação de uma feira no Engenho Garra, no local onde hoje é a sede do Município de Amaraji. O pedido foi despachado favoravelmente, designando-se o domingo para o dia da feira. Assim, estabelecimentos comerciais e residenciais foram sendo construídos no local, formando-se aos poucos uma pequena povoação, denominada de São José da Boa Esperança.

Por iniciativa do comendador José Pereira de Araújo, foi erigida uma capela sob a invocação de São José da Boa Esperança.

Em 28 de junho de 1884, a Lei 1838 elevou à freguesia sob o patrocínio do Santo invocado, tendo por sede a povoação do mesmo nome, do Distrito de Paz da Comarca da Escada.

Gentílico: amaraniora

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Amaracy, pela lei provincial nº 1831, de 28-061884, subordinado ao município de Escada.

Elevado à categoria de vila com a denominação Amaracy, pela lei provincial nº 2137, de 09-11-1899. Desmembrado de Escada. Instalada em 11-10-1890.

Pelo decreto estadual nº 17, de 24-09-1890, a vila teve sua grafia alterada de Amarcy para Amaragi.

Elevado à condição de cidade e sede do município com a denominação de Amaragi, pela lei estadual nº 991, de 01-07-1909.

Pela lei municipal nº 57, de 05-01-1911, é criado o distrito de Cortês e anexado ao município de Amaragi.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído de 3 distritos: Amaragi, Arapibu e Cortez.

Pela lei municipal nº 19, de 27-11-1913, é criado o distrito de primavera e anexado ao município de Amaragi.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 4 distritos: Amaragi, Arapibú, Cortez e Primavera.

Pelo decreto-lei estadual nº 92, de 31-12-1937, o distrito de Cortez teve sua grafia alterado para Cortês e Amaragi para Amaraji.

Pelo decreto-lei estadual nº 235, de 09-12-1938, transfere o distrito de Arapibú os município de Amaraji para o de Ribeirão.

Pelo decreto-lei estadual nº 952, de 31-12-1943, o distrito de Primavera passou a denominar-se Caracituba.

No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município já denominado Amaraji é constituído de 3 distritos: Amaraji, Caracituba ex-Primavera e Cortês ex-Cortez.

Pela lei estadual nº 1818, de 29-12-1953, desmembra do município de Amaraji o distrito de Cortês. Elevado à categoria de município.

Pela lei estadual nº 1959, de 17-12-1954, o distrito de Caracituba passou a denominar-se Primavera de Santo Antônio.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 2 distritos: Amaraji e Primavera de Santo Antônio ex-Caracituba.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

Pela lei estadual nº 4984, de 20-12-1963, desmembra do município de Amaraji o distrito de Primavera de Santo Antônio. Elevado à catregoria de município.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2003.

Alterações toponímicas distritais

Amaracy para Amaragi, teve sua grafia alterado pelo decreto-estadual nº 17, de 24-08-1890. Amaragi para Amaraji, teve sua grafia alterado pelo decreto-lei estadual nº 92, de 31-12-1937.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2015: 234,956: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 11: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 3.697: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 570: matrículas
Número de unidades locais: 159: unidades
Pessoal ocupado total: 1.877: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 7.195,24: reais
População residente : 21.939: pessoas
População residente - Homens: 10.984: pessoas
População residente - Mulheres: 10.955: pessoas
População residente alfabetizada: 13.879: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 7.082: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 13.503: pessoas
População residente, religião espírita: 11: pessoas
População residente, religião evangélicas: 5.926: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 747,31: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 1.125,47: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 190,40: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 237,50: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,580:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Amaraji: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Amaraji? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: