Início » Paraíba » Monteiro


Monteiro - Paraíba



Monteiro faz parte do estado da Paraíba localizado na microrregião do Cariri Ocidental. Possui a nascente do principal rio do estado, tal como é a principal civilização do alto Paraíba (ou São Domingos no tronco indo-europeu).

Antes de surgir oficialmente na história Monteiro era uma área de fazendeiros e criadores de gado. No final do século XVIII, algumas famílias lá se estabeleceram e, em 1800, Manoel Monteiro do Nascimento desmembrou uma área de sua fazenda, chamada Lagoa do Periperi, para construir uma capela consagrada a Nossa Senhora das Dores, distante 300 metros da margem do Rio Paraíba.

A beleza do local foi atraindo habitantes e, em pouco tempo, formou-se um povoado que, em 1840, deixou de ser Lagoa do Periperi e passou a se chamar Povoação da Lagoa (havia apenas duas casas de telha na época). Pouco tempo depois, em homenagem ao seu fundador, o povoado recebeu o nome de Alagoa do Monteiro.

História da cidade de Monteiro Paraíba - PB

No final do século XVIII, Custódio Alves Martins, João Pereira de Melo e outros, estabeleceram fazendas de criação de gado, no local onde se ergueu o município de Monteiro. Em 1800, Manuel Monteiro do Nascimento e sua mulher desmembraram, de sua Fazenda Lagoa do Periperi, meia légua de terra em quadro, para constituir o patrimônio da capela de Nossa Senhora das Dores, por eles edificada no pátio de sua propriedade, distante 300 metros da margem do rio do Meio. A fertilidade do solo atraiu muitos habitantes e, em pouco tempo, havia ali um povoado que, em 1840, já trocara a denominação de Lagoa de Periperi pela de Povoação da Lagoa. Posteriormente, em homenagem ao seu fundador, recebeu o nome de Alagoa do Monteiro.

O distrito de Alagoa do Monteiro foi criado em 1865 e o Município, em 1872, com território desmembrado do de São João do Cariri. A instalação se deu no ano seguinte. Em 1921, Alagoa do Monteiro recebeu foros de Cidade, passando a chamar-se, simplesmente, Monteiro.

Gentílico: monteirense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Alagoa do Monteiro, pela provincial nº 194, de 04-091865, subordinado ao município de São João do Cariri.

Elevado à categoria de município com a denominação de Alagoa do Monteiro, pela lei provincial nº 457, de 28-06-1872, desmembrado de São João do Cariri. Sede na povoação de Alagoa. Constituído do distrito sede. Instalado em 20-01-1873.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município aparece constituído de 4 distritos: Alagoa do Monteiro, Camalaú, São Sebastião do Umbuzeiro e São Tomé.

Nos quadros de apuração do Recenseamento Geral de I-IX-1920, o município aparece constituído de 4 distritos: Alagoa do Monteiro, Camalaú e Tigre ex-Camalaú, São Sebastião do Umbuzeiro e São Tomé.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município aparece constituído de 4 distritos: Alagoa do Monteiro, São João do Tigre ex-Camalaú e Tigre, São Sebastião do Umbuzeiro e São Tomé.

Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município aparece constituído de 6 distritos: Alagoa do Monteiro, Camalaú e Tigre, Prata, São João do Tigre, São Sebastião do Umbuzeiro e São Tomé.

Pelo decreto-lei estadual nº 1010, de 30-03-1938, o distrito de Camalaú e Tigre voltou a denominar-se simplesmente Camalaú.

Pelo decreto-lei estadual nº 1164, de 15-11-1938, o município Alagoa de Monteiro, passou a denominar-se simplesmente Monteiro. Sob o mesmo decreto-lei de São João do Tigre a denominar-se simplesmente Tigre.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município aparece constituído de 6 distritos: Monteiro ex-Alagoa do Monteiro, Camalaú, Prata, São Sebastião do Umbuzeiro, São Tomé e Tigre ex-São João do Tigre.

Pela decreto-lei estadual nº 520, de 31-12-1943, o distrito de Prata passou a denominar-se Mugiqui, São Sebastião do Umbuzeiro a denominar-se Caroá, São Tomé a denominar-se Sumé e Tigre ex-São João do Tigre a denominar-se Jacarará.

No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município aparece constituído de 6 distritos: Monteiro, Camalaú, Caroá ex-São Sebastião do Umbuzeiros, Jacarará ex-Tigre, Mugiqui ex-Prata e Sumé ex-São Tomé.

Pela lei estadual nº 73, de 23-12-1947, o distrito de Jacarará voltou a denominar-se São João do Tigre e Mugiqui a denominar-se Prata.

Pela lei estadual nº 318, de 07-01-1949, o distrito de Caroá voltou a denominar-se São Sebastião do Umbuzeiro.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído constituído de 6 distritos: Monteiro, Camalaú, São Sebastião Umbuzeiro ex-Caroá, São João do Tigre ex-Jacarara ex-Tigre, Prata ex-Mugiqui e Sumé.

Pela lei estadual nº 513, de 08-12-1951, desmembra do município de Monteiro o distrito de Sumé. Elevado à categoria de município.

Pela lei estadual nº 803, de 16-10-1952, é criado o distrito de Boi Velho, com terras desmembradas do distrito de Prata e anexado ao município de Monteiro.

No quadro fixado para vigorar no período de 1949-1953, o município aparece constituído de 6 distritos: Monteiro, Boi Velho, Camalaú, Prata, São João do Tigre e São Sebastião Umbuzeiro.

Pela lei estadual nº 1147, de 16-02-1955, o distrito de Boi Velho passou a denominar-se Ouro Velho. Sob o mesmo decreto desmembra do município de Monteiro os distritos de Prata e Ouro Velho, para formar o novo município de Prata.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 4 distritos: Monteiro, Camalaú, São Sebastião do Tigre e São Sebastião do Umbuzeiro.

Pela lei estadual nº 2110, de 08-05-1959, desmembra do município de Monteiro os distritos de São Sebastião do Umbuzeiro e São Sebastião do Tigre, para formar o novo município de São Sebastião do Umbuzeiro.

Em divisão territorial datada de I-VII-1960, o município é constituído de 2 distritos: Monteiro e Camalaú.

Pela lei estadual nº 2617, de 12-12-1961, desmembra do município de Monteiro o distrito de Camalaú. Elevado à categoria de município

Em divisão territorial datada de 31-XII-196 , o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alteração toponímica municipal

Alagoa do Monteiro para simplesmente Monteiro alterado, pelo decreto-lei estadual nº 1164, de 15-111938.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2015: 986,356: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 28: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 4.543: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 1.346: matrículas
Número de unidades locais: 348: unidades
Pessoal ocupado total: 2.657: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 10.583,98: reais
População residente : 30.852: pessoas
População residente - Homens: 14.985: pessoas
População residente - Mulheres: 15.867: pessoas
População residente alfabetizada: 21.304: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 9.346: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 26.479: pessoas
População residente, religião espírita: 171: pessoas
População residente, religião evangélicas: 3.141: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 816,23: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 1.491,00: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 218,00: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 300,00: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,628:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Monteiro: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Monteiro? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: