Início » Pará » Igarapé-Mirim



Igarapé-Mirim - Pará



Igarapé-Miri faz parte do estado do Pará. É conhecido como "A Capital Mundial do Açaí", por ser o município com maior produção mundial do mesmo. Encontra-se a uma latitude 01º 58′ 30" sul e a uma longitude 48º 57′ 35" oeste, estando a uma altitude de 17 metros. Sua população estimada no Censo do IBGE de 2010 é de 58.023 habitantes.

Igarapé-Miri, traduzido do tupi, significa "caminho de canoa pequena", através da junção dos termos ygara ("canoa"), apé ("caminho") e mirim ("pequeno")

O clima do município corresponde ao megatérmico, tipo Am da classificação de Köppen. O clima corresponde também ao clima da Região Norte sendo equatorial quente e úmido.

História da cidade de Igarapé-miri

O atual município de Igarapé-Miri encontra-se à margem direita do rio homônimo, na zona fisiográfica Guajarina.

Segundo crônicas do tenente-coronel Agostinho Monteiro Gonçalves, teve como fundamento histórico uma fábrica e um depósito nacional para aparelhamento e extração de madeira de construção, exportadas dali para Belém. No reinado de D. João V. as terras estendiam-se desde a margem do Rio Santana do Igarapé-Miri, pelo centro, até do Rio Itamembuca.

Em 1710, João Melo Gusmão obteve, por cessão, duas léguas abrangendo, inclusive, os terrenos onde estava situada a referida fábrica, logo vendida ao português agricultor e comerciante Jorge Monteiro, que edificou a primeira capela de Senhora Santana, em que realizava grandes festejos. Em 1730, sucedeu-o na posse da capela, engenho, casas da fábrica e de moradia João Paulo de Sarges Barros, que prosperou, também, com a produção de melaço, açúcar, aguardente e tecidos de algodão.

Fertilidade do solo, riqueza de seus habitantes e festas realizadas por Barros à Senhora Santana foram os principais fatores da imigração de muitos estrangeiros ali estabelecidos como comerciantes e agricultores.

Após a reconstrução da Igreja Santana do Igarapé-Miri, Barros entregou-a ao bispo Frei Miguel de Bulhões, que, em 1752, transformou-a em paróquia, cujo patrimônio foi constituído dois anos depois, pelo, fundador. O primeiro vigário foi o Padre João Sarges de Barros.

Igarapé-Miri passou à independência como Freguesia de Nossa Senhora Santana, concorrendo para o desenvolvimento da mesma a existência de um furo. Este furo, na época das águas vivas permitia a passagem de barcos até 4.000 arrobas, constituindo assim ponto de parada para as embarcações que demandavam à cidade de Belém.

Em 1843, adquiriu categoria de vila e de município, sido instalado em 1845. Entretanto, em 1930, foi extinto ficando seu território incorporado ao de Abaeté. A restauração ocorreu no mesmo ano.

O topônimo, de origem indígena, significa caminho de canoas, pequeno.

Gentílico: igarapé-miriense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Santana do Igarapé-Miri, em 1758, subordinado ao município de Belém.

Elevado à categoria de vila com a denominação de Santana do Igarapé-Miri, pela lei provincial nº 113, de 16-10-1843, desmembrado de Belém. Sede na antiga vila de Santana do Igarapé-Miri. Constituído do distrito sede. Instalado em 26-07-1845.

Elevado à condição de cidade com a denominação de Igarapé-Miri, pela lei estadual nº 438, de 23-05-1896.

Pela lei municipal de 16-01-1910, são criados os distritos de Anapu, Canal, Espera, Itanimbuca, Maiauaná, Meruú-Assú, Panacauera e Pindoba.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído de 9 distritos: Igararapé-miri, Anapu, Canal, Espera, Itanimbuca, Maiauaná, Merruú-Assú, Panacauera e Pindoba.

Pelo decreto estadual nº 6, de 04-11-1930, o município de Igararé-Miri foi extinto, sendo seu território anexado ao município de Abaeté e os seus distritos passando a figurar como zona administrativa.

Pelo decreto estadual nº 78, de 27-12-1930, o município é criado novamente e é constituído de 2 distritos: Igarapé-Miri e do extinto município de Moju.

Pelo decreto estadual nº 931, de 22-03-1933, desmembra do município de Igarapé-Miri o distrito de Moju é restabelecido como sub-prefeitura.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído do distrito sede.

Pela lei estadual nº 8, de 31-10-1935, menciona os nomes dos municípios do Pará figurando entre eles o município de Igarapé-Miri.

Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município é constituído de 4 distritos: Igarapé-Miri, Anapu, Maiauatá e Meruú.

Pelo decreto-lei estadual nº 2972, de 31-03-1938, o município de Igarapé-Miri é constituído do distrito sede. Voltando os distritos de Anapu, Maiauatá e Meruú à condição de zonas administrativas.

Pelo decreto-lei estadual nº 3131, de 31-10-1938, é criado o distrito de Concórdia com terras das zona de Maiauatá.

No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município é constituído de 2 distritos: Igarapé-Miri e Maiauatá ex-Concórdia.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 2 distritos: Igarapé-Mirim e Maiauatá.

Pela lei estadual nº 2460, de 29-12-1961, são criados os distritos de Menino de Deus do Anapu e Meruú.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 4 distritos: Igarapé-Miri, Maiauatá Menino de Deus do Anapu e Maruú.

Pelo Acordão do Supremo Tribunal Federal (representação nº 246) do Estado do Pará os distritos de Menino de Deus do Anapu e Meruú foram extintos.

Em divisão territorial datada de 18-VIII-1988, o município é constituído de 2 do distritos: Igarapé Miri e Maiauatá.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 14-V-2001.

Alteração toponímica municipal

Santana do Igarapé-Miri para Igarapé-Miri teve sua denominação simplificada, pela lei estadual nº 438, de 23-05-1896.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial: 1.996,790: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 13: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2012: 13.870: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2012: 2.158: matrículas
Número de unidades locais: 244: unidades
Pessoal ocupado total: 3.358: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2012: 3.706,99: reais
População residente : 58.077: pessoas
População residente - Homens: 29.674: pessoas
População residente - Mulheres: 28.403: pessoas
População residente alfabetizada: 39.313: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 21.368: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 35.611: pessoas
População residente, religião espírita: -: pessoas
População residente, religião evangélicas: 17.638: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 753,83: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 1.283,93: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 100,00: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 210,00: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,547:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Igarapé-Mirim: Imagens da cidade e Região

Ananindeua - Br-316
Data : 22 August 2007
Autor: Eloi Raiol 12 9
Residência típica da Ananindeua antiga - Nessa casa morou o Sargento Francisco Paiva nas décadas de 50 e 60 - foto tirada de um quadro pintado por Patrick Paiva
Data : 10 July 2008
Autor: Odilson Sá
Avenida Zacarias de Assunção
Data : 22 August 2007
Autor: Eloi Raiol 12 9
Assembléia de Deus - Marituba
Data : 10 July 2009
Autor: Odilson Sá
Igreja Matriz de Nossa Senhora das Graças
Data : 28 December 2008
Autor: Odilson Sá
Caixa D'água da antiga Vila de Marituba
Data : 05 May 2008
Autor: Odilson Sá
A Primeira Passarela construída no Pará, em frente ao IESP - Marituba - Pará
Data : 05 May 2008
Autor: Odilson Sá
Sunset road BR 316_Marituba City
Data : 18 March 2007
Autor: Reginaldo Abreu
Prefeitura Municipal de Marituba
Data : 10 July 2009
Autor: Odilson Sá
Seminário Adventista do 7º Dia - Marituba
Data : 10 July 2009
Autor: Odilson Sá
MARITUBA-PA, Fim de tarde
Data : 15 April 2011
Autor: PEDRO PAULO
Divina Luz
Data : 28 July 2013
Autor: Rodrigo Rolim Santos
MARITUBA-PA, ÀGUAVIA federal 316, descaso
Data : 04 February 2011
Autor: PEDRO PAULO
JS PEÇAS 2004 BR 316 KM 10
Data : 21 May 2007
Autor: PEDRO PAULO
Trecho da Br 316 no Centro de Ananindeua
Data : 28 December 2008
Autor: Odilson Sá
Câmara Municipal de Ananindeua
Data : 19 September 2008
Autor: Odilson Sá
Igreja de Nossa Senhora Auxiliadora no bairro Centro em Ananindeua
Data : 24 April 2008
Autor: Odilson Sá
Br 316, km 13 - Marituba - Pará
Data : 05 May 2008
Autor: Odilson Sá
Antiga Oficina pertencente a Estrada de Ferro de Bragança - Marituba - Pará
Data : 05 May 2008
Autor: Odilson Sá
Br 316 - Ananindeua
Data : 01 August 2009
Autor: Odilson Sá
As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Igarapé-Mirim? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!


Receba nossas atualizações


Publicidade

Twingly Blog Search Igarapé-Mirim Pará Igarapé-Mirim Pará