Início » Minas Gerais » Passa-Quatro » Notícias


Últimas Notícias da cidade de Passa-Quatro - MG

Redes Sociais

  • Passeio no Trem da Serra da Mantiqueira em Passa Quatro, Minas Gerais

    Esse passeio histórico-cultural de 10 km é feito num trecho da antiga ferrovia (The Minas and Rio Railway), de 170 km, que ligava Minas Gerais ao Rio de Jane...

  • elma sintec

    em 03/09/2014 Via Youtube
    Encontre a empresa SINTEC DEMOLIÇÕES (11) 2552-5411 em Minas Gerais/BH.

    Encontre a empresa SINTEC DEMOLIÇÕES (11) 2552-5411 em Minas Gerais/BH. Demolição de casas, prédios, galpões, fabrica desativada, desmonte de estruturas metá...

  • Muluna Holl

    em 29/01/2015
    Olha aí Jose Eustaquio Zequinha O jornal dos...


    Rocival Lyrio de Araujo.
    Leiam e repassem. Tem tudo a ver com Santa Luzia e com o mito Geraldo Teixeira da Costa. Fonte: Portal Observatório da Imprensa ‘ESTADO DE MINAS’ A agonia dos Diários e Emissoras Associados Por Ângela Carrato em 13/01/2015 na edição 833 A sede do jornal Estado de Minas está à venda, deixando explícita a gravíssima crise que a empresa enfrenta, envolvendo má gestão, perda de credibilidade e o consequente desaparecimento de leitores e anunciantes. A título de exemplo, o jornal, que é o mais antigo e tradicional da capital mineira, tem circulado com apenas dois cadernos, num total de 24 páginas, ao contrário de um ou dois anos atrás, quando, mesmo em dias de edição mais fraca, eram quatro ou cinco. O objetivo da venda é tapar buracos no caixa da empresa, que tem demitido jornalistas e demais funcionários com idêntico objetivo. As instalações do Estado de Minas serão transferidas para o prédio onde funciona a TV Alterosa e a rádio Guarani, ambas do mesmo grupo, os Diários e Emissoras Associados. Nesta transferência, é possível antever novos cortes de pessoal e não está descartado nem mesmo o fim da publicação em papel, permanecendo apenas a versão digital. Localizada em um dos pontos nobres da capital mineira, a sede da SA Estado de Minas vale em torno de 50 milhões de reais, mas as ofertas, até o momento, não ultrapassam 30 milhões de reais. A venda representará mais um capítulo, talvez dos últimos, na história do condomínio fundado pelo primeiro magnata da mídia brasileira, Assis Chateaubriand, que chegou a ter 36 jornais, 18 revistas, 36 rádios e 18 emissoras de televisão. Do que antes foi o “império” de Chateaubriand restam agora, com alguma expressão, além dos veículos em Minas, apenas o Correio Braziliense, na Capital Federal, e dois jornais no Nordeste. Há pelo menos duas décadas que o jornal Estado de Minas é considerado o carro-chefe do grupo, situação que apenas enfatiza a gravidade do quadr...(Continuar Lendo)
  • Daniel Lima

    em 17/12/2014 Via Youtube
    Proerd em Passa Quatro - MG. (Polícia Militar de Minas Gerais)

    Video que resume a felicidade e satisfação em aplicar um dos melhores programas preventivos anti-drogas do mundo! A esperança em cada olhar nos lembra que o ...

  • Fonte: dgabc.com.br em 15/01/2015

    Obituário - 15 de dezembro de 2014
    Natural de Conselheiro Lafaiete (MG). Residia no Jardim Ipanema ... Natural de Santa Rita do Passa Quatro (SP). Residia no Centro de Ribeirão Pires. Dia 14, em Santo André. Cemitério São José.

  • Demolidora Relâmpago (11) 2552-5584 Obras em Minas Gerais.

    Pitangui,Oratórios,Orizânia,Ouro Branco,Ouro Fino,Ouro Preto,Ouro Verde de Minas,Padre Carvalho,PadreParaíso,Pai,Pedro,Paineiras,Pains,Paiva,Palma,Palmópolis...

  • Após atirar na ex-namorada, jovem se mata em Passa Quatro (MG)

    Inconformado com o fim do relacionamento, Jeferson, de 22 anos, disparou dois tiros contra Tauane, de 16 anos, e em seguida, se matou. O crime aconteceu em u...

  • Fonte: Portal Ponta Grossa em 15/01/2015

    Resultado Mega Sena da Virada 2014 – Vencedores da Mega-Sena da Virada fizeram apostas simples, de R$ 2,50
    Em 2009, foram duas dividindo a premiação de R$ 80 milhões, uma de Brasília (DF) e outra de Santa Rita do Passa Quatro (SP); em 2010 ... por Pará (3), Paraná e Distrito Federal (3), Minas Gerais (2), além de Bahia, Alagoas, Goiás e Ceará (1).




  • Jornalista Alini Fuloni compartilhou a foto de De Olho No Tempo Meteorologia.
    Colapso hídrico e energético deve castigar a população brasileira em 2015 As falácias, até o momento, trazidas pela mídia e pelo governo brasileiro, não demonstram, em hipótese alguma, o teor da gravidade e do caos que o país está prestes a enfrentar nos próximos meses. Na visão de muitos especialistas e que há anos alertam os setores, principalmente de abastecimento de água das grandes cidades e de geração de energia elétrica, chegamos ao ponto máximo de suportar tamanha demanda e insuficiência, ao mesmo tempo. Em 23 de janeiro de 2013, em cadeia nacional de rádio e televisão, a então atual presidente anunciou uma redução de 18% da tarifa de energia elétrica para todo o país, o que traria, mais tarde, um voto a mais de confiança nas eleições de 2014, e que garantiriam mais quatro anos de poder. Veja o vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=_fTDaHh4ww0 Ocorre que, no mesmo período, janeiro de 2013, o nível dos reservatórios das hidrelétricas, principalmente das Regiões Centro-Oeste e Sudeste, já havia registrado uma baixa bastante significativa, de acordo com dados do próprio governo, a partir do sistema do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). Ainda assim, nenhuma medida de incentivo à economia de energia foi feita, e muito pelo contrário, o governo federal incentivou o consumo reduzindo tarifas, como a do IPI para eletrodomésticos. Com cada vez mais produtos nas casas dos brasileiros, maior o consumo de energia e maior a demanda para a sua geração. No mesmo período, com a insuficiência na geração a partir das usinas hidrelétricas, o governo brasileiro se antecipou em fazer bonito diante das urnas em outubro de 2014 e acionou a todo vapor as usinas telemétricas, que são movidas a gás ou a óleo diesel, e por isso, são mais caras. Em 6 de maio de 2014, o Ministério de Minas e Energia, mais uma vez “equivocado”, ou tentando passar a impressão de um governo ordeiro, justo e imparcial, a favor de sua candidata à reeleição, divulgou que a atual situação na época era seis vezes menos preocupante que no mesmo período de 2001. Veja o vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=8Qi61DJ4r3M Duas ondas de calor atingiram o Centro-Sul do país, uma entre outubro e novembro de 2014, com picos de quase 44°C, e outra agora em janeiro de 2015 e mais uma vez valores recordes de consumo de energia foram batidos – também de acordo com dados do próprio ONS. Sem poder atribuir à desculpa sendo a causa principal um raio ou temporal, pois boa parte do território nacional encontrava-se até então sob uma atmosfera muito seca, a desculpa do governo foi que de o sistema não suportou tal demanda e necessário foi o alívio de carga às distribuídas, para evitar um apagão ainda maior. O governo, aliás, detesta a palavra “apagão”. Prefere ditar que houve uma interrupção ou uma falha, mas admitir seu próprio erro, de décadas, com a falta de investimento, jamais. Mesmo com a interligação da energia sobre quase todo o país e mesmo com a construção de três novas usinas hidrelétricas na Amazônia, que por sinal, já provocaram o efeito contrário em época de chuva, o consumo segue muito elevado e os pesquisadores ressaltam que vai faltar energia nos próximos meses. O atual nível dos reservatórios está bem abaixo do que vivenciamos no período crítico de racionamento de energia no ano de 2001 e até agora, o governo segue taxativo e em tom irônico, ditando que “Deus vai mandar chuva para o país”, segundo palavras do recente empossado ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga. Deus até pode mandar chuva ou a mandinga surtir efeito a favor do atual governo, mas a crise energética está aí, confirmada e irreversível por um bom período. Isso tem demonstrado a incapacidade de um governo que somente divulga dados otimistas sobre o crescimento econômico, sendo que a principal fonte para a criação de produtos ou de garantia de serviços é a energia. A mesma energia elétrica que a presidente da república muito bem orquestrou a redução da tarifa em janeiro de 2013, agora já possui um aumento de até 54% em alguns estados e vai subir mais até o final de 2015, pelo menos mais 45% nas contas dos economistas, pois não existe milagre para pagar o preço caro pela geração a partir das termelétricas e da energia que o Brasil agora, às pressas, está comprando da Argentina, outro país incapaz que manter suas luzes totalmente acesas há anos. O mesmo colapso hídrico tem resposta imediata no abastecimento das cidades, das capitais, principalmente, das Regiões Centro-Oeste e Sudeste. Há constatação de falta d’água potável em Belo Horizonte, Cuiabá, Goiânia, Rio de Janeiro e São Paulo. A situação na Região Metropolitana de São Paulo é a mais grave e a mais escancarada pela mídia, pois são mais de 20 milhões de pessoas – e não nove como divulgado – que exclusivamente dependem de água para sobreviver. Para garantir sua reeleição, em agosto de 2014, o governador de São Paulo foi exaustivo em citar que não havia racionamento de água em São Paulo. Veja o vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=Ugg-A3_QuEg O nível decaído a cada amanhecer do Sistema Cantareira prova agora à população de São Paulo, que o atual governo, 16 anos à frente do poder, em nada pensou para reverter a grave situação. Com pedido de socorro feito aos governos de estados vizinhos e no limite do estrangulamento da sua maior empresa do setor, a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), respaldos aplausos por seus aliados de sigla partidária, com a retirada da reserva técnica, ou do “volume morto”, surgem agora como a solução dos problemas. Ocorre que a irregularidade da precipitação verificada ao longo de todo o ano de 2014 aliada à falta de investimento maciço por parte do governo de São Paulo, também está secando o reservatório de água de outras cidades no interior. Após a “porca torcer o rabo” e sem saída, o mesmo governador, em janeiro de 2015 confirmou com a maior “cara de pau”, de que sim, São Paulo já vive um racionamento de água. Veja o vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=-E1u1BzFucU Para acalmar os ânimos de quem mora na Grande São Paulo, a nova moda do atual governo é transformar esgoto e lodo da represa Billings, em água límpida, para matar a sede de quem passa o ano inteiro pagando impostos. Minas Gerais e Rio de Janeiro encabeçam a lista de estados, cuja crise hídrica virá como um “furacão” nos próximos meses, mesmo que esse “furacão” não contenha uma gota d’água. Há confirmação por parte dos governos locais de falta de água em mais de 20 municípios de ambos os estados, incluindo a Grande Belo Horizonte e o Grande Rio. No Centro-Oeste, Goiânia e Cuiabá, que intercalam o abastecimento de água por rios e poços, a situação também não é confortável, uma vez que a média de precipitação registrada desde setembro de 2014 foi insuficiente para encher os mesmos. Estamos apenas no início de 2015, criteriosamente e ironicamente tido como o período mais chuvoso do ano na maior parte do Brasil. Mas a precipitação insiste em não cair no local e na quantidade esperada e mesmo assim, nossos governantes, sejam eles de âmbito nacional ou estadual, seguem otimistas, crentes que um futuro melhor virá, antes que a população saia às ruas novamente, assim como tanto esbravejaram em 2013 para lutar por seus direitos pelas passagens mais baratas, ainda que esse direito agora seja apenas, por um pouco de água e de energia. O cenário de 2015 para economistas, geólogos, biólogos e meteorologistas já está traçado. Pena que muitos brasileiros ainda não se deram conta do verdadeiro colapso que estamos apenas iniciando. Tem que doer no bolso para somente ver a dimensão da ferida. (Crédito da imagem: Arte/De Olho No Tempo Meteorologia) (Fonte da informação: De Olho No Tempo Meteorologia) Curta a página www.facebook.com/deolhonotempometeorologia e fique por dentro de tudo o que acontece com o tempo no Brasil e mundo afora, 24 horas por dia, sete dias por semana. Envie imagens do tempo de sua região para [email protected] O tempo não para. Nós também não!
    Fotos da Linha do Tempo.
    ...(Continuar Lendo)
  • Caminho dos Anjos - Minas Gerais

    Caminho dos Anjos/ Circuito terras altas da mantiqueira-MG/ Pedalando em Passa Quatro/ Itamonte/ Alagoa/ Aiuruoca/ Caxambú/ São Lourenço/ Parque estadual da ...

  • Fonte: Surgiu em 23/01/2015

    Rio Verde atinge pior nível em 40 anos para janeiro em Três Corações
    A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) faz 100% da captação de água ... São eles: São João da Mata, Paraisópolis, Passa Quatro, Consolação, Cambuí, Carmo de Minas, Córrego do Bom Jesus, Cristina, Delfim Moreira e Aguanil.

  • Maria fumaça de Passa Quatro apitando na estação Manacá em Minas Gerais

    Maria fumaça de Passa Quatro apitando na estação Manacá em Minas Gerais.

  • Pino Rossi

    em 11/06/2013 Via Youtube
    Túnel da Mantiqueira - Divisa entre Cruzeiro-SP e Passa Quatro-MG

    Rápidas imagens de um túnel histórico que merece a visita.

  • DEMOLIDORA RELÂMPAGO - OBRAS EM MINAS GERAIS

    Pitangui,Oratórios,Orizânia,Ouro Branco,Ouro Fino,Ouro Preto,Ouro Verde de Minas,Padre Carvalho,PadreParaíso,Pai,Pedro,Paineiras,Pains,Paiva,Palma,Palmópolis...

  • Tô aki em Passa Quatro Sul De Minas Gerais torcendo por um bom Jogo.E Parabéns a @REDEVIDA. #CopinhanaREDEVIDA
  • Refúgio Serra Fina em Passa Quatro, Minas Gerais

    O Refúgio Serra Fina está localizado a 1.500 m de altitude na Serra da Mantiqueira. Um lugar ideal para quem curte montanha, sossego e aconchego. Para saber ...

  • Fonte: Portal Ponta Grossa em 16/01/2015

    Resultado Mega da Virada 2014 – Confira as dezenas do sorteio realizado em Dezembro
    Neste concurso dois apostadores, um de Brasília (DF) e outro de Santa Rita do Passa Quatro (SP), acertaram a Sena e levaram ... Distrito Federal e Minas Gerais com dois sortudos e Alagoas com um vencedor. Já nas estatísticas, os números sorteados ...

  • anjo

    em 29/01/2015
    ALGUEM AQUI EH DE PASSA QUATRO MINAS GERAIS??????????
  • Fonte: Jornal do Comércio em 28/01/2015

    Preso do mensalão perde benefício após vídeo em que aparece em bar
    A juíza Miriam Vaz Chagas, da Vara de Execuções Penais de Ribeirão das Neves (MG), determinou a suspensão cautelar ... e aproveitou para pedir também passar o Natal em Passa Quatro


AVISO: O conteúdo de cada postagem é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem. Se você encontrou algum conteúdo ofencivo ou pornográfico, por favor entre em contato conosco. Você também pode enviar seu texto para gente.


Previsão do tempo na Região