Início » Minas Gerais » Central de Minas » Notícias


Últimas Notícias da cidade de Central de Minas - MG

Suspeito de cometer cinco assaltos é preso em Governador Valadares 29/09/2014 06:19:00
Um homem de 20 anos foi preso na tarde desse domingo (28) no Bairro Santa Terezinha, em Governador Valadares (MG). Segundo a Polícia Militar, ele é suspeito de cometer cerca de cinco assaltos; o suspeito foi identificado através das câmeras do 'Olho Vivo'.

Duas explosões em fábrica de fogos deixam dois feridos em Minas 29/09/2014 17:32:00
Duas explosões em uma fábrica de fogos de artifício de Santo Antônio do Monte, no centro-oeste de Minas Gerais, deixaram duas pessoas feridas nesta segunda-feira (29). Os acidentes ocorreram em horários diferentes. Segundo a Polícia Militar ...

Morre em Montes Claros compositor de 'Rapariga do Bonfim' 29/09/2014 08:41:00
O cantor, compositor e escritor norte-mineiro Elthomar Santoro, autor da música "Disparate", mais conhecida como "Rapariga do Bonfim", morreu na manhã desta segunda-feira (29) no Hospital Aroldo Tourinho, em Montes Claros (MG ... de Paula, na região ...

Jovem leva soco no rosto durante assalto em Teófilo Otoni (MG) 28/09/2014 14:34:00
Uma jovem de 19 anos foi agredida durante um assalto na madrugada deste domingo (28) em Teófilo Otoni, no Vale do Mucuri, em Minas Gerais. Segundo a PM (Polícia Militar), a vítima não teria reagido, mas levou um soco no rosto. Ainda conforme a PM ...

Fim de semana registra acidentes e mortes nas estradas de Minas Gerais 29/09/2014 07:26:00
Ao menos 14 pessoas morreram em acidentes durante o fim de semana, nas estradas que cortam Minas Gerais, informou a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Na BR-040, em Conselheiro Lafaiete, Região Central. De acordo com o Corpo de Bombeiros, três pessoas ...

Minas Gerais deve ter chuva forte só em dezembro, diz meteorologia 29/09/2014 10:37:00
A longa estiagem que afeta Minas Gerais já secou nascentes, reduziu a extensão de rios e córregos, e vem causando grandes incêndios, alguns com duração de vários dias. Segundo o boletim da Defesa Civil estadual, 149 municípios decretaram situação ...

Aécio admite erros de campanha em Minas 27/09/2014 06:44:00
O cenário indica que os tucanos deixarão o poder depois de 12 anos comandando Minas Gerais. O presidenciável não esconde descontentamento com o desempenho e chega a admitir erros na campanha mineira. "Poderia ser melhor. Acho que a campanha errou ...

Com futebol em alta, Minas Gerais abre e fecha G-4 29/09/2014 05:35:00
Com a bola rolando, Minas Gerais se destaca: o Estado tem dois clubes no G-4 do ... O time mineiro montou uma equipe forte, junto com a chegada de Ronaldinho. O então técnico Cuca armou bem o esquema e o time conseguiu alcançar o vice do Campeonato ...

Fiat desaprova campanha tucana em Minas 29/09/2014 03:39:00
ex-ministro do desenvolvimento de Dilma virou as costas para Minas Gerais"; executivo diz lamentar que empresa foi usada "no meio desse tiroteio eleitoral" 29 de Setembro de 2014 às 07:27 247 – A Fiat encaminhou para a direção do PSDB em Minas Gerais ...

Aécio afirma que PSDB errou em Minas Gerais 27/09/2014 07:54:00
Pesquisa mais recente do Ibope mostra que em Minas Gerais, o tucano não tem conseguido abrir vantagem sobre as principais adversárias: Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PSB). A petista tem 31% contra 30% do tucano, em um cenário de empate técnico.

Redes Sociais

  • Jota C Loredo

    em 21/09/2014 Via Youtube
    'Copa Minas Gerais de Motocross' 4 nmf

  • A Travessia Minas Gerais - Ep. 10. Ribeirão das Neves

    Apresentamos o projeto A Travessia Minas Gerais, um projeto que durante 21 dias reuniu uma turma de jovens para percorrer todas as regiões mineiras e conferi...

  • Bate-boca durante julgamento em Minas Gerais entre o advogado Ércio Quaresma e a testemunha Capitão da PMMG

    Publicado em 16/09/2012
    O advogado Ércio Quaresma, que defendeu o goleiro Bruno em 2010 no processo sobre a morte de Eliza Samudio, bateu boca com um capitão da Polícia Militar (PM) durante um julgamento em São São João del-Rei, na Região Central de Minas Gerais. A sessão aconteceu na quinta-feira, no Fórum Carvalho Mourão, e terminou em confusão entre o advogado, uma testemunha, o promotor e a juíza da 1ª Vara Criminal e da Infância e da Juventude, Maria de Fátima Santos Dolabela.

    O julgamento é sobre um crime que aconteceu em Lagou Dourada, na região central do estado, em abril de 2009. Quaresma é defensor de Fernando Henrique dos Anjos, acusado de estupro, morte e ocultação do corpo de uma jovem de 19 anos. O crime chocou os moradores da cidade, na época, por causa da crueldade do réu.

    Segundo a denúncia do Ministério Púbico, no momento do estupro a vitima tentou se defender e unhou Fernando. Temendo ser identificado pelo material colhido das unhas da vítima, o réu, após agredi-la e asfixiá-la até a morte, cortou as mãos da jovem. Os membros foram jogados em uma mata e o corpo lançado em um barranco.

    Durante a audiência, Quaresma se desentendeu com o capitão que era testemunha no julgamento. Ele disse ao policial: "Você é capitão lá fora, aqui você é testemunha". Os dois se levantaram e se enfrentaram com ofensas, enquanto a juíza tentava colocar ordem na sessão. A magistrada disse: "Eu dissolvo o conselho de sentença se isso aqui virar um teatro"

    O policial retrucou e chamou o advogado de "craqueiro" se referindo ao escândalo sobre o uso de drogas em que Quaresma foi filmado fumando crack em Belo Horizonte (relembre esse episódio). O PM disse também: "não tenho medo de você não rapaz". A juíza, tentando con...(Continuar Lendo)

    Advogado Ércio Quaresma bate boca com capitão da PM durante julgamento
  • RT @RobertoLong10: #OperacaoBetaLab Itabira, na região central de Minas, inicia racionamento de água: ... http://t.co/V6MeyUBkaN #SDV #T



  • Roberto Arléo Barbosa compartilhou a foto de O Velho Jornal.
    Depois de renegar Minas Gerais no debate, Dilma desiste de falar com os mineiros para guardar a voz para São Paulo. Em dia de resultados negativos na área econômica, a presidente Dilma Rousseff cancelou coletiva prevista para sua passagem por Belo Horizonte. Ela fará uma "caminhada" em um conjunto de favelas da capital, o Aglomerado da Serra. Mas a assessoria informou que, por estar "afônica" e ter que preservar a voz para um comício à noite em São Paulo, ela não dará a coletiva, apenas fará um pronunciamento em cima do veículo. O Banco Central derrubou a previsão de crescimento para este ano de 1,6% para 0,7%. A “caminhada” de Dilma será feita em caminhonete, com voltinha na praça e discurso à comunidade de cima do carro. Os quarteirões em volta foram isolados com grades. O evento com o candidato do PT ao governo, Fernando Pimentel, estava previsto para 11h30m. Na quadra de esportes, por enquanto, apenas alguns militantes dançam com bandeira ao som do jingle "Dilma, coração valente" em ritmo que vai do xaxado ao funk. As redondezas estão cercadas por policiais militares fortemente armados com metralhadoras. Nas últimas semanas Pimentel também foi acometido por forte faringite que o tirou de dois debates nas emissoras locais. (O Globo)
    Fotos da linha do tempo.
    ...(Continuar Lendo)
  • Infelizmente Minas vai criar um reduto petista nessa eleição. Nosso querido estado permanecerá desalinhado com o Governo Federal e continuará amargando boicotes políticos que impedirão, de novo, a duplicação da BR 381 (trecho rodovia da morte). Doze anos não bastaram.


    blogdosacha.com.br
    Chegou a hora.
    Com a falta de protagonismo do PT nas eleições estaduais, descasamento com a eleição nacional pode trazer sérias repercussões políticas.
  • Municípios de Minas Gerais se unem contra o fim das Apaes

    MINAS GERAIS - O risco de fechamento das Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes) em todo o Brasil mobilizou as entidades de Minas Gerais a se reunir no próximo sábado, em Sete Lagoas, na região Central, para um ato público pela manutenção das escolas. 

    Coordenadora nacional de educação e ação pedagógica da Federação Nacional das Apaes, Fabiana Oliveira explica que o objetivo do encontro é defender o direito dos pais de pessoas com necessidades especiais de continuar optando pela matrícula em colégios regulares ou naqueles que oferecem tratamento diferenciado, como as Apaes, pioneiras no atendimento ao público.

    As 2.123 associações do país foram convidadas a participar da manifestação, inclusive as 425 do Estado. A expectativa da Prefeitura de Sete Lagoas – idealizadora do ato – é que ao menos 10 mil pessoas compareçam ao evento.

    De acordo com o prefeito de Sete Lagoas, Marcio Reinaldo (PP), o fechamento das entidades não pode ocorrer. “Estamos lutando pelas Apaes”, enfatizou.

    A polêmica envolvendo as associações começou depois que o projeto de lei do Plano Nacional de Educação (PNE) seguiu da Câmara dos Deputados para o Senado. A retirada de apenas uma palavra da Meta 4 do plano colocou em risco a existência das Apaes.

    Pelo texto original, enviado pelo governo federal ao Congresso, a Meta 4 fala na universalização do ensino para a população de 4 a 17 anos “preferencialmente na rede regular de ensino”. Entretanto, no Senado, a palavra “preferencialmente” foi suprimida do PNE. Com isso, todas as crianças e jovens teriam que estudar em escolas regulares, incluindo portadores de necessidades especiais. Atualmente, os pais desses estudantes podem escolher entre matriculá-los nos colégios regulares ou naqueles que oferecem um tratamento diferenciado, como as Apaes.
    ...(Continuar Lendo)

    Municípios de Minas Gerais se unem contra o fim das Apaes MINAS GERAIS - O risco de fechamento das Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes) em todo o Brasil mobilizou as entidades de
  • " Somos aquelas pessoas solidárias que, mesmo não conhecendo face a face as vítimas, compartilhamos a luta por dignidade para que cada pessoa exista e seja feliz na sua forma de ser, viver e amar."


    Maria por Dignidade.
    O corpo. (Maria da Consolação) . Se olharmos para as Marchas de Junho de 2013, observamos que as bandeiras expressas nos cartazes apresentavam nossos desejos de saúde, educação, moradia, transporte. . As vozes das ruas anunciavam nossos sonhos de liberdade de decidir sobre nossos corpos, de viver com alegria os nossos afetos e as cores das nossas peles. . Proclamamos nossa indignação. Fomos e seguremos insurgentes, pois queremos um país e as nossas cidades como lugares da diversidade humana. . Ao olharmos as eleições brasileiras, observamos que o corpo sempre esteve no centro das polêmicas. Em 1989 e 2010 o corpo das mulheres era o centro do debate. A pauta era a legalização do aborto. Em 2014, novamente, o corpo presente no debate. Em pauta, a diversidade sexual e da legalização das drogas. . Vendendo a vida das pessoas em troca de votos conservadores, as vozes dos que querem ganhar apenas pelo poder e pelo dinheiro, dizem: “Vamos discutir o Banco Central, a inflação”. Com seus discursos, silêncios e ações ajudam queimar, torturar e matar a dignidade que deveria viver em corpos. Fingem que o corpo não faz parte da macropolítica econômica e social. . Mas, o movimento feminista já nos ensinou que o pessoal é político e que o privado é público. Alguns fatos divulgados pela mídia demonstram a urgência de debatermos, enquanto sociedade, sobre estas questões: . 1. Jandira Magdalena (RJ), mulher trabalhadora, casada, foi realizar um aborto em clínica clandestina. Após ter sido levada de carro pela "equipe" da clínica, desapareceu por vários dias. O último contato que teve foi por SMS com o seu marido: "Amor, mandaram eu desligar o celular, tô em pânico". O corpo foi encontrado queimado dentro de um carro, sem a arcada dentária e com os membros amputados. 2. Solange e Sabriny (RS), jovens trabalhadoras, lésbicas, iriam se casar em um CTG (Centro de Tradições Gaúchas). E o CTG foi incendiado por crime de homofobia. O sonho ...(Continuar Lendo)
  • ABAS

    em 26/09/2014
    “Água nas Minas e nas Gerais: Uma riqueza nacional” ´é o tema central do XIX Encontro Nacional de Perfuradores de... http://t.co/4opTFRtxPH
  • EM CENTRAL DE MINAS VEREADOR SUSPEITO DE TRÁFICO DE DROGAS É DETIDO
    UM VEREADOR E DOIS E OUTROS HOMENS FORAM NA ÚLTIMA SEXTA - FEIRA (28) CONDUZIDOS PARA A DELEGACIA DE GOVERNADOR VALADARES, ELE FORAM DETIDO NA CIDADE DE CONSELHEIRO PENA. CONSELHEIRO PENA FICA NO LESTE DE MINAS GERAIS.UM DELES É REGINALDO ROSS ALVES QUE É V...

    EM CENTRAL DE MINAS VEREADOR SUSPEITO DE TRÁFICO DE DROGAS É DETIDO
  • Quem entrou no desafio franciscano foi a fraternidade de Petrópolis-RJ, com a participação Especial de Frei Honorato da Província de Minas Gerais, dando ao desafio um ar de interprovincial, obrigado aos Frades pela iniciativa, o próximo desafio vai para a Província do Brasil Central. Vamos lá galera rumo ao #desafiofranciscano na #semanafranciscana


    Desafio dos Pós Noviços-RJ.
    ...(Continuar Lendo)
  • Treinus

    em 22/09/2014
    O Iron Biker Brasil 2014, que aconteceu em Mariana, na região Central de Minas Gerais, chegou ao fim com a... http://t.co/RbOt8xqrbM
  • VOTO NELA.


    Maria por Dignidade.
    O corpo. (Maria da Consolação) . Se olharmos para as Marchas de Junho de 2013, observamos que as bandeiras expressas nos cartazes apresentavam nossos desejos de saúde, educação, moradia, transporte. . As vozes das ruas anunciavam nossos sonhos de liberdade de decidir sobre nossos corpos, de viver com alegria os nossos afetos e as cores das nossas peles. . Proclamamos nossa indignação. Fomos e seguremos insurgentes, pois queremos um país e as nossas cidades como lugares da diversidade humana. . Ao olharmos as eleições brasileiras, observamos que o corpo sempre esteve no centro das polêmicas. Em 1989 e 2010 o corpo das mulheres era o centro do debate. A pauta era a legalização do aborto. Em 2014, novamente, o corpo presente no debate. Em pauta, a diversidade sexual e da legalização das drogas. . Vendendo a vida das pessoas em troca de votos conservadores, as vozes dos que querem ganhar apenas pelo poder e pelo dinheiro, dizem: “Vamos discutir o Banco Central, a inflação”. Com seus discursos, silêncios e ações ajudam queimar, torturar e matar a dignidade que deveria viver em corpos. Fingem que o corpo não faz parte da macropolítica econômica e social. . Mas, o movimento feminista já nos ensinou que o pessoal é político e que o privado é público. Alguns fatos divulgados pela mídia demonstram a urgência de debatermos, enquanto sociedade, sobre estas questões: . 1. Jandira Magdalena (RJ), mulher trabalhadora, casada, foi realizar um aborto em clínica clandestina. Após ter sido levada de carro pela "equipe" da clínica, desapareceu por vários dias. O último contato que teve foi por SMS com o seu marido: "Amor, mandaram eu desligar o celular, tô em pânico". O corpo foi encontrado queimado dentro de um carro, sem a arcada dentária e com os membros amputados. 2. Solange e Sabriny (RS), jovens trabalhadoras, lésbicas, iriam se casar em um CTG (Centro de Tradições Gaúchas). E o CTG foi incendiado por crime de homofobia. O sonho ...(Continuar Lendo)
  • VSB Jeceaba: Aécio Neves trouxe mais indústrias para Minas Gerais

    A atração de novos investimentos foi uma das principais estratégias de Aécio Neves quando governou Minas Gerais. Um importante investimento garantido no gove...




  • Consuelo Vellasco compartilhou a foto de Anderlucio Francisco de Carvalho.
    Aécio diz que Brasil desperta para a mudança consistente 'Quem tem um projeto que faça o Brasil voltar a crescer e gerar empregos somos nós.' O candidato da Coligação Muda Brasil à Presidência da República, Aécio Neves, afirmou, nesta segunda-feira (29/09), em Uberlândia (MG), que o Brasil está despertando para a necessidade de uma mudança consistente e verdadeira, que virá por meio de seu governo. Aécio reiterou que a sua candidatura é a única que apresenta propostas claras para fazer a economia do país crescer, voltar a gerar empregos e fortalecer áreas como a segurança pública e os indicadores sociais. “Quem tem um projeto para o Brasil, um projeto que faça o Brasil voltar a crescer e gerar empregos, com melhores condições de vida e mais esperança aos brasileiros, somos nós. Nenhuma outra candidatura – incluindo a da atual presidente da República [Dilma Rousseff] – tem condições de resgatar a credibilidade do país para que os investimentos voltem a gerar empregos. É o que nós estamos buscando, a partir, inclusive, de propostas de qualificação mais ampla dos nossos jovens”, afirmou. Aécio lembrou que, nos últimos 12 meses, a indústria nacional perdeu cerca de 80 mil postos de trabalho em decorrência do desaquecimento da economia. Ele ressaltou que o Brasil precisa de um governo “qualificado e ousado do ponto de vista das políticas públicas”. Segundo o candidato, essa disposição é resultado da mescla de experiências bem sucedidas como a de seu governo em Minas Gerais (2003-2010) e das gestões de São Paulo, com Geraldo Alckmin, e do Paraná, com Beto Richa, ambos do PSDB. “Na economia, estamos assistindo inflação crescendo, um crescimento muito baixo e uma crise de desconfiança em relação ao Brasil, que afugenta investimentos e impacta na geração de empregos. O governo federal fracassou na gestão do Estado. As obras prometidas hoje são as mesmas prometidas há quatro anos. Demonizou as parcerias com o setor privado durante dez anos, e fracassou nos indicadores sociais. Ou alguém pode achar que a saúde vai bem? Que a educação vai bem? Que a segurança pública vai bem?”, questionou. Terceirização de responsabilidades Ao lado do candidato ao governo de Minas Gerais pelo PSDB, Pimenta da Veiga, e do candidato ao Senado Antonio Anastasia, também pela mesma legenda, Aécio ressaltou que a terceirização de responsabilidades é uma das marcas principais da gestão PT. O candidato à Presidência citou como exemplo a segurança pública: enquanto os Estados assumem quase que a totalidade das responsabilidades no setor, o governo federal executa apenas 10,9% do orçamento do Fundo Penitenciário e pouco mais de 30% do Fundo Nacional de Segurança. “Dei a oportunidade de a presidente da República explicar o que pretende fazer em relação à segurança pública. Nem ela sabe. O Brasil hoje está com suas fronteiras abertas. A nossa relação de amizade com alguns vizinhos produtores de drogas está permitindo que cada vez mais jovens venham ser mortos aqui no Brasil pelo tráfico. Eu, Aécio Neves, presidente da República, vou conduzir pessoalmente a Política Nacional de Segurança. Vou controlar as nossas fronteiras, com a Polícia Federal mais equipada e as Forças Armadas mais valorizadas e profissionalizadas. Vou estabelecer uma nova relação com os países produtores de drogas, que não terão financiamentos do BNDES, não terão facilidades do Brasil, se não fizerem seu dever de casa e enfrentarem, também em seu território, a produção das drogas que acabam vindo matar gente aqui”, destacou. Autonomia Em entrevista à imprensa, Aécio ressaltou que haverá a autonomia operacional do Banco Central no seu governo. A instituição terá liberdade para desenvolver uma política monetária adequada que leve o país de volta ao rumo do desenvolvimento. Ele criticou o improviso das propostas da candidata Marina Silva, do PSB, que “se viu na necessidade de fazer sinais um pouco mais radicais ao setor financeiro”, e destacou as diferenças entre suas propostas e as da atual presidente Dilma Rousseff. “Não temos necessidade de fazer sinais para ninguém. Aquilo que estamos propondo é aquilo que nós realizamos. Aquilo que estamos dizendo é aquilo em que nós acreditamos. Eu e a candidata Dilma temos uma grande diferença. Temos muitas, mas uma essencial na economia: eu anunciei quem será, no caso da nossa vitória, o futuro ministro da Fazenda [Armínio Fraga] para sinalizar para onde nós vamos. A presidente Dilma o máximo que conseguiu foi anunciar ao Brasil quem será o seu ex-futuro ministro da Fazenda [Guido Mantega]”, apontou. O candidato da Coligação Muda Brasil também criticou a “visão patrimonialista, atrasada e pouco democrática do PT, que se apodera das instituições como se elas estivessem a seu serviço”. Para Aécio, órgãos como a Polícia Federal devem ter autonomia para realizar investigações. “A Polícia Federal não investiga porque a presidente da República quer. Ela investiga porque essa é a sua função. É uma instituição de Estado, como é o Ministério Público, que a presidente também acha que investiga porque ela colocou lá determinado procurador. O governo do PT acha que o Estado lhe pertence, por isso que nós temos que, rapidamente, encerrar este ciclo de governo que tão mal vem fazendo ao Brasil em todas as áreas”, completou.
    Fotos da publicação de Anderlucio Francisco de Carvalho em AÉCIO NEVES 2014!.
    ...(Continuar Lendo)
  • UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS
           ESCOLA DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
          CURSO DE ARQUIVOLOGIA







    ALEXANDRO AUGUSTO DA SILVA





    ORGANIZAÇÃO DO FLUXO DE TRABALHO E IMPLANTAÇÃO DE UM SETOR DE PROTOCOLO NA URMG- ANTT








    BELO HORIZONTE
    2012

    ALEXANDRO AUGUSTO DA SILVA











    ORGANIZAÇÃO DO FLUXO DE TRABALHO E IMPLANTAÇÃO DE UM SETOR DE PROTOCOLO NA URMG- ANTT



    PROJETO APRESENTADO Á ESCOLA DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
    COMO REQUISITO DA DISCIPLINA ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ARQUIVOLOGIA B
    Orientador: ADALSON DE OLIVEIRA NASCIMENTO






    SUMÁRIO
    1. TÍTULO
    2. JUSTIFICATIVA
    3. METODOLOGIA
    4. INTRODUÇÃO
    5. FATORES ANALISADOS
    6. SWOT
    7. CONTEXTO DO ARQUIVO
    8. UNIVERSO DO ARQUIVO
















    JUSTIFICATIVA
    APÓS A ELABORAÇÃO DO PLANO DE PADRONIZAÇÃO DE ARQUIVOS NA ANTT, AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES TERRESTRES, COMO PRIMEIRA ETAPA DE TRABALHO REALIZADA NO ESTÁGIO SUPERVISIONADO A. SURGIU A NECESSIDADE DA CRIAÇÃO DE UM SETOR ESPECÍFICO NA UNIDADE EM MINAS GERAIS DA MESMA AGÊNCIA, DENOMINADA COAUT. ISTO SE DEVE AO FATO DE QUE A COAUT, NÃO POSSUÍ UM SETOR ESPECÍFICO PARA LIDAR COM AS OPERAÇÕES DE RECEPÇÃO, ANÁLISE E CONSEQUENTE CONTROLE DE DOCUMENTOS E PROCESSOS EM ANDAMENTO NA UNIDADE. TENDO EM VISTA OS OBJETIVOS E O PROGRAMA DO “ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM ARQUIVOLOGIA B”, DECIDIU-SE PELA CONTINUIDADE DOS TRABALHOS JÁ INICIADOS E IMPLANTADOS NO SETOR.











    METODOLOGIA

    1. ANÁLISE E DIAGNÓSTICO
    2. APLICAÇÃO DA MATRIZ SWOT...(Continuar Lendo)
  • Guia Gerais

    em 30/09/2014
    Olá pessoal! Tudo bem com vocês?! Esperamos que sim Que tal nos organizarmos? Como assim? Simples! Os eventos normalmente são regionais, ou seja, interessam, de imediato, a determinas pessoas que residem em cada região. E sempre que convidamos vocês para os eventos que publicamos, a lista fica enorme e nem sempre atinge quem deveria atingir. Como resolver? Para isso existem os GRUPOS no Facebook. Justamente para juntar as pessoas em algum assunto ou objetivo comum. Então pedimos a vocês o favor de aderirem aos grupos que melhor representam suas regiões. Caso não exista um, entre em contato para que possamos criá-lo, ok? Logicamente, desde que existam mais pessoas para estarem neste grupo. Assim poderemos convidar as pessoas de cada região para os eventos da sua região! Evitamos com isso "perturbar" pessoas que muitas vezes estão a quilômetros de distância de um determinado evento. Exceto para os eventos "nacionais" ou de grande porte que podem interessar a mais de um região, se todos estiverem agrupados, poderemos direcionar melhor nossos convites e outras ações regionais. Minas Gerais é dividida em Mesorregiões, que abrangem regiões metropolitanas, microrregiões e seus muncípios, distritos e zonas rurais. Para conhecer melhor seu Estado: http://pt.wikipedia.org/wiki/Minas_Gerais Sobre as Mesorregiões: http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Lista_de_mesorregiões_de_Minas_Gerais Procurando atender a todo o Estado, criamos grupos para cada uma delas: CAMPO DAS VERTENTES Barbacena, Lavras, São João del-Rei e outros https://www.facebook.com/groups/guiagerais.vertentes/ CENTRAL MINEIRA Bom Despacho, Curvelo, Três Marias e outros https://www.facebook.com/groups/guiagerais.centralmineira/ JEQUITINHONHA Almenara, Araçuai, Capelinha, Diamantina, Pedra Azul e outros https://www.facebook.com/groups/guiagerais.jequitinhonha/ METROPOLITANA DE BELO HORIZONTE Belo Horizonte, Conceição do Mato Dentro, Conselheiro Lafaiete, Itabira, Itagua...(Continuar Lendo)


    pt.wikipedia.org
    Minas Gerais – Wikipédia, a enciclopédia livre.
    Minas Gerais é uma das 27 unidades federativas do Brasil, localizada na Região Sudeste do país, sendo o quarto estado com a maior área territorial e o segundo em quantidade de habitantes. Limita-se ao sul e sudoeste com São Paulo, a oeste com o Mato Grosso do Sul, a noroeste com Goiás e Distrito Fed…
  • elma sintec

    em 03/09/2014 Via Youtube
    Encontre a empresa SINTEC DEMOLIÇÕES (11) 2552-5411 Minas Gerais -youtube

    Encontre a empresa SINTEC DEMOLIÇÕES (11) 2552-5411 em Minas Gerais/BH. Demolição de casas, prédios, galpões, fabrica desativada, desmonte de estruturas metá...




  • Julio Arsenio Cardoso Nogueira compartilhou a foto de O Velho Jornal.
    Depois de renegar Minas Gerais no debate, Dilma desiste de falar com os mineiros para guardar a voz para São Paulo. Em dia de resultados negativos na área econômica, a presidente Dilma Rousseff cancelou coletiva prevista para sua passagem por Belo Horizonte. Ela fará uma "caminhada" em um conjunto de favelas da capital, o Aglomerado da Serra. Mas a assessoria informou que, por estar "afônica" e ter que preservar a voz para um comício à noite em São Paulo, ela não dará a coletiva, apenas fará um pronunciamento em cima do veículo. O Banco Central derrubou a previsão de crescimento para este ano de 1,6% para 0,7%. A “caminhada” de Dilma será feita em caminhonete, com voltinha na praça e discurso à comunidade de cima do carro. Os quarteirões em volta foram isolados com grades. O evento com o candidato do PT ao governo, Fernando Pimentel, estava previsto para 11h30m. Na quadra de esportes, por enquanto, apenas alguns militantes dançam com bandeira ao som do jingle "Dilma, coração valente" em ritmo que vai do xaxado ao funk. As redondezas estão cercadas por policiais militares fortemente armados com metralhadoras. Nas últimas semanas Pimentel também foi acometido por forte faringite que o tirou de dois debates nas emissoras locais. (O Globo)
    Fotos da linha do tempo.
    ...(Continuar Lendo)
  • ESSA CRIATURA CANDIDATA RENEGA QUALQUER ESTADO OU CIDADE ONDE PERDE A ELEIÇÃO. VAMOS COM A ONDA RAZÃO, COM AÉCIO PRESIDENTE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


    Augusto Lins E Silva compartilhou a foto de O Velho Jornal.
    Depois de renegar Minas Gerais no debate, Dilma desiste de falar com os mineiros para guardar a voz para São Paulo. Em dia de resultados negativos na área econômica, a presidente Dilma Rousseff cancelou coletiva prevista para sua passagem por Belo Horizonte. Ela fará uma "caminhada" em um conjunto de favelas da capital, o Aglomerado da Serra. Mas a assessoria informou que, por estar "afônica" e ter que preservar a voz para um comício à noite em São Paulo, ela não dará a coletiva, apenas fará um pronunciamento em cima do veículo. O Banco Central derrubou a previsão de crescimento para este ano de 1,6% para 0,7%. A “caminhada” de Dilma será feita em caminhonete, com voltinha na praça e discurso à comunidade de cima do carro. Os quarteirões em volta foram isolados com grades. O evento com o candidato do PT ao governo, Fernando Pimentel, estava previsto para 11h30m. Na quadra de esportes, por enquanto, apenas alguns militantes dançam com bandeira ao som do jingle "Dilma, coração valente" em ritmo que vai do xaxado ao funk. As redondezas estão cercadas por policiais militares fortemente armados com metralhadoras. Nas últimas semanas Pimentel também foi acometido por forte faringite que o tirou de dois debates nas emissoras locais. (O Globo)
    Fotos da linha do tempo.
    ...(Continuar Lendo)
  • Um carro e uma carreta bateram de frente na BR-040, em Itabirito, na Região Central de Minas Gerais, nesta... http://t.co/w1tHf9EjW0



  • Herminio Aguiar Mlm Sustentável compartilhou a foto de O Velho Jornal.
    Depois de renegar Minas Gerais no debate, Dilma desiste de falar com os mineiros para guardar a voz para São Paulo. Em dia de resultados negativos na área econômica, a presidente Dilma Rousseff cancelou coletiva prevista para sua passagem por Belo Horizonte. Ela fará uma "caminhada" em um conjunto de favelas da capital, o Aglomerado da Serra. Mas a assessoria informou que, por estar "afônica" e ter que preservar a voz para um comício à noite em São Paulo, ela não dará a coletiva, apenas fará um pronunciamento em cima do veículo. O Banco Central derrubou a previsão de crescimento para este ano de 1,6% para 0,7%. A “caminhada” de Dilma será feita em caminhonete, com voltinha na praça e discurso à comunidade de cima do carro. Os quarteirões em volta foram isolados com grades. O evento com o candidato do PT ao governo, Fernando Pimentel, estava previsto para 11h30m. Na quadra de esportes, por enquanto, apenas alguns militantes dançam com bandeira ao som do jingle "Dilma, coração valente" em ritmo que vai do xaxado ao funk. As redondezas estão cercadas por policiais militares fortemente armados com metralhadoras. Nas últimas semanas Pimentel também foi acometido por forte faringite que o tirou de dois debates nas emissoras locais. (O Globo)
    Fotos da linha do tempo.
    ...(Continuar Lendo)
  • Edson Coelho

    em 30/09/2014



    Edson Coelho compartilhou a foto de O Velho Jornal.
    Depois de renegar Minas Gerais no debate, Dilma desiste de falar com os mineiros para guardar a voz para São Paulo. Em dia de resultados negativos na área econômica, a presidente Dilma Rousseff cancelou coletiva prevista para sua passagem por Belo Horizonte. Ela fará uma "caminhada" em um conjunto de favelas da capital, o Aglomerado da Serra. Mas a assessoria informou que, por estar "afônica" e ter que preservar a voz para um comício à noite em São Paulo, ela não dará a coletiva, apenas fará um pronunciamento em cima do veículo. O Banco Central derrubou a previsão de crescimento para este ano de 1,6% para 0,7%. A “caminhada” de Dilma será feita em caminhonete, com voltinha na praça e discurso à comunidade de cima do carro. Os quarteirões em volta foram isolados com grades. O evento com o candidato do PT ao governo, Fernando Pimentel, estava previsto para 11h30m. Na quadra de esportes, por enquanto, apenas alguns militantes dançam com bandeira ao som do jingle "Dilma, coração valente" em ritmo que vai do xaxado ao funk. As redondezas estão cercadas por policiais militares fortemente armados com metralhadoras. Nas últimas semanas Pimentel também foi acometido por forte faringite que o tirou de dois debates nas emissoras locais. (O Globo)
    Fotos da linha do tempo.
    ...(Continuar Lendo)



  • Angela Sophia compartilhou a foto de Anderlucio Francisco de Carvalho.
    Aécio diz que Brasil desperta para a mudança consistente 'Quem tem um projeto que faça o Brasil voltar a crescer e gerar empregos somos nós.' O candidato da Coligação Muda Brasil à Presidência da República, Aécio Neves, afirmou, nesta segunda-feira (29/09), em Uberlândia (MG), que o Brasil está despertando para a necessidade de uma mudança consistente e verdadeira, que virá por meio de seu governo. Aécio reiterou que a sua candidatura é a única que apresenta propostas claras para fazer a economia do país crescer, voltar a gerar empregos e fortalecer áreas como a segurança pública e os indicadores sociais. “Quem tem um projeto para o Brasil, um projeto que faça o Brasil voltar a crescer e gerar empregos, com melhores condições de vida e mais esperança aos brasileiros, somos nós. Nenhuma outra candidatura – incluindo a da atual presidente da República [Dilma Rousseff] – tem condições de resgatar a credibilidade do país para que os investimentos voltem a gerar empregos. É o que nós estamos buscando, a partir, inclusive, de propostas de qualificação mais ampla dos nossos jovens”, afirmou. Aécio lembrou que, nos últimos 12 meses, a indústria nacional perdeu cerca de 80 mil postos de trabalho em decorrência do desaquecimento da economia. Ele ressaltou que o Brasil precisa de um governo “qualificado e ousado do ponto de vista das políticas públicas”. Segundo o candidato, essa disposição é resultado da mescla de experiências bem sucedidas como a de seu governo em Minas Gerais (2003-2010) e das gestões de São Paulo, com Geraldo Alckmin, e do Paraná, com Beto Richa, ambos do PSDB. “Na economia, estamos assistindo inflação crescendo, um crescimento muito baixo e uma crise de desconfiança em relação ao Brasil, que afugenta investimentos e impacta na geração de empregos. O governo federal fracassou na gestão do Estado. As obras prometidas hoje são as mesmas prometidas há quatro anos. Demonizou as parcerias com o setor privado durante dez anos, e fracassou nos indicadores sociais. Ou alguém pode achar que a saúde vai bem? Que a educação vai bem? Que a segurança pública vai bem?”, questionou. Terceirização de responsabilidades Ao lado do candidato ao governo de Minas Gerais pelo PSDB, Pimenta da Veiga, e do candidato ao Senado Antonio Anastasia, também pela mesma legenda, Aécio ressaltou que a terceirização de responsabilidades é uma das marcas principais da gestão PT. O candidato à Presidência citou como exemplo a segurança pública: enquanto os Estados assumem quase que a totalidade das responsabilidades no setor, o governo federal executa apenas 10,9% do orçamento do Fundo Penitenciário e pouco mais de 30% do Fundo Nacional de Segurança. “Dei a oportunidade de a presidente da República explicar o que pretende fazer em relação à segurança pública. Nem ela sabe. O Brasil hoje está com suas fronteiras abertas. A nossa relação de amizade com alguns vizinhos produtores de drogas está permitindo que cada vez mais jovens venham ser mortos aqui no Brasil pelo tráfico. Eu, Aécio Neves, presidente da República, vou conduzir pessoalmente a Política Nacional de Segurança. Vou controlar as nossas fronteiras, com a Polícia Federal mais equipada e as Forças Armadas mais valorizadas e profissionalizadas. Vou estabelecer uma nova relação com os países produtores de drogas, que não terão financiamentos do BNDES, não terão facilidades do Brasil, se não fizerem seu dever de casa e enfrentarem, também em seu território, a produção das drogas que acabam vindo matar gente aqui”, destacou. Autonomia Em entrevista à imprensa, Aécio ressaltou que haverá a autonomia operacional do Banco Central no seu governo. A instituição terá liberdade para desenvolver uma política monetária adequada que leve o país de volta ao rumo do desenvolvimento. Ele criticou o improviso das propostas da candidata Marina Silva, do PSB, que “se viu na necessidade de fazer sinais um pouco mais radicais ao setor financeiro”, e destacou as diferenças entre suas propostas e as da atual presidente Dilma Rousseff. “Não temos necessidade de fazer sinais para ninguém. Aquilo que estamos propondo é aquilo que nós realizamos. Aquilo que estamos dizendo é aquilo em que nós acreditamos. Eu e a candidata Dilma temos uma grande diferença. Temos muitas, mas uma essencial na economia: eu anunciei quem será, no caso da nossa vitória, o futuro ministro da Fazenda [Armínio Fraga] para sinalizar para onde nós vamos. A presidente Dilma o máximo que conseguiu foi anunciar ao Brasil quem será o seu ex-futuro ministro da Fazenda [Guido Mantega]”, apontou. O candidato da Coligação Muda Brasil também criticou a “visão patrimonialista, atrasada e pouco democrática do PT, que se apodera das instituições como se elas estivessem a seu serviço”. Para Aécio, órgãos como a Polícia Federal devem ter autonomia para realizar investigações. “A Polícia Federal não investiga porque a presidente da República quer. Ela investiga porque essa é a sua função. É uma instituição de Estado, como é o Ministério Público, que a presidente também acha que investiga porque ela colocou lá determinado procurador. O governo do PT acha que o Estado lhe pertence, por isso que nós temos que, rapidamente, encerrar este ciclo de governo que tão mal vem fazendo ao Brasil em todas as áreas”, completou.
    Fotos da publicação de Anderlucio Francisco de Carvalho em AÉCIO NEVES 2014!.
    ...(Continuar Lendo)
  • Cachaça Germana Empalhada.
    Aguardente de cana composta de caldo de cana-de-açúcar fermentado e destilado. O nome "Germana" significa algo sem mistura, puro, genuíno, sem precedente, assim como esta cachaça produzida na Fazenda Vista Alegre, em Nova União, cidade da região central de Minas Gerais. Graduação alcoólica 40%vol. Cachaça Nacional Fabricada em Minas Gerais. Peça a sua através do link: http://bit.ly/13uuqyT

    Cachaça Germana Empalhada. Aguardente de cana composta de caldo de cana-de-açúcar fermentado e destilado. O nome "Germana" significa algo sem mistura, puro, genuíno, sem precedente, assim como est
  • Aécio Neves

    em 30/08/2014 Via Youtube
    Aécio Neves trouxe mais indústrias para Minas Gerais

    Um importante investimento garantido no governo de Aécio Neves foi a implantação da fábrica de tubos de aço da Vallourec & Sumitomo do Brasil (VSB), em Jecea...

  • Preso em Minas Gerais suspeito de matar ex-sogra a facadas

    Um homem acusado de matar a ex-sogra a facadas foi preso em Montes Claros, no Norte de Minas. O crime aconteceu no Paraná, em março deste ano. Ele alega prob...

  • Acidente deixa um morto na BR-040, em Itabirito, na Região Central de MG http://t.co/nElhe6dQvL #timbeta #OperacaoBetaLab #SDV
  • Criminoso que participou da execução de casal na Serra do Cipó é condenado a 48 anos

    A Justiça condenou a 48 anos de prisão um dos envolvidos na execução de um casal na Serra do Cipó, na Região Central de Minas Gerais, em janeiro deste ano. H...

  • Euler Son

    em 30/09/2014
    Resumo politico em poucas palavras: DILMA ROUSSEFF: Apresenta algumas de suas propostas de maneira clara. É assombrada pelo fantasma da corrupção, problemas na saúde, educação e superfaturamentos de obras. Se justifica com as ações da Polícia Federal e Ministério Público MARINA SILVA: Não apresenta propostas claras. Desconversa o que foi perguntada. Cada hora diz uma coisa diferente. Não aguenta pressão. Não tem firmeza. É a favor da independência do banco central. Se justifica afirmando que sua constante mudança, se deve a mudança de princípios. AÉCIO NÉVES: Apresenta algumas de suas propostas de maneira clara. Continua a falar de Minas Gerais, aonde o seu nº aprovação é baixo. Insiste na velha tática de criticar os seus oponentes. É assombrado pelo Aeroporto de Cláudio, desvios de dinheiro e pelo Governo FHC (privatizações, altas taxas de juros e desemprego) É a favor da independência do banco central. Se justifica dizendo que nunca foi julgado como condenado em nenhum processo. LUCIANA GENRO: Sensacionalista. Expõe todos os pontos críticos de seus adversários tentando promover sua campanha, mas não consegue. EDUARDO JORGE: Aparenta ter conhecimento moral e filosófico sobre política. PASTOR EVERALDO: A favor da privatização do Brasil. LEVY FIDÉLIX: Se tivesse ficado calado no debate de ontem, teria mais moral. http://eleicoes.uol.com.br/2014/pesquisas-eleitorais/brasil/1-turno/


    eleicoes.uol.com.br
    UOL Eleições 2014.
    Veja mais notícias em UOL Eleições
  • G1 - Acidente deixa um morto na BR-040, em Itabirito, na Região Central de MG - notícias em Trânsito http://t.co/sKriKxXzUQ via @g1



  • Julio Buzzatto compartilhou a foto de O Velho Jornal.
    Depois de renegar Minas Gerais no debate, Dilma desiste de falar com os mineiros para guardar a voz para São Paulo. Em dia de resultados negativos na área econômica, a presidente Dilma Rousseff cancelou coletiva prevista para sua passagem por Belo Horizonte. Ela fará uma "caminhada" em um conjunto de favelas da capital, o Aglomerado da Serra. Mas a assessoria informou que, por estar "afônica" e ter que preservar a voz para um comício à noite em São Paulo, ela não dará a coletiva, apenas fará um pronunciamento em cima do veículo. O Banco Central derrubou a previsão de crescimento para este ano de 1,6% para 0,7%. A “caminhada” de Dilma será feita em caminhonete, com voltinha na praça e discurso à comunidade de cima do carro. Os quarteirões em volta foram isolados com grades. O evento com o candidato do PT ao governo, Fernando Pimentel, estava previsto para 11h30m. Na quadra de esportes, por enquanto, apenas alguns militantes dançam com bandeira ao som do jingle "Dilma, coração valente" em ritmo que vai do xaxado ao funk. As redondezas estão cercadas por policiais militares fortemente armados com metralhadoras. Nas últimas semanas Pimentel também foi acometido por forte faringite que o tirou de dois debates nas emissoras locais. (O Globo)
    Fotos da linha do tempo.
    ...(Continuar Lendo)



  • Grega ElianeGreghi compartilhou uma atualização de status de Sebastião Roque.
    Sebastião Roque.
    O SILÊNCIO DOS CONIVENTES - TEXTO PAULO PAVESI! A fotografia mostra um menino de Poços de Caldas de 10 anos, que hoje estaria com 24 ou 25 anos. Vejam o sujeito tentando tirar o dele da reta! ...O SR. DEPUTADO GERALDO THADEU - A criação de todas essas centrais de captação de órgãos, elas são todas determinadas e elas são todas implantadas e autorizadas pelo Ministério da Saúde?... Muitos podem alegar que nao sao culpados do que certos transplantistas fazem. E de fato nao sao! Mas o silencio os tornam tao criminosos contra aqueles que usaram de seus conhecimentos para matar pessoas visando vender os orgaos. O Governo Brasileiro mantem a boca fechada. A Secretaria de Direitos Humanos tambem nao se manifesta publicamente sobre o assunto. Tudo porque o inistro Joaquim Barbosaterio da Saude tem uma politica publica de transplantes que nao pode ser "arranhado". Estamos numa epoca que é imperativo empurrar a sujeira para debaixo do tapete, ainda que a sujeira tenha sido feita por outra pessoa. Neste caso, outro partido. Nao seria o Ministerio da Saude o maior interessado em esclarecer estes fatos? Como podemos confiar em um sistema de transplante, cujas irregularidades nao podem ser reveladas? Nao seria o Ministerio da Justiça, a autoridade competente para questionar a morosidade dos processos que envolvem o assunto trafico de orgaos? Os conselhos de medicina sao mais explicitos. Nao so evitam a falar sobre o assunto, como tambem defendem aqueles que cometeram tais crimes. Que tipo de sociedade é esta que esta sendo construida no Brasil? Estamos diante de uma sociedade completamente doente. O Ministerio da Saude continua dizendo que trafico de orgaos nao existe no Brasil, embora conheça a fundo inumeros casos. Alias, este Ministerio alega que nao pode impedir os assassinos de trabalharem pois enquanto nao ha uma sentença definitiva, sao todos inocentes. Hoje temos 4 medicos em Taubate e 5 medicos em Poços de Caldas condenados em 1a instancia...(Continuar Lendo)
  • MERCADO CENTRAL, BELO HORIZONTE, MINAS GERAIS

    MERCADO CENTRAL, BELO HORIZONTE, MINAS GERAIS
  • Aécio Neves trouxe mais indústrias para Minas Gerais (Jeceaba)

    A atração de novos investimentos foi uma das principais estratégias de Aécio Neves quando governou Minas Gerais. Um importante investimento garantido no gove...

  • Noel Coelho

    em 30/09/2014



    Noel Coelho compartilhou a foto de Anderlucio Francisco de Carvalho.
    Aécio diz que Brasil desperta para a mudança consistente 'Quem tem um projeto que faça o Brasil voltar a crescer e gerar empregos somos nós.' O candidato da Coligação Muda Brasil à Presidência da República, Aécio Neves, afirmou, nesta segunda-feira (29/09), em Uberlândia (MG), que o Brasil está despertando para a necessidade de uma mudança consistente e verdadeira, que virá por meio de seu governo. Aécio reiterou que a sua candidatura é a única que apresenta propostas claras para fazer a economia do país crescer, voltar a gerar empregos e fortalecer áreas como a segurança pública e os indicadores sociais. “Quem tem um projeto para o Brasil, um projeto que faça o Brasil voltar a crescer e gerar empregos, com melhores condições de vida e mais esperança aos brasileiros, somos nós. Nenhuma outra candidatura – incluindo a da atual presidente da República [Dilma Rousseff] – tem condições de resgatar a credibilidade do país para que os investimentos voltem a gerar empregos. É o que nós estamos buscando, a partir, inclusive, de propostas de qualificação mais ampla dos nossos jovens”, afirmou. Aécio lembrou que, nos últimos 12 meses, a indústria nacional perdeu cerca de 80 mil postos de trabalho em decorrência do desaquecimento da economia. Ele ressaltou que o Brasil precisa de um governo “qualificado e ousado do ponto de vista das políticas públicas”. Segundo o candidato, essa disposição é resultado da mescla de experiências bem sucedidas como a de seu governo em Minas Gerais (2003-2010) e das gestões de São Paulo, com Geraldo Alckmin, e do Paraná, com Beto Richa, ambos do PSDB. “Na economia, estamos assistindo inflação crescendo, um crescimento muito baixo e uma crise de desconfiança em relação ao Brasil, que afugenta investimentos e impacta na geração de empregos. O governo federal fracassou na gestão do Estado. As obras prometidas hoje são as mesmas prometidas há quatro anos. Demonizou as parcerias com o setor privado durante dez anos, e fracassou nos indicadores sociais. Ou alguém pode achar que a saúde vai bem? Que a educação vai bem? Que a segurança pública vai bem?”, questionou. Terceirização de responsabilidades Ao lado do candidato ao governo de Minas Gerais pelo PSDB, Pimenta da Veiga, e do candidato ao Senado Antonio Anastasia, também pela mesma legenda, Aécio ressaltou que a terceirização de responsabilidades é uma das marcas principais da gestão PT. O candidato à Presidência citou como exemplo a segurança pública: enquanto os Estados assumem quase que a totalidade das responsabilidades no setor, o governo federal executa apenas 10,9% do orçamento do Fundo Penitenciário e pouco mais de 30% do Fundo Nacional de Segurança. “Dei a oportunidade de a presidente da República explicar o que pretende fazer em relação à segurança pública. Nem ela sabe. O Brasil hoje está com suas fronteiras abertas. A nossa relação de amizade com alguns vizinhos produtores de drogas está permitindo que cada vez mais jovens venham ser mortos aqui no Brasil pelo tráfico. Eu, Aécio Neves, presidente da República, vou conduzir pessoalmente a Política Nacional de Segurança. Vou controlar as nossas fronteiras, com a Polícia Federal mais equipada e as Forças Armadas mais valorizadas e profissionalizadas. Vou estabelecer uma nova relação com os países produtores de drogas, que não terão financiamentos do BNDES, não terão facilidades do Brasil, se não fizerem seu dever de casa e enfrentarem, também em seu território, a produção das drogas que acabam vindo matar gente aqui”, destacou. Autonomia Em entrevista à imprensa, Aécio ressaltou que haverá a autonomia operacional do Banco Central no seu governo. A instituição terá liberdade para desenvolver uma política monetária adequada que leve o país de volta ao rumo do desenvolvimento. Ele criticou o improviso das propostas da candidata Marina Silva, do PSB, que “se viu na necessidade de fazer sinais um pouco mais radicais ao setor financeiro”, e destacou as diferenças entre suas propostas e as da atual presidente Dilma Rousseff. “Não temos necessidade de fazer sinais para ninguém. Aquilo que estamos propondo é aquilo que nós realizamos. Aquilo que estamos dizendo é aquilo em que nós acreditamos. Eu e a candidata Dilma temos uma grande diferença. Temos muitas, mas uma essencial na economia: eu anunciei quem será, no caso da nossa vitória, o futuro ministro da Fazenda [Armínio Fraga] para sinalizar para onde nós vamos. A presidente Dilma o máximo que conseguiu foi anunciar ao Brasil quem será o seu ex-futuro ministro da Fazenda [Guido Mantega]”, apontou. O candidato da Coligação Muda Brasil também criticou a “visão patrimonialista, atrasada e pouco democrática do PT, que se apodera das instituições como se elas estivessem a seu serviço”. Para Aécio, órgãos como a Polícia Federal devem ter autonomia para realizar investigações. “A Polícia Federal não investiga porque a presidente da República quer. Ela investiga porque essa é a sua função. É uma instituição de Estado, como é o Ministério Público, que a presidente também acha que investiga porque ela colocou lá determinado procurador. O governo do PT acha que o Estado lhe pertence, por isso que nós temos que, rapidamente, encerrar este ciclo de governo que tão mal vem fazendo ao Brasil em todas as áreas”, completou.
    Fotos da publicação de Anderlucio Francisco de Carvalho em AÉCIO NEVES 2014!.
    ...(Continuar Lendo)
  • IEL MG

    em 23/09/2014
    PIB de Minas Gerais registra queda no 2º trimestre de 2014 #InformaçãoEstratégica http://t.co/QAr0OuhGGt
  • Guia Gerais

    em 30/09/2014
    Olá pessoal! Tudo bem com vocês?! Esperamos que sim Que tal nos organizarmos? Como assim? Simples! Os eventos normalmente são regionais, ou seja, interessam, de imediato, a determinas pessoas que residem em cada região. E sempre que convidamos vocês para os eventos que publicamos, a lista fica enorme e nem sempre atinge quem deveria atingir. Como resolver? Para isso existem os GRUPOS no Facebook. Justamente para juntar as pessoas em algum assunto ou objetivo comum. Então pedimos a vocês o favor de aderirem aos grupos que melhor representam suas regiões. Caso não exista um, entre em contato para que possamos criá-lo, ok? Logicamente, desde que existam mais pessoas para estarem neste grupo. Assim poderemos convidar as pessoas de cada região para os eventos da sua região! Evitamos com isso "perturbar" pessoas que muitas vezes estão a quilômetros de distância de um determinado evento. Exceto para os eventos "nacionais" ou de grande porte que podem interessar a mais de um região, se todos estiverem agrupados, poderemos direcionar melhor nossos convites e outras ações regionais. Minas Gerais é dividida em Mesorregiões, que abrangem regiões metropolitanas, microrregiões e seus muncípios, distritos e zonas rurais. Para conhecer melhor seu Estado: http://pt.wikipedia.org/wiki/Minas_Gerais Sobre as Mesorregiões: http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Lista_de_mesorregiões_de_Minas_Gerais Procurando atender a todo o Estado, criamos grupos para cada uma delas: CAMPO DAS VERTENTES Barbacena, Lavras, São João del-Rei e outros https://www.facebook.com/groups/guiagerais.vertentes/ CENTRAL MINEIRA Bom Despacho, Curvelo, Três Marias e outros https://www.facebook.com/groups/guiagerais.centralmineira/ JEQUITINHONHA Almenara, Araçuai, Capelinha, Diamantina, Pedra Azul e outros https://www.facebook.com/groups/guiagerais.jequitinhonha/ METROPOLITANA DE BELO HORIZONTE Belo Horizonte, Conceição do Mato Dentro, Conselheiro Lafaiete, Itabira, Itagua...(Continuar Lendo)
    ...(Continuar Lendo)



  • Paulo Ferreira compartilhou a foto de Anderlucio Francisco de Carvalho.
    Aécio diz que Brasil desperta para a mudança consistente 'Quem tem um projeto que faça o Brasil voltar a crescer e gerar empregos somos nós.' O candidato da Coligação Muda Brasil à Presidência da República, Aécio Neves, afirmou, nesta segunda-feira (29/09), em Uberlândia (MG), que o Brasil está despertando para a necessidade de uma mudança consistente e verdadeira, que virá por meio de seu governo. Aécio reiterou que a sua candidatura é a única que apresenta propostas claras para fazer a economia do país crescer, voltar a gerar empregos e fortalecer áreas como a segurança pública e os indicadores sociais. “Quem tem um projeto para o Brasil, um projeto que faça o Brasil voltar a crescer e gerar empregos, com melhores condições de vida e mais esperança aos brasileiros, somos nós. Nenhuma outra candidatura – incluindo a da atual presidente da República [Dilma Rousseff] – tem condições de resgatar a credibilidade do país para que os investimentos voltem a gerar empregos. É o que nós estamos buscando, a partir, inclusive, de propostas de qualificação mais ampla dos nossos jovens”, afirmou. Aécio lembrou que, nos últimos 12 meses, a indústria nacional perdeu cerca de 80 mil postos de trabalho em decorrência do desaquecimento da economia. Ele ressaltou que o Brasil precisa de um governo “qualificado e ousado do ponto de vista das políticas públicas”. Segundo o candidato, essa disposição é resultado da mescla de experiências bem sucedidas como a de seu governo em Minas Gerais (2003-2010) e das gestões de São Paulo, com Geraldo Alckmin, e do Paraná, com Beto Richa, ambos do PSDB. “Na economia, estamos assistindo inflação crescendo, um crescimento muito baixo e uma crise de desconfiança em relação ao Brasil, que afugenta investimentos e impacta na geração de empregos. O governo federal fracassou na gestão do Estado. As obras prometidas hoje são as mesmas prometidas há quatro anos. Demonizou as parcerias com o setor privado durante dez anos, e fracassou nos indicadores sociais. Ou alguém pode achar que a saúde vai bem? Que a educação vai bem? Que a segurança pública vai bem?”, questionou. Terceirização de responsabilidades Ao lado do candidato ao governo de Minas Gerais pelo PSDB, Pimenta da Veiga, e do candidato ao Senado Antonio Anastasia, também pela mesma legenda, Aécio ressaltou que a terceirização de responsabilidades é uma das marcas principais da gestão PT. O candidato à Presidência citou como exemplo a segurança pública: enquanto os Estados assumem quase que a totalidade das responsabilidades no setor, o governo federal executa apenas 10,9% do orçamento do Fundo Penitenciário e pouco mais de 30% do Fundo Nacional de Segurança. “Dei a oportunidade de a presidente da República explicar o que pretende fazer em relação à segurança pública. Nem ela sabe. O Brasil hoje está com suas fronteiras abertas. A nossa relação de amizade com alguns vizinhos produtores de drogas está permitindo que cada vez mais jovens venham ser mortos aqui no Brasil pelo tráfico. Eu, Aécio Neves, presidente da República, vou conduzir pessoalmente a Política Nacional de Segurança. Vou controlar as nossas fronteiras, com a Polícia Federal mais equipada e as Forças Armadas mais valorizadas e profissionalizadas. Vou estabelecer uma nova relação com os países produtores de drogas, que não terão financiamentos do BNDES, não terão facilidades do Brasil, se não fizerem seu dever de casa e enfrentarem, também em seu território, a produção das drogas que acabam vindo matar gente aqui”, destacou. Autonomia Em entrevista à imprensa, Aécio ressaltou que haverá a autonomia operacional do Banco Central no seu governo. A instituição terá liberdade para desenvolver uma política monetária adequada que leve o país de volta ao rumo do desenvolvimento. Ele criticou o improviso das propostas da candidata Marina Silva, do PSB, que “se viu na necessidade de fazer sinais um pouco mais radicais ao setor financeiro”, e destacou as diferenças entre suas propostas e as da atual presidente Dilma Rousseff. “Não temos necessidade de fazer sinais para ninguém. Aquilo que estamos propondo é aquilo que nós realizamos. Aquilo que estamos dizendo é aquilo em que nós acreditamos. Eu e a candidata Dilma temos uma grande diferença. Temos muitas, mas uma essencial na economia: eu anunciei quem será, no caso da nossa vitória, o futuro ministro da Fazenda [Armínio Fraga] para sinalizar para onde nós vamos. A presidente Dilma o máximo que conseguiu foi anunciar ao Brasil quem será o seu ex-futuro ministro da Fazenda [Guido Mantega]”, apontou. O candidato da Coligação Muda Brasil também criticou a “visão patrimonialista, atrasada e pouco democrática do PT, que se apodera das instituições como se elas estivessem a seu serviço”. Para Aécio, órgãos como a Polícia Federal devem ter autonomia para realizar investigações. “A Polícia Federal não investiga porque a presidente da República quer. Ela investiga porque essa é a sua função. É uma instituição de Estado, como é o Ministério Público, que a presidente também acha que investiga porque ela colocou lá determinado procurador. O governo do PT acha que o Estado lhe pertence, por isso que nós temos que, rapidamente, encerrar este ciclo de governo que tão mal vem fazendo ao Brasil em todas as áreas”, completou.
    Fotos da publicação de Anderlucio Francisco de Carvalho em AÉCIO NEVES 2014!.
    ...(Continuar Lendo)



  • Silvio Vernareccia compartilhou a foto de O Velho Jornal.
    Depois de renegar Minas Gerais no debate, Dilma desiste de falar com os mineiros para guardar a voz para São Paulo. Em dia de resultados negativos na área econômica, a presidente Dilma Rousseff cancelou coletiva prevista para sua passagem por Belo Horizonte. Ela fará uma "caminhada" em um conjunto de favelas da capital, o Aglomerado da Serra. Mas a assessoria informou que, por estar "afônica" e ter que preservar a voz para um comício à noite em São Paulo, ela não dará a coletiva, apenas fará um pronunciamento em cima do veículo. O Banco Central derrubou a previsão de crescimento para este ano de 1,6% para 0,7%. A “caminhada” de Dilma será feita em caminhonete, com voltinha na praça e discurso à comunidade de cima do carro. Os quarteirões em volta foram isolados com grades. O evento com o candidato do PT ao governo, Fernando Pimentel, estava previsto para 11h30m. Na quadra de esportes, por enquanto, apenas alguns militantes dançam com bandeira ao som do jingle "Dilma, coração valente" em ritmo que vai do xaxado ao funk. As redondezas estão cercadas por policiais militares fortemente armados com metralhadoras. Nas últimas semanas Pimentel também foi acometido por forte faringite que o tirou de dois debates nas emissoras locais. (O Globo)
    Fotos da linha do tempo.
    ...(Continuar Lendo)
  • Depois de ler Giddens aulinha (@ Biblioteca Central (BBT/UFV) in Viçosa, Minas Gerais) https://t.co/oGCAfcEqQ3
  • Jota C Loredo

    em 21/09/2014 Via Youtube
    ' Copa Minas Gerais de Motocross

    'Copa Minas Gerais de Motocross' é realizada em Itabirito, na Região Central de MG.

  • O POVO ESCOLHEU AÉCIO !!! RUMO À VITÓRIA, BRASIL !!!!


    Aécio diz que Brasil desperta para a mudança consistente 'Quem tem um projeto que faça o Brasil voltar a crescer e gerar empregos somos nós.' O candidato da Coligação Muda Brasil à Presidência da República, Aécio Neves, afirmou, nesta segunda-feira (29/09), em Uberlândia (MG), que o Brasil está despertando para a necessidade de uma mudança consistente e verdadeira, que virá por meio de seu governo. Aécio reiterou que a sua candidatura é a única que apresenta propostas claras para fazer a economia do país crescer, voltar a gerar empregos e fortalecer áreas como a segurança pública e os indicadores sociais. “Quem tem um projeto para o Brasil, um projeto que faça o Brasil voltar a crescer e gerar empregos, com melhores condições de vida e mais esperança aos brasileiros, somos nós. Nenhuma outra candidatura – incluindo a da atual presidente da República [Dilma Rousseff] – tem condições de resgatar a credibilidade do país para que os investimentos voltem a gerar empregos. É o que nós estamos buscando, a partir, inclusive, de propostas de qualificação mais ampla dos nossos jovens”, afirmou. Aécio lembrou que, nos últimos 12 meses, a indústria nacional perdeu cerca de 80 mil postos de trabalho em decorrência do desaquecimento da economia. Ele ressaltou que o Brasil precisa de um governo “qualificado e ousado do ponto de vista das políticas públicas”. Segundo o candidato, essa disposição é resultado da mescla de experiências bem sucedidas como a de seu governo em Minas Gerais (2003-2010) e das gestões de São Paulo, com Geraldo Alckmin, e do Paraná, com Beto Richa, ambos do PSDB. “Na economia, estamos assistindo inflação crescendo, um crescimento muito baixo e uma crise de desconfiança em relação ao Brasil, que afugenta investimentos e impacta na geração de empregos. O governo federal fracassou na gestão do Estado. As obras prometidas hoje são as mesmas prometidas há quatro anos. Demonizou as parcerias com o setor privado durante dez anos, e fracassou nos indicadores sociais. Ou alguém pode achar que a saúde vai bem? Que a educação vai bem? Que a segurança pública vai bem?”, questionou. Terceirização de responsabilidades Ao lado do candidato ao governo de Minas Gerais pelo PSDB, Pimenta da Veiga, e do candidato ao Senado Antonio Anastasia, também pela mesma legenda, Aécio ressaltou que a terceirização de responsabilidades é uma das marcas principais da gestão PT. O candidato à Presidência citou como exemplo a segurança pública: enquanto os Estados assumem quase que a totalidade das responsabilidades no setor, o governo federal executa apenas 10,9% do orçamento do Fundo Penitenciário e pouco mais de 30% do Fundo Nacional de Segurança. “Dei a oportunidade de a presidente da República explicar o que pretende fazer em relação à segurança pública. Nem ela sabe. O Brasil hoje está com suas fronteiras abertas. A nossa relação de amizade com alguns vizinhos produtores de drogas está permitindo que cada vez mais jovens venham ser mortos aqui no Brasil pelo tráfico. Eu, Aécio Neves, presidente da República, vou conduzir pessoalmente a Política Nacional de Segurança. Vou controlar as nossas fronteiras, com a Polícia Federal mais equipada e as Forças Armadas mais valorizadas e profissionalizadas. Vou estabelecer uma nova relação com os países produtores de drogas, que não terão financiamentos do BNDES, não terão facilidades do Brasil, se não fizerem seu dever de casa e enfrentarem, também em seu território, a produção das drogas que acabam vindo matar gente aqui”, destacou. Autonomia Em entrevista à imprensa, Aécio ressaltou que haverá a autonomia operacional do Banco Central no seu governo. A instituição terá liberdade para desenvolver uma política monetária adequada que leve o país de volta ao rumo do desenvolvimento. Ele criticou o improviso das propostas da candidata Marina Silva, do PSB, que “se viu na necessidade de fazer sinais um pouco mais radicais ao setor financeiro”, e destacou as diferenças entre suas propostas e as da atual presidente Dilma Rousseff. “Não temos necessidade de fazer sinais para ninguém. Aquilo que estamos propondo é aquilo que nós realizamos. Aquilo que estamos dizendo é aquilo em que nós acreditamos. Eu e a candidata Dilma temos uma grande diferença. Temos muitas, mas uma essencial na economia: eu anunciei quem será, no caso da nossa vitória, o futuro ministro da Fazenda [Armínio Fraga] para sinalizar para onde nós vamos. A presidente Dilma o máximo que conseguiu foi anunciar ao Brasil quem será o seu ex-futuro ministro da Fazenda [Guido Mantega]”, apontou. O candidato da Coligação Muda Brasil também criticou a “visão patrimonialista, atrasada e pouco democrática do PT, que se apodera das instituições como se elas estivessem a seu serviço”. Para Aécio, órgãos como a Polícia Federal devem ter autonomia para realizar investigações. “A Polícia Federal não investiga porque a presidente da República quer. Ela investiga porque essa é a sua função. É uma instituição de Estado, como é o Ministério Público, que a presidente também acha que investiga porque ela colocou lá determinado procurador. O governo do PT acha que o Estado lhe pertence, por isso que nós temos que, rapidamente, encerrar este ciclo de governo que tão mal vem fazendo ao Brasil em todas as áreas”, completou.
    Fotos da publicação de Anderlucio Francisco de Carvalho em AÉCIO NEVES 2014!.
    ...(Continuar Lendo)
  • Erica Batista da Silva, Vanessa Teixeira Salim, olhem essa: EFEITOS PADRONIZADOS STJ define valor de indenizações por danos morais ImprimirEnviar por email9437548321 15 de setembro de 2009, 09:00 Por muitos anos, uma dúvida pairou sobre o Judiciário e retardou o acesso de vítimas à reparação por danos morais: é possível quantificar financeiramente uma dor emocional ou um aborrecimento? A Constituição de 1988 bateu o martelo e garantiu o direito à indenização por dano moral. Desde então, magistrados de todo o país somam, dividem e multiplicam para chegar a um padrão no arbitramento das indenizações. O Superior Tribunal de Justiça tem a palavra final para esses casos e, ainda que não haja uniformidade entre os órgãos julgadores, está em busca de parâmetros para readequar as indenizações. Algumas decisões já mostram qual o valor de referência a ser tomado em casos específicos. O assunto foi abordado em reportagem especial publicada pela Assessoria de Imprensa do STJ neste domingo (13/9). Segundo o texto, o valor do dano moral tem sido enfrentado no STJ sob a ótica de atender uma dupla função: reparar o dano para minimizar a dor da vítima e punir o ofensor, para que o fato não se repita. Como é vedado ao Tribunal reapreciar fatos e provas e interpretar cláusulas contratuais, o STJ apenas altera os valores de indenizações fixados nas instâncias locais quando se trata de quantia tanto irrisória quanto exagerada. A dificuldade em estabelecer com exatidão a equivalência entre o dano e o ressarcimento se reflete na quantidade de processos que chegam ao STJ para debater o tema. Em 2008, foram 11.369 processos que, de alguma forma, debatiam dano moral. O número é crescente desde a década de 1990 e, nos últimos dez anos, somou 67 mil processos só no Tribunal Superior. O ministro Luis Felipe Salomão, integrante da 4ª Turma e da 2ª Seção do STJ, é defensor de uma reforma legal em relação ao sistema recursal, para que, ...(Continuar Lendo)
    ...(Continuar Lendo)
  • NEGÓCIOS | Curvelo, na região Central de Minas Gerais, terá complexo esportivo.http://ow.ly/nN8x9 O empreendimento contará com pistas off-road e kart, condomínio residencial e centro de lazer. O protocolo de intenções para a instalação do autódromo foi assinado ontem (foto).
    Foto: Leonador Horta/Sede
    #economia #MinasGerais


  • Uma moradora de Curvelo, na região central de Minas Gerais, vai receber R$ 20 mil de indenização por danos morais de um fazendeiro. A mulher, de 29 anos, descobriu que o então namorado era casado e tinha uma filha.
    A decisão é do TJMG.

    Mulher é indenizada após descobrir que namorado era casado | Notícias JusBrasil
  • G1 - Acidente deixa um morto na BR-040, em Itabirito, na Região Central de MG - notícias em Trânsito http://t.co/SfZozRXwmC via @g1
  • Museu de Santana é inaugurado em Tiradentes http://t.co/3PWBoWjRly (via @portalG1) #museudesantana
  • Três adolescentes morreram durante uma fuga, no sul de Minas Gerais - 11/09/2014

    Eles tinham roubado um carro Veja mais notícias em: http://cmais.com.br/jornalismo.

  • PIB de Minas Gerais registra queda no 2º trimestre de 2014 #InformaçãoEstratégica http://t.co/PhyA4pi1fp



  • Humberto Baraldi compartilhou a foto de O Velho Jornal.
    Depois de renegar Minas Gerais no debate, Dilma desiste de falar com os mineiros para guardar a voz para São Paulo. Em dia de resultados negativos na área econômica, a presidente Dilma Rousseff cancelou coletiva prevista para sua passagem por Belo Horizonte. Ela fará uma "caminhada" em um conjunto de favelas da capital, o Aglomerado da Serra. Mas a assessoria informou que, por estar "afônica" e ter que preservar a voz para um comício à noite em São Paulo, ela não dará a coletiva, apenas fará um pronunciamento em cima do veículo. O Banco Central derrubou a previsão de crescimento para este ano de 1,6% para 0,7%. A “caminhada” de Dilma será feita em caminhonete, com voltinha na praça e discurso à comunidade de cima do carro. Os quarteirões em volta foram isolados com grades. O evento com o candidato do PT ao governo, Fernando Pimentel, estava previsto para 11h30m. Na quadra de esportes, por enquanto, apenas alguns militantes dançam com bandeira ao som do jingle "Dilma, coração valente" em ritmo que vai do xaxado ao funk. As redondezas estão cercadas por policiais militares fortemente armados com metralhadoras. Nas últimas semanas Pimentel também foi acometido por forte faringite que o tirou de dois debates nas emissoras locais. (O Globo)
    Fotos da linha do tempo.
    ...(Continuar Lendo)
  • Policiais de Minas Gerais prenderam nesta terça-feira dois homens suspeitos de terem matado um casal de turistas na Serra do Cipó
    Policiais de Minas Gerais prenderam nesta terça-feira dois homens suspeitos de terem matado um casal de turistas na Serra do Cipó, em Jaboticatubas, na região central do Estado de Minas Gerais. Marcos Magno Peixoto, 25 anos, e Helton Moreira de Castro, 19, ...

    Policiais de Minas Gerais prenderam nesta terça-feira dois homens suspeitos de terem matado um casal de turistas na Serra do Cipó
  • Primeiros povos e colonização[editar]
    Ver também: Entradas e bandeiras


    Divisão administrativa do Brasil após a Guerra dos Emboabas.
    A região do atual estado de Minas Gerais foi ocupada, até o século XVI, por povos indígenas do tronco linguístico macro-jê: os xacriabás, os maxacalis, os crenaques, os aranãs, os mocurins, os atu-auá-araxás e os puris, entre outros7 .
    Antes de se chamar Minas Gerais, o estado teve outros nomes como: Campos de Cataguá (na época das entradas e bandeiras), Minas Gerais dos Goitacazes, Minas Gerais do Ouro Preto, Capitania de Minas Gerais, Província de Minas Gerais e outros. O desbravamento da região pelos europeus teve início no século XVI, por bandeirantes paulistas que buscavam ouro, pedras preciosas e escravos índios.
    Em 1693, as primeiras descobertas importantes de ouro na Serra do Sabarabuçu e nos ribeirões do Carmo e do Tripuí provocaram um grande afluxo migratório à região. Em 1696, foi fundado o arraial de Nossa Senhora do Ribeirão do Carmo, o qual, em 1711, se tornou a primeira vila de Minas Gerais, núcleo original do atual município de Mariana.
    Já na correspondência do embaixador francês em Lisboa, Rouillé, há a primeira menção ao ouro chegado na frota em 1697, quando se referiu a ouro peruano, equivocadamente - haviam chegado 115,2 quilos de ouro do Brasil, seguramente. Faltam elementos para julgar o ouro entrado no Reino de 1698 a 1703 mas Godinho, sem citar a fonte, menciona, em 1699, 725 quilos e, em 1701, 1 785 quilos.
    André Antonil, em seu livro Cultura e Opulência do Brasil por suas Drogas e Minas, escrito em 1711, detalha a situação difícil dos primeiros "geralistas" (depois chamados "mineiros"), citando a alta carestia de vida, a falta de alimentos, os ataques dos índios e o alto preço dos escravos.
    A descoberta das minas e a exploração do ouro desencadearam alguns conflitos, sendo os mais importantes a...(Continuar Lendo)





  • Daniel Beltran compartilhou a foto de Anderlucio Francisco de Carvalho.
    Aécio diz que Brasil desperta para a mudança consistente 'Quem tem um projeto que faça o Brasil voltar a crescer e gerar empregos somos nós.' O candidato da Coligação Muda Brasil à Presidência da República, Aécio Neves, afirmou, nesta segunda-feira (29/09), em Uberlândia (MG), que o Brasil está despertando para a necessidade de uma mudança consistente e verdadeira, que virá por meio de seu governo. Aécio reiterou que a sua candidatura é a única que apresenta propostas claras para fazer a economia do país crescer, voltar a gerar empregos e fortalecer áreas como a segurança pública e os indicadores sociais. “Quem tem um projeto para o Brasil, um projeto que faça o Brasil voltar a crescer e gerar empregos, com melhores condições de vida e mais esperança aos brasileiros, somos nós. Nenhuma outra candidatura – incluindo a da atual presidente da República [Dilma Rousseff] – tem condições de resgatar a credibilidade do país para que os investimentos voltem a gerar empregos. É o que nós estamos buscando, a partir, inclusive, de propostas de qualificação mais ampla dos nossos jovens”, afirmou. Aécio lembrou que, nos últimos 12 meses, a indústria nacional perdeu cerca de 80 mil postos de trabalho em decorrência do desaquecimento da economia. Ele ressaltou que o Brasil precisa de um governo “qualificado e ousado do ponto de vista das políticas públicas”. Segundo o candidato, essa disposição é resultado da mescla de experiências bem sucedidas como a de seu governo em Minas Gerais (2003-2010) e das gestões de São Paulo, com Geraldo Alckmin, e do Paraná, com Beto Richa, ambos do PSDB. “Na economia, estamos assistindo inflação crescendo, um crescimento muito baixo e uma crise de desconfiança em relação ao Brasil, que afugenta investimentos e impacta na geração de empregos. O governo federal fracassou na gestão do Estado. As obras prometidas hoje são as mesmas prometidas há quatro anos. Demonizou as parcerias com o setor privado durante dez anos, e fracassou nos indicadores sociais. Ou alguém pode achar que a saúde vai bem? Que a educação vai bem? Que a segurança pública vai bem?”, questionou. Terceirização de responsabilidades Ao lado do candidato ao governo de Minas Gerais pelo PSDB, Pimenta da Veiga, e do candidato ao Senado Antonio Anastasia, também pela mesma legenda, Aécio ressaltou que a terceirização de responsabilidades é uma das marcas principais da gestão PT. O candidato à Presidência citou como exemplo a segurança pública: enquanto os Estados assumem quase que a totalidade das responsabilidades no setor, o governo federal executa apenas 10,9% do orçamento do Fundo Penitenciário e pouco mais de 30% do Fundo Nacional de Segurança. “Dei a oportunidade de a presidente da República explicar o que pretende fazer em relação à segurança pública. Nem ela sabe. O Brasil hoje está com suas fronteiras abertas. A nossa relação de amizade com alguns vizinhos produtores de drogas está permitindo que cada vez mais jovens venham ser mortos aqui no Brasil pelo tráfico. Eu, Aécio Neves, presidente da República, vou conduzir pessoalmente a Política Nacional de Segurança. Vou controlar as nossas fronteiras, com a Polícia Federal mais equipada e as Forças Armadas mais valorizadas e profissionalizadas. Vou estabelecer uma nova relação com os países produtores de drogas, que não terão financiamentos do BNDES, não terão facilidades do Brasil, se não fizerem seu dever de casa e enfrentarem, também em seu território, a produção das drogas que acabam vindo matar gente aqui”, destacou. Autonomia Em entrevista à imprensa, Aécio ressaltou que haverá a autonomia operacional do Banco Central no seu governo. A instituição terá liberdade para desenvolver uma política monetária adequada que leve o país de volta ao rumo do desenvolvimento. Ele criticou o improviso das propostas da candidata Marina Silva, do PSB, que “se viu na necessidade de fazer sinais um pouco mais radicais ao setor financeiro”, e destacou as diferenças entre suas propostas e as da atual presidente Dilma Rousseff. “Não temos necessidade de fazer sinais para ninguém. Aquilo que estamos propondo é aquilo que nós realizamos. Aquilo que estamos dizendo é aquilo em que nós acreditamos. Eu e a candidata Dilma temos uma grande diferença. Temos muitas, mas uma essencial na economia: eu anunciei quem será, no caso da nossa vitória, o futuro ministro da Fazenda [Armínio Fraga] para sinalizar para onde nós vamos. A presidente Dilma o máximo que conseguiu foi anunciar ao Brasil quem será o seu ex-futuro ministro da Fazenda [Guido Mantega]”, apontou. O candidato da Coligação Muda Brasil também criticou a “visão patrimonialista, atrasada e pouco democrática do PT, que se apodera das instituições como se elas estivessem a seu serviço”. Para Aécio, órgãos como a Polícia Federal devem ter autonomia para realizar investigações. “A Polícia Federal não investiga porque a presidente da República quer. Ela investiga porque essa é a sua função. É uma instituição de Estado, como é o Ministério Público, que a presidente também acha que investiga porque ela colocou lá determinado procurador. O governo do PT acha que o Estado lhe pertence, por isso que nós temos que, rapidamente, encerrar este ciclo de governo que tão mal vem fazendo ao Brasil em todas as áreas”, completou.
    Fotos da publicação de Anderlucio Francisco de Carvalho em AÉCIO NEVES 2014!.
    ...(Continuar Lendo)
  • G1 - Museu de Sant'Ana é inaugurado em Tiradentes, na Região Central de MG - notícias em Minas Gerais http://t.co/yrJAavuG1c via @g1
  • Um carro e uma carreta bateram de frente na BR-040, em Itabirito, na Região Central de Minas Gerais.../Tecle Mídia http://t.co/2ldd4Zg1L1

AVISO: O conteúdo de cada postagem é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Previsão do tempo na Região


Participe e comente sobre a cidade de Central de Minas


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)