Início » Minas Gerais » Aiuruoca


Aiuruoca - Minas Gerais



Aiuruoca faz parte do estado de Minas Gerais. Sua população é de 6 173 habitantes (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística/2010). Encontra-se no sul de Minas Gerais na Serra da Mantiqueira, a 989m. de altitude, ao pé do Pico do Papagaio, numa região de topografia bastante acidentada.

Seu nome deriva do Tupi e significa "casa de papagaio", através da junção das palavras aîuru ("papagaio") e oka ("casa").

Terra desbravada em 1692 pelo padre João de Faria Fialho, capelão dos bandeirantes, conforme descrição de Bento Pereira de Souza Coutinho em carta ao governador-geral do Brasil, D. João de Lancaster, datada de 29 de julho de 1694. Abaixo, um trecho da carta:

História da cidade de Aiuruoca

As terras da região, onde hoje se localiza o município começaram a ser ocupadas no início do século XVIII, com o descobrimento de ouro, por João Siqueira Afonso oriundo de Taubaté, que fundou o arraial de Aiuruoca por volta de 1706.

O ouro atraiu para a região outros exploradores e em 1744 o paulista Simão da Cunha Gago fex erigir uma Capela dedicada a Nossa Senhora.

Com a escassez do ouro, a agricultura e a criação de gado tornaram-se uma necessidade à vida econômica do povoado e nestas atividade alguns garimpeiros ali se fixaram, definitivamente.

O topônimo do município deve-se à localização das cabeceiras de Rio Grande, situadas o penedo dos Juruocas (papagaios de encontro vermelho).

Gentílico: aiuruocano

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Aiuruoca, pelo alvará de 16-02-1724, e por lei estadual nº 2, de 14-09-1891.

Elevado à categoria de vila com a denominação de Aiuruoca, pela resolução de nº 17, de 14-08-1834, desmembrado do município de Baependi. Instalada em 7-09-1835.

Pela lei provincial nº 726, de 18-05-1855 e pela lei estadual nº 2, de 14-09-1891, é criado o distrito de Bom Jesus do Livramento e anexado a vila de Aiuruoca.

Pela lei provincial nº 728, de 18-05-1855, e por lei estadual nº 2, de 14-09-1891, é criado o distrito de Alagoa e anexado a vila de Aiuruoca.

Pela lei provincial nº 866, de 14-05-1858 e por lei estadual nº 2, de 14-09-1891, é criado o distrito de Rosário da Bocaína e anexado ao município de Aiuruoca.

Elevado à condição de cidade com a denominação de Aiuruoca, pela lei provincial nº 1510, de 20-07-1868.

Pela lei provincial nº 2040, de 01-12-1873 e por lei estadual 2, de 14-09-1891, é criado o distrito de Passa Vinte e anexado ao município de Aiuruoca.

Pela lei estadual nº 2, de 14-09-1891, é criado o distrito de Guapiara e anexado ao município de Aiuruoca.

Pela lei provincial nº 184, de 03-04-1840, e por lei estadual nº 2, de 14-09-1891, é criado o distrito de Bom Sucesso dos Serranos e anexado ao município de Aiuruoca.

Pela lei estadual nº 843, de 07-09-1923, o distrito de Bom Sucesso de Serranos passou a denominar-se Serranos.

Pela lei estadual nº 556, de 30-08-1911, o distrito de Guapiara tomou a denominação de Carvalhos.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município de Aiuruoca, se compõe de 7 distritos: Aiuruoca, Alagoa, Bom Jesus do Livramento, Carvalhos, Passa Vinte, Rosário da Bocaina e Bom Sucesso de Serranos.

Nos quadros de apuração do Recenseamento Geral de 1-IX-1920, o município aparece constituído de 7 distritos: Aiuruoca, Alagoa, Bocaína (ex-Rosário da Bacaína), Carvalhos, Livramento (ex-Bom Jesus do Livramento), Passa Vinte, Bom Sucesso de Serranos.

Pela lei estadual nº 843, de 7-09-1923, o distrito de Alagoa deixa de pertencer ao município de Aiuruoca para entrar na constituição do novo município de Itanhandu pela mesma lei supracitada o distrito de Livramento passa chamar-se Liberdade.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 6 distritos: Aiuruoca, Bocaina, Carvalhos, Liberdade ex-Livramento, Passa Vinte e Serranos ex-Bom Sucesso. .

Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.

Pelo decreto-lei estadual nº 148, de 17-12-1938, desmembra do município de Aiuruoca os distritos de Liberdade, Bocaina e Passa Vinte, para formar o novo município de Liberadade.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 3 distritos: Aiuruoca, Carvalhos e Serranos.

Pela lei estadual nº 336, de 27-12-1948, desmembra do município de Aiuruoca o distrito de Carvalhos. Elevado à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 2 distritos: Aiuruoca e Serranos.

Pela lei estadual nº 1039, de 12-12-1953, desmembra do município de Aiuruoca o distrito de Serranos. Elevado á categoria de município.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2016: 649,680: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 4: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 722: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 228: matrículas
Número de unidades locais: 119: unidades
Pessoal ocupado total: 722: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 11.195,68: reais
População residente : 6.162: pessoas
População residente - Homens: 3.206: pessoas
População residente - Mulheres: 2.956: pessoas
População residente alfabetizada: 5.071: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 1.837: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 5.502: pessoas
População residente, religião espírita: 9: pessoas
População residente, religião evangélicas: 441: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 1.392,11: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 1.865,46: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 400,00: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 450,00: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,668:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Aiuruoca: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Aiuruoca? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: