Início » Ceará » Varjota


Varjota - Ceará



Varjota faz parte do estado do Ceará. Localizado na Mesorregião do Noroeste Cearense e na Microrregião de Ipu.

Desde os anos 70, o atual município de Varjota, conhecido anteriormente como Araras, então distrito de Reriutaba, já possuía os requisitos necessários para se emancipar. A ausência de forças políticas adiou o processo emancipatório que só veio a ocorrer em 1984, graças ao enfraquecimento político decorrente da disputa pelo poder entre o prefeito e o vice-prefeito de Reriutaba (Ivan do Vale Rego e João Macedo Ximenes). Esta disputa resultou na intervenção estadual no município.

Depois de um longo processo na Assembléia Legislativa, no dia 21 de abril de 1984 realizou-se em todo o município de Reriutaba o plebiscito referente à emancipação política do então distrito. Compareceram quase 9.070 dos eleitores inscritos, que votaram pelo sim à emancipação.

História da cidade de Varjota Ceará - CE

Conforme dados colhidos de antigas famílias que povoaram as margens do vale médio do Rio Acaraú, a povoação de Varjota se deve ao Padre Macário Bezerra da paróquia do Ipu.

Fazenda do velho pároco ipuense, Varjota teve sua Capela construída sobre a égide de Sant`ana, entre os anos de 1834 a 1840.

As principais famílias eram; Bezerra Martins, Melo e Araújo, por volta de 1927 com um aglomerado de casas, Varjota já é chamada de Vila.

Em 1936 Varjota foi incorporada ao município de Santa Cruz, atualmente Reriutaba, mas só depois de 1946 passou a ser distrito de Reriutaba, ainda no governo do então Dr. Raul Barbosa.

Em 02 dezembro de 1952, veio através do engenheiro Luiz Barbosa de Albuquerque a cargo do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas ( DNOCS ) o início da construção do majestoso Açude Araras, naquela época o maior do Nordeste, hoje o terceiro. Com os rumores de que depois de construído o grande reservatório, Varjota seria totalmente submersa, o povo começou a despovoar o pequeno distrito, vindo localizar-se a maioria no Acampamento provisório localizado justante na barragem.

Como auxiliar do Engenheiro Luís Saboia, com o cargo de desenhista estava o senhor Francisco Pio de Farias - (Sr. Pio) - que a partir de 1953 acompanhou todos os trabalhos do Açude Araras, entre eles o desmatamento e as estradas de acesso ao açude e as primeiras edificações do atual acampamento.

Durou pouco a chefia do engenheiro Luís Sabóia, foi para o 4º SC (Sessão de Construção) na sede do distrito de Secas e Jairo, para construção do açude Quixabinha em Muriti-Cariri. Em novembro do mesmo ano assumiu a chefia da construção o Engenheiro Francisco Aguiar Carneiro, transferido do referido açude Quixabinha de Cariri.

Carneiro conclui a construção da Açude Ararinha (hoje submerso pelas águas do Açude Araras, é onde se localiza o bairro com mesmo nome), era o reservatório destinado a fornecer água para abastecer a construção da barragem do açude principal.

Na época da construção houve uma fase calamitosa diante de uma emergência que chegou a alistar milhares de pessoas em todos os trechos de serviço, desde a bacia do açude até Cariri e Reriutaba.

Terminando a construção do Ararinha, em meados de abril de 1954, Varjota era invadida pelas águas e aos poucos abandonada totalmente.

Em fins de 1957, o Engenheiro Carneiro foi substituído pelo Engenheiro Anastácio Honório Maia, com ordem expressa do então Presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira, através do Diretor local do DNOCS, engenheiro José Cândido Castro Poente Pessoa, para construir os trabalhos em tempo cronometrado, em 1958, a barragem concluída foi inaugurada. Em 1959 o inverno não foi abundante, mas em 1960, o Açude Araras quase atingiu a capacidade total e Varjota submergiu tragado pelas águas ficando vários dias a metros de profundidade. A partir de então houve a transferência paulatinamente da Vila Varjota para a chamada Piçarreira.

A partir de 1964 se dá o desenvolvimento da cidade. Construíram a capela de Sant`ana entre algumas dezenas de casas e a população foi formando um aglomerado de casas e comércios. Neste mesmo ano o engenheiro chefe de serviço de campo Dr. José Jorge de Abreu Choairy, construiu a hidroelétrica e a maioria de rede de energia elétrica nos diversos municípios, como também a estrada de rodagem que liga Varjota ao Ipu.

Em 1996, Dr. Choairy entregou a chefia ao engenheiro Francisco Marcos Leitão Couto que concluiu o restante das extensões da energia convencionadas pela antiga GENORTE, hoje COELCE.

Gentílico: varjotense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Varjota, por ato, de 18-11-1896, subordinado ao município de Ipu.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito de Varjota, figura no município de Ipu.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1933.

Pela lei nº 1540, de 03-05-1935, transfere o distrito de Varjota do município de Ipu para o de Santa Cruz.

Em divisões territoriais datadas de 31-12-1936 e 31-12-1937, o distrito de Varjota figura no município de Santa Cruz.

Pelo decreto-lei estadual nº 1114, de 30-12-1943, o município de Santa Cruz passou a denominar-se Reriutaba.

Em divisão territorial datada de 1-07-1950, o distrito de Varjota figura no município de Reriutaba ex-Santa Cruz.

Pela lei estadual nº 1153, de 22-11-1951, o município de Reriutaba, passou a denominar-se Santa Cruz do Norte.

Em divisão territorial datada de 1-07-1955, o distrito de Varjota figura no município de Santa Cruz do Norte ex-Reriutaba.

Pela lei nº 3516, de 22-12-1956, o município de Santa Cruz do Norte volta denominar-se Reriutaba.

Em divisão territorial datada de 1-07-1960, o distrito de Varjota figura no município de Reriutaba ex-Santa Cruz do Norte.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-07-1983.

Elevado à categoria de município com a denominação de Varjota, pela lei

estadual nº 11007, de 05-02-1985, desmembrado de Reriutaba. Sede no antigo distrito de Varjota. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1986.Em divisão territorial datada de 18-08-1988, o município é constituído do distrito sede. Pela lei municipal nº 43, de 1988, é criado o distrito de Croatá e anexado ao município de Varjota.Em divisão territorial datada de 17-1-1960, o município é constituído de 2 distritos: Varjota e Croata. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Transferências distritais

Pela lei nº 1540, de 03-05-1935, transfere o distrito de Varjota do município de Ipu para o de Santa Cruz. Pelo decreto-lei estadual nº 1114, de 30-12-1943, transfere o distrito de Varjota domunicípio de Santa Cruz para o Reriutaba.Pela lei estadual nº 1153, de 22-11-1951, transfere o distrito de Varjota do município de Reriutaba ex-Santa Cruz do Norte.Pela lei nº 3516, de 28-12-1956, transfere o distrito de Varjota do município de Santa Cruz do Norte para o de Reriutaba.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2016: 179,397: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 7: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 2.969: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 808: matrículas
Número de unidades locais: 404: unidades
Pessoal ocupado total: 2.244: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 11.008,26: reais
População residente : 17.593: pessoas
População residente - Homens: 8.705: pessoas
População residente - Mulheres: 8.888: pessoas
População residente alfabetizada: 12.219: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 6.343: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 14.745: pessoas
População residente, religião espírita: 6: pessoas
População residente, religião evangélicas: 2.032: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 710,25: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 1.112,14: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 125,00: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 240,00: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,611:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística


Varjota: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Varjota? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: