Início » Amazonas » Itapiranga


Itapiranga - Amazonas



Itapiranga faz parte do estado do Amazonas. Faz parte da mesorregião do Centro Amazonense e da microrregião de Itacoatiara.

Itapiranga é um termo de origem indígena que significa pedra vermelha. Do tupi ou nheengatu itá: pedra; e piranga: vermelha. Itapiranga é referencia no Amazonas e pelo mundo por conta das aparições de Nossa Senhora Rainha do Rosário e da Paz em 2 de maio de 1994 ao confidente Edson Glauber e sua Mãe Maria do Carmo, todos os dia 2 de cada mês vários fieis vão em Romaria ao santuário de Itapiranga, são pessoas de todas as partes que são trazidas pela fé em Nossa Senhora e recebem as mensagens que são transmitidas por Edson, Segundo Edson Nossa Senhora pede a conversão das pessoas e a reza do Rosário em Família para se ter paz e ainda o desejo quem em Itapiranga seja construído o seu Santuário, ha também em Itapiranga uma fonte segundo Edson Milagrosa onde Nossa Senhora Teria lavado seus pés e que muitos fieis acreditam que sua aguá tem pode de cura.

Itapiranga é um município amazonense que se encontra em plena bacia hidrográfica do Rio Amazonas. É banhada tanto pelo Rio Urubú, quanto por um dos inúmeros paranás do Rio Amazonas, chamado de Paraná de Itapiranga.

História da cidade de Itapiranga

A história de Itapiranga está intimamente associada à de Silves, por já terem formado uma mesma unidade administrativa. E de se alternarem como sede do município ao longo do tempo. O povoamento da região tem seu marco inicial na fundação da Missão do Saracá, por Frei Raimundo, da Ordem das Mercês em 1660.

Em 1663 sangrentas lutas são travadas entre os colonizadores portugueses e os silvícolas, próximo ao Rio Urubu.

Habitavam a região os índios Caboquenas, Buruburus e Guanavenas.

A denominação de Saracá dada à missão, pelo seu funaddor, originou-se no lago em cujo centro se encontra a ilha de Silves ou de Saracá, onde se instalara a missão

Em 25.11.1663, Pedro da Costa Fevla, chega à foz do Rio Urubu, ali desembarcando parte de sua tropa para a manutenção da ordem.

Em 1759, a aldeia de Saracá é elevada a Vila, com a denominação de Silves e como sede do município de mesmo nome, no qual se integrava o território que hoje constitui Itapiranga.

O município de Silves é extinto em 1833 e restabelecido em 1852.

Em 1922, a sede do município é transferida para Itapiranga, sendo este povoado elevado a Vila.

Em 1925, a sede do município retorna para Silves.

Em 1930, o município é anexado ao de Itacoatiara, e em 1931 a sede da delegacia municipal é fixada em Itapiranga.

Em 1935, com a reconstitucionalização do Estado, Silves volta a ser município autônomo.

Em 1938, o município passa a ter dois distritos: Itapiranga e Silves.

Em 1952, separam-se em municípios autônomos Itapiranga e Silves.

Em 1981, Itapiranga perde parte de seu território em favor do novo município de Presidente Figueiredo

Itapiranga é um nome de origem indígena que significa pedra vermelha, do Tupi ou nheengatu, itá: pedra e piranga: vermelha.

Formação Administrativa

Freguesia criada com denominação de Santana de Saracá, em 1663.

Em 1759, a aldeia de Saracá é elevada à Vila, com a denominação de Silves e como sede de município de mesmo nome no qual se integrava o território que hoje constitui Itapiranga.

Em 1833, o município de Silves e outras localidades perdem a categoria de vila.

Restaurada com a mesma denominação, pela resolução nº 4, de 21-10-1852. Instalada em 14-03-1853.

Pela Lei nº 92, de 06-11-1858, é considerada freguesia.

Em 01.02.1873, pelo Decreto Imperial nº 5.210, o termo judiciário de Silves foi anexado ao de Serpa (atual Itacoatiara).

Em 26.04.1876, pela Lei nº 341, criou-se a comarca de Itacoatiara.

Em 27.09.1911, pela Lei nº 682, o termo de Silves passou a subordinar-se a comarca de Urucará. constituir-se de 2 distritos: Itapiranga e Silves.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído do distrito sede.

Em 1913, com a extinção da Comarca de Urucará, voltou ao termo de Silves a integrar a comarca de Itacoatiara.

Em 25.03.1922, pela Lei Estadual nº 1.138, a sede do município é transferida para Itapiranga, sendo este povoado elevado à Vila.

Pela Lei Estadual nº 1138, de 25-03-1925, elevou à categoria de vila o povoado de Itapiranga, mudando à sede da vila, ficando Silves à condição de povoado.

Pelo decreto nº 23, de 27-02-1925, mudou a sede novamente para Silves,

Pelo ato nº 45, de 28-11-1930, foi anexado ao município de Itacoatiara.

Em 14.01.1931, pelo Ato nº 201, a sede da delegacia municipal é fixada em Itapiranga, elevada posteriormente à Vila, de acordo com o Ato nº 354, de 20 de março do mesmo ano.

Elevada à categoria de vila com a denominação de Itapiranga, pelo ato nº 354, de 20-03-1931.

Pelo ato nº 33, de 14-09-1931, anexou o município de de Silves a Itacoatiara, na qualidade de delegacia municipal.

Em 1935, com a reconstitucionalização do estado, Silves volta a ser município autônomo.

Em divisões territoriais datadas 31-XII-1936 e 31-XII-1937, Silves tem sede em Itapiranga.

Em 31.03.1938, pelo Decreto-Lei Estadual nº 68, o município de Silves passou a denominar-se Itapiranga. Em virtude desse mesmo Decreto é elevada a sede do município à categoria de cidade. Neste mesmo, pelo Decreto-Lei Estadual nº 69, o município de Itapiranga figura com um só distrito.

Pelo Decreto-Lei Estadual n.º176, de 1º de Dezembro de 1938, é criado o distrito de Silves, passando então o município de Itapiranga a Silves, primeira sede do município de Itapiranga, foi o primeiro núcleo Europeu, criado em território do atual estado do Amazonas.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 2 distritos: Itapiranga e Silves.

Em 11.03.1941, pelo Decreto Estadual nº 540, o termo de Itapiranga foi extinto.

Em 05.03.1945, pelo Decreto nº 1.400, figura como termo da comarca de Itacoatiara.

Em 24.12.1952, pela Lei Estadual nº 226, que reforma a Lei Judiciária do Estado, criou a comarca de Itapiranga.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1955.

Pela lei estadual nº 117, de 29-12-1956, desmembra do município de Itapiranga o distrito de Silves. Elevado novamente à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2009.

Alteração toponímica municipal

Silves para Itapiranga, alterado pelo decreto-lei estadual nº 68, de 31-03-1938.

Fonte: www.cnm.org.br

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2015: 4.231,152: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 4: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 2.097: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 656: matrículas
Número de unidades locais: 57: unidades
Pessoal ocupado total: 319: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 9.273,09: reais
População residente : 8.211: pessoas
População residente - Homens: 4.299: pessoas
População residente - Mulheres: 3.912: pessoas
População residente alfabetizada: 6.330: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 3.386: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 4.766: pessoas
População residente, religião espírita: 4: pessoas
População residente, religião evangélicas: 2.754: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 531,67: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 1.938,23: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 0,00: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 230,80: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,654:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Itapiranga: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Itapiranga? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: