Início » Sergipe » Capela


Capela - Sergipe



Capela faz parte do estado de Sergipe.

Quando, em princípios do século XVIII, o capitão Luís de Andrade Pacheco e sua mulher, Perpétua de Matos França, fixaram residência em terras situadas entre o rio Japaratuba e a localidade de Coité, já os tupinambás as haviam abandonado, tangidos pela proximidade do homem branco. O sentimento religioso do casal determinou a doação, por escritura lavrada no tabelionato de Santo Amaro das Brotas, da quantia de cem mil réis, destinada à construção de uma capela sob o orago de N. S.ª da Purificação, no sítio enominado Tabuleiro da Cruz, em 1735. Dois anos depois, estava a capela construída. A freqüência de missas e de festejos promovidos pelo padre Luís de Andrade Pacheco, filho dos doadores, atraiu moradores circunvizinhos, que construíram novas casas e ranchos nas proximidades. Por volta de 1808, nas proximidades da capela de Nossa Senhora da Purificação, já viviam aproximadamente 4 mil pessoas.

O plantio do algodão, a cultura da cana e o açúcar fomentaram o comércio e expandiram a localidade. No princípio do século 20, o progresso do Município marchava mais vivo com a mecanização de sua indústria açucareira, datando de 1914 a primeira usina de açúcar cristal. Em 1915, o ramal ferroviário Murta-Capela ligou-o aos municípios servidos pela Viação Férrea Federal Leste Brasileiro, inclusive às capitais Aracaju e Salvador, o que, sem dúvida, Ihe propiciou notável desenvolvimento.

História da cidade de Capela Sergipe - SE

Quando, em princípios do século XVIII, o capitão Luís de Andrade Pacheco e sua mulher, Perpétua de Matos França, fixaram residência em terras situadas entre o rio Japaratuba e a localidade de Coité, já os tupinambás as haviam abandonado, tangidos pela proximidade do homem branco. O sentimento religioso do casal determinou a doação, por escritura lavrada no tabelionato de Santo Amaro das Brotas, da quantia de cem mil réis, destinada à construção de uma capela sob o orago de N. S.ª da Purificação, no sítio denominado Tabuleiro da Cruz, em 1735. Dois anos depois, estava a capela construída. A frequência de missas e de festejos promovidos pelo padre Luís de Andrade Pacheco, filho dos doadores, atraiu moradores circunvizinhos, que construíram novas casas e ranchos nas proximidades.

O plantio do algodão, a cultura da cana e o açúcar fomentaram o comércio e expandiram a localidade.

No princípio do corrente século, o progresso do Município marchava mais vivo com a mecanização de sua indústria açucareira, datando de 1914 a primeira usina de açúcar cristal. Em 1915,

o ramal ferroviário Murta-Capela ligou-o aos municípios servidos pela Viação Férrea Federal Leste Brasileiro, inclusive às capitais Aracaju e Salvador, o que, sem dúvida, Ihe propiciou notável desenvolvimento.

O distrito deve sua criação ao Alvará de 9 de fevereiro de 1813.

Em virtude da Resolução do Conselho do Govêrno, aprovada pela Lei provincial de 19 de fevereiro de 1835, criou-se o Município, sob a denominação de N. S.ª da Purificação da Capela, com território desmembrado do Têrmo da Vila de Santo Amaro das Brotas.

A Lei n.° 1.331, de 28 de agôsto de 1888, concedeu à sede municipal foros de cidade.

Até 1954, era composto de um só distrito, quando sofreu reformulação administrativa, pela Lei n.° 554, de 6 de fevereiro, passando a 4: Capela (sede), Barracas, Miranda e Pedras. Atualmente conserva tal composição.

é sede de Comarca de igual nome.

Gentílico: capelense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Nossa Senhora da Purificação da Capela, por alvará de 09-02-1813.

Elevado à categoria de vila com a denominação de Nossa Senhora da Purificação da Capela, por lei provincial de 19-02-1835, desmembrado da vila de Santo Amaro das Brotas (mais tarde Santo Amaro. Sede na povoação de Nossa Senhora da Purificação da Capela.

Pela resolução régia de 02-01-1811 e por resolução nº 403, de 21-06-1854, é criado o distrito de Japaratuba e anexado a vila de Capela.

Pela lei provincial nº 555, de 11-06-1859, desmembra da vila de Capela o distrito de Japaratuba. Elevado à categoria de vila.

Elevado à condição de cidade com a denominação de Capela, pela lei provincial nº 1331, de 2808-1888.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1950.

Pela lei estadual nº 554, de 06-02-1954, são criados os distritos de Barras, Miranda, e Pedras todos ex-povoados e anexados ao município de Capela.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 4 distrito: Capela, Barras, Miranda e Pedras.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alteração toponímica municipal

Nossa Senhora da Purificação da Capela para simplesmente Capela alterado, pela lei provincial nº 1331, de 28-08-1888.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2015: 442,460: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 28: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 6.097: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 1.298: matrículas
Número de unidades locais: 222: unidades
Pessoal ocupado total: 4.897: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 9.269,25: reais
População residente : 30.761: pessoas
População residente - Homens: 15.269: pessoas
População residente - Mulheres: 15.492: pessoas
População residente alfabetizada: 21.055: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 10.580: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 24.399: pessoas
População residente, religião espírita: 108: pessoas
População residente, religião evangélicas: 2.399: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 770,97: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 1.443,99: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 170,00: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 255,00: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,615:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Capela: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Capela? Então deixe seu comentário!


Comentários (1)

  1. samuel's avatarsamuel

    tenho a honra de ter uma igreja nesta linda cidade

    #1 – 23/11/2016 - 18:12

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: