Início » Rio Grande do Sul » Poço das Antas


Poço das Antas - Rio Grande do Sul



Poço das Antas faz parte do estado do Rio Grande do Sul. A população avaliada em 2007 era de 1.976 habitantes.

O município foi criado pela lei n° 8.630 de 12 de maio de 1988, desmembrando-se de Salvador do Sul. As primeiras famílias que se estabeleceram no local eram de origem alemã (ver imigração alemã no Brasil), provindas de São Sebastião do Caí, Estrela e São Leopoldo. Através de grupos folclóricos de canto e dança, tais famílias mantiveram vivas suas tradições.

A respeito da origem do nome, contam os moradores que, antigamente, antas viviam nos morros e, habitualmente, satisfaziam a sede no poço do arroio; daí a denominação de Poço das Antas.

História da cidade de A origem do nome "Poço das Antas" deu-se devido à existência de grande quantidade de antas no local. Contam os moradores do município que, antigamente, as antas viviam nos morros e os caçadores, utilizando cães bravos, faziam com que elas se aproximassem.

Os primeiros imigrantes de origem alemã, provenientes do Vale do Caí, que se estabeleceram no município, deixaram suas marcas culturais, que prevalecem até hoje.

Uma das primeiras construções a ser erguida foi a escola comunitária. Na época, o professor era escolhido entre os próprios habitantes da comunidade. Paralelamente à educação, a religiosidade também ocupava lugar de destaque.

O município foi emancipado de Salvador do Sul, em 12 de maio de 1988.

CARACTERíSTICAS

A população total do município era de 1.976 de habitantes, de acordo com a Contagem da População do IBGE (2007).

Sua área é de 62 km, representando 0.0231% do Estado, 0.011% da Região e 0.0007% de todo o território brasileiro.

Seu índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0.816 segundo o Atlas de Desenvolvimento Humano/PNUD (2000)

Gentílico: Poçoantense

Ano de Instalação: 1989

Microrregião: Montenegro

Mesorregião: Metropolitana de Porto Alegre

Altitude da Sede: 120m

Distância à Capital: 77,51Km

- Aspectos Físicos

Poço das Antas é um pequeno município do Estado do Rio Grande do Sul, localizado no Vale do Taquari. Possui uma estrutura topográfica em formato de vale.

- Economia

O Setor Primário abrange 83,41% da economia do município. Destacam-se a suinocultura, avicultura e a silvicultura, esta última, na produção de carvão vegetal e lenha. Os minifúndios são uma característica marcante.

Na agricultura, as principais culturas são a acácia negra (produção de carvão vegetal, lenha e casca), o eucalipto, o milho, e a cana-de-açúcar. O cultivo de frutíferas (manga, figo, caqui, uva, abacate), pepino, batatinha e feijão também se destaca.

Na pecuária, o maior destaque está na criação de frangos de corte, seguida da criação de suínos e, em menor escala, o gado de leite.

Quanto à arrecadação, a maior renda bruta vem das integrações de suínos e frangos de corte. O município também está despertando para a criação comercial de peixes e para a apicultura. Há uma agroindústria de doces e conservas para agregar valor às frutíferas e à cultura de pepino.

A atividade comercial oscila em pequenas e médias empresas, voltadas ao consumo básico da população.

O setor industrial vem crescendo dentro da economia do município, principalmente o setor de derivados de madeira (compensados) e calçados.

- Cultura

Os imigrantes traziam consigo o hábito do cultivo de flores e plantas ornamentais nas residências. Ruas, avenidas e pátios estão ornamentadas, alimentadas por floriculturas locais que também as comercializam para os mais diversos pontos.

No segmento cultural estão presentes a dança, a música, o canto de coral e os bailes de Kerb.

A Igreja Matriz e o Moinho de Pedra são pontos turísticos do município. Dentre as características naturais, estão as cascatas, a vegetação abundante e a gruta de índios.

Fonte: Sindicato dos Trabalhadores Rurais Prefeitura Municipal PNUD FAMURS IBGE

Autor do Histórico: JONES DOMINGO BIANCHETTI

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2016: 67,571: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 1: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 203: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 76: matrículas
Número de unidades locais: 120: unidades
Pessoal ocupado total: 1.115: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 28.125,22: reais
População residente : 2.017: pessoas
População residente - Homens: 1.023: pessoas
População residente - Mulheres: 994: pessoas
População residente alfabetizada: 1.852: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 451: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 1.710: pessoas
População residente, religião espírita: -: pessoas
População residente, religião evangélicas: 297: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 2.422,80: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 2.313,93: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 673,33: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 755,00: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,744:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Poço das Antas: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Poço das Antas? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: