Início » Piauí » Gilbués


Gilbués - Piauí



Gilbués faz parte do estado do Piauí.

Localizado a 481 m de altitude, o município encontra-se à latitude 09º49′54" sul e à longitude 45º20′38" oeste.

Sua população estimada em 2004 era de 10.886 habitantes.

História da cidade de A história de Gilbués apresenta controvércias quanto à sua fundação. Para uns, foi seu fundador o Sr. Zeferino Vieira, descendente de importantes familias do Ceará, o qual, por volta do ano de 1850, situou uma fazenda de gado, no local onde hoje se encontra a cidade de Gilbués, em virtude de campos vertejantes e aprazíveis, próprios ao desenvolvimento da pecuária. Mais tarde, com o desenvolvimento da fazenda e o aumento da população do locaal, doou o Sr. Zeferino Vieira meia legua de terra para a construção de uma capela, em torno da qual se desenvolveu a povoação que deu origem à atual cidade de Gilbués. Outros acreditam que a vila se desenvolveu sob os auspicios do piauiense Antônio Nogueira Paranaguá que, voltando das lutas nos campos paraguaios, "doou meia legua de terra para a construção de uma capela onde, futuramente, devia ser levantada a vila". Com a construção da capela e a afluência de alguns familias para aquele local, desenvolveu-se o povoamento da localidade a que se deu, de início, o nome de Santo Antônio de Glbués. Por efeito do Decreto estadual nº 68, de 14 de maio de 1891, o povoado de Santo Antônio de Gilbués foi elevado à categoria de vila, com a mesma denominação, inaugurada no dia 14 de junho de 1892.

Na guerra dos Balaios, Gilbués foi teatro de lutas sanguinolentas, destacando-se, dentre outros feitos, o ataque que desbaratou os rebeldes na Fazenda Santa Maria, depois de 4 a 5 horas de fogo cerrado. Por força da Lei estadual nº 581, de 9 de julho de 1910, foi mudado o nome de vila que, daquela data em diante, passou a denominar-se Gilbués. Na divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município de Gilbués compõe-se de um só distrito. O municipio foi extinto pelo Decreto estadual nº 1279, de 26 de junho de 1931, ficando o seu território anexado ao de Corrente até à vigência do Decreto estadual nº 1478, de 4 de setembro de 1933, que restaurou a sua autonomia. Pela divisão administrativa referente ao ano de 1933, o municipio de Gilbués permanece com um único distrito. Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, bem como no quadro anexo ao Decreto-lei estadual nº 52, de 29 de março de 1938, o município de Gilbués figura, igualmente, com um distrito - Gilbués, e é termo juridiciário de comarca de Bom Jesus, assim permanecendo no quadro pelo decreto estadual nº 147, de 15 de dezembro de 1938, para vigorar no quinquenio 1939-1943, consignando a elevação de vila à categoria de cidade. A comarca de Gilbués foi criada pelo Decreto estadual nº 247, de 1º de março de 1940. Na época a legislatura foi instalada em 1955, tendo eleito Prefeito o Sr. álvaro de Carvalho Melo e constituida a Câmara Municipal com 5 vereadores.

Fonte: IBGE

Autor do Histórico: CARLOS BENEVIDES AMORIM

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2016: 3.494,958: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 7: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 2.334: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 230: matrículas
Número de unidades locais: 122: unidades
Pessoal ocupado total: 798: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 15.878,66: reais
População residente : 10.402: pessoas
População residente - Homens: 5.213: pessoas
População residente - Mulheres: 5.189: pessoas
População residente alfabetizada: 6.990: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 4.096: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 9.347: pessoas
População residente, religião espírita: -: pessoas
População residente, religião evangélicas: 917: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 561,90: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 1.666,18: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 37,33: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 256,75: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,548:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística


Gilbués: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Gilbués? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: