Início » Pará » Marapanim


Marapanim - Pará



Marapanim faz parte do estado do Pará. Encontra-se a uma latitude 00º43′03" sul e a uma longitude 47º41′59" oeste, estando a uma altitude de 40 metros. A população avaliada em 2004 era de 27 171 habitantes. Possui uma área de 799,2,99km². O município é famoso por possuir praias paradisíacas. As mais famosoas são MARUDÁ, CAMARÁ, CRISPIM e SACAITEUA.

Marapanim é conhecida como "Terra do Carimbó". Seu principal compositor foi o mestre Lucindo Rabelo da Costa. Hoje existem vários conjuntos de carimbó que encantam dentro e fora de Marapanim. O Carimbó reúne música e dança. Os instrumentos são: CARIMBÓ (um tronco oco revestido em uma das pontas por couro de animal - veado, catitu, sucuri), MARACA, MILHEIRO, BANJO, PANDEIRO, FLAUTA. Enquanto os instrumentistas tocam e cantam músicas cujas letras falam da natureza, do amor, do mar, do céu, enfim, os dançarinos, geralmente em pares, usando roupas coloridas, dançam maravilhosamente, em coreografias que encantam turistas e nativos.

Além do destaque mundial de "terra do carimbó", Marapanim também já levou ao Pará, ao Brasil e ao mundo filhos ilustres no que diz respeito às letras. Destaque para os poetas JOAQUIM AMORAS CASTRO (in memoria), WILLAME COELHO e ADINALDO FAVACHO. O artesanato da região também é conhecido por sua beleza e versatilidade. Destaque para o famoso artesão e compositor PETER CAIA (Pit Caia, no dizer do povão).

História da cidade de Marapanim

O território do município, localizado na zona fisiográfica do Salgado, pertencera, remotamente, à fazenda Bom Intento, fundada pelos Jesuítas em fins do século XVIII.

Com a expulsão daqueles religiosos do domínio português, a fazenda fora entregue à prosperidade particular, até que, mais tarde, o Padre José Maria do Vale, dela separou uma parte e doou-a para formação do patrimônio de uma freguesia.

Sabe-se que, em 1833, Bom Intento já integrava a jurisdição da Vila de Cintra. Essa situação prolongou-se até 1869, quando a localidade adquiriu categoria de Freguesia, sob a invocação de Nossa Senhora da Vitória. Entretanto, continuou fazendo parte integrante daquele município até quando, em 1874, emancipou-se político-administrativamente com a denominação de Marapanim. Sua instalação oficial ocorreu, em 1878. Obteve, ainda, foros de Cidade, em 1895.

Anos depois, em 1930, Marapanim foi extinto e anexado ao município de Curuça, donde se restabeleceu no ano seguinte.

O topônimo indígena, de origem tupi decompõe-se nos étimos mará ou mbará e panim ou panã + i, que significa borboletinhas d′água ou do mar.

Gentílico: marapaniense

Formação Adminstrativa

Distrito criado com a denominação de Marapanim, pela lei provincial de nº 610, de 2110-1869, subordinado ao município de Curucá.

Elevado à categoria de vila com a denominação de Marapanim, pela lei provincial nº 802, de 04-03-1874, desmembrado de Curucá. Instalado em 15-01-1878.

Elevado à categoria de cidade e sede municipal com a denominação de Marapanim, pela lei estadual nº 324, de 06-07-1895.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído de 4 distritos: Marapanim, São Marcos, São José do Prado e Matapiquara.

Pela lei municipal nº 43, de 07-12-1911, são criados os distritos de Matapiquara, São Marcos e São José do Prado.

Pelo decreto estadual nº 6, de 04-11-1930, é extinto o município de Marapanim, sendo seu território anexado ao município de Vigia e São Caetano do Odivelas.

Pelo decreto estadual nº 78, de 27-12-1930, o distrito de Marapanim deixou de pertencer aos municípios de Vigia e São Caetano de Odivelas, sendo anexado ao município de Curuça.

Elevado novamente à categoria de município com a denominação de Marapanim, pela lei estadual nº 111, de 21-01-1931, desmembrado de Curuçá. Constituído de 2 distritos Marapanim e Curuçá. Reinstalado em 03-02-1931. Sob a mesma lei o município adquiriu dos municípios de São Caeteno de Odivelas e Vigia o distrito de Curuçá.

Pelo decreto-lei nº 680, de 27-06-1932, desmembra do município de Marapanim o distrito de Curucá, para formar o novo município de Castanhal.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído do distrito sede.

Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município é constituído de 4 distritos: Marapanim, Cuinarana, Marudá e Matapiquara.

Pelo decreto-lei estadual nº 3131, de 31-10-1938, Marapanim adquiriu do município de Curuçá o distrito de Monte Alegre do Maú Ex-Monte Alegre. Sob a mesma lei é criado o distrito de Cuinarama.

No quadro fixado para, vigorar no período de 1939 - 1943, o município é constituído de 5 distritos: Marapanaim, Cuinarana, Marudá, Matapiquara e Monte Alegre do Maú.

Pelo decreto-lei estadual nº 4505, de 31-12-1943, o distrito de Monte Alegre do Maú passou a denominar-se simplesmente Maú.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 5 distritos: Marapanim, Cuinarama, Marudá, Matapiquara e Maú.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

Pela lei estadual nº 2460, de 29-11-1961, é criado o distrito de Vista Alegre do Pará e anexado ao município de Marapanaim. Sob a mesma lei desmembra do município de Marapamin

o distrito de Cuinarana. Elevado à categoria de município com a denominação de Magalhães Barata.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 5 distritos: Marapanim, Marudá, Matapiquara, Monte Alegre do Maú ex-Monte Alelgre Maú e Vista Alegre do Pará.

Em divisão territorial datada de 18-VIII-1988, o município aparece constituído de 4 distritos: Marapamin, Marudá, Matapiquara e Monte Alegre do Maú.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2015: 795,987: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 14: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 5.440: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 1.527: matrículas
Número de unidades locais: 84: unidades
Pessoal ocupado total: 1.273: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 6.823,12: reais
População residente : 26.605: pessoas
População residente - Homens: 13.884: pessoas
População residente - Mulheres: 12.721: pessoas
População residente alfabetizada: 20.974: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 9.914: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 20.472: pessoas
População residente, religião espírita: 45: pessoas
População residente, religião evangélicas: 5.382: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 917,27: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 1.382,79: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 170,00: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 290,00: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,609:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Marapanim: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Marapanim? Então deixe seu comentário!


Comentários (1)

  1. Jessica Bessa's avatarJessica Bessa

    Marapanim umas das cidades mais lindas do Pará, natureza impecável, cidade pacata, linda!! Recomendo para os turistas!

    #1 – 25/02/2016 - 17:59

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: