Início » Mato Grosso do Sul » Inocência


Inocência - Mato Grosso do Sul



Inocência é uma cidade da região Centro-Oeste, localizado no estado de Mato Grosso do Sul.

As terras ocupadas pelo Município de Inocência, foram inicialmente povoadas por criadores de gado, que aí aportaram em busca de melhores pastagens para seus rebanhos. As terras foram loteadas e, iniciadas as vendas, foram aparecendo as primeiras construções. Surgia então um novo povoado que tomou a denominação de Bocaina, que depois passou-se a chamar São Pedro. Em 1943 o povoado teve posteriormente sua denominação alterada para Inocência. Com seus estabelecimentos já alicerçados, começaram a ressentir as dificuldades de comunicação e comercialização, pois se encontravam distantes dos núcleos urbanos. Em vista disso, tomaram a iniciativa de fundar, nestas paragens, um povoado e com essa finalidade, em 1947, reuniram-se Juventino Campos, João Barbosa Ferreira, Symphrônio Júnior, José Maria Albino, Francisco Albino, Antônio Ferreira Leal, Lauriston, Amâncio Nepomuceno, Franklin Gomes da Silva, Pedro Paulo de Queiróz, Alexandre Batista Garcia, Júlio José dos Santos, Aurélio Valadão e outros, estabelecendo, na ocasião, as bases empreendimento. Em nome de Alexandre Batista Garcia, Pedro Vilela Valadão e Raul Rached foram adquiridas, da Fazenda Bocaina, 4 alqueires goianos de terras, localizadas entre os córregos Sanfona e Viola. Em 1951, em imóvel cedido por Alexandre Batista Garcia, foi instalada a primeira escola, tendo como professora Maria Aurora de Oliveira. Nesse mesmo ano, por iniciativa e colaboração de seus habitantes, erigiu-se a Igreja Católica.

Em 17 de novembro de 1958, pela Lei Estadual nº 1129, Inocência é elevada à categoria de município, desmembrado de Paranaíba. Em 1977 o município passa a fazer parte do atual estado de Mato Grosso do Sul.

História da cidade de Inocência Mato Grosso do Sul - MS

As terras ocupadas pelo Município de Inocência, foram inicialmente povoadas por criadores de gado, que aí aportaram em busca de melhores pastagens para seus rebanhos.

Com seus estabelecimentos já alicerçados, começaram a ressentir as dificuldades de comunicação e comercialização, pois se encontravam distantes dos núcleos urbanos.

Em vista disso, tomaram a iniciativa de fundar, nestas paragens, um povoado e com essa finalidade, em 1947, reuniram-se Juventino Campos, João Barbosa Ferreira, Symphrônio Júnior, José Maria Albino, Francisco Albino, Antônio Ferreira Leal, Lauriston, Amâncio Nepomuceno, Franklin Gomes da Silva, Pedro Paulo de Queiróz, Alexandre Batista Garcia, Júlio José dos Santos, Aurélio Valadão e outros, estabelecendo, na ocasião, as bases empreendimento. Em nome de Alexandre Batista Garcia, Pedro Vilela Valadão e Raul Rached foram adquiridas, da Fazenda Bocaina, 4 alqueires goianos de terras, localizadas entre os córregos Sanfona e Viola.

As terras foram loteadas e, iniciadas as vendas, foram aparecendo as primeiras construções. Surgia então um novo povoado que tomou a denominação de Bocaina.

Em 1951, em imóvel cedido por Alexandre Batista Garcia, foi instalada a primeira escola, tendo como professora Maria Aurora de Oliveira. Nesse mesmo ano, por iniciativa e colaboração de seus habitantes, erigiu-se a Igreja Católica.

O povoado teve posteriormente sua denominação alterada para Inocência.

O topônimo do município foi adotado numa homenagem ao romance Inocência, de Alfredo de Escragnolle Taunay, Visconde de Taunay, cujo enredo retrata fatos e costumes da região.

Gentílico: inocentino

Formação Administrativa

Em divisões territoriais datadas de 31-12-1936 e 31-12-1937, figura no Município de Santana do Paranaíba o Distrito de São Pedro.

Pelo Decreto-Lei Estadual nº 208, de 26-10-1938, o Município de Santana do Paranaíba passou a denominar-se Paranaíba

Pelo Decreto-Lei Estadual nº 545, de 31-12-1943, o Distrito de São Pedro passou a denominar-se Inocência.

No quadro para vigorar no período de de 1954/1958, o Distrito de Inocência permanece no Município de Paranaíba.

Elevado à categoria de município com a denominação de Inocência, pela Lei Estadual nº 1129, de 17-11-1958, desmembrado de Paranaíba. Sede no antigo Distrito de Inocência. Constituído de 2 Distritos: Inocência e São Pedro. Instalado em 01-04-1959.

Em divisão territorial datada de I-VII-1960, município é constituído de 2 Distritos: Inocência e São Pedro.

Pela Lei Estadual nº 2070, de 14-12-1963, é criado o Distrito de São José do Sucuriú e incorporado ao Município de Inocência.

Pela Lei Estadual nº 2074, de 14-12-1963, é criado o Distrito de Morangas e incorporado ao Município de Inocência.

Em divisão territorial datada de I-I-1979, o Município é constituído de 4 Distritos: Inocência, Morangas, São José do Sucuriú e São Pedro.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 15-07-1999.

Alteração Toponímica Distrital

São Pedro para Inocência, alterada pela Lei Estadual nº 545, de 31-12-1943.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2016: 5.776,028: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 4: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 1.046: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 277: matrículas
Número de unidades locais: 370: unidades
Pessoal ocupado total: 1.369: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 27.150,43: reais
População residente : 7.669: pessoas
População residente - Homens: 3.964: pessoas
População residente - Mulheres: 3.705: pessoas
População residente alfabetizada: 6.159: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 1.928: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 5.979: pessoas
População residente, religião espírita: 70: pessoas
População residente, religião evangélicas: 1.067: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 1.413,59: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 2.092,05: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 416,67: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 510,00: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,681:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Inocência: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Inocência? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: