Início » Minas Gerais » Três Pontas


Três Pontas - Minas Gerais



Três Pontas é uma cidade localizada na região sul de Minas Gerais. É uma cidade com praticamente todas as ruas da zona urbana asfaltadas e serviços de água e esgoto para quase toda população. Com uma área de 689 quilômetros quadrados, o município possui cerca de 54 mil habitantes, o que resulta em uma densidade demográfica de 78,12 hab/km². A MG-167 é a única rodovia que passa pelo município, mas a Rodovia Fernão Dias, uma das principais rodovias do país, se encontra a menos de cinquenta quilômetros da cidade, passando por Varginha.

O município não possui relevo muito acidentado (a altitude média é de 900 metros), com apenas três regiões onde a altitude ultrapassa os 1100 metros em relação ao nível do mar. Uma delas é a Serra de Três Pontas, lugar muito conhecido tanto pelo seu formato peculiar quanto pela sua beleza natural. Os ribeirões das Araras e da Espera são os principais do município, desaguando ambos na Represa de Furnas. Os rios Verde e Sapucaí passam no limite sul e também são represados em Furnas. Os dois rios se encontram no distrito do Pontalete. Três Pontas está situada na Bacia Hidrógráfica do Rio Grande.

O clima ameno o ano todo propicia o cultivo do café, que é a maior riqueza econômica do município (conhecido por ser um dos maiores produtores nacionais), visto que no solo trespontano não são encontrados recursos minerais de importância. No município também se encontram o Distrito do Pontalete, que é banhado pela represa de Furnas, muito procurado por turistas por causa de suas belezas naturais, e o povoado do Quilombo Nossa Senhora do Rosário (antigamente chamado de Martinho Campos). A cidade faz parte do circuito turístico Vale Verde e Quedas D′Água.

História da cidade de TRÁS PONTAS MINAS GERAIS Monografia - n.oº 368 Ano: 1967

ASPECTOS HISTÁRICOS

NÁO, se tem notícia da existência de aldeamentos indígenas nas terras que correspondem ao atual Município de Três Pontas, embora existam indicaçãoes sobre a presença de silvícolas, primitivamente, no território em que se localizam os municípios de Guapé e Boa Esperança. Sabe-se, porém, que Bartolomeu Bueno do Prado, neto do Anhanguera, combateu quilombos na região, por ordem do governo da Capitania.

Destruídos os quilombos, Bento Ferreira de Brito, José Ferreira de Brito, João Faria Neves, José Joaquim dos Santos, Manoel de Sousa Diniz, Leonardo Lourenço e outros, requereram sesmarias naquela área , iniciando-se , assim, o povoamento do território, por volta de 1771.

O primitivo nome do arraial era São Gonçalo, conforme se depreende do testamento do doador do patrimônio, Capitão Bento Ferreira de Brito. Ao que parece, este nome seria homenagem de Ferreira de Brito a São Gonçalo do Amarante, natural da freguesia vinculada ao arcebispado de Braga (Portugal), ao qual pertencia, também, a freguesia onde aquele nascera.

O atual topônimo Três Pontas deve-se a serra do mesmo nome, situada a poucos quilômetros da Cidade. As primeiras casas construídas no povoado eram de pau-a-pique e adôbes, como ainda hoje o atestam algumas antigas residências. A 3 de outubro de 1794, nos últimos anos de sua vida, Ferreira de Brito doou um terreno para construção de uma capela, erguida, mais tarde, sob a invocação de Nossa Senhora da Ajuda.

Dedicaram-se os primeiros povoadores a agricultura e à pecuária.

A 14 de julho de 1832, foi criada a freguesia. Com a elevação do curato de Nossa Senhora da Ajuda à categoria de paróquia, Três Pontas experimentou um surto de progresso, retomado posteriormente quando da construção da antiga Estrada de Ferro Trespontana, graças ao trabalho do povo. Dai em diante, o desenvolvimento econômico da região foi contínuo. Duas raízes importantes destacam-se na história do município: o Barão da Boa Esperança, político de influência, de visão desenvolvimentista e grande benfeitor e Padre Vitor (Francisco de Paula Vitor) que foi pároco da cidade e era exemplo vivo de cristão. Fundou o Colégio Sagrada Família - a Escola Normal. Prestava assistência à população e a todos que a ele recorriam. Três Pontas é hoje importante centro de peregrinação dos devotos do "Santo" Padre Vitor.

GENTÁLICO: Trespontano.

Formação Administrativo

O Distrito foi criado por Decreto de 14 de julho de 1832. O Município, com território desmembrado do de Lavras pela Lei provincial n.o° 202, de 1.o° de abril de 1841. Pela Lei provincial n.o° 801, de 3 de julho de 1857, a Vila foi elevada a categoria de Cidade.

Em 1960, o Município era constituído de 3 distritos: Três Pontas, Santana da Vargem e Pontalete. Pela Lei estadual n.o° 2.764. de 30 de dezembro de 1962, que alterou a divisão administrativa e judiciária do Estado, o Município perdeu o distrito de Santana da Vargem, que adquiriu autonomia administrativa. Desta forma, o Município passou a ter 2 distritos: Três Pontas (sede) e Pontalete.

A Comarca de Três Pontas, criada pela Lei provincial n.o° 464, de 22 de abril de 1850, foi suprimida pela de n.o° 719, de 16 de maio de 1855. Restaurou-a no entanto, a Lei provincial n.o° 2.002, de 15 de novembro de 1873.

Atualmente, e de 2.oª entrância compreendendo, também, o termo de Santana da Vargem.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2015: 689,794: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 27: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 7.164: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 2.131: matrículas
Número de unidades locais: 1.475: unidades
Pessoal ocupado total: 11.402: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 17.515,50: reais
População residente : 53.860: pessoas
População residente - Homens: 26.705: pessoas
População residente - Mulheres: 27.155: pessoas
População residente alfabetizada: 45.886: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 14.910: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 45.900: pessoas
População residente, religião espírita: 363: pessoas
População residente, religião evangélicas: 6.367: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 1.415,67: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 2.392,07: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 403,33: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 510,00: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,731:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Três Pontas: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Três Pontas? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: