Início » Minas Gerais » São João del-Rei


São João del-Rei - Minas Gerais



São João del-Rei faz parte do estado de Minas Gerais. É a maior cidade Setecentista do estado. Encontra-se na Bacia do Alto Rio Grande. De acordo com o IBGE a cidade enquadra-se na região do Campo das Vertentes, sudeste de Minas Gerais. Polariza cidades de sua região e do Sul de Minas. Seu índice de desenvolvimento humano (IDH) é classificado como elevadíssimo, com 0,816.

Foi lançada no dia 7 de setembro de 2012 a sucursal da TV Integração (afiliada a Rede Globo) na região do Campo das Vertentes, a equipe de São João del Rei ficará responsável pela cobertura de 22 cidades das Vertentes e de parte do Sul de Minas. Além dessa nova sucursal a cidade já conta com uma emissora de TV (TV Campos de Minas) afiliada a Rede Minas que também gera programação local.

O aeroporto Prefeito Otavio de Almeida Neves, localizado na Regional Colônia (Zona Norte da cidade), é o mais importante da região.

História da cidade de SÁO JOÁO DEL REI MINAS GERAIS Monografia - n.oº 100 Ano: 1963

ASPECTOS HISTÁRICOS Os primeiros povoadores de São João del Rei foram paulistas, atraídos pelos cascalhos auríferos da bacia do rio das Mortes, que "assoalhavam o caminho trilhado pelos bandeirantes", denunciando os grandes depósitos de ouro da região. Em fins do século XVII, Tomé Portes del Rei, procedente de Taubaté, fixou-se as margens do rio das Mortes, no local a que chamava, por ser passagem de todas as embarcaçãoes "Porto Real da Passagem". Nesse local, ainda hoje denominado Porto Real, teve início o primeiro arraial. Em 1702 faleceu Tomé Portes del Rei, a quem fora conferido o direito de cobrança da passagem no Rio das Mortes. Sucedeu-o seu genro Antônio Garcia da Cunha. Até 1703, a importância do povoado decorria de sua situação como ponto de ligação com os Sertãoes de Caeté e a região das minas do Carmo, Ouro Preto e Sabará.

De 1703 a 1704, o português Manuel João de Barcelos descobriu, nas fraldas dos montes, ricas manchas de ouro, e os paulistas Pedro do Rosário e Lourenço da Costa iniciaram os trabalhos de faiscação Forasteiros e aventureiros começaram a afluir. Nas encostas das serras, atualmente denominadas Senhor do Monte e Mercês, onde ainda há reservas de ouro, surgiu o outro arraial - o do Rio das Mortes - com sua igrejinha (no local denominado Morro da Forca) consagrada a Nossa Senhora do Pilar, originando-se ai São João del Rei.

Na guerra entre paulistas e emboabas, ainda no início do século XVIII, foi o arraial do Rio das Mortes fortemente abalado com a morte e o afastamento dos paulistas, aos quais foram usurpadas as minas. Apesar dessas lutas e disputas, a povoação continuou a prosperar.

A construção da estrada de ferro (1878-1881) e a chegada, em 1886, de imigrantes italianos, procedentes de Bolonha e Ferrara, aceleraram o progresso do Município. Esses imigrantes, destinados a agricultura, localizaram-se na Várzea do Marçal, onde formaram as colônias do Marçal, Recondego e Felizardo, e na Fazenda José Teodoro. Posteriormente, grande número de sírios fixou-se no Município, dedicando-se de preferência ao comércio.

FORMAÁÁO ADMINISTRATIVA E JUDICIÁRIA

A freguesia de Nossa Senhora do Pilar data de 16 de fevereiro de 1724. O Município foi criado com sede no antigo arraial do Rio das Mortes e território desmembrado do termo da antiga Vila Rica - mais tarde Ouro Preto - a 8 de dezembro de 1713, recebendo o nome de São João del Rei, em homenagem a D. João V. A Lei provincial n.oº 93, de 6 de março de 1838, concedeu à sede municipal foros de cidade. Em 1953 perdeu o distrito de Nazareno para formar novo Município. Segundo a divisão administrativa vigente, o Município é composto dos distritos de São João del Rei (sede), Arcângelo, São Gonçalo do Amarante, Emboabas, Rio das Mortes, São Sebastião da Vitória e foram desmembrados os de Cassiterita e Santa Rita, ainda não instalados.

A comarca, criada com o nome de Rio das Mortes em 1714, recebeu, por força da Lei estadual número 11, de 13 de novembro de 1891, a denominação de São João del Rei.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2015: 1.452,002: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 39: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 10.304: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 3.353: matrículas
Número de unidades locais: 2.803: unidades
Pessoal ocupado total: 22.698: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 18.334,92: reais
População residente : 84.469: pessoas
População residente - Homens: 40.549: pessoas
População residente - Mulheres: 43.920: pessoas
População residente alfabetizada: 76.473: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 23.014: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 72.048: pessoas
População residente, religião espírita: 1.580: pessoas
População residente, religião evangélicas: 7.271: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 1.462,21: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 2.424,38: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 287,50: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 510,00: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,758:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

São João del-Rei: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de São João del-Rei? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: