Início » Minas Gerais » Jequitaí


Jequitaí - Minas Gerais



Jequitaí faz parte do estado de Minas Gerais.

Um próspero garimpo de diamantes formou o arraial que deu origem à cidade de Jequitaí. Era o arraial chamado Nossa Senhora da Conceição do Jequitaí.

Em 1884, o arraial é precocemente elevado à cidade mas, em 1890, desce dessa categoria e torna-se distrito de Montes Claros, com o nome de Vila Nova de Jequitaí. Volta a ser município definitivamente em 1948, com o nome atual.

História da cidade de Jequitaí

O município de Jequitaí tem sua história ligada ao ciclo do ouro, descoberto no ano de 1872, já no final do Império, por viajantes que faziam o trajeto Vila de Formigas, hoje Montes Claros (MG), para Vila Nossa Senhora do Bom Sucesso e Almas da Barra do Rio das Velhas, hoje Barra de Guaicuí, distrito de Várzea da Palma(MG). Ao atravessarem um rio, no lugar denominado Porto Inhay, encontraram diamantes de qualidade apreciável e ali se estabeleceram.

Depois, prosseguindo em sua viagem, chegaram à fazenda do Major Cipriano de Medeiros, mais tarde Barão de Jequitaí, a quem vendeu os diamantes, o Major, por sua vez os comercializou em Diamantina (MG). A notícia do descobrimento das preciosas pedras se espalhou, trazendo às margens do referido rio gente de toda a parte. Mais ou menos 500 garimpeiros que se acampavam em choças de palha e capim formavam um futuro arraial.

A maior parte de seus primeiros habitantes eram diamantinenses e, em homenagem a esses intrépidos, hoje existem na cidade algumas ruas com os nomes: Diamantina, Mendanha, Inhay, etc. Como o alimento básico de que os garimpeiros se serviam era o peixe, eles armavam um balaio (Jequi), no meio das pedras (Ita) dentro do rio (Hy), onde nasceu o nome Jequitaí, que até hoje se conserva, devido a sua origem e significado.

Gentílico: jequitaiense

Formação Administrativa

Pela Lei Provincial n°. 1996 de 14 de novembro de 1873, foi elevado à categoria de Vila de Jequitaí, com sede no Arraial do Senhor do Bonfim, então município de Montes Claros (MG). Dois anos depois, a Lei n°. 2145 transformou a Vila de Jequitaí em distrito de Montes Claros (MG).

Pela Lei Provincial n°. 2810 de 04 de outubro de 1881, foi a sede transferida para o Arraial de Nossa Senhora da Conceição de Jequitaí, e mais tarde elevada à cidade de Jequitaí, pela Lei Provincial n°. 3276, de 30 de outubro de 1884, época esta de notório desenvolvimento, motivado pela lavoura, e, em grande parte, pela extração de seus diamantes.

No entanto o povo de Jequitaí gozou as regalias de cidade por pouco tempo, já que a Lei n°. 44 de 17 de abril de 1890 reduziu a cidade a um simples distrito, passando a denominar-se Vila Nova de Jequitaí, sofrendo um grande revés, voltando a pertencer a Montes Claros (MG).

Em 1948 foi proclamada a independência político-administrativa de Jequitaí, sendo elevada novamente a categoria de cidade pela Lei n°. 336 de 27 de dezembro de 1948, constituído somente do distrito da sede.

Fonte: Prefeitura Municipal de Jequitaí (MG). Secretaria Municipal de Educação.

Autor do Histórico: ADÁLIO ALVES LEAL

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2015: 1.268,443: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 6: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 1.051: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 299: matrículas
Número de unidades locais: 77: unidades
Pessoal ocupado total: 820: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 8.661,06: reais
População residente : 8.005: pessoas
População residente - Homens: 4.031: pessoas
População residente - Mulheres: 3.974: pessoas
População residente alfabetizada: 6.003: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 2.338: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 6.269: pessoas
População residente, religião espírita: 30: pessoas
População residente, religião evangélicas: 830: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 994,00: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 1.224,96: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 250,00: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 302,50: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,643:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Jequitaí: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Jequitaí? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: