Início » Minas Gerais » Cláudio


Cláudio - Minas Gerais



Cláudio faz parte do estado de Minas Gerais. Encontra-se a uma latitude 20º26′36" sul e a uma longitude 44º45′57" oeste, estando a uma altitude de 832 metros. De acordo com o censo realizado pelo IBGE em 2010, sua população é de 25.636 habitantes . Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, em junho de 2011 registram-se em Cláudio 18.436 eleitores . Cláudio é o maior pólo fundiário da América Latina. A cidade também é conhecida por ser a "cidade dos apelidos", pois a maioria de seus habitantes possuem algum apelido. Possui uma área de 632,12 km².

Antes da chegada dos primeiros bandeirantes paulistas e portugueses no início do século XVIII, de passagem para o sertão goiano, a região era habitada por índios Cataguás que foram precedidos por índios de origem Carijó e Goianaz. Mais tarde, a procura de ouro, intalaram-se as margens do córrego Lavapés as duas famílias dos primeiros morados portugueses: João Ferreira Antunes e Manoel Borges Homem do Rego. Fruto da mineração de ouro, outras famílias também se instalaram no local o que originou a primeira aglomeração populacional. Com o fim da exploração do ouro na região, a população passou a se dedicar a pecuária e agricultura.

História da cidade de CLÁUDIO MINAS GERAIS

Os primitivos habitantes da região de Formiga onde hoje se localiza o município foram os índios Carijós e Goianazes expulsos mais tarde pelos ferozes Cataquás. Os primeiros brancos a pisarem a região foram bandeirantes paulistas e portugueses que por volta de 1700, por ali passaram em demanda ao sertão goiano. Os primeiros moradores da região foram João Ferreira Antunes e Manoel Borges Homem do Rego, portugueses, que ali aportavam com suas famílias provavelmente em busca de ouro. Instalaram-se em barracas às margens do córrego que então tomou o nome de Lavapés.

Com a mineração de ouro, várioas outras famílias instalaram-se no local, formando

o primeiro núcleo populacional. Com o tempo, esgotando-se as reservas auríferas, passaram os moradores a explorarem a agricultura e pecuária.

Conta a história que o escravo de um dos fundadores do local, de nome Cláudio, saiu em sondagem pelos arredores e descobriu ao fim do córrego, um Ribeirão. Comunicada a nova, as duas famílias resolveram ir ver o "Ribeirão do Cláudio". Desde então conservou-se o nome de Cláudio para toda a região, que vio formar, mais tarde, o município ainda assim hoje denominado.

GENTÁLICO: CLAUDIENSE

FORMAÁÁO ADMINISTRATIVA:

Distrito de Aparecida do Cláudio, criado por Lei Provincial n°. 913, de 8 de junho de 1858, e Lei Estadual n°. 2, de 14 de setembro de 1891. Vila criada com a mesma denominação de Aparecida do Cláudio por Lei Estadual n°. 556, de 30 de agosto de 1911. Desmembrada do Município de Oliveira.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o Município de Aparecida do Cláudio se compãoes de 1 Distrito, Aparecida do Cláudio, criado também pela citada Lei

556. A vila foi instalada em 1 de junho de 1912. Nos quadros de apuração do Recenseamento Geral de 1-IX-1920, o Município de Aparecida do Cláudio permanece com 1 Distrito, Aparecida do Cláudio. Em virtude da Lei Estadual n°. 843, de 7 de setembro de 1923, o Município de Aparecida do Cláudio passou a denomina-se Cláudio. Pela referida Lei 843, foi criado no Município de Cláudio o Distrito de Itamembé, constituído com território desmembrado do Distrito de Cláudio. Pela Lei 843, o Município de Cláudio ( antiga Aparecida do Cláudio) se compãoe de 2 Distritos: Cláudio (antiga Aparecida do Cláudio) e Itamembé. A sede municipal foi elevado à categoria de cidade por Lei Estadula n°. 893, de 10 de setembro de 1925.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o Município de Cláudio permanece com 2 Distritos: Cláudio e Itamembé.

Em divisãoes territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, bem como no quadro anexo ao Decreto-Lei Estadual n°. 88, de 30 de março de 1938, o Município de Cláudio figura com os mesmos distritos, citados na divisão de 1933 - e é têrmo judiciário da comarca de Oliveira. Pelo Decreto-Lei Estadula n°. 148, de 17 de dezembro de 1938,

o Município de Cláudio adquiriu para o Distrito de Cláudio parte do território do Município de Itapecerica. Em 1939-1943, o Município de Cláudio é composto dos Distritos de Cláudio e Itamembé - e continua como têrmo judiciário da comarca de Oliveira. Pelo Decreto-Lei Estadual n°. 1958, de 31 de dezembro de 1943, p Município de Cláudio adquiriu para p Distrito de Cláudio, parte do território do Distrito de Marilândia, do Município de Itapecerica. No quadro fixado pelo referido Decreto-Lei n°. 1058 para vigorar no qüinqüênio 1944-1948, o Município de Cláudio ficou composto igualmente dos Distritos de Cláudio e Itamembé - e permanece como têrmo judiciário da comarca de Oliveira. Aparece no quadro fixado pela Lei n°. 336, de 27-XII-1948 para o período de 1949-1953, composto dos Distritos de Cláudio e Monsenhor João Alexandre (ex-Itamembé).

Assim permanecendo no fixado pela Lei n°. 1039, de 12-XII-1953 para vigorar em 1954-1958, comarca de Cláudio. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2016: 630,706: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 21: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 3.669: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 1.075: matrículas
Número de unidades locais: 884: unidades
Pessoal ocupado total: 8.810: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 18.009,23: reais
População residente : 25.771: pessoas
População residente - Homens: 13.088: pessoas
População residente - Mulheres: 12.683: pessoas
População residente alfabetizada: 22.630: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 7.112: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 23.435: pessoas
População residente, religião espírita: 109: pessoas
População residente, religião evangélicas: 1.488: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 1.635,75: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 2.216,18: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 465,00: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 521,00: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,709:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Cláudio: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Cláudio? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: