Início » Goiás » Goiandira


Goiandira - Goiás



Goiandira é uma cidade do sul do estado de Goiás. Sua população segundo o Censo IBGE 2010 é de 5 265 habitantes.

A região onde atualmente se localiza a cidade de Goiandira já foi terra dos Caiapós originários de Araxá e que se espalharam por quase todo o Triângulo Mineiro. A partir da segunda metade do século XVII, instalaram-se lá as expedições bandeirantes, dando início à ocupação portuguesa do território. A região integrava a Sesmaria de Campo Limpo, parte do antigo e vasto Sítio do Catalão.

No século XIX chegaram à região tropeiros, carreiros e várias famílias em busca de terras. Tomás Garcia recebeu a posse de grande parte das terras que compunham a Sesmaria de Campo Limpo. A estação férrea da Fazenda Campo Limpo, que recebeu o nome Goiandira por determinação do engenheiro da ferrovia, foi a primeira estação ferroviária do estado de Goiás, inaugurada em 24 de fevereiro de 1913. A estação era parte da linha Araguari-Goiandira da E.F.Goiaz e foi aberta a partir de Araguari, onde já estavam os trilhos da Mogiana desde o ano de 1896. Seu primeiro trecho, em 1911, ia até a ponte sobre o Rio Paranaíba, na divisa entre os Estados de Minas Gerais e Goiás.

História da cidade de Goiandira

O território de Goiandira foi habitado primitivamente pela tribo dos Caiapós, da região de Araxá, espalhada por quase todo o Triângulo Mineiro, e cuja existência é comprovada pela família dos Bugres ali falecidos em 1940, além dos restos de utensílios de barro encontrado sem escavações às margens do córrego adjacentes.

Em 1800, Tomás Garcia, vindo de Minas Gerais, tomou posse de vasta extensão de terras que compunham a sesmaria de Campo Limpo, transmitindo metade das terras a Jerônimo Teixeira, ao preço de cem réis o alqueire. Esses conquistadores e os tropeiros e carreiros foram os devassadores da região.

O povoado de Campo Limpo crescia lentamente, até que chegaram os trilhos da Estrada de Ferro Goiás dando-lhe vigoroso impulso econômico. Elevou-se a distrito, em 25 de janeiro de 1915, pela Lei Municipal nº 39, de Catalão.

Ao atingir um bom nível de desenvolvimento, gerado mormente pela ferrovia, deu-se sua emancipação, pelo Decreto-Lei 799, de 6 de março de 1931, instalando-se o município em 6 de maio do mesmo ano, com a denominação de GOIANDIRA, nome da Estação local.

Gentílico: goiandirense

Formação administrativa

Distrito criado com a denominação de Goiandira, pela lei municipal nº 39, de 25-01-1915, subordinado ao município de Catalão.

Nos quadros de apuração do Recenseamento Geral de 1-IX-1920, o distrito de Goiandira figura no município de Catalão.

Elevado à categoria de município com a denominação de Goiandira, pelo decreto estadual nº 799, de 06-03-1931, desmembrado de Catalão. Sede no antigo distrito de Goiandira. Constituído de 2 distritos: Goiandira e Cumari, ambos desmembrados de Catalão. Instalado em 06-05-1931.

Pelo decreto estadual n º 1112, de 28-05-1931, o município de Goiandira adquiriu do município de Corumbaíba o distrito de Nova Aurora.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 3 distritos: Goiandira, Cumari e Nova Aurora.

Pela lei estadual nº 38, de 10-12-1947, desmembra do município de Goiandira o distrito de Cumari. Elevado à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 2 distritos: Goiandira e Nova Aurora.

Pela lei estadual nº 881, de 11-11-1953, desmembra do município de Goiandira o distrito de Nova Aurora. Elevado à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2015: 564,687: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 4: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 666: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 191: matrículas
Número de unidades locais: 115: unidades
Pessoal ocupado total: 557: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 15.631,62: reais
População residente : 5.265: pessoas
População residente - Homens: 2.633: pessoas
População residente - Mulheres: 2.632: pessoas
População residente alfabetizada: 4.538: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 1.373: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 3.382: pessoas
População residente, religião espírita: 279: pessoas
População residente, religião evangélicas: 1.282: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 1.352,64: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 2.102,41: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 510,00: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 533,33: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,760:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Goiandira: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Goiandira? Então deixe seu comentário!


Comentários (1)

  1. Elissa Gomes Melo Barrios's avatarElissa Gomes Melo Barrios

    Nasci em Goiadira aos 10/08/1946. Fui alfabetizada no Colégio Sta Maria Gorete e fiz minha primeira comunhão na Igreja da Praçinha, ao lado do Colégio. Ainda me lembro como se fosse hoje: meus colegas e coleguinhas, o Frei João, a Irmã Celestina...

    Minha mãe faleceu um 6/4/1954, e mudamos, com muito pesar, para Goiânia.

    Retornei poucas vezes, mas amo Goiandira e nunca pude esquecê-la. Pelo contrário, a medida que envelheço, sinto-me mais atraída.

    Em junho/2016, com minhas irmãs e sobrinho_as, fizemos uma "peregrinação" a antiga Igreja e ao Cemitério, onde foi enterrada nossa mãezinha Maria Justina Gomes.

    Já não existe a casa em que nasci e nem os amigos da minha família vive mais na querida eis Terre Branca.

    No entanto, encontrei amigos novos. Gente com coração tão nobre que convido a pessoas do mundo inteiro para ir a Goiandira para inspirar-se no precioso dom da receptividade, principalmente hoje que estamos esquecendo o precioso dom de " ser gente".

    Te amo Goiandira!

    #1 – 26/06/2016 - 15:22

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: