Início » Ceará » Cedro


Cedro - Ceará



Cedro faz parte do estado do Ceará. Encontra-se a uma latitude 06º36′24" sul e a uma longitude 39º03′44" oeste, estando a uma altitude de 250 metros. A população avaliada em 2004 era de 24.643 habitantes. Possui uma área de 678,86km².

O topônimo Cedro é uma alusão a abundância da árvore existente na região no município. Sua denominação original era Fazenda Cedro, depois Cedrinho de Açucar e desde 1920, Cedro.

As terras da região compreendida entre as serras: da Mutuca, de Santa Maria e do Boqueirão; e entre os rios Jaguaribe e Salgado, eram habitados por diversas etnias, entre elas os índios Icó, Icozinho e Quixelô,. A expansão da pecuária no século XVII e a mineração no século XVIII, surgem fazendas de gado, uma das maiores foi a Fazenda do Cedro. A cidade de Cedro tem como marco inicial a compra da Fazenda Cedro pelo Sr. João Cândido da Costa, que contava com duas casas: uma localizada no morro e a outra na parte baixa, no meio do Carnaúba. Nesse período registrou-se doações de terrenos, propiciando o povoamento. A necessidade de intercâmbio entre Crato e Fortaleza, favoreceu a construção da estrada de ferro que muito favoreceu a Fazenda, elevando-a a categoria de vila. Em 1915 houve uma seca que assolou o Ceará, logo após chegou à Fazenda Dr. Zabulon com uma turma de operários para a construção da ferrovia que hoje liga Fortaleza à Crato e que teria que passar pela Fazenda onde tinha abundancia de água para abastecer o pessoal. Em 15 de Novembro de 1916, a via-férrea ligando Fortaleza à Crato foi inaugurada, em convênio com o Governo Federal. Neste dia veio a Cedro o ilustre Senador João Tomé da Silva, governador do [Ceará]. A estação ferroviária encontra-se na Rua Dr. Francisco Sá. Senador João Tomé bastante comovido com o dinanismo do Sr. João Cândido, elevou o povoamento de Cedro à categoria de vila, pertencente ao município de Várzea Alegre. A partir de então, o povoado de Cedro começa a ter novo impulso. Nos primeiros anos de desenvolvimento surge um evidente desejo de independência, conclamando o povoado a lutar cada dia com maior impulso para a transformação da vila em cidade. Pouco a pouco erguiam-se casas, fundaram-se fornecimentos e capelinhas. De início, recebeu o nome de "Cedrinho de Açúcar" pelos habitantes da época, como um atestado de bondade e atração do lugar. Foi exatamente nesse tempo que o nome de João Cândido projetou-se rapidamente no anuário da região, atingindo o ápice do prestígio social local por ele ser a única autoridade para resolver todos os casos.] Conta-se que em 1900 vinha de Roma, o patriarca do Juazeiro do Norte, Padre Cícero, acompanhado de sua comitiva. Parando na Fazenda Cedro teve carinhosa acolhida por parte do proprietário e moradores. Passou parte do dia, almoçou e repousou um pouco. Na hora de sua partida, recostado no alpendre da casa grande da fazenda e o carnaubal, dizendo que dali haveria de nascer um cidade. A notícia da profecia se espalhou rapidamente e a mercê de Deus.

História da cidade de Cedro Ceará - CE

Para conhecer a origem da cidade de Cedro, faz-se necessário uma restrospectiva da sua história. Serão ressaltados os tópicos que denotam maiores relevâncias.

A cidade de Cedro teve com marco inicial a Fazenda Cedro comprada pelo Sr. João Cândido em 1908, que contava com duas casas: uma localizada no alto do morro e a outra na parte baixa, no meio do carnaubal. Nesse período registra-se doações de terrenos para construção de casas, propiciando o povoamento.

A necessidade de intrercâmbio entre Fortaleza e Crato, favoreceu a construção da estrada de ferro que muito beneficiou a supracitada Fazenda, elevando-a a categoria de Vila.

Em 1915, houve uma seca que assolou o Ceará. Logo após chegou a Fazenda de Cedro o Dr. Zabufon com uma turma de operários para a construção da ferrovia que hoje liga Fortaleza à Crato e que teria que passar pela Fazenda onde havia abundância d`água para abastecer todo o pessoal.

Em 15 de novembro de 1916, a via-férrea ligando Fortaleza a Crato foi inaugurada, em convênio com Governo Federal. Neste dia veio a Cedro o ilustre Senador João Tomé de Sabóia e Silva, Governador do Ceará. A estação ferroviária encontra-se à rua Dr. Francisco Sá.

O Senador João Tomé, bastante comovido com o dinamismo do Sr. João Cândido, elevou o povoamento de Cedro à categoria de Vila, pertencente ao município de Várzea Alegre. A partir de então, o povoado de Cedro começa a ter novo impulso. Nos primeiros vagidos de desenvolvimento surge um evidente desejo de independência, conclamando o povoado a lutar cada dia com maior impulso para transformação de Vila em Cidade.

Pouco a pouco erguiam-se casas, fundaram-se fornecimento e capelinhas.

De início, recebeu o nome de "Cedrinho de Açucar" pelos habitantes da época, como um atestado de bondade e atração do lugar. Foi exatamente nesse tempo que o nome de João Cândido projetou-se rapidamente no anuário da região, atingindo o ápice do prestígio social local, por ele ser a única autoridade para resolver todos os casos.

Gentílico: cedrense ou cedroense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Cedro, por ato provincial de 24-02-1881.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito de Cedro, figura no município de Várzea Alegre.

Elevado à categoria de vila com a denominação de Cedro, pela lei estadual nº 1725, de 09-07-1920, com território desmembrado dos vizinhos municípios de Várzea Alegre, Lavras da Mangabeira, Icó e Iguatu. Sede no atual distrito de Cedro. Constituído do distrito sede. Instalado em 21-10-1920.

Elevado à condição de cidade com a denominação de Cedro, pela lei estadual nº 2255, de 19-08-1925.

Pelo decreto estadual nº 1156, de 04-12-1933, é criado o distrito de Várzea da Conceição e anexado ao município de Cedro.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município aparece constituído de 3 distritos: Cedro, Jacu e Várzea da Conceição.

Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.

Pelo decreto estadual nº 448, de 20-12-1938, o distrito de Jacu foi extinto, sendo seu território anexado ao distrito sede do município de Cedro e ainda sob o mesmo decreto o distrito de Várzea da Conceição passou a denominar-se simplesmente Várzea.

Em divisão administrativa referente ao ano de I-VII-1950, o município é constituído de 2 distritos: Cedro e Várzea.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

Pela lei estadual nº 6661, de 14-10-1963, desmembra do município de Cedro o distrito de Várzea. Elevado à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 12-XII-1963, o município é constituído do distrito sede.

Pela lei estadual nº 8339, de 14-12-1965, Cedro adquiriu o extinto município de Várzea com a denominação de Várzea da Conceição, pois o mesmo foi criado e não instalado.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1968, o município é constituído de 2 distritos: Cedro e Várzea da Conceição.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 17-I-1991.

Pela lei municipal nº 22, de 30-11-1992 é criado o distrito de Assunção e anexado ao município de Cedro.

Pela lei municipal nº 26, de 11-07-1990 é criado o distrito de Lagedo e anexado ao município de Cedro.

Pela lei municipal nº 25, de 11-7-1990 é criado o distrito de Candeias e anexado ao município de Cedro.

Pela lei municipal nº 24, de 11-07-1990 é criado o distrito de Santo Antônio e anexado ao município de Cedro.

Pela lei municipal nº 27, de 11-07-1990 é criado o distrito de São Miguel e anexado ao município de Cedro

Em divisão administrativa referente ao ano de 1-VI-1995, o município é constituído de 7 distritos: Cedro, Assunção, Candeias, Lagedo, Santo Antônio, São Miguel e Várzea da Conceição.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2015: 725,798: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 26: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 3.787: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 1.132: matrículas
Número de unidades locais: 311: unidades
Pessoal ocupado total: 1.590: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 6.626,66: reais
População residente : 24.527: pessoas
População residente - Homens: 12.108: pessoas
População residente - Mulheres: 12.419: pessoas
População residente alfabetizada: 16.668: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 8.194: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 20.969: pessoas
População residente, religião espírita: 40: pessoas
População residente, religião evangélicas: 2.826: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 757,70: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 1.304,43: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 170,00: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 270,00: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,627:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Cedro: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Cedro? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: