Início » Bahia » Gongogi


Gongogi - Bahia



Gongogi faz parte do estado da Bahia. A população avaliada em 2004 era de 11.328 habitantes.

Histórico

′Formação Administrativa′ Distrito criado com a denominação de Gongogi (ex-povoado de Pedrinhas), pela lei estadual nº 628, de 30-12-1953, com terras desmembradas do distrito de Tapirama, subordinado ao município de Ubaitaba. Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o distrito de ongogi, figura no município de Ubaitaba. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960. Elevado à categoria de município com a denominação de Gongogi, pela lei estadual 1668, de 12-06-1962, desmembrado de Ubaitaba. Sede no antigo distrito de Gongogi. Constituído de 2 distritos: Gongogi e Tapirama, ambos desmembrados de Ubaitaba o distrito sede. Instalado em 07-04-1963. Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 2 distritos: Gongogi e Tapirama. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

História da cidade de Gongogi

O povoamento do atual Município de Gongogi teve início com a formação de duas aglomerações distintas.

Em 1928, Petrolino Araújo da Silva, Deocleciano Alves Ferreira, Sebastião Alves Ferreira e Clarino Rodrigues se estabeleceram às margens do Rio de Contas, em terrenos de propriedade de João Caetano Muniz e Claudiano Muniz e requereram ao Dr. Renato Laport, Delegado de Terras do Município de Itapira da Comarca de Itacaré, o desmembramento de sete hectares de terra das propriedades acima e fundaram o povoado de Itajaí. Construíram casas, escolas e edificaram uma capelinha consagrada a São Benedito. Seu desenvolvimento foi rápido, em 1934 foi o povoado elevado à categoria de Distrito de Paz, com mesmo nome, do município de Itapira (atual Ubaitaba) da Comarca de Itacaré. Em 1944 passou a denominar-se Distrito de Tapirama.

Por outro lado, em 1935, os fazendeiros Manoel Euzébio de Vasconcelos Couro, José Queiroz e o posseiro Jorge Kalid, construíram as primeiras casas para trabalhadores, às margens do Rio Gongogi, em terrenos de suas propriedades denominadas Pedrinhas e São José e construíram a Capela de Nossa Senhora Santana, cuja imagem fora trazida pelo Coronel Manduca e recebida pelos moradores com grande manifestação de fé. Poucos anos depois, estava formado o Povoado de Pedrinhas, cujo nome originou-se pelo fato de no local existir grande quantidade de pedras.

Em 1942, chegou àquele Povoado a locação da Estrada de Rodagem da BA-2, que partindo de Jequié a Itabuna, atravessaria toda aquela extensão de terras, ligando o Povoado ao Distrito de Ubatã e à Cidade de Ubaitaba, localidades mais próximas. Em 1945 já bastante adiantados os trabalhos de pavimentação da BA-2, veio o Povoado a sentir os primeiros sinais do progresso, com a construção de uma ponte de cimento armado sobre o Rio Gongogi. Era a estrada rasgando aquela vasta região, constituindo-se na única via para escoamento dos produtos, gerando riquezas e melhorando consideravelmente a vida de um povo.

Com a chegada dos garimpeiros (denominação usada usada na região para aqueles que trabalhavam na pavimentação da estrada), construíram-se casas, escolas e reformaram a Igreja de Nossa Senhora Santana. No ano seguinte, Eduardo Vasconcelos, filho de Manoel Euzébio de Vasconcelos (falecido) dividiu em pequenos lotes as terras de sua propriedade e distribuiu aos interessados para construção de casas, cuja atitude muito contribuiu para o desenvolvimento daquele povoado.

Gentílico:

Formação Administrativa

Em 22.06.54, o povoado foi elevado à categoria de Distrito de Pedrinhas, do Município de Ubaitaba, ficando em igual condição o Distrito de Tapirama.

Em 12.04.62, por força do Decreto nº 1.668, que trata das Emancipações, foi criado o Município de Gongogi desmembrado do Município de Ubaitada, e elevada a Sede à categoria de cidade, passando o Distrito de Tapirama a pertencer ao município recém-criado.

Fonte: IBGE

Autor do Histórico: EDIGAR ALVES GOUVEIA

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2016: 202,194: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 5: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 1.057: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 208: matrículas
Número de unidades locais: 51: unidades
Pessoal ocupado total: 502: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 6.914,46: reais
População residente : 8.357: pessoas
População residente - Homens: 4.235: pessoas
População residente - Mulheres: 4.122: pessoas
População residente alfabetizada: 5.530: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 2.964: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 5.318: pessoas
População residente, religião espírita: 19: pessoas
População residente, religião evangélicas: 1.428: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 932,09: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 881,94: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 210,00: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 200,00: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,576:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística


Gongogi: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Gongogi? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: