Início » Bahia » Curaçá


Curaçá - Bahia



Curaçá faz parte do estado da Bahia. A população avaliada em 2004 era de 30.866 habitantes.

A literatura registra dados históricos de Curaçá a partir do século XVI. Em 1562 o jesuíta Luís de Gran iniciou os trabalhos de catequese com os índios que habitavam o Vale do São Francisco. Por volta de 1593 o bandeirante Belchior Dias Moreira chegou às terras de Pambú, que veio a ser a primeira sede do município. Na ocasião o referido bandeirante desbravou também a Serra do Ouricuri, hoje conhecida como Serra da Borracha. Com o aparecimento de uma imagem de Santo Antônio no lugar denominado Pambú, foi edificada a capela formando um povoado com a presença de muitos religiosos. Por força do Decreto Imperial de 6 de julho de 1832, o povoado de Pambú foi erigido à categoria de vila, compondo a sua área territorial os atuais municípios de Curaçá, Abaré, Chorrochó e Macururé, entre outros. Essa é considerada a data de criação do atual município de Curaçá. A resolução nº 488, de 6 de junho de 1853, transfere a sede da vila de Pambú para o povoado de Capim Grosso, vila que pelo Ato nº 59 de 10 de julho de 1890 foi denominada Curaçá. Até 1938 havia municípios no Brasil com mais de uma cidade e outros, como Curaçá, que até a sede do município era vila. Por recomendação do IBGE, foi criado o Decreto-Lei nº 311, de 25 de Março de 1931 e o Decreto Estadual nº 10.724, de 30 de Março de 1938. Todas as sedes de município passam a ser cidade, entre elas Curaçá. Atualmente o município é constituído pelos distritos Sede, Barro Vermelho, Poço de Fora, Riacho Seco e Patamuté. Constitui-se também pelo perímetro irrigado Projeto Curaçá, os povoados de Mundo Novo, São Bento, Pedra Branca e treze povoados no limite com Abaré e as agrovilas, formadas por reassentamentos agrícolas, em decorrência da Barragem de Itaparica. Limita-se com Juazeiro, Jaguarari, Uauá, Chorrochó, Abaré e com o Rio São Francisco, numa extensão de 120km.

Santo da Igreja Católica Apostólica Romana. Descendente de escravos oriundos da Etiópia, São Benedito nasceu na Sicília, sul da Itália, em 1526, no seio de família pobre. Foi pastor de ovelhas e lavrador. Tinha o apelido de mouro pela cor de sua pele. Aos 18 anos de idade já havia decidido consagrar-se ao serviço de Deus e aos 21um monge dos irmãos eremitas de São Francisco de Assis o chamou para viver entre eles. Fez votos de pobreza, obediência e castidade e, coerentemente, caminhava descalço pelas ruas e dormia no chão sem cobertas. Era muito procurado pelo povo, que desejava ouvir seus conselhos e pedir-lhe orações. Cumprindo seu voto de obediência, depois de 17 anos entre os eremitas, foi designado para ser cozinheiro no Convento dos Capuchinhos. Sua piedade,sabedoria e santidade levaram seus irmãos de comunidade a elegê-lo Superior do Mosteiro, apesar de analfabeto e leigo, pois não havia sido ordenado sacerdote. Seus irmãos o consideravam iluminado pelo Espírito Santo, pois fazia muitas profecias. Ao terminar o tempo determinado como Superior, reassumiu com muita humildade e alegria suas atividades na cozinha do convento. Sempre preocupado com os mais pobres do que ele, aqueles que não tinham nem o alimento diário, retirava alguns mantimentos do Convento, escondia-os dentro de suas roupas e os levava para os famintos que enchiam as ruelas das cidades. Conta a tradição que, em uma dessas saídas, o novo Superior do Convento o surpreendeu e perguntou: Que escondes aí, embaixo de teu manto, irmão Benedito E o santo humildemente respondeu: Rosas, meu senhor! e, abrindo o manto, de fato apareceram rosas de grande beleza e não os alimentos de que suspeitava o Superior. São Benedito morreu aos 63 anos, no dia 4 de abril de 1589, em Palermo, na Itália. Reverenciado e amado no Brasil inteiro, é um dos santos mais populares do país, principalmente entre a população de origem africana, que o associa aos padecimentos do negro brasileiro. Em Curaçá os festejos em sua homenagem acontecem nos dias 30 e 31 de dezembro.

História da cidade de Curaçá Bahia - BA

A região era primitivamente habitada pelos índios tapuias.

A primeira penetração no território se deu em 1562, pelo Padre Luis da Grã, em missão de categuese. A bandeira de Belchior Dias também contribuiu para o desbravamento das terras, penetrando no sertão baiano, fundando a povoação Pambu.

Em 1809, o capitão-mor João Francisco dos Santos, doou o sítio Bom Jesus da Boa Morte a seu filho Florêncio Francisco dos Santos. Nesta mesma época, o padre José Antônio de Carvalho ali se estabeleceu, edificando a igreja do Bom Jesus da Boa Morte, formando em torno dela o povoado.

Criou-se o município com sede em Pambu, em 1832.

Em 1853, em face da decadência de Pambu, transferiu-se a sede municipal para Bom Jesus da Boa Morte, alterando-se o topônimo para Capim Grosso.

O topônimo foi mudado para Curaçá, em 1890, sendo uma corruptela da palavra portuguesa cruz, tal como a usavam os índios catechumenos.

Curaçá teve seu território desmembrado, em 1952, para formar o município de Chorrochó.

Os nativos de Curaçá são chamados curaçaenses.

Gentílico: curaçaense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Pambu, em 1714.

Elevado à categoria de vila com a denominação Pambu, pelo decreto de 06-061832, desmembrado de Joazeiro atual Juazeiro. Sede na povoação de Pambu. Instalada em 17-05-1834.

Pela lei provincial nº 488, de 06-06-1853, vila de Pambu passou a denominar-se Capim Grosso. Reinstalada em 1854.

Elevado à condição de cidade com a denominação Curaçá, pelo ato nº 59, de 10-081890,

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município aparece constituído de 6 distritos: Curaçá, Ibó, Chorrochó, Patamuté, Várzea da Ema e Barro Vermelho.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 5 distritos: os mesmos supra citados, comexceção do distrito de Várzea da Ema. Assim permanecendo em divisão territorial datada de I-VII-1950. Pela lei estadual nº 510, de 12-12-1952, desmembra do município de Curaçá o distrito de Chorrochó. Elevado à categoria de município.

Pela lei estadual nº 628, de 30-12-1953, são criados os distritos de Poço de Fora e Riacho Sêco. Sob a mesma lei o distrito de Ibó deixa de pertencer ao município de Curaçá para ser anexado ao município de Chorrochó.

Em divisão territorial datada de I-VII-1960, o município é constituído de 5 distritos: Curaçá, Barro Vermelho, Patamuté, Poço de Fora e Riacho Sêco.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Alterações toponímicas municipais

Pambu para Capim Grosso alterado, pela lei provincial nº 488, de 06-06-1853. Capim Grosso para Curaçá alterado, pelo ato nº 59, de 10-08-1890.

Fonte: IBGE

Ajude a divulgar a Histórias de sua cidade.

Se você encontrou algum dado incorreto ou acha que pode melhorar essas informações, entre em contato conosco ou envie seu texto para gente.



Síntese das Informações
Área da unidade territorial - 2016: 5.935,944: km²
Estabelecimentos de Saúde SUS: 10: estabelecimentos
Matrícula - Ensino fundamental - 2015: 5.629: matrículas
Matrícula - Ensino médio - 2015: 1.275: matrículas
Número de unidades locais: 300: unidades
Pessoal ocupado total: 2.013: pessoas
PIB per capita a preços correntes - 2014: 7.743,51: reais
População residente : 32.168: pessoas
População residente - Homens: 16.467: pessoas
População residente - Mulheres: 15.701: pessoas
População residente alfabetizada: 21.680: pessoas
População residente que frequentava creche ou escola : 11.923: pessoas
População residente, religião católica apostólica romana: 27.611: pessoas
População residente, religião espírita: 84: pessoas
População residente, religião evangélicas: 2.705: pessoas
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Rural: 722,25: reais
Valor do rendimento nominal médio mensal dos domicílios particulares permanentes com rendimento domiciliar, por situação do domicílio - Urbana: 1.154,34: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Rural: 170,00: reais
Valor do rendimento nominal mediano mensal per capita dos domicílios particulares permanentes - Urbana: 250,00: reais
Índice de Desenvolvimento Humano Municipal - 2010 (IDHM 2010): 0,581:

Fonte:IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Curaçá: Imagens da cidade e Região

As fotos fornecidas pelo Panoramio estão sobre direitos autorais de seus proprietários.

Você conhece a cidade de Curaçá? Então deixe seu comentário!


Comentários (0)

Ainda não há comentários, seja o primeiro!

Postar um comentário

     (Opcional)






Compartilhe Esta Página: